RuyGoiaba

Nas redes sociais, todo mundo é Muttley

07.06.19

Há um esquete clássico do Monty Python chamado “Four Yorkshiremen” — é fácil achar versão legendada em português no YouTube. Nele, quatro cavalheiros ingleses conversam, e um deles diz: “Quem imaginaria, há 30 anos, que hoje estaríamos aqui bebendo Château de Chasselas?” Os outros respondem: “Naquela época, eu ficava feliz de ter como pagar por uma xícara de chá.” “Uma xícara de chá frio.” “Sem leite nem açúcar.” “Nem chá.” “Numa xícara rachada.” “Nunca tive xícara! Nós usávamos uma folha de jornal enrolada.”

E assim vai, com os quatro gentlemen empenhados nesse torneio de quem, entre eles, havia sido o mais abjetamente miserável. Caso vocês não frequentem muito as redes sociais – no que fazem muito bem –, informo que o Twitter hoje é basicamente isso (Facebook continua sendo mais textão, Instagram é “curtindo a vida adoidado”). Toda hora a gente vê tuiteiros fazendo algum campeonato de doença ou da desgraça familiar mais comovente. Ou — o que vale para as três redes sociais — mandando bala na evasão de privacidade e contando coisas que Nelson Rodrigues não diria nem ao médium depois de morto.

Tudo isso em troca de quê? Da validação e/ou do aplauso de amigos, conhecidos ou completos estranhos, que se traduz em coraçõezinhos no Twitter e likes no Facebook. Não se passa um segundo nas redes sem que apareça alguém fazendo o que sua avó chamava de “pedir confete” e os jovens chamam de “pedir biscoito”. Como sou velho, minha referência é Muttley, o cachorro de Dick Vigarista que vivia pedindo “medalha, medalha, medalha” nos desenhos. Todo mundo quer medalha — e, como quase nenhum tuiteiro tem papai presidente que dá medalhas reais, a turma vai lá mendigar likes nas redes.

O grande assunto da semana — a acusação de estupro contra Neymar — foi perfeito para observar essa dinâmica. É uma acusação grave, que requer investigação correta e minuciosa: tudo que o Supremo Tribunal do Twitter, excelente para promover linchamentos virtuais, não faz. Em vez de seguir o exemplo de Glória Pires no Oscar e calar um pouco a boca, o tuiteiro-padrão toma partido (“a acusadora é vítima” X “a acusadora é golpista”) e leva em conta só as informações que corroborem o que ele já pensa. Sobretudo, sobe no caixotinho virtual para deixar claro que está DO LADO CERTO da história.

Dá até saudade do tempo em que, para julgar os vivos e os mortos, era preciso ser crucificado, morto e sepultado, descer à mansão dos mortos, ressuscitar, subir aos céus, sentar à direita de Deus Pai Todo-Poderoso etc.; trabalho considerável. Hoje, um smartphone com conexão à internet é suficiente.

Talvez o Brasil não ganhe a Copa América. Mas, no dia em que fizerem uma Olimpíada da Sinalização de Virtude, não tem pra ninguém: topo do pódio é nóis.

***

A GOIABICE DA SEMANA

O Troféu Goiaba foi disputado cabeça a cabeça por dois ministros. Abraham Weintraub, sempre bem colocado, prosseguiu com seu Show de Calouros, desta vez tocando Luiz Gonzaga na gaita (que falta faz uma Aracy de Almeida, com seu sotaque do subúrbio carioca, para dizer que o minissshtro atravessa e desafina). Mas a campeã da semana é Damares Alves e sua luta sem tréguas contra o MAU INZEMPLO dos desenhos animados dos anos 50 — Popeye e Pica-Pau, aquele personagem malcriado de nome duplamente sugestivo.

Damares, que já alertou para os “hotéis-fazenda em que os hóspedes transam com os animais”, é a Dona Bela de Bolsonaro. Só. Pensa. Naquilo.

Alessandro Dantas/PT“Ministra, o que a sra. acha do desenho do Pica-Pau?” “Aaaai, seu indecente!”

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Sem esquecer os tolos que ficam compartilhando imagens de crianças acreditando que cada compartilhada vale tipo R$0,50 para o doente.

  2. A maioria lê e diz "muito bom", só para pagar de inteligentinho que lê e entendeu o texto. Entram mais ou menos no grupo que o autor do texto citou, querem medalha de espertos leitores que aplaudem qualquer texto porque leram até o final. Um grande esforço para um povo que lê pouco. Um texto bem escrito tecnicamente, mas como ideia, começa bem e vai piorando. E o mais importante é a ideia, escrever tecnicamente bem é decoreba, eu como prefiro as ideias, escrevo mal e cheio de vírgulas erradas.

  3. Não assisti às cenas protagonizadas pelo ministro, mas se ele é trapalhão, paciência, as críticas que faz às federais ou à vaca sagrada dos nossos educadores, Paulo Freire, me parecem pra lá de pertinentes- trata-se de críticas necessárias em.um país que ostenta resultados sempre lamentáveis nos rankings internacionais de educação ( inclusive nos exames de lógica!!!)

    1. É por aí. Primeiro devemos nos preocupar com a finalidade e depois com a embalagem. Mas pedir isso a um brasileiro é como querer que galinha ponha ovo de avestruz.

  4. Sillvia Simplesmente irretocável, cirurgicamene preciso. Parabéns, você escreve como um invasor dos pensamentos da gente, materializando nossas mais secretas e inquietas conclusões...

  5. O texto começou brilhante, o desenvolvimento foi riquíssimo, mas ao concluir demonstrou que era ouro dos tolos. Ou era este o objetivo? Vender notícia falsa com o brilhantismo inicial?

  6. Goiaba, concordo plenamente com seu diagnóstico quanto aos linchamentos virtuais nas redes sociais. É apenas uma reprodução que a nossa "imprensa" (assim mesmo, entre aspas) nos ensinou nos últimos tempos. Jornalismo que é bom, puff, acabou! Não existe mais em nenhum veículo. Crusoé disse que seria uma ilha e, de fato, se tornou mais uma ilha, como todos os demais veículos, isolados e afastados de todos e da realidade. Vocês pariram Mateus, que o embalem!

    1. Também achei. Impagável o comentário sobre a Damaris kkkkkkkkkk

  7. O ministro tem esse jeito trapalhão para se tornar mais popular, como seu chefe Bolsonaro almoçando em bandejão na Europa. Melhor assim, ingênuo que esperto demais como foram outros que o antecederam. Como sempre ri muito das Goiabices, lembrando de um antigo comentarista esportivo conhecido como Pica Pau. Mudou para o Rio e foi batizado pelo humor carioca com um novo apelido, mais adequado - Tem 3. Digno de Mont Pyton

  8. Boa comparação com os juízes de plantão, mas deixo aqui meu julgamento nessa coluna de rede social: Acredito que a modelo que acusa o Neymar, faltou nas aulas de teatro e de criação de roteiro, tá tudo bagunçado, história sem pé nem cabeça e cada vez se complica mais; pra mim ela só queria fama e dinheiro. E dinheiro que vem fácil, vai fácil...

    1. Concordo. História enrolada...Ela queria fama e está tendo pois no mundo inteiro só se fala dessa marmelada. Dinheiro, vamos ver quanto ela vai tirar...Se ela for aprovada como atriz (acho que tem boas chances!) pode ser chamada para alguma novela ou passarela... e que sirva de lição para o Neymar! Marcar encontros via online tem ocasionado, além de agressões, assassinatos!

  9. Damares na foto com essa legenda e comparada a dona Bela kkkkkkkkkkk muito hilário kkkkkkkk. Combate à zoofilia e ainda mais se envolver animal em risco de extinção é prioridade kkkkkkkkkk A política sempre nos reservará momentos como esse, graças aos seu atores kkkkk. A piranha está em risco de extinção? Comê-la pode causar um furo no seu bolso kkkkk

  10. kkkk, ótimo! Apesar de não ter visto nada demais no fato do ministro mostrar que conhece musica e sabe tocar um instrumento, muito pelo contrário, tomara sirva de incentivo para que todos ,especialmente crianças, aprendam, o que auxilia bastante no desenvolvimento do raciocínio matemático (experiência própria) , não por acaso, foi Pitágoras que criou a primeira escala musical ! Já Damaris......kkkkk, só rindo muito!

    1. Esse Meymala foi um completo imbecil. Enjoado das requintadas e caras iguarias francesas mandou trazer do Brasil uma comidinha caseira que se mostrou indigesta. Eh, o barato saiu caro.

  11. inacreditável que tenha esse naipe de culonista sem noção ganhando uma baita grana pra escrever isso...1) ninguém tá nem aí pra senhorinha se é ou não é do a bela. 2) não defender perceber que houve uma pilantragem no caso Neymar revela ou despreparo ou ma fé. 3) estou pensando seriamente em deixar de assinar a revista, pois ela já não é mais como antigamente.

    1. Gostei do “culonista”, acho que dá matéria para a próxima “culona”. Quanto ao Goyaba, cada vez melhor!!!

    2. Inacreditável é o nível de maturidade de um cara que nem o Luís. Quantos anos você tem pra ficar nesse chororô? 5?

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO