Gabriela Biló/Estadão ConteúdoO centro é literalmente de vidro: a reunião ao redor da delicada mesinha não produziu novidades

A terceira via derrete

A construção de uma alternativa de centro para concorrer com Bolsonaro e Lula na corrida presidencial de 2022 fica cada vez mais complicada
18.06.21

Os presidentes de partidos que buscam a chamada terceira via para a corrida presidencial de 2022 se reuniram em um almoço nesta semana em Brasília para discutir o plano. O encontro não passou de um esforço para criar um fato político em meio à escalada de dissabores enfrentados pelo grupo do final de 2020 para cá. Para além da foto e da renovação das juras de que vão trabalhar juntos para quebrar a polarização, eles não produziram nenhuma novidade capaz de alterar o atual cenário. “O número de brasileiros que se posiciona hoje para uma nova alternativa é maior que o apoio a Lula ou Bolsonaro. Mas é uma maioria silenciosa, que não faz motociata nem manifestação. É para esses brasileiros que queremos falar”, disse o presidente do PSDB, Bruno Araújo, ao lado de dirigentes do DEM, do PV, do Cidadania e do Podemos, além de representantes do MDB e do Solidariedade.

É cedo para conclusões definitivas, mas o quadro se complica à medida que os nomes de centro que exibiam alguma musculatura eleitoral vão saindo do páreo, enquanto Lula e Bolsonaro se consolidam nas pesquisas como os principais candidatos por absoluta falta de adversários. Hoje, quem tem engulhos só de ouvir falar na possibilidade de a dupla chegar ao segundo turno simplesmente não tem em quem votar.

Não são poucos os obstáculos para busca de um consenso. O principal deles é que não há, hoje, um nome em condições de uni-los. O ex-juiz Sergio Moro, vítima do triturador bolsopetista e ódio geral dos fisiológicos e corruptos, e João Amoêdo, traído pelo próprio partido, o Novo, pularam fora. Luciano Huck preferiu o “domingão” na TV Globo a mergulhar no caldeirão da política – para a surpresa de poucos, é bem verdade.

World Economic Forum/Sandra BlaserWorld Economic Forum/Sandra BlaserO apresentador Luciano Huck desistiu de entrar no caldeirão da política
Outra questão a jogar contra a escolha de um aspirante à Presidência da terceira via é que um dos partidos considerados de centro, o PSDB, tem alguém que não abre mão de jeito nenhum de ser candidato, o governador de São Paulo, João Doria, obstinado que está pela cadeira de presidente da República. O tucano, no entanto, mesmo com o comovente esforço de aparecer na TV dia sim outro também, para anunciar vacinação, não consegue alcançar os dois dígitos nas pesquisas de intenção de voto. Ademais, até mesmo no PSDB, Doria é rejeitado, como mostrou nesta semana a reunião interna que definiu como serão as prévias da sigla. Ao contrário do que desejava o governador paulista, os votos dos políticos com mandato terão mais peso do que os dos filiados, que responderão por somente 25% do colégio eleitoral.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, por exemplo, chegou a soprar algumas vezes no ouvido de tucanos que, no lugar de Doria, preferia como candidato o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, o senador Tasso Jereissati ou até mesmo Huck. O que sobra a Tasso falta a Leite: tarimba e experiência no xadrez eleitoral. FHC, porém, em vez de pensar no futuro, gosta de mover suas peças de olho no retrovisor. Recentemente, o ex-presidente posou para fotos ao lado de Lula, com direito a saudação de punhos cerrados. O ex-governador Geraldo Alckmin, outro tucano que torce o bico para Doria, pretende voltar ao comando do estado mais rico do país, mesmo que se candidatando por outra legenda — e, assim, também enfraquecer o desafeto que quer chegar ao Planalto.

Enquanto no espectro político de centro poucos falam a mesma língua, Lula e Bolsonaro se consolidam como os protagonistas da sucessão presidencial, dividindo a atenção do noticiário e pautando costuras políticas. Com a polarização, uma candidatura acaba alimentando a outra. A rejeição a um beneficia o outro. Graças às seguidas barbeiragens de Bolsonaro na condução do país – e, em especial, da pandemia – Lula se dá ao luxo de poder adotar a tática de jogar sem precisar se mexer, e mesmo assim, lucrar politicamente com isso.

Jefferson Rudy/Agência SenadoJefferson Rudy/Agência SenadoMandetta pode deixar o DEM se o partido fechar com Bolsonaro
Em contrapartida, quase todas as estratégias adotadas até agora em favor da aliança de terceira via se revelaram infrutíferas. A mais recente, vendida como a “novidade” do encontro de quarta-feira, foi a de que o grupo vai trabalhar para atrair o PDT e o PSB. “Será um longo diálogo nos próximos meses”, diz Bruno Araújo, que já anunciou uma nova rodada de conversas da turma para daqui a 15 dias. O PDT já tem candidato, Ciro Gomes, e até marqueteiro, o ex-petista de coração João Santana. Quanto ao PSB, há quem ache que ele possa ser um “cavalo de Troia” lulista.

Embora pisque para a terceira via, o DEM corre o risco de, no fim das contas, se lançar nos braços de Jair Bolsonaro. Esse, por sinal, é um dos problemas para Luiz Henrique Mandetta, ainda filiado ao partido, que está no jogo graças ao recall como ministro da Saúde – embora também não apareça bem nas pesquisas de intenção de voto, ele chegou a ostentar 76% de aprovação durante o combate à pandemia e é, entre os nomes aventados pelo centro, o que tem maior potencial de crescimento. ACM Neto, presidente do DEM, namora firme o bolsonarismo. Se entender que esse é um caminho sem volta, Mandetta terá de trocar de partido caso queira ter alguma chance de ser candidato ao Planalto em 2022.

Um elemento surpresa na corrida pode ser o PSD de  Gilberto Kassab. Sem fazer muito alarde, o ex-ministro de Dilma Rousseff e de Michel Temer vai montando um time de considerável peso político. Já filiou o prefeito do Rio, Eduardo Paes, e flerta com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco – enquanto a turma da terceira via se reunia nesta semana, os dois almoçavam juntos em Brasília. Com o plano de formar um “partido de quadros”, e com votos, Kassab se cacifa, no mínimo, para estar nas principais rodas de conversas para 2022.

Roberto Casimiro/Fotoarena/FolhapressRoberto Casimiro/Fotoarena/FolhapressA via de Ciro Gomes é de mão única: ele não abre mão de ser candidato
Um dos novos pupilos do ex-ministro, Paes almoçou com Lula há duas semanas na sede da prefeitura do Rio, com direito a filé, salada, vinhos tinto e branco e sobremesa de chocolate, além de elogios mútuos e aquela foto clássica de máscara e soquinho de punhos cerrados. Para além do retrato, há aí um risco real para a terceira via: o de que alguns de seus integrantes, diante da perspectiva de fracasso da candidatura de centro, passem a aderir a um dos dois polos que se sobressaem hoje. “Existe, sim, um temor de traição e de que, no fim das contas, cada um busque o que é melhor para si eleitoralmente”, diz um dos participantes do almoço em Brasília.

Como falta ainda um ano e quatro meses para a eleição, e isso em política é uma eternidade, o jogo ainda está em aberto. O problema em demorar demais para escolher um nome, ou cometer erros em demasia durante o processo, é a possibilidade de a terceira via acabar em terceiro lugar na disputa. Ou em quarto.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Em que ou para quem serve este prenúncio? “A terceira via derrete “ PELO AMOR DE DEUS !! Menos gente ...Qual é mesmo a estratégia ? Faltando um ano e quatro meses, liquidar de uma vez com a alternativa ??? Será que é entre estes políticos de plantão , menos de 10 “presidenciáveis , que reside a única possibilidade possível ? Quem sabe pensar fora do quadrado ... ajude .....

  2. KKKKKK, vocês pensavam que essa via daria certo? isso é Brasil gente, esses políticos pensam primeiro em si, depois no partido, depois nos seus e em ultimo o povinho.

    1. Celso, você está enganado. Eles não pensam no povinho de jeito nenhum.

  3. O país não aguenta mais estes governos podres, despreparados, corruptos, nojentos. As mulheres e homens de bem, precisam se unir, de forma patriótico, pelo futuro do país, apresentar uma opção para restaurar a dignidade e dar caminho para o futuro de nosso povo, de nossos jovens. Não podemos continuar realimentando a ignorância e a barbárie.

  4. A candidatura do Lula faz o Bolsonaro ganhar automaticamente, pois, na hora h, a maioria nao vai ter a coragem de reinstalar o maior escândalo de corrupção da historia mundial. Caiu do ceu para a reeleição. Votei no Novo, mas ano que vem devo ir de Bolsonaro, pois o PT rouba de forma mto perigosa ao país. Ate o PMDB sabe roubar sem secar o cofre do hospital por exemplo. No PT rouba-se ate o país quebrar novamente.

  5. Pergunto; porquê os partidos políticos não são responsabiliza por atos e comportamentos de seus deputados , senadores, governadores e malandros vereadores. Porquê a imprensa não fala, será que não percebe a responsabilidade por nomes que impõe a sociedade, obrigada a votar????

    1. Voto nulo ou branco e fugir do pau, é atucanar e ficar em cima do muro. Pior que uma decisão errada é não tomar nenhuma decisão. Eu acho que não haverá nenhum nome de 3a. Via. Portanto temos que decidir em dar a Presidência ao maior ladrão que o Brasil já teve ou continuar com o que temos até 2026, quando quem sabe teremos novos nomes de confiança para votarmos. Mas o importante é escolhermos melhor nossos representantes no Congresso Nacional. Temos que limpar essa quinquilharia que temos hoje.

    2. infelizmente a pseudo cultura do voto útil persiste no país. o maior castigo para um partido político é a falta de votos. Não tem mais voto útil. Se não existe o mínimo de confiança meu voto é NULO. Sem terceira via assim será.

    1. Concordo, só existe terceira via se for com Moro. Lula jamais!

    2. Sonhos de uma Noite de Verão Rosimeire, Moro errou muito em suas decisões, não sei se pode ingenuidade ou por excesso de confiança, só sei que se deu mal em suas decisões Primeiro errou ao sair da Magistratura abandonando 23 anos de bons serviços prestados no judiciário e principalmente à frente na condução da Operação Lava Jato, depois errou ao sair do governo na forma que saiu, a arrogância lhe subiu a cabeça, não fez um bom trabalho à frente do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

  6. Esperar que os candidatos de centro se entendam é pura perda de tempo. Quem precisa se entender são os eleitores. Minha sugestão é que se vote em primeiro turno, no candidato de terceira via melhor colocado nas pesquisas, mesmo que não seja o seu preferido ...

  7. Vou praticar a terceira via votando no terceiro das pesquisas, desde que o primeiro ou segundo sejam Bolsonaro ou Lula. Assim, me resta uma esperança!

    1. Não tinha visto seu comentário. É isso mesmo ...

  8. para se viabilizar uma terceira via , temos a necessidade de uma uniao igual a que foi feita nas diretas Já!!. estamos longe disso!

  9. Como diz o comentário, “1 ano quatro meses em política é uma eternidade”. Dizer que faltam “tarimba e experiência”ao gov. Eduardo Leite é ignorar e história. Que experiência tinha Collor quando ganhou do Lula? E Fernando Henrique, na primeira vitória sobre o mesmo “nove dedos”? Basta que Eduardo Leite seja “ungido” pelos caciques e a mídia (globo) encampe a candidatura, dá pra encarar esses dois estrumes. Leite/Mandetta formariam um time de respeito.. Bastam 6 meses de campanha!!’

  10. dizer que Amoedo foi traído pelo Novo mostra a superficialidade da matéria jornalismo de verdade deveria analisar um pouco mais a evolução do Novo ,de como Amoedo montou uma estrutura muito centralizada em seus aliados sem eleição dos diretórios e sem debate interno. A escolha de Saber A como candidato em SP mostrou a total inadequação do processo seletivo semelhante a contratação de diretores de empresas

  11. No atual cenário político bipolarizado, a Crusoé/Antagonista, com sua linha editorial (99% crítica ao atual governo, 1% crítica ao Lulopetismo) está fazendo um ótimo trabalho em favor da volta do maior esquema de corrupção que o mundo já conheceu.

    1. concordo com vc Crusoé globo Itaú fhc trabalham pela volta do lulismo criminoso

  12. A esperança da nação brasileira , é que Sérgio Moro e os integrantes da lava jato se lancem candidatos independentes , aí se criaria uma terceira via de fato , fora desse círculo que já apodreceu , e vai levando o Brasil sempre rumo ao esgoto , é muito difícil , mas dá pra separar os poucos políticos que trabalham para o país , e não para o mecanismo onde juntaram tudo que não prestava e acabaram com o combate a corrupção e a esperança de um país livre dos grandes marginais.

  13. Bolsonaro( melhor presidente que o país já teve X Lula ( o melhor e maior bandido da história desse país). Será uma disputa emocionante. Traficantes, assassinos, estelionatários, estupradores, tudo o que há de ruim no Brasil, em quem irão votar! Fácil de se descobrir, só um tolo não saberia. Mas eu não sou parte dessa escória não, sou Bolsonaro! Obrigado senhor por colocar esses Messias em nossas vidas. Sei que depois desse comentário alguns demônios irão se manifestar. Jesus para eles!

    1. O pior defeito é a ignorância de quem não vê o que ocorre no Brasil e o que não ocorre.500 mil mortos não são suficientes para as teses do Boçalnaro.Ele precisa de muito mais para sua tese de Imunidade de rebanho ,1 milhão, 2 milhões de mortos o que importa ?

  14. É preciso primeiramente mudar o congresso, expurgar esses parlamentares que legislam para fugir da justiça e abrir novas “boquinhas”, pendurando jabutis em tudo que aprovam de leis. Sem esse pormenor, o Brasil não terá jeito

    1. Para que o congresso mude o voto correto já foi feito! Se esse( Bolsonaro)não está conseguindo, imagine os demais “porquinhos”, que se fingem de leitão para poderem mamar deitados!

    2. Sim, de fato precisa, porém para isso precisa ter opções de bons nomes. É exato como foi na última eleição presidencial.

  15. A verdade é que não temos um estadista uma pessoa de respeito, com carácter em que o povo possa acreditar e votar com a certeza que vai mudar , situação complica ficar entre um ladrão e um genocida

    1. Me desculpe Francisco, chamar Bolsonaro de Genocida é o mesmo que chamar Lula de inocente e perseguido político. Pra melhorar o Brasil temos que votar melhor em Deputados Federais, Deputados Estaduais, Senadores e vereadores m, porque são esses que fazem as leis que melhoram a vida do povo oh a vida deles. Presidente, Governadores e Prefeitos, que representam o Poder Executivos, são obrigados a cumprir as leis criadas e aprovadas pelo Poder Legislativo. Temos que escolher melhor o Legislativo.

  16. Qualquer um sabe que cada partido vai puxar a corda pro seu lado na tentativa de chegar ao segundo turno. É de uma ingenuidade extrema acreditar que a maioria destes partidos desejam realmente o bem do país e do povo.

  17. É de uma indigência cruel a classe política brasileira: quando não permite o surgimento de verdadeiros sindicatos de ladrões (mensalão e Petrolão), permite, por falta de união, que o governo caia nas mãos de um PR retrógrado e autoritário e que embora tenha fracassado na condução da Pandemia, é incapaz de, de novo, se unir para retirá-lo do poder e ao mesmo tempo não permitir que o Chefe do PT volte ao poder. Triste Brasil, até quando?????

  18. Se o narcisista Ciro Gomes não abre mão da candidatura a única chance da terceira via ter um candidato no 2º turno é o empresariado e a mídia em massa apoiarem o governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite por ter baixa rejeição, ser jovem, e não representar o radicalismo

  19. O Dr. SÉRGIO FERNANDO MORO, só foi ""triturado"" pelos e para os marginais pertalhas-bolsonalhas, o que era, é lógico, de se esperar e é ótimo, porque ninguém normal quer se associar a esses marginais!!!!! QUEM FOI QUE DISSE QUE NÓS, OS ***MAJORITÁRIOS***, OS DECENTES E SILENTES, NÃO ESTAMOS SÓLIDA E IRRENUNCIAVELMENTE COM O DR. SÉRGIO FERNANDO MORO ????????????

    1. E que coisa nojenta, antipatizada e desconsiderada por todos os eleitores, esses surtos, movimentos e crises de """partidarices""".... ninguém liga a míííííííínima pra isso a não ser eles próprios, o que, é óbvio, não é determinante de coisa alguma na prática!!!!! Caiam na real!!!!! Isso só funcionaria de fossem agremiações solidamente decentes num sistema eleitoral evoluído!!!! Essa coisa amorfa, solúvel, volúvel, fisiológica e inconsistente, não funciona nem nos EUA e nem em país algum!!!!!

    2. Não sejam cegos, surdos, mudos e de nariz entupido por opção.

    3. Não é possível que os """experientes""" não tenham percebido essa obviedade!!!!!!

    4. O DR. SÉRGIO FERNANDO MORO apenas 'ainda' não se candidatou, mas, quando o fizer será a AVALANCHE DE VOTOS NAS URNAS!!!!! PODE-SE ESCREVER E ASSINAR!!!!!!

  20. A 3° via ainda não entendeu, que se não optarem por um candidato Realmente Íntegro, que verdadeiramente tenha a bandeira Anticorrupção, Bolsonaro e Lula disputarão o 2° turno. Hoje essa pessoa é o Sérgio Moro. Os outros possíveis candidatos, apresentados na reportagem, estam longe disso, inclusive o Mandeta. o Dória ainda não entendeu, que o restante do país não engole ele e se mesmo assim ele insistir, estará favorecendo Lula e Bolsonaro!

    1. Moro “é do ramo”! Ele será o maior cabo eleitoral da candidatura Leite/Mandetta e voltará a ser o ministro da justiça para terminar o trabalho que começou…

    2. Para eles, só importa a própria ascensão. Se não der, pode ser Lula, Bozo, tanto faz. O país que se lixe.

  21. A Terceira Via ainda não entendeu, que se eles não acharem um candidato Realmente Íntegro, que tenha realmente o combate a corrupção como bandeira de governo, Bolsonaro e Lula disputarão o segundo turno... Se o Sérgio Moro

  22. O Novo não traiu Amor do. Aconteceu o contrário. O melhor nome do Novo é o governador de MG, chama-se Romeu Zema. No PSDB, Tasso Jereissati. Temos saída sim.

  23. Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE!” O Brasil finalmente terá Um Governo Fundado no “IMPÉRIO DA LEI!” Não seremos LUDIBRIADOS com o “Velho Plano de MELHORAS na ECONOMIA!” Triunfaremos! Sir Claiton

    1. O Moro sabe que o STF vai ter que destruí-lo para não se desintegrar porque se o Moro ganhar metade deles vão pra cadeia por corrupção muito rapidamente. Sendo candidato o STF vai tentar acabar com Moro e levá-lo pra cadeia.

    2. Infelizmente, Fernando e Claiton… e todos nós do Brasil 🇧🇷 decente!

    3. Claiton, sua obsessão por Moro é correta, visto que é o melhor, mas tem um problema: ele sabe que com esse stf que temos será impossível fazer as modificações legais que o país necessita modernizando seu código penal, além do mais ele sabe que não tem " jogo de cintura" pra lidar com essa corja do nosso legislativo, assim creio eu que ele, Moro, vai optar por não entrar nesse atoleiro, no que faz muito bem.

  24. Perguntar não ofende. Pq não o Mourão como opção de terceira via? É articulado, angariou uma boa experiência no meio político nesses quase três anos na VP, tem ótimo trânsito no meio militar, é inteligente e culto, parece ter um cunho liberal no seu ideário econômico, além de outros atributos que as opções atuais não tem. Alguém explica o pq de não apostarem nessa alternativa!!!

    1. Pode ser uma saída com Mourão e Zema. Ambos me inspiram confiança Santos Cruz também, porém o acho bastante inflexível para entrar nesse lamaçal político. Penso que Mourão tem mais "jogo". Moro poderia vir para o Senado e em 2026 concorrer para presidente. Luiz Fernando deveria se preparar para o Senado também.

    2. Excelente lembrança Sr. Vicente, Mourão ora Presidente e Moro ora vice.

    3. Concordo!! Para mim se não puder ser Moro, então Mourão …. Íntegro e com postura p ser o chefe de uma nação !!

  25. Acho que o fato de não ter candidato já , nem é de tudo mal , evita que a maquina bolsopetista tenha foco para trabalhar desde já.

  26. Será um grande avanço para o Brasil, voltar a normalidade. E isso somente será possível, com a 3a via. Lula e Bolsonaro somente estão em lados opostos, no mkt que adotam. Ambos personificam o que tem de pior na política, pois sempre foram vagabundos, cujos filhos são vagabundos. E AMBOS SÃO CORRUPTOS. Só tem um nome que personifica os valores que são antítese para os vícios lulista e bolsonarista, Sergio Moro.

  27. Se não surgir um nome forte como opção de terceira via, ocorrerá o mesmo de 2018: votar em um candidato para evitar a eleição do outro. O resto já sabemos como termina.

  28. Parte da imprensa, aquela fisiológica, alimenta a candidatura de Lula e Bolsonaro. Acredito que uma pressão popular pelo impeachment mudaria todo o cenário, favorecendo a 3a via. Doria e Ciro não são terceira via e ficarão pelo caminho. Apostaria em Tasso ou Mandetta. Se a disputa ficar no bolsopetismo, nem sairei de casa pra votar, será reconfortante não fazer parte do circo.

    1. Bolsonaro sempre teve dificuldade pra governar, imagina o Moro.

    2. penso assim tb! se ficarem os dois, não sairei de casa...

  29. os melhores nomes são o da 3 via, parte da imprensa é que vem alimentando bolsonaro e lula.Mss quem prejudicoi o processo eleitoral foi o stf

  30. Se a classe política deixasse de lado o próprio umbigo, a 3a via já estaria consolidada: Sérgio Moro! Depois de trinta anos de pseudo democracia que só fez enriquecer corruptos lesapatrias, a população quer votar no oposto do que possa ser o atraso e ignorância do lulobolsonarismo. Sérgio Moro personifica, com uma biografia inquestionável, a guinada com a qual todos sonham: a moralidade !

    1. Infelizmente tenho que concordar. Moro, depois de tudo que fez e vendo tudo desmoronar orquestradamente, não tem "experiência política" para enfrentar os profissionais que fazem de tudo pra se manter no poder. Seria novamente massacrado. Ele não merece isso. Já perdeu demais...e Deus nos ajude a surgir algum acordo quanto ao terceiro nome caso contrário serei mais uma a ficar em casa no dia da eleição.

    2. Sérgio Moro não tem poderes mágicos. Com o STF e 99% da classe política dispostos à tudo para detona-lo, precisaria do apoio ostensivo da população. Infelizmente não foi o que vimos. Melhor ele cuidar da vida.

    3. Sérgio Moro está em silêncio "sepulcral" assistindo o STF deteriorar sua biografia que dizia querer preservar quando saiu do governo Bolsonaro. Que Deus nos ilumine a todos e um abraço fraterno em agnósticos e ateus! Namastê!

  31. Entre Ciro Gomes e Tasso Jereissati, fico com Tasso. Motivo: equilíbrio emocional e ser um empresário que faz política por gosto e não por dinheiro de corrupção.Não acuso Ciro de nada. Tão pouco dou carta branca a Tasso.Mas o País precisa de alguém experiência de governo, articulador, ter uma meta é um plano a oferecer. Ciro só não tem equilíbrio e está muito perto do PT, com quem vive entre tapas e beijos. Lula nunca mais. Bolsonaro mostrou que não sabe ser estrategista e teve falhas horríveis

    1. Tasso é um pouco melhor que o Ciro, mas tb é mais do mesmo. Duas raposas velhas.

  32. Meu voto já está decidido, será no candidato com maior pontuação no DataFolha na véspera da eleição, excetuados Bolsonaro e Lula. Pode ser cabo Daciolo, Ciro Gomes ou meu preferido Gabeira. Mas será em qq um. Se o T2 for entre os 2 pratos estragados q querem nos servir, não saio de casa. O voto para o Legislativo será muito mais criterioso. Tem q ser liberal e ter entregas já realizadas. Nada de paraquedistas, nem de indicados pelos caciques partidários.

    1. Renata, o Gabeira é colunista semanal no "Estadão" e comentarista assíduo em jornais da Globonews ( fim do dia e início da noite ).

  33. Dá impressão que os analistas políticos ficam cegos com suas preferências ou não conhecem como funciona o Brasil. Quando for para valer o brasileiro comum vai decidir na hora. E mais gente vai aparecer como candidato.

  34. São comentários desse nível que nos retiram qualquer via e nos deixam somente a esperança, de que tudo que é ruim pode ser tornar bom um dia. Que Deus nos ilumine a todos e um abraço fraterno em agnósticos e ateus! Namastê!

    1. Entre os três bandidos, Ciro, né? Fazer o que? Bolsonaro, nunca mais! Lula, nunca mais duas vezes! Então…

  35. O problema da terceira via não é sua consolidação mas a aceitação de que já existe e tem nome: Ciro Gomes. Veja que até esta revista o rejeita neste artigo, o único cujo nome não foi sequer mencionado -salvo na foto crítica-, não obstante, é o que ao lado do ex-marqueteiro de Lula mais o conhece e sabe que o que estará em jogo em 2022, será a disputa por 50 milhões de antipetistas. Falar-se em Bolsonarismo e outra terceira via soa como imaturidade política ou adesão velada a Lula-PT. Namastê!

    1. Que as forças do Universo, como gostam os agnósticos, nos protejam de Ciro e Lula. Sou mais Mourão ou Zema. Alguns dizem que o Zema é meio chucro, mas pra quem já teve Lula, Dilma e Bolsonaro, Zema será muito bem vindo, enquanto Moro não vem...

    2. Ciro Gomes é muito inteligente e consta que seu clã vem obtendo bons resultados na educação do Ceará (a checar). O problema é também ser destemperado como Bolsonaro, e estatista como a esquerda. Junta o pior de cada lado.

    3. Pra mim Ciro Gomes tem potencial, e se coloca contra Lula e Bolsonaro, com o intuito de atrair os eleitores que rejeitam a polarização.

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO