RuyGoiaba

O Tiozão do WhatsApp é legião

22.02.19

“Cobras têm pernas”, diz o personagem de uma animação do americano Danny Casale. Ele lê isso na internet e conta a um amigo, que trata de espalhar a “notícia”. Nisso, aparece uma cobra. O personagem, então, diz a ela: “Ei, cara, soube que vocês têm pernas”. A cobra responde: “Que ideia mais cretina. Você leu isso em alguma fonte confiável?” “Sim, li no Testículo Diário.” “Então você acredita em uma coisa que leu no Testículo Diário?”

Lembrei dessa história por causa daquela foto em que Jair Bolsonaro posa com Paulo Guedes e assessores no Palácio da Alvorada depois de uma reunião para discutir a reforma da Previdência, na semana passada. A princípio, a imagem foi muito comentada graças ao outfit do presidente –chinelão Rider, calça de abrigo e camisa do Palmeiras (falsificada) sob um casaco.

Depois alguém –não sei quem; é difícil saber ao certo onde essas coisas começam– chamou a atenção para a tapeçaria de Di Cavalcanti diante da qual Bolso e sua turma aparecem na foto. Tratava-se, disseram nas redes, de um “presidente de extrema direita, moralista e retrógrado, tirando foto sob a tela de um pintor comunista, com mulheres se masturbando”.

É verdade que Di Cavalcanti era do PCB –assim como Oscar Niemeyer, que projetou o próprio Palácio da Alvorada; não é muito fácil fazer fotos em Brasília sem que alguma obra do comunistão apareça com razoável destaque. Mas e a “masturbação” das figuras femininas do quadro? A história foi reproduzida, com status de verdade, nas redes de jornalistas sérios e em uma coluna do Estadão, veículo geralmente considerado mais confiável que um Testículo Diário da vida.

Foi preciso a curadora Denise Mattar, especialista em Di Cavalcanti, vir a público para dizer que a tal masturbação era “uma ideia bastante fantasiosa e inteiramente fora das características das obras monumentais do artista no período”. Não contei quantas pessoas compartilharam o artigo de Denise na Folha, mas aposto –apostaria até dinheiro– que ele foi menos compartilhado que a história fantasiosa. É o que se chama, em inglês, “bullshit asymmetry principle”: “A quantidade de energia necessária para refutar uma idiotice é de uma ordem de grandeza maior que a da produção dessa mesma idiotice”.

Os profissionais de imprensa que divulgaram o caso certamente odeiam fake news e acham um absurdo os tiozões do WhatsApp espalharem boatos como o da “mamadeira de piroca” que o PT estaria distribuindo nas escolas. Aí surge uma “notícia” que casa direitinho com o que eles querem ouvir e pronto: não importa se é verdade. Assim como o Diabo, o Tiozão do WhatsApp é legião.

(Ah, sim: a animação de Danny Casale termina com o personagem “desamigando” a cobra nas redes. E repetindo: “Cobras têm pernas”.)

Bolsonaro, seu chinelão Rider e os assessores diante da obra de Di Cavalcanti

***

A GOIABICE DA SEMANA

É muito pouco descrever como “goiabice” a sucessão de tiros no pé do governo –sem NENHUMA participação da oposição– nesse episódio em que Carlos e Jair Bolsonaro demitiram Gustavo Bebianno em câmera lenta. Mas a “macumba psicológica” que Bebianno acusou Carlos de fazer com o pai talvez seja a melhor parte. Tomara que Carluxo tuite as dicas algum dia: o Brasil quer saber se basta mentalizar a farofa, a pinga e a galinha preta ou se o lance é mais trabalhoso.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Este assunto passou batido por mim. Ainda bem. Menos um. Mas aprendi sobre o "princípio assimétrico da bobagem". Este sim, vale a pena.

  2. Também não gostei.A La Muammar al-Gaddafi/Jânio Quadros.O "uniforme previsto" é o paletó e gravata.Formalidades e cerimonias, caracterizam o culto de respeito ao cargo e organização.Pisada de bola,companheiro!...

    1. E as policias náo cansam de fechar o Shopping 25 de Marco devido aos produtos piratas que ali sao vendidos ...

  3. Pow, antagoniza e ilha estão acusando o golpe! Goiabiba de cabeça quente a escrever é como um servente de obra fazendo o cálculo estrutural de um vão livre. Era pra rir dessa porra, Van Goia?

  4. Notável! "...sem NENHUMA participação da oposição" Essa é de amassar a goiaba. O que será que a mídia, em sua quase totalidade,é? Situação? Governista? Chapa branca? A primeira coisa que qualquer candidato medíocre a ditador faz é amordaçar ou cooptar a mídia. Exatamente o que os cleptocomunistas fizeram, distribuindo a rodo verbas do erário. Goiaba e seus parceiros mercenários (com poucas exceções) são uma sucursal da Globotrash posando de intelectuais estilosos. Pura arrogância ignóbil.

  5. Hoje eu percebo que a maioria das pessoas ao meu redor não leva mais a sério o que elas leem nos jornais ou apps por ai. Fake news estão diminuindo a confiança dos leitores e aguçando o seu senso crítico... Mas isso para os leitores que realmente conseguem ler.

  6. Quanta asneira, nunca li algo tão irrelevante, não existe imprensa isenta, viva as redes sociais. “Uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade¨ (Joseph Goebbels)

  7. Quanta asneira, nunca li algo tão irrelevante, não existe imprensa isenta, viva as redes sociais. “Uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade¨ (Joseph Goebbels)

  8. Quanta asneira, nunca li algo tão irrelevante, não existe imprensa isenta, viva as redes sociais. “Uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade¨ (Joseph Goebbels) PS não querem deixar que eu faça meu comentário

    1. Amigo, o site leva um tempo até postar o comentario. Aguarde alguns minutos, não precisa repetir ad infinitum

    1. Parece que não é assim, Eduardo. Vejo seus comentários acima e abaixo deste. Possivelmente havia naquele momento algum atraso na internet (sua ou do Crusoé) ou no mecanismo de atualização do site. Quando o problema se normalizou todas as vezes que você clicou em COMENTAR viraram posts. Em cinco minutos você "tentou enviar" 6 vezes. Ao invés de esperar 5 minutos pela atualização, preferiu concluir imediatamente que estava sendo censurado. Será que você não estava predisposto a achar isso?

  9. Tô deixando meu comentário pra ajudar no teu Ibop.Tá ficando cada vez mais fraquinho.Cada semana diminuindo,diminuindo........até sumir!

  10. O senhor Goyaba! Me parece que as GOIABICES sao muito semelhantes a do Senhor Macaco, tentando entender com ironias o que está acontecendo no Brasil. Realamente ser chamado de Tiozão do ZAP ZAP é melhor do que ser chamado de HOMER Simpson como Willian o BONER chamou a todos que assistiam o Jornal Nacional. Eu me sinto um inutil como retrata o jornalista GOYABA, principalmente por estar lendo as GOIABICES. obrigado eu sou um Tiozão do ZAP ZAP.

    1. verdade, hoje foi mais fraco que o café da minha sogra.

  11. De um tiozão do whatsapp para o garoto da Crusoé: Por que não te calas??!!!! Vai trabalhar em um site dos petralhas; pode ser que assim você tenha algum retorno.

  12. Até que enfim surge algo novo na velha e carcomida imprensa brasileira, hoje apelidada de midia. É bem verdade que o nome Crusoé é, para mim, um tanto estranho, já que remete às peripécias de um aventureiro holandês, às voltas com índios tupiniquins - ou tupinambás, já não lembro - que insistiam em promover um festim, onde o convidado de honra seria ele próprio, Robinson Crusoé, na incômoda qualidade de "pièce de resistence" do macabro banquete.

    1. Acredita que a metáfora usada, a revista se chamar Crusoé, uma ilha de jornalismo, é oportuna assim como Robson, a Crusoé teve que se "ilhar" pra se redescobrir.

    2. Acho que existe um pequeno engano quanto a origem de Robinson Crusoé. A história de Crusoé diz respeito a um naufrago em uma ilha deserta que era frequentada por índios canibais. Crusoé salva um pobre índio do ritual de canibalismo do qual ele seria a vítima. Crusoé batiza esse índio de Sexta Feira devido o seu salvamento ter acontecido em uma sexta-feira. É claro que a história é muito mais que isso, mas a observação está posta para trazer a luz o Verdadeiro Robinson Crusoé.

  13. O Carluxo podia usar a tal macumba que o Bebianno disse que ele faz para expulsar a Crazy Hoffmann e a Maria do Rosário do Brasil...

    1. e, aproveitando, a Damaris também (bom, talvez não do Brasil, mas de Brasília).

  14. Muito boa a coluna! Sobre o que as mulheres estão fazendo mas fotos há divergências! Sobre a regra no jornalismo mundial que eh fazer o cut-paste já deve haver consenso!

  15. O nome do idiota que falou do quadro foi Marcelo Rubens Paiva, o mesmo que acredita na cegonha e que o pai queria liberdade e democracia.

  16. Gostaria de dar uma sugestão: faça uma coluna criticando, tirando um sarro, do general Mourão e de outros militares do governo . Por que vc não faria, não é ??? Aproveite a dica !!!

    1. Por que criticar o Mourão e os outros generais? Eles não ficam escrevendo merda no twitter!

    2. perfeito! duvido, talvez concordem com a ação de Mourão de apresentar ao congresso aquela aberração da transparência, imitando uma derrota ao governo e depois sair trabalhando " perdeu playboy, perdeu! kkkkkk" e além disso receber a cut, os palestinos e ainda defender o aborto! tudo que Bolsonaro é contra! e tudo isso, enquanto o esfaqueado estava na uti! isso esses poralzeco não fala!

  17. Olha Goiaba, nunca imaginei que sentiria saudade do tempo que intrigas partiam das candinhas. Confesso que acreditei que o ser humano evoluísse a ponto de deixar de fazer fofocas mas as redes sociais mostraram que regredimos muito. Qto a foto, que imagem lamentável! O cargo de Presidente da República requer protocolo. Chinelo e camiseta pirata combina com o cachaceiro recluso em Curitiba, não com quem prega moralidade.

    1. A voz do povo somos eu, você e todos os cidadãos Brasileiros que já não se submetem à análise de jornalistas PREPOTENTES , que acreditam que qualquer crítica a análise efetuada por eles , contra o atual governo , tem origem em fanáticos de direita ou idiotas ignorantes ! Calma lá eu não tenho ídolos nem no governo nem na imprensa!!!

    2. O problema é que o que você chama de voz do povo, em geral, são intermediários fazendo o serviço sujo dos outros por falta de capacidade intelectual.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO