MarioSabino

Contra a pena de morte para Bolsonaro

16.07.21

Nesta semana, tive de defender uma piada do personagem humorístico Agamenon, publicada em O Antagonista, sobre a facada desferida por Adélio Bispo de Oliveira em Jair Bolsonaro. Na verdade, não defendi a piada. Tive de explicar que era piada. Mas defendo o direito de os cidadãos fazerem gracejo com qualquer tema. Não é porque você acha que a coisa é de mau gosto ou politicamente incorreta, que ela é passível de ser censurada ou até virar motivo para alguém o matar, como ocorreu em relação aos jornalistas do Charlie Hebdo, em 2015, que teve a sua redação massacrada por fundamentalistas islâmicos revoltados com as charges de Maomé. Coincidentemente, um dia depois de explicar que o Agamenon fizera uma piada, o presidente da República foi internado com uma obstrução intestinal decorrente do atentado perpetrado contra ele. Ruim para a piada, é evidente, mas eu encerro meu caso aqui e passo a outro assunto.

O assunto é o desejo de que alguém morra. Não estou falando de pessoas em estado terminal, para as quais se anseia que a morte venha logo, a fim de lhes abreviar o sofrimento. Nesses casos, e eu já passei por isso mais de uma vez, sempre sobra o sentimento de que o se quer é interromper a própria aflição, para que, tal como um Marquês de Pombal, você possa enterrar logo o morto e cuidar dos vivos. Divago. A questão aqui é desejar a morte do próximo porque você o odeia pessoal e politicamente ou até porque que ele demonstrou ser um mal para a sociedade.

Há um nome simples para isso: vingança. É inevitável ter pensamentos vingativos extremos; perfeitamente evitável é expressá-los. Eu me choco com os comentários de quem manifesta a vontade de que Jair Bolsonaro morra. Também me chocava com quem dizia que o câncer deveria levar embora Lula e Dilma Rousseff. Acho de uma imoralidade absoluta externar o desejo pela morte de um adversário, como se os embates do dia a dia individual ou da política fossem guerras de extermínio. Já vi gente comemorar a morte de desafetos e senti um desgosto profundo pela nossa espécie. É como se não tivéssemos introjetado o que chamamos justiça.

É difícil defender o conceito de justiça em país tão feroz quanto o Brasil, onde essa ferocidade se manifesta em todos os planos, inclusive nos tribunais, mas é na savana que ela se torna mais necessária, ou todos acabamos nos devorando uns aos outros. Eu diria que o limite entre externar o desejo pela morte do outro e as vias de fato é mais tênue do que se imagina. Explico: é como se o desaparecimento do oponente, por obra de doença, acidente ou atentado, fosse o cumprimento de uma pena capital imposta por nossa vontade individual.

Não há justiça na pessoalidade, mas somente vingança. É por isso também que sou contra a pena de morte imposta por juízes. A eles lhes foi conferido o dever de fazer justiça, não o de justiçar em nome da vítima do crime. E quanto aos monstros?, talvez você me pergunte. Respondo que, se justiçamos monstros, nos igualamos a eles, e de maneira cínica, porque cremos estar fazendo o bem enquanto perpetramos o mal. Tirar a vida de um ser humano é sempre o mal absoluto, a não ser por indiscutível legítima defesa. Os corredores da morte são apenas mais assépticos do que os cenários habituais dos assassinatos. Do ponto de vista punitivo, a privação de liberdade — essa tremenda invenção humana — é bem mais eficaz do que a pena de morte. Escreveu o ex-ministro da Justiça da França Robert Badinter, em Contre la Peine de Mort (Contra a Pena de Morte), livro que frequentou a minha cabeceira num agora longínquo e rigoroso inverno: 

“A pena de morte é uma derrota para a humanidade. Ela não protege a sociedade dos homens livres, ela a desonra. Ela faz sua a prática do assassino, assassinando no seu lugar. Ela cai na armadilha secreta que lhe estende o crime. Aquela de verter sangue chamando-o de castigo. Pela execução, o ato do criminoso se torna o da justiça. O homem, como se sabe, é um animal que mata. Não para garantir a sua subsistência, mas porque a consciência e o domínio de si são, em determinados seres e em certos momentos, impotentes para deter a pulsão de morte. Sacrilégio contra a vida, a pena de morte também é inútil. Jamais, em lugar algum, ela reduziu a criminalidade sangrenta. Reação, e não dissuasão, ela é a expressão legalizada do instinto de morte. Ela nos rebaixa sem nos proteger. Ela é vingança, não justiça.”

O meu choque com quem expressa o desejo pela morte de alguém e com quem se regozija com o desaparecimento físico de um adversário está no mesmo âmbito do meu estarrecimento com a pena de morte. O âmbito é o da civilização.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Sou suspeita para dizer qualquer coisa sobre esse assunto porque concordo com sua conclusão Mário. E tenho pesquisado esse tema. A pena de morte simboliza o fracasso da humanidade para lidar com a própria desumanização. Inverte a violência. Não desejo nem a um Bolsonaro. Que paguemos pelos nossos erros de modo civilizado sim: reconhecendo-os, elaborando-os e superando-os, como diria Freud. Pulsão de vida X Instinto de morte. Sublimação X barbárie. Quem sabe um dia seremos mesmo humanos né???

  2. Engano seu, Sabino. Acompanho seus comentário e, na maioria das vezes, concordo com os mesmos. Contudo, desta vez você errou o cálculo. Seria muito bom para o país que o Bolsonaro morresse. Ele faz muito mal para o Brasil. E para o mundo todo, considerado o desastre da Amazônia. A morte do genocida certamente acalmaria o Brasil todo e parte significativa do mundo. Já imaginou se não precisássemos ouvir as barbaridades que ele fala? Quão bom seria estarmos discutindo sobre coisas sérias?

  3. Ao citar a exceção do instituto da legítima defesa, que se trata de uma excludente de ilicitude, você não considerou outra excludente, presente no C PB , a do estado de necessidade. nesta vc pode , por exemplo, matar uma pessoa para ficar com o ultimo paraquedas do avião em queda. Por analogia, a eventual morte de JB cessaria a corrupção que ele viabiliza, aos amigos do Centrão e, caso o $ poupado seguir para a saúde, salvará muitas vidas de necessitados. Ufa! consegui resumir pra caber aqui

  4. Acho que, certos pensamentos ou palavras escritas contra governantes, ocorrem por falta de justiça neste país. Quem hoje atua para defender 100% os interesses dos pagadores de impostos? Boas pessoas desanimadas por estarem amarradas pelo sistema. Os anos passam e o cenário só piora. E no final são só pensamentos ou palavras cruéis para expressar a indignação e desesperança. Pensamentos ou Palavras cruéis libertadoras !

  5. Só posso dizer ESPETACULAR! Como não escrevo magistralmente como você Mário (inveja absoluta desse dom!), vou usar as palavras do põem Ano Novo de Elisa Lucinda enquanto lia sua coluna: “Peço aos Deuses, aos Orixás das transformações, nos livrem do infértil da ninharia, nos protejam da vaidade burra, da vaidade minha, desumana, sozinha. Nos livrem da ânsia voraz daquilo que nos aumentar, nos amesquinha”.

  6. Realmente vc é muito fino e educado em comparação ao seu colega Diogo! Racional e ponderado como precisamos ser nesta loucura que virou a terra Brasilis ! As pessoas são torpes e obrigado por ser como es!

  7. Então, vamos desejar que desqualificados fiquem doentes terminais e assim possamos desejar as mortes deles e voltemos a ter uma vida mais sã

    1. Interessante essa saída que você encontrou. O Sabino está muito protocolar. Quanto a mim, acho que nós humanos matamos os animais para comer (adoro churrasco de costela) e ficamos desconfortaveis sequer em ter ideias assassinas contra monstros humanos. É complicado!

    1. E agora Jose? E teus instintos assassinos como ficam? Kkkk 🤪 ser racional é humano ponderado não é contigo né!

  8. Instituições assistiram a morte de mais de meio milhão, e continuam funcionando por interesses outros , que não a coletividade . De que civilização , o senhor está falando ? O desejo de morte , nessas condições , é ingênuo.

  9. O que fazer num pais no qual os lideres do PCC continuam cometendo crimes de dentro da prisão ? Países mais avançados que o Brasil tem pena de morte, claro que em casos extremos. Este eh um tema que envolve crenças mais profundas, mas do ponto de vista pratico , acredito que eh um mal necessário para a sociedade brasileira.

  10. Há inúmeros argumentos contra a pena de morte. E uma penca a favor. Entretanto, resta como fato que nossa constituição falha ao não ter previsão de prisão perpétua e prisões sem direito a liberdade condicional. O que se fazer com o criminoso incurável é menos importante que o dever do Estado de conceder paz e segurança às vítimas.

  11. quem deve retirar bolsonaro da presidencia seria o eleitor, assim como tbm não trazer o lula de volta. não merecemos isso...

    1. O problema de nossa democracia é o povo ter enorme dificuldade de tirar seus eleitos de seus cargos quando não cumprem as promessas e projetos de campanha. Eleição, para qualquer cargo público, não deveria ser esse cheque em branco q passamos para o candidato mais bem votado. Está tudo errado e já são mais de 500mil vidas ceifadas nessa pandemia por falta de uma real representatividade do povo nas decisões políticas.

  12. Eu sou esse monstrengo. De vez em quando.acho que no Brasil deveria ter homens bomba para explodir congresso, senado, STF, planalto, rs

    1. Espero que nunca caia um meteoro de grande poder destrutivo no Brasil. Porém se acontecer, torço para que caia na Praça dos Três Poderes.

    2. Eu também. Infelizmente não temos homens em estado terminal que poderiam ficar na história com tal atitude. Nem para isso este povinho serve!

  13. Desculpe Sr Mario Sabino, mas para mim, que ainda devo estar nas árvores e não na savana, não me parece justo que alguém continue a respirar, quando interrompeu a direito sagrado de outro a respirar. Tirou-lhe o maior bem, a vida, e as vezes , de forma cruel e abjeta. Sem dúvida, seu conhecimento é maior que o meu, mas meu senso pessoal de justiça não me permite considerar honesto que a vida continue para quem intencionalmente tirou uma, que dirá quando tirou muitas. O resto é filosofia não vida

    1. E se depender da justiça fazem isso que fizeram com o lula, depois de matar tantos brasileiros por roubar tudo que pôde, é inocentado. Eu torço sim por uma justiça Divina, que esse sujeito morra, assim como os vermes que o inocentado!

    2. Emerson, compartilho de seu pensamento. Do contrário fica muito fácil para os monstros de nossa sociedade que não tem remorso e consideração nenhuma para com suas vítimas. Monstros como o nosso sociopata sentado na presidência não podem jamais ficar impunes enquanto o povo sofre e morre. É muita injustiça com esse nosso povo tão sofrido.

  14. Eu sou contra a pena de morte e a favor d a prisão perpétua. Não por virtude ou por concordar com o Mário, mas apenas porque acho a perpétua pior ainda que a pena de morte. E para alguns monstros humanos, todo o castigo do mundo ainda é pouco.

  15. Concordo com você, Mário, mas em se tratando de Bozo, se sofrer muito vai se vitimizar e explorar politicamente e se morrer vai virar mártir. Não gosto de nenhum dos dois, por isso torço que fique bom e sofra as consequências de seus atos.

  16. Excelente texto do Mario Sabino. Também me posiciono contra a pena de morte. Entretanto, como o próprio artigo menciona, é considerado um ato legal tirar a vida de outro em situações de legítima defesa. Quando nossos inimigos são genocidas, suficientemente poderosos para exterminar etnias, como nos defender legitimamente desses seres do mal? Desejar o desaparecimento dessas figuras nefastas em nossas vidas não deixa de ser compreensível. É um pensamento em favor da preservação da espécie.

  17. Correto! Mas quem priva os outros da possibilidade de se manter vivo, além daqueles que roubam o dinheiro público (e suas consequências), manifestam nos seres humanos com moral os sentimentos mais primitivos. Difícil!

  18. Comentário é de qualidade e lucidez impecáveis. Vejo na justiça divina sempre o supremo arbítrio. Vejo também a vontade divina por trás de nos depararmos na vida com seres tão deploráveis, a fim de testar o nosso ímpeto por lutar contra a injustiça, contra os desmandos e pela igualdade de direitos.

  19. Entrego Bolsonaro a justiça divina. No plano terreno sempre haverá dúvida quanto a pena capital ou não. Principalmente, pelo fato dele ter se aliado ao Centrão

  20. Creio em Deus e confio na JUSTIÇA DIVINA. A Ele rogo q julgue Bolsonaro enquanto peço -Lhe perdão por não conseguir esquecer às abomináveis frases de Bolsonaro diante do sofrimento e morte de mais de Meio MILHÃO de nossos concidadãos e suas famílias. “Eu não sou coveiro” “E daí, quer que eu faça o que? “País de maricas” “Chega de frescura e mimimi” “Vão ficar chorando até quando?” “A gente lamenta todos os mortos, mas é o destino de todo mundo” “Caguei"

    1. Concordo com ambos. Não sou adepta do conceito cristão do Deus “amor e perdão “ q, além de ser hipócrita, está em desacordo com a existência de céu, purgatório e inferno, igualmente conceitos cristãos. Meu conceito de Deus é A SUPREMA JUSTIÇA, e a Ele rogo q julgue Bolsonaro e o castigue, se merecer. Não lhe desejo mal, nem bem; mas rogo a Deus q o castigue com toda severidade.

  21. 100% dos esquerdopatas cultivam um ódio insano para com o contraditório e sempre proclamam a morte do "adversário". Credito isso, ao sistema de doutrinação existente dentro de sala de aula, nos vários níveis do ensino, principalmente nas universidades que estão infestadas de comunistas semianalfabetos. Querem medir a temperatura de uma passeata da direita para uma da esquerda? Basta verificar onde reside a violência, bandeiras comunistas e o vandalismo.

    1. Nyco penico, todo esse odio contra o bozo é apenas o reflexo do ódio dos bozistas contra tudo e todos, inclusive contra o direita a vida.

  22. Outro problema com a pena de morte, além do aspecto moral: e se, após a execução, descobrir-se que o condenado era inocente?

    1. Erros judiciais acontecem, e já houve nos EUA a suspensão sine die de várias execuções por conta de dúvidas que surgiram. No Estado de Illinois, creio… a conferir.

  23. Concordo 100% com sua análise, Mário. Você revela o respeito e a dignidade que se há ter pela vida em sociedade, sem o que estaríamos à mercê da barbárie.

  24. Sinceramente, acho cabível torcer para que quem sofre os efeitos das sandices do estropício ou do 9 dedos fique livre deles. E como esses famigerados não largam o osso...

  25. Concordo com o texto. Desejo vida longa a Bolsonaro e toda sua corja para que aqui paguem todos o sofrimento e horror causados, não necessariamente na Justiça. Já está guardado.

  26. Mario,vc é um docinho muito fofo,desculpe desapontar vc,mas querermos q o gehnocida "desapareça" seria por total legítima defesa para q não aumente os já 530.000 mortos.O crehtino aparece em fotos se vitimizando d uma maneira tão doentia,tão sem noção do q pessoas q morreram passaram e q os sobreviventes,em grande parte, irão passar.Pessoas q para o resto d suas vidas terão sequelas ou não terão atendimento adequado para as sequelas da covid,não me sinto mal de saber q o gehnocida desapareceu"

  27. Mário,a questão de se expressar claramente o desejo de morte de alguém compreende aspecto sutíl de ética e hipocrisia. Ética porque embora o desejo seja livre,é inadequado por vários motivos externá-lo publicamente.E hipócrita porque o desejo existe e não expressá-lo não atenua a condição de ser um pensamento desprezível.Somos uma sociedade anti ética e hipócrita.Historicamente somos uma sociedade que vive a violência,a vingança, e o falso moralismo. Fico com meus rompantes de desejos repulsivos

  28. Entendo sobre o assunto que discorre. É certo. Mas, não consigo ter a mesma certeza, aliás nenhuma, sobre o estado de saúde atual do presidente. A hombridade não parece ser seu traço forte. É muito oportuno seu problema de saúde acontecer agora. Vou duvidar ainda mais se lermos que melhorou e não vai precisar ser operado. Às vezes penso, com tudo que tem acontecido no Brasil, se não nos tornamos insensíveis para além de um pensamento cético saudável.

  29. Pergunta q não quer calar: desejar a morte de um governante q atenta "diretamente" contra a vida das pessoas numa Pandemia, deixando milhares morrerem qdo poderiam ser salvos, não é um desejo de "legítima defesa"?

  30. O apelo à pena de morte é sinal de desespero numa sociedade em que as instituições judiciais são criminosas, defendem e protegem criminosos notórios, com argumentação sofística, cínica, amparada por uma constituição reflexa do analfabetismo funcional dos eleitores que perpetuam uma classe política abjeta. Se não há esperança restaria o recurso às armas, o qual resulta em mortes, mas pode ser eticamente justificado como ocorreu com muitas guerras como a que derrubou o nazismo.

  31. Entre os que se dizem favoráveis à pena de morte quero crer na sinceridade apenas dos que estivessem dispostos a serem os carrascos, e estes não os considero, nem de longe, pessoas respeitaveis.

  32. Sabino, é perda de tempo querer que Bolsonaro ou Lula morram: já ficou mais do que comprovado, pela facada e pelo câncer, que o Diabo não quer nem ouvir falar em Bolsopetismo no inferno, kkk! Do contrário, os dois já teriam carimbado os passaportes... Resta-nos, então, ficar com essas duas malas sem alça por aqui mesmo, rezando que a Justiça dos homens faça sua parte e os tire, pelo menos, da convivência em sociedade...

    1. Ok Suzane falou tudo que eu e milhares sentimos, e temerosamente, nao ousamos falar.

  33. 1- Qual o nível de consciência de seres humanos como o Bolsonaro e o Lula? Qual o nível de consciência de seres humanos, que desejam a morte desses crápulas? O nível de consciência do Bolsonaro é de um animal, assim como o do Lula. Eles, como os animais, não conseguem vislumbrar o futuro, por isso não se preocupam em roubar, mentir, pois não conseguem abstrair o mal que isso faz para uma sociedade. Desejar a morte de alguém racionalmente, é muito forte.

    1. 2- Imaginar uma sociedade melhor, mesmo que seja pela morte de alguns, deveria ser encarado como uma melhoria no nível de consciência. Se o Bolsonaro e o Lula morrerem, será definitivo. Criminosos como esses, continuando vivos, apenas explicita o nível de consciência de outros, como ministros do STF, políticos, que também são animais como eles.

  34. Parabéns, Mário Sabino. A vida a Deus pertence. Não cabe a nós, humanos imperfeitos, extingui-la. Uma coisa é divergência, perfeitamente admíssível e salutar, outra é ódio e vingança que só levarão à desgraça. Os infratores devem ser julgados de maneira imparcial e se condenados, presos sem lhes negar a condição humana(não amontoados em "depósitos" de presos).

  35. Sabino adoro seus comentários mas hoje eu tenho que discordar, talvez eu não tenha uma evolução espiritual, acho que nos casos bárbaros, principalmente envolvendo crianças e idosos, a pena de morte é necessária

  36. Talvez, Mario, os brasileiros revoltados a quem vc cita, talvez estejam muito esgotados. Talvez, tenham chegado ao seu limite de humanidade. Talvez não acreditem nem um pouco na Justiça que é praticada neste país, por todo o seu histórico de safadezas a favor dos improbos. Talvez, Mario, seja e espero, apenas uma fase que passará.

  37. Você consegue iluminar com o magnífico malabarismo das palavras pensamentos obscuros , muitas vezes adotados por quem usa somente a mínima fresta de sua capacidade como ser pensante . É evidente . Aqueles que desejam a morte de algozes , o fazem por instinto de vingança , não pela ânsia de justiça . Ao me colocar contra a impunidade espero que a justiça humana enquadre o criminoso , o julgue e o condene em vida a cumprir sua pena . Purgando-a até o fim.E quem sabe.. haja chance de recuperação ?

  38. Defendo que junto com à pena de prisão, amputação da mão que o criminoso usou pra cometer o crime, anulando à possibilidade de ele reincidir no crime.

    1. Primeiro mata e depois corta a mão fora por garantia, né?

  39. Lixo de artigo. Pena de morte para monstros e assassinos, sim senhor - e dentro da lei. E isso inclui Bolsonaro e muitos outros porqueiras que andam por aí. E essa sua argumentação "bonitinha" porém hipócrita não me comove nem um pouco, seu Sabino.

    1. Lixo de resposta. E quem elabora as leis? É você ou os nossos probos e imaculados políticos? Pense bem, se é capaz, antes de responder.

  40. Eu diria que o pior que dizer alguma atrocidade dessas é o fato de assassinar o adversário,digo Celso Daniel e até mesmo a facada dada no Bolsonaro

  41. Mário, admiro demais você e todos os jornalistas da Crusoe, mas não posso ser hipócrita e dizer que estou orando ou desejando que ele fique bem, sabendo que tantos morreram. Amigos meus morreram, e sim, meu desejo é de vingança. É meu lado animalesco e mau de desejar a quem faz mal a tantos não me abandonou. Assim como vibro quando vejo imagens de Hitler morto ou qualquer outro tirano. Admiro sua cultura, conhecimento e bondade, + ao inimigo que induziu a morte milhões de vidas, eu quero a morte

  42. Desejo o melhor para Bolsonaro. Desejo que ele vá logo para o céu. Que ele possa muito em breve ser homenageado com seu nome em uma rua no Rio das Pedras.

    1. O ódio não vem de mim, é de vocês, hipócritas. Vocês não são melhores que ele. São o gado ao contrário.

    2. Antônia, você está sendo boa desejando o céu. Eu desejo que ele vá para o 1nfern0. E a você Alexandre, tome cloroquina e vá junto com ele😈

    3. Você é odienta. Talvez seja uma pessoa pior do que ele.

  43. O desejo de vingança advém da incapacidade do sistema penal brasileiro em recuperar monstros em geral. Reeducando é um termo sarcástico para chamar alguém à quem é negada qualquer chance de recuperação, em cadeias lotadas e condições medievais de reclusão.

  44. Seu texto me lembrou minha querida Hannah Arendt com sua tese da Banalidade do Mal. acho que é do ser humano essa banalização. Já não nos importamos mais com as mortes no trânsito, das balas perdidas que se acham nos corpos de crianças e mães por esse Brasil afora. estamos mortos de alma e empatia com o próximo. O ser deixou sua existência nesse Brasil sem alma.

  45. Acho que o sistema judicial de todos as nações deveria adotar o recurso do perdão, que só poderia ser concedido (ou não) por quem foi prejudicado pelo crime ou por seus parentes de primeiro grau caso sua vida tenha sido ceifada pelo(s) criminoso(s). A pena de morte, nesse caso, poderia existir sem dor de cabeça para os juízes.

  46. A pena de morte é irreversível, se existir um erro judicial não existe como corrigi-lo. Além disso, para um criminoso hediondo não existe nada mais punitivo do que a prisão perpétua. Sou a favor da prisão rigorosa conforme o crime, chegando até a perpétua, e contra a pena de morte.

  47. Realmente, se pena de morte aplicada desse jeito na natureza humana, os Estados Unidos seriam um exemplo a ser seguido. Melhor a prisão. Seu texto me lembrou a série polaca Dekalog (em português O Decálogo) de 1989, produzida para a tv, dirigida por Krzysztof Kieślowski e co-escrita por ele e por Krzysztof Piesiewicz: são dez episódios, cada um analisando um dos dez mandamentos e mostrando um outro lado possível. Não Matarás é emblemático.

    1. Por outro lado, a recíproca é verdadeira em relação a minha preocupação com a saúde presidencial, a mesma que Bolsonaro demonstrou tão sinceramente com todas as mortes havidas nesta pandemia, até porque coloco em dúvida se, de fato, há gravidade no presente caso - se é que existe mesmo um caso...

  48. Gosto muito dos seus artigos e gostei muito deste de hoje mas gosto de fantasiar que algumas pessoas poderiam escorregar numa casca de banana…

  49. Mário, belíssimo texto! Infelizmente, a cada dia a sociedade brasileira se afasta mais da civilidade. Os políticos tem boa parte da culpa disso. A cada dia fica mais difícil ter um comportamento racional e civilizado frente aos mandos e desmandos dos mandatários do poder. Acredito que estamos no limite do que podemos aguentar com o sangue frio e num dado momento, a sociedade vai reagir de modo nada civilizado.

  50. Xará, aceito suas palavras com todo respeito! Eu ainda não atingi este nível de espiritualidade e civilidade. Ainda tenho alguns instintos da época das cavernas.

  51. .... as guerras seriam também 'instrumentos de vingança', na minha visão, de defesa. O que dizer, quando hitler comçou invadir e matar todos pela sua frente??? Os aliados 'apenas' reagiram e se defenderam do monstro maior. A pior pena de morte, é aquela perpretada por políticos corruptos que desviam o erário para seus bolsos, deixando hospitais, escolas e outros sem a devida atenção!! Veja o exemplo do 'aumento' do fundão!!! Quer maior pena de morte ao povo???

  52. Gostaria, sinceramente, de vê-lo naquela jaula do Tribunal Penal de Haia. Contudo, tenho certeza de isto não acontecerá. Assim, para que possamos nos livrar desta praga enfezada, nossa esperança acaba caindo nas mãos (ou garras, ou spikes, sei lá o quê) dos vírus e das superbactérias. Tenho uma garrafa de gold label aguardando para ser aberta quando houver boas notícias "nesse tocante". Espero que não tenha que esperar muito...

  53. Perfeito Xará. Sabemos que você é um ser 'melhorado', por sua cultura e sabedoria. Mas aqui, peço vênia, e me coloco no campo dos comuns! A pena de morte num país onde a legislação funciona e onde existe a prisão perpétua, não 'teria' razão. Mas estamos falando do bananão! Onde as prescrições e diminuição de pena acontecem em demasia, uma pena de morte não cairia mal. Pelo menos, evitaríamos que o delinquente voltasse a delinquir. Falemos das guerras, ora pois...continuo...

  54. Por favor deixar monstros em cárcere privado para o resto da vida, alimentandos e cuidando de sua saúde, isso é justiça, tem monstros que não precisa de justiça e sim de extermínios ou vingança como queiram, quem perdoa é uma pessoa divina, mas quem sofre com os monstros quer eles longe.

  55. É isso aí...quanto ao psicopata, genocida, miliciano, rachadinha, basta que o próprio curso da vida lhe retribua o mal que ele causou, causa e vai causar nessa nossa república bananeira. Já tá de bom tamanho.

  56. Deixa de ser hipócrita careca. Tu podes não desejar a morte do Cloroquina, mas duvido que realmente te importe se ela venha a ocorrer. Eu não desejo a morte, e me importo, mas com a de todos que possa ocorrer pela inoperância criminosa da COVID liderada pelo Cloroquina. Não gosto de palavras chulas mas, cago para o que acontecer com ele.

    1. Falando em peludo, a senhora tua genitora tem se depilado?

  57. Nem vingança, nem justiça. Para mim a pena de morte seria a legítima defesa da sociedade. Infelizmente a nossa espécie tem entre os seus elementos abjetos que, para mim, deveriam ser eliminados pelo bem da maioria.

  58. Não sou de desejar a morte de adversários e/ou desafetos mas os monstros merecem ser liquidados, não é justo a sociedade sustentá-los mesmo com privação de liberdade.

  59. O que penso sobre isso é que alguns personagens geram muitas mortes enquanto vivos, portanto sua morte significaria a vida de outros. Tipo o ditador norte coreano, os Castro (resolvido) e por aí vai. No nosso caso, o descaso de políticos sem caráter tipo Lula e Bolsonaro levaram muita gente pro buraco e continuarão levando se não forem impedidos.

  60. Adolf Hitler, Der Führer. Benito Mussolini, Il Duce. Jair Bolsonaro, o Mito. || O primeiro suicidou-se. O segundo foi linchado. E o terceiro? || Personagens históricos: Alexandre, o Grande. Ivan, o Terrível. Felipe, o Belo. Manuel, o Venturoso. || Contribuição brasileira: Lula, o Cachaceiro. Jair, o Insano.

  61. Não desejo a morte de JB, prefiro o impeachment. Não desejo a morte de Lula, prefiro que retorne à cadeia de onde não deveria ter saído, mas não julgo nem condeno quem assim deseje. Felizmente não perdi ninguém próximo para a Covid, por isso compreendo a revolta de quem perdeu em virtude das ações e verborragia do presidente. Como condenar um judeu que em 1945 desejou a morte de Hitler ou de algum de seus algozes? Ou uma mãe que desejou a morte de um torturador que matou seu filho na ditadura?

  62. Eu só gostaria que ele sofresse um susto bem grande com sintomas da Covid. Como eu me arrependo de ter votado nele. Não sei como seria com Haddad, provavelmente estaríamos num buraco muito mais fundo, mas pelo menos eu poderia dizer que não foi minha escolha. Nunca mais votarei em um incompetente para evitar outro.

  63. No caso específico de JB, a morte dele seria a economia de 50 ou 60 mil mortes de brasileiros, porquê esse mimimi, tá velho doente, não tenho nada haver com isso. Só desejando a ele o mesmo valor que ele nos desejou

  64. Mário, a indignação pelos que desejam a morte de quem quer que seja, apenas demonstra espírito Cristão, o que por si só já é louvável. Sobre justiça, no Brasil, o STF nos leva a crer que por aqui só a Divina tem funcionado, daí a expressão de ódio de alguns. De qualquer forma, não se pode colher flores onde se plantou espinhos, nem amor onde se semeou ódio, e JB bem o sabe...A criatura vai se recuperar, se o Criador assim o quiser, afinal Deus é amor, a despeito do ódio inerente às criaturas.

  65. Olhe, caro Mário, muito bem dito! Lembro bem daquelas "maldições ao Lula e a Dilma" na época de seus tratamentos e, mesmo sendo antipetista, me entristecia e assustava imaginar quem seriam os meus "companheiros de causa" e onde eu poderia estar me metendo. Pois bem, não deu outra: quando da morte do Major Olímpio, dizem que alguns festejaram; agora, outros querem que a facada finalmente "termine o serviço". Isso tudo só pode ser loucura. Triste, triste, triste. Onde chegamos e onde estamos indo?

  66. Eu nao torço, nem desejo, mas reconheço que seria bem melhor para todos nos se Bolsonaro saisse de cena, infartado, com cancer ou impichado. Por outro lado, se ele tentar um golpe e for necessario que ele seja aliviado do seu apego ao poder atraves do monopolio estatal da violncia, assim seja....

  67. Em resumo, um zoológico humano incivilizado na civilização, depredando a Floresta Amazônica Brasileira , eliminando oxigênio do planeta.

  68. Quando falta justiça, recorre-se à vingança. Mis bárbaro do que o justiçamento é a premiação da delinquência. Só sendo a vítima que foi lesada duplamente pelo criminoso e pela falta de justiça para entender a vingança como tábua de salvação para continuar existindo. Vale também para corruptos e juizes supremos.

    1. Mario, gosto muito dos seus textos mas desta vez... Uma pergunta: Você vai a missa todos os domingos? E quando vai comunga?

    2. Exesso de reflexão, somos seres humanos, não anjos. Além das mortes por covid, há a destruição propositadamente das nossas instituições por dentro, como educação, cultura, meio ambiente, ciência e tecnologia, aposentadorias.... os malefícios que esse homem causa ao Brasil e aos brasileiros é difícil de medir. Não fará falta alguma se morrer como Tancredo. Esse, sim ! Fez muita falta. Chega de caos e insegurança!

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO