Pode perguntar

22.05.20

O inquérito aberto pelo Supremo para apurar a denúncia de que Jair Bolsonaro interferiu na Polícia Federal já provoca reflexos no mercado de delações premiadas do Rio de Janeiro. Um delator dos esquemas de corrupção que funcionaram durante o governo de Sergio Cabral promete voltar a falar com os investigadores para revelar histórias sobre um delegado cujo nome apareceu entre os depoimentos colhidos na apuração. Ele diz guardar segredos a respeito da relação do delegado com o submundo do crime carioca.

Theo Marques/FramePhoto/Folhapress)Theo Marques/FramePhoto/Folhapress)Cabral: um delator dos esquemas do ex-governador diz saber mais sobre delegado citado

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Não entendo como uma revista em cujo nascedouro pregava a ética e a imparcialidade se presta, agora, a tomar partido. Ou melhor, a ser única e exclusivamente, contra o atual governo. Isso muito me entristece. É o povo brasileiro sendo, mais uma vez, ludibriado por falsas promessas. Sou assinante, tambem, da revista Oeste e, espero, não ser ludibriado mais uma vez. Confesso que acho muito difícil, uma vez que lá temos profissionais como J R Guzzo e Augusto Nunes que nunca se corromperam.

    1. pois é...voi cancelar minha assinatura. Eu quero somente a notícia. Minha opinião eu mesma formo.

  2. Vamos separar bem as coisas para depois juntar tudo de novo: O Lula foi um ladrao descarado e chefe da quadrilha que sempre pendurada no Poder, quase quebrou o Brasil (e seus lambe-saco são uns quadrilheiros sem escupulos, apátridas e sem vergonha). O Bolsonaro é um rufião despreparado e tem uma prole que como ele vive da política e poderão quebrar o país (e seus lambe-saco são uns militantes sem escrúpulos, apátridas e sem vergonha). No fundo são 2 espertalhões incultos e farinha do mesmo saco.

    1. Mude o texto, pois o mesmo já foi publicado várias vezes em matérias diferentes; que falta de imaginação! Você sabe o que significa o termo apátrida? Parece que não.

  3. Bastou o candidato Moro sair, e o Bolsonaro trocar a direção da PF no Rio, para a corrupção do Witzel aparecer! Foi mera coincidência? Claro que não! Pq o MP e a PC do Rio não se adiantaram, ficaram inertes, esperando o mundo acabar? Bolsonaro tinha mesmo justo receio de " plantarem" provas (javanesas, conforme a gíria policial), contra si e seus familiares. Aparecerá muito mais, dependendo do empenho policial federal, pois, apoio não lhes faltará, do Presidente e do povo brasileiro.

  4. Maravilha... temos que escancarar as viceras desse mundo podre que existe em todos os lados... Onde houver ilícito, que haja investigação, não importa contra quem... Não é a "verdade que vos libertará?" tão propagada por uns e outros aí? Então que se cumpra....

  5. Bolsonaro agora vai o Cristo da vez. Certamente vão matá-lo e cruscifricá-lo. O Molusco e sua turma de Bandidos roubou por 18 e nada foi feito. A esquerda maldita se calou. O Molusco esta semana disse ao vivo e a cores o seguinte: Ainda bem que apareceu o coronavírus. As grandes manchetes não apareceram. Não li nada nessa conseituada revista sobre o assunto.

    1. Não vamos medir o tamanho dos crimes... Crime é crime.... Senão, quem dará a medida do que é certo e errado? Não é o próprio JB que tanto fala em verdade??? Então, deixemos a verdade aparecer...

  6. Crusoe, ”uma ilha no jornalismo”. A ilha poderia ser Alcatraz ou Ilha do Diabo, afinal estou preso nessa revista por mais um ano, por um esquecimento de cinco dias (renovou automático). Já o jornalismo é um show de parcialidade, perseguição e outras mazelas que a esquerda instalou no Brasil. Mas, tudo tem fim.

    1. Marcus. Vc astá absolutamente correto, precisa de ser mais claro de que isto😏 . Acredito que nao!!

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO