MarioSabino

O homem sem memória

25.01.19

Senhor 13 de Agosto: esse foi o nome dado por autoridades de Marselha ao homem que deu entrada naquela noite do verão de 2017 no centro de acolhimento a moradores de rua. Acometido de uma crise de nervos, foi internado num hospital psiquiátrico. Está lá até hoje.

Ele recebeu o nome de Senhor 13 de Agosto porque nem o próprio sabe como se chama. Não existe qualquer documento que o identifique e ninguém o conhece. Não há nenhum registro de que tenha passado por outro hospital ou agência governamental. Ele não tem ficha policial. Aparentemente, não fala francês. Aliás, não fala nada. Mas não é mudo ou surdo. Os seus traços asiáticos indicam que pode ser filipino. Alguém disse que talvez o vira a bordo de um navio das Filipinas. O embaixador do país despencou de Paris para tentar conversar com ele, acompanhado de um capelão fluente em tagalog, um dialeto. Ao ouvir tagalog, o Senhor 13 de Agosto murmurou algumas palavras em inglês. O embaixador acha que provavelmente ele não é filipino.

Em dezembro último, investigadores entraram no seu quarto, acompanhados de um intérprete em inglês, munidos de bandeiras de nações asiáticas e gravações dos respectivos hinos. Agitaram as bandeiras e tocaram os hinos. Zero. Desdobraram, então, um mapa-múndi. Ele apontou o dedo para o Laos e o Vietnã. Mas até agora nenhum indício foi encontrado de que seja proveniente de um desses países.

Um exame ósseo mostra que o homem sem memória tem cerca de 37 anos. É tudo o que se sabe a seu respeito. Ele passa a maior parte do tempo desenhando como uma criança. Médicos do hospital psiquiátrico ouvidos pelos jornais franceses descartam que o paciente esteja fingindo ter amnésia.“Se está interpretando um papel, então é o melhor ator do mundo”, disse uma médica ao jornal Le Parisien. Caso seja impossível conhecer a sua real identidade, ele deixará de ser o Senhor 13 de Agosto e ganhará um nome oficial, que combinará o do santo do dia em que foi encontrado com o do lugar em que se encontra. O resultado é Hyppolite Toulouse.

Seria um ótimo caso a ser analisado pelo neurologista americano Oliver Sacks. Pena que tenha morrido. Ele relatou o caso do maestro Clive Wearing, que perdeu a memória recente por causa de uma encefalite. Wearing só guardava lembranças por meio minuto. A cada trinta segundos, portanto, Wearing cumprimentava a sua mulher, Deborah, como se a estivesse vendo pela primeira vez. O amor perfeito. Sacks ainda vive por meio da sua obra, mas a tendência é que seja paulatinamente esquecido, até transformar-se em arquivo remoto na internet (pouco tempo atrás, virava-se ficha e tomo empoeirado de biblioteca). Todos seremos esquecidos, dos mais proeminentes aos mais anônimos, sem que se precise contrair encefalite. Você dificilmente sabe o nome dos seus bisavós e é improvável que os seus bisnetos saberão o seu. A História, e o que a ela se agrega nos mais diversos domínios, é uma luta contínua contra essa digestão natural da mente que é o esquecimento — e o revisionismo.

A imagem estomacal foi usada por Friedrich Nietzsche. Para o filósofo alemão, o esquecimento é essencial para a felicidade e a renovação. O super-homem de Nietzsche é um super-esquecido. Não de molhos de chaves, carteiras, óculos ou guarda-chuvas, mas do que lhe pode causar ressentimentos e impedi-lo de viver plenamente o seu próprio presente. A rememoração, para Nietzsche, resulta em fraqueza moral. O filosófo alemão acabou louco e a sua filosofia foi capturada pelo nazismo. Nietzsche imputava aos judeus a gênese dessa “moral dos fracos”.  A tradução italiana do seu“Genealogia da Moral”, a melhor jamais feita, é um tomo empoeirado na minha biblioteca. Eu a li na faculdade, para acompanhar um curso de um professor de esquerda – sim, porque o pensamento de Nietzsche também foi capturado pelos comunas, depois de uma pirueta hermenêutica, numa prova de que a ideologia é o campo mais fértil para o esquecimento. O filosofo alemão facilitou o trabalho por causa dos seus aforismos impenetráveis. Melhor esquecer Nietzsche.

Não há traço de que o Senhor 13 de Agosto tenha tido encefalite ou lido e interpretado Nietzsche de tal modo a esquecer completamente o passado. E, como ele não se expressa, é impossível recorrer a métodos psicanalíticos para saber se o seu esquecimento decorre de um processo traumático inusitado que remeteu a sua própria identidade ao plano do inconsciente. Acompanharei o Senhor 13 de Agosto até que ele venha a ser batizado de Hyppolite Toulouse, destino que parece inelutável. Depois o esquecerei, para continuar colado a esse eterno presente brasileiro e, assim, ajudar a escrever o primeiro rascunho de uma História que se sabe lá como será contada aos nossos bisnetos que não se lembrarão dos nossos nomes – e que provavelmente não se interessarão pelo relato.

O escritor Ivan Lessa, a quem me competiu a triste tarefa de demitir do quadro de colaboradores da Veja, por ele ter sido especialmente agressivo em relação à então direção da revista, disse que, a cada quinze anos, os brasileiros esquecem o que ocorreu nos últimos quinze anos. Sinto informar que esse tempo encolheu ainda mais, como mostram as redes sociais. Estamos como o maestro Clive Wearing, indo na direção do quadro apresentado pelo Senhor 13 de Agosto. Meio minuto atrás, não existia mais tolerância para a corrupção política de qualquer lado, havia se tornado impossível relativizar crimes, o foro privilegiado era uma invenção nefasta e o nepotismo estava enterrado. Agora, numa pirueta relâmpago, virou fofoca esquerdista noticiar que essas práticas continuam, mesmo quando aqueles que noticiam são os que sempre foram contra o PT e adjacências. Assim não dá, Hippolyte Toulouse.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Num plantão pesado no pronto socorro apareceu uma criança pequena perdida e acharam que poderia estar doente. Após exames percebemos que estava ótima ela só tinha muita insegurança. Após banho e mamadeira ela só queria nosso colo e atenção. Ela dormiu em paz como um anjo alheio ao ambiente após receber carinho e conforto. Queríamos documentos, historia, nome e os pais achar a família. Uma criança só quer o mínimo, sem supérfluos só o essencial. O essencial não se esquece.

  2. não estou conseguindo ler nenhuma matéria. somente os comentários dos leitores peço ajuda, pois o suporte não está funcionando.

  3. É sempre um prazer ler seus artigos. Aprendo e reflito muito. Espero que o governo atual não faça piruetas para aprovar práticas que queremos abolir!

  4. Muito empolado e enrolado o comentário.Mas,nada demais.Gostei mesmo foi da qualidade e inteligência dos comentários dos assinantes.Apesar das citações do autor para compensar a fraqueza da premissa,verdade é,não conseguiu dobrar os argumentos fortíssimos da dialética dos leitores.Uma aula de ética e moral relativa.Façam aparecem as provas e condenem.Nada de "prendam os suspeitos de sempre".

    1. Amaro: "prendam os suspeitos de sempre..." Só que no Brasil, ao contrário de Casablanca, quem está fugindo para Portugal são os bandidos.

  5. O novo presidente com apenas 25 dias de governo não mudaria o que o pt construiu em 16 anos de governo com o mesmo grupo que ainda continua lá

  6. Você esqueceu de citar “condenação antecipada”, Mário. Nada está parecendo bom, todavia nenhum processo ainda foi discutido. Concordo com a crítica ao relativismo moral, mas também não posso deixar de observar a sanha assassina de muitos dos seus colegas jornalistas, nem certas insinuações que implicam em levantar suspeitas sobre fatos ainda não comprovados. Lamento, mas não há nenhum inocente nessa história. E só se pode tomar uma posição quando os fatos e provas estiverem disponíveis.

    1. Já dizia meu bisavô : Pra mim um pingo é uma letra..Mário se refere no texto aos comentários dos assinantes da revists

  7. MARIO ESCREVE BONITINHO E DESSA FORMA VAI TENTANDO DESESTABILIZAR UM GOVERNO QUE MAL SE INICIOU, MAS QUE FOI O PRIMEIRO A TOMAR REAIS MEDIDAS PARA DIMINUIR A ROUBALHEIRA.

  8. O artigo é excelente, principalmente, não sei se intencionalmente, se esqueceu de citar que também nós temos o nosso homem 13 de agosto. Não sei se posso chama-lo de homem, porque as vezes ele age como criança e a valia o povo como idiota. Falo de Lula, não se lembra de nada, nem que já frequentou o sitio de atibaia. Dos filhos, ele só se lembra, que um deles é o Pelé dos negócios.

    1. Vc tem toda razão em citar o Lula, mas acho que o FB e o próprio B17 pegaram a doença do Lula. O B17 disse que mantém como saber o que cada acessor faz pois ele tem 15 a seu serviço, o filho usa do mesmo discurso, recorre ao foro que ainda não possui. petistas e bolsonaristas ambos cegos, surdos e ..

  9. Memória mais curta do que brasileiros não há. E sim, somos imorais, logo, Nietzsche errou. Porém, ele morreu louco porque a sífilis deu o empurrãozinho para o abismo ao qual estão fadados os que pensam para compreender a (des)humanidade. Melhor cuidar dos netos e caçar de vez em quando.

  10. Sabino sempre pertinente com excelentes artigos. Lembro sim do nome dos meus bisavós por parte de mãe; mal e porcamente sei o nome de meu avô paterno. Não tenho filhos portanto não serei lembrado. Agora a pergunta final: por quanto tempo IVAN LESSA se lembrou que em seu documento de refugiado, foi escrito APÁTRIDA?

  11. O Brasil precisa muito de uma imprensa de direita forte para contrapor os outros 99% de veículos de informação que poderiam ser 1 só, pois falam a mesma coisa e seguem a mesma pauta. Uma imprensa de direita que sobreponha sua pauta, uma pauta de direita, liberal econômica e não-persecutória.

    1. Robson, o Caio não disse que quer a imprensa no cabresto. Ele disse que a imprensa de direita é muito pequena e precisa crescer para que a pauta de direita também tenha repercussão. A grande maioria da imprensa é sim de esquerda, e quando não mente ou manipula, transforma em notícias apenas as verdades que convém à pauta progressista. Outras verdades ficam ocultas. Caberia a nós acompanharmos ambas. Sua descrição do "desejável" é o mundo perfeito, porém, utópico.

    2. Caio, a minha experiência me permite discordar de você. Na minha modesta opinião a imprensa deve ser livre para que se chancele a democracia. O desejável é termos jornalista sérios, imparciais, cultos e sem amarras de ideologias espúrias para auxiliarem na formação de consciências livres.

    1. Desculpa, estou apenas testando se o campo entre na conversa está ativo. Obrigado.

  12. Digamos assim, passaremos a perseguir o Flávio quando a Gleisi parar de dizer que o presidiário é um perseguido político. Temos alguns anos de bônus não? Um tempinho de carência antes das cobranças do Gussen quem sabe? rs

    1. Melhor - se o Lulinha tivesse qualquer um desses indícios que o Flávio tem, estaríamos o chamando de corrupto e pedindo investigação - que tal sermos coerentes?

    2. Que tal, passarmos a perseguir o Flávio qdo ele estiver condenado???. Brincadeiras à parte, acho que o ideal é não perseguir, mas acompanhar as investigações. O q questiono é se é pertinente colocar a situação do filho como uma situação de sustentabilidade do governo. Parece-me q esta revista quer colocar fogo na lenha. "Fala demais por não ter nada a dizer"....parafraseando um ídolo...

  13. Parabéns pela coerência!!! A única chance de o governo Bolsonaro dar certo é a vigilância permanente e/ou crítica imparcial e honesta dos eleitores, principalmente dos próprios eleitores de Bolsonaro, esclarecidos e honestos.

  14. A verdade é que, pelos comentários, conseguimos distinguir os que têm bandidos de estimação daqueles que não tem. Nada do que digam os colunistas terá o condão de transformar um santo em demônio ou vice- versa.

    1. Discordo, meu caro! O jornalista te joga na lama, pq têm o poder da palavra. Há inúmeros casos assim! Imagina tu ter um canal onde possa expressar tuas ideias e ser ouvido por milhares?? Há q se ter muita ponderação! Não são gênios, muito menos Deuses.

  15. Mário gosto muito da sua escrita, clara, objetiva e ao mesmo tempo com sentimento. Parabéns! Infelizmente, mais uma vez, você tem toda razão.

  16. Tudo bem , Mário...mas que o site " o antagonista" mudou muito - e para pior- é fato percebido por muitos leitores. E a revusta Crusoé também caiu...acho que é uma mistura de falta de " livros empoeirados "( mas LIDOS) nas estantes dos novatos, frutos de uma época maldita, com uma falta total de perspectiva mundial de sobrevivência " da espécie nada sapiens"...e ainda da cultura novelesca da América latina. Tudo isto está provacando um estrago perceptível no site e na revista. Viva os velhos!

    1. O Site não mudou nada! Nenhum de seus bit's foram alterados. Muito pelo contrário. Têm demonstrado uma coerência ímpar ao não assinar contratos de preferencia em relação a ninguém. O mesmo pau que dá em Chico deve ( moralmente ) dar em Francisco se este convergir para os mesmos erros daquele.

  17. Uma coisa é apontar problemas, independentemente de ideologia, a outra é publicar pequenos trechos, superficiais, insidiosos, resultado muitas vezes de um copiar/colar e chamar isso de jornalismo. O resultado é o mesmo q a dos fofoqueiros petistas. A Crusoé está péssima e ao invés de atacar seus próprios leitores talvez fosse bom fazer uma reunião da equipe pra definir melhor a que veio essa revista q tem acrescentado muito pouco. Parece q é mais fácil atacar e rotular os críticos....

    1. Errou vai ter que pagar. Mas que tal ser devidamente investigado e julgado antes? O que vocês acham dessa hipótese?

    2. isso mesmo Rafael! vivíamos bradando que não tínhamos bandido de estimação, e agora concordamos que um suspeito sequer se explique, isso não está certo. tem que pelo menos esclarecer, aí podemos ficar a favor ou contra. tbm não podemos ser coniventes com o nepotismo pq agora é dos nossos, não, nada está certo, continua tudo igual.

    3. Ele escreve na revista dele o que ele quiser... Se vc não gosta, não assine, simples assim! A Crusoe nasceu do O Antagonista.... E o Antagonista é sempre Antagonista do protagonista que no caso é o Bolsonaro que eu ajudei a eleger! Mas isso não da o direito do protagonista fazer os mesmos erros de corrupção, foros privilegiados e lobbys que o PT, só pq é de outra ideologia! Errou vai ter que pagar e bolssominions que flecharem os olhos para os erros do governo são tão lesivos quanto os petistas

  18. Excelente texto!! Inteligente e realista! Torço pelo governo Bolsonaro, mas não vendarei meus olhos à verdade. Está bastante claro que houve corrupção e deve haver punição.

  19. Boa, mas entre o relativismo explícito e a norma existe o bom senso, a realidade. E a realidade não é estática, os budistas falam da impermanência de forma bastante sábia. Jesus mostrou o caminho do amor, não do ego. Religião é, ou ao menos deveria ser, se religar à nossa essência, Deus para os crentes. Para um ateu, sem bom senso não há salvação.

    1. Uma coisa bem lembrada por Olavo de Carvalho em recente vídeo, é o senso das proporções. É comum ver quem só gosta da lei para o outro, estão obviamente errados, mas não dá para igualar a prioridade dada ao caso do Flávio Bolsonaro com esta bandalheira toda. Precisa bom senso.

  20. Quem vocês pensam que são? Querem malhar sem ética quem quiserem e às primeiras críticas à sua atuação escrevem dois editoriais ofendendo seus assinantes! Não vão nem ouvir o que está sendo criticado? É só olhar a matéria do Igor sobre a relação de votos de Flávio e a ação da milícia. Isso não é nem mais fake News. É difamação direta. Nós, assinantes, temos um contrato com vocês, nós pagamos e vocês fazem um bom jornalismo. Nossa parte foi cumprida, cumpram a de vocês!

    1. Sara, acorde. Crusoé está agora sistematicamente censurando o que comento, só porque é crítico em relação ao que estão fazendo. Se consideram deuses no Olimpo

    2. Eu não me sinto insultada de forma alguma. Fale por si mesmo, não por todos os assinantes. Muito bom o artigo, Mário.

  21. Parem de fazer fofoca Crusoe. A maior parte dos eleitores de Crusoe querem investigacao sobre o caso Queiroz e q paguem se estiverem culpa. Nao vamos ficar como os idiotas PTralhas defendendo o indefensavel. Somos um publico esclarecido. Agora parem com essa perseguicao incessante nesse tema. Ta enchendo o saco.

    1. Perfeito. Parece que eles não sabem a diferença entre querer esconder a verdade e querer que a verdade seja explicitada com detalhes e embasamento. Além de ser bem dosada, é claro. Já conhecemos o extrato bancário do Flávio Bolsonaro e do Queiroz. Q tal explicar melhor o que está por trás da saída do JW do país?? Bom senso e equilíbrio fazem parte de um bom jornalismo. Mainardi, q tudo sabe, deveria olhar para o seu umbigo antes de sair atirando naqueles q acreditaram no seu empreendimento

  22. Pois é. "Ditadura é quando você manda em mim. Democracia é quando eu mando em você." (Millor). Assim é. Quando caminhavam na outra margem do rio, enxergavam suas águas turvas. Ao atravessar a ponte, alcançando a outra margem, a água clareou. Deve ser efeito do Sol, só pode!

    1. Não é isso q os leitores tem feito. Na sua imensa maioria querem simplesmente a verdade, bem explicada e equilibrada. Releia os comentários

  23. Votei contra o poste do grande líder quadrilhão que assaltou o país por mais 12 anos com muito prazer, sempre votarei contra defensores do socialismo do atraso, exterminador de direitos, inclusive de liberdade. É só olhar a história. Mas não pode haver seita azul, indícios de irregularidades devem ser investigados e culpados punidos. Porém é óbvio que a imprensa esquerdopata, quase toda, e a Globo faram tudo para derrubar Bolsonaro. Também é óbvio que a Globo age junto com o MP RJ.

  24. Puxa vida, escreveu muito. (no sentido de um muito, como um bem). Aprendi um bocado, sentia e náo sabia de nada, esquecia o que náo sabia. Valeu.

  25. Esse texto eu não tive vontade de ler, de relance só vi nomes estranhos, li completo apenas o último parágrafo. Aguardar a próxima edição!

    1. Só postam o que lhes interessa, se não gostam censuram, não existe imprensa isenta

    2. É assim mesmo os que se dizem contra censura são os primeiros a censurar

    3. Fizeram o mesmo comigo aqui e na coluna do Dioguim. Não escrevi ofensa alguma (mas como sou apenas meio burro, sei que fui ofendido pela revista), não escrevi palavrões (que adoro), então, não sei por qual motivo Bibi publicou e depois apagou meu comentário. Imagino que seja porque a revista gosta de antagonizar, mas não gosta de ser antagonizada. Anyway, devo ser burro inteiro mesmo em buscar informação confiável onde não há. Tchau, Bibi! Não esqueça de tomar o danoninho de beterraba da mamãe!

  26. Brilhante como sempre. Leio com prazer também os comentários que o artigo suscita , estimulando a inteligência dos leitores e provocando opiniões bem abalizadas e até profundas. Parabéns a todo mundo.

  27. Pc. Excelente texto, Sabino. O Hippolyte Toulouse brasileiro tem nome e sobrenome, mas é melhor conhecido pela profissão (que não deveria ser, mas é): político. Ele gerou filhos que pululam nas redes sociais, brandindo suas espadas justiceiras, esquecidos do que fizeram ontem. Hippolyte brasileiro habita os extremos da ferradura da ideologia. Ainda bem que ele também será esquecido, espero que antes de causar outro holocausto.

  28. assinei esta revista porque buscava informação isenta e de boa linha investigativa, noticiar o caso Flávio Bolsonaro é normal, o que fica estranho é a insistência em notícias fracas que não acrescentam nenhum fato novo vindas de fontes claramente contrárias ao governo que só tem como intuito causar uma imagem ruim. Voltem a ser isentos e dêem notícias com credibilidade.

  29. Não faz muito, concluí a leitura de um texto de Sabino, decretando: "o melhor q ele já escreveu"! Se foi bom- e sinto q foi-, o tempo me subtraiu o título e a temática do conteúdo. Ainda bem; este foi excelente.

  30. Mario: Embora eu ache que desta vez você pisou na bola não deixo de reconhecer a contribuição sua e do Mainardi ao jornalismo . Votos de que não fechem os olhos na apuração do Flávio e de TODOS. No meio existe um escândalo de maior dimensão ELO MPRJ - GLOBO . Isto não pode passar em branco !!!!

  31. É importante e fundamental que vocês continuem com o jornalismo isento e antagonista, porém comparar 30 dias de governo a quase 30 anos de descasos, mentiras roubo e corrupção explícitos é no mínimo tendencioso e mostra, sim, uma memória jornalística de 30 segundos, nada mais que isso.

  32. Brilhante como sempre, Sabino. Leio os comentários e fico triste em ver não só a amnésia, mas também a histeria. Muitas pessoas defendem indivíduos e não princípios, trocando de pele frequentemente para se adaptar à nova narrativa de um grupo. Não compreendem que a verdadeira liberdade depende do livre pensar; que pensar em grupo é coisa de militante fanático, que não entende que o político é um servidor público. Como mudaremos o Brasil sem mudar o pensamento servil do povo?

    1. Excelente sua observação. Tomara que faça alguns pensarem sobre a servidão que têm, canhestramente, vivido nestes tempos estranhos.

  33. Não se façam de vítima. Esta revista se consolidou porque laborou a favor daqueles que queriam mudanças . Mas não acredito que tenham sido ingênuos a ponto de acreditar na vinda do Messias salvador. Não ajudem a destruir o que ajudaram a construir. Há muita razão no que voces dizem, mas muito jornalismo pífio que vocês mesmos criticam. Não se considerem perfeitos e isentos. Não se deixem levar pela arrogância e não se sintam melhores que aqueles que vocês criticam.

  34. Memória é muito importante pra termos um Brasil melhor. Jamais podemos nos esquecer quem foram aqueles (partidos, pessoas, órgãos de imprensa) que destruíram o Brasil nestes últimos 30 anos, abortando o sonho de um país feliz. Se vacilarmos eles voltam em breve. Eles contam com uma resistente blindagem no Judiciáiro e no MP.

    1. Blindagem? Em geral, não creio, exceto por exceções. Afinal, o espaço do PJ e MP é o das elites e só entram ali com muito custo os excluídos.

  35. Agora que os crusoeístas acordaram e começaram a criticar alguns erros do regime de platão, por isso, agora chamados de apoiadores esquerdista, fofoqueiros. É um absurdo. Continuem amigos! O poder da crítica seja contra a direita, ou esquerda, faz um bem para a democracia. Aqui, Sabino mostrou que as falas da direita não seguiram as práticas. Mas veja a volta que o texto deu para dizer isso. Mostra os valores direitistas do autor se digladiando como se sofresse por ter que buscar a verdade.

    1. os leitores não estão reclamando das críticas ao governo de agora. Estão reclamando da falta de um bom jornalismo. É completamente diferente

  36. Parabéns pelo texto Mario !! Memória é importante demais. Jamais nos esqueçamos que a Veja vivia de calúnias e difamações em finais de semana na época em que não havia redes sociais para desmentir e defender a honra perante a sociedade. Parabéns e cotinue nos brindando com estas memórias.

    1. Sim, Elenita. Está desqualificando seus eleitores, de forma grosseira e prepotente

    2. Não, senhores. Trata-se do contrário. E que texto excelente!

    3. Infelizmente é isso que parece que está acontecendo desde dezembro. É sinistro.

  37. A leitura de um texto bem escrito com um gancho consistente com o recado que se quer dar é sempre um prazer. Mas vcs sabem que a história não é bem assim. A maioria dos leitores que vcs conquistaram nos últimos tempos não desejam a impunidade de quem quer que seja. O que é inaceitável é ser chamado de esgoto por achar que o rachid do caso Flávio, tipicamente produto da deformação do sistema político brasileiro, possa ser equivalente à organização criminosa do PT.

  38. -Dr, estou com um problema sério; ando me esquecendo de tudo. -A quanto tempo, prezado? -A quanto tempo o quê, Dr? Kkkkkkk É a nova!!!!!

  39. Adoro seus textos. Brilhante, como sempre. Enriquecedor. Mas vocês também andam meio esquecidos de alguns dos seus propósitos. O problema é que, mesmo a nossa amnésia, graças a Deus, não nos permitiu esquecer o que o PT é seus cúmplices fizeram a esse país. Mando lembranças a vocês. 😉

    1. perfeito Luzia, faço sua as minhas palavras...não podemos aceitar que usem esses fatos e suspeitas para prejudicar o êxito do novo governo como se fosse tudo igual ao descalabro petista que exterminou nossa esperança, agora com uma pequena recuperação com o novo governo...ninguém achava que são santos, mas certamente não são traidores do Brasil como são os petistas e seus aliados

  40. Pelo menos Mario Sabino conseguiu adotar um tom menos agressivo. Tem uns na Revista que o veneno ta escorrendo da boca Uma pena!

  41. Não tenho lido o Antagonista, Sérgio. Uma semana fora do ar e não estou captando muitos dos comentários. Sobre o objeto retangular, o que vc quer dizer exatamente?

  42. Seria bom demais se os nossos políticos eaquecessem das práticas viciosas da velha suja política! Mas que não esquecessem de wue o foro privilegiado tem que acabar#

  43. Brilhante, como sempre! mas, um pequeno sofisma. Entendo que vc esquece porque deixa de entrar em contato com aquela informação, visitá-la, repeti-la. Para ser direto com um exemplo simples e educado, vc não "esquece" de como "andar" de bicicleta; com a falta de prática passará a conduzi-la mal mas logo, voltando a estará apto novamente. Vc se lembraria, agora, do nome de algum dos seus bisavós se tivesse "visitado" esta informação em um passado mais recente. Obrigado.

    1. Eu também. Sobre Ivan Lessa. Inesquecível imprescindível Ivan Lessa. Ele salvou minha geração com seus artigos.

  44. Eita Mario Sabino, eu já devo ter lido seus textos mas não sabia de quem era. Vc escreveu um "romance", aliás, belíssimo romance, pra dizer que os Bolsonaros e entorno estão fazendo as mesmas coisas que condenavam nos discursos. E tem toda razão. Apelaram até p/o Fux reclamando que tem foro e não pode ser processado, esquecendo que isto não ten nada a ver com ser investigado. Assim é difícil né meu caro Sabino. Duro de engolir. Mas quero crer que estamos melhores do que se fosse Haddad ou Ciro.

  45. Brilhante texto. Eu jamais vou esquecer o que a esquerda (PT - PSDB - PMDB) fez com meu país, sob a vista grossa do MP, do Judiciário e da grande imprensa (Veja, Estadão, Folha e Globo).

  46. Bem colocado Sabino. Exatamente isso. Conheço um grupo de jornalistas que se dispôs a fundar uma revista livre dessa cobertura tacanha de notícias semi falsas, insinuações e campanhas para denegrir alvos específicos e se intitularam uma ilha no jornalismo. De repente, numa pirueta, passaram a fazer exatamente isso. É preciso também uma autocrítica do papel de vocês. Há notas no Crusoé que são a antítese do jornalismo independente. Retomem logo sua proposta inicial. Nós torcemos por vocês.

    1. Isso mesmo José, concordando plenamente e torcendo para que a sensatez volte.

    2. Essa necessidade de puxar o saco, brincar de tarzan, lamber as botas e bolotas dos outros, repetidamente e o tempo todo, é uma doença. E não tem cura.

  47. Nunca foi contra a corrupção ou moralidade, só queriam ter o mesmo poder; felizmente é só uma parcela barulhenta e corrompida, os que precisam de um mito. Nunca foi tão apropriado apelida-los de bolsominions.

  48. Apesar dos pesares, estou pra já de otimista e feliz com o atual time no poder, a oposição rezando para o Capitao não cair (Virge!... pensa, o Mourão, hein???!!!). E apesar de toda esta confa do garoto senador Flávio e seu modesto rachid (tem o de um de seus antigos colegas da Alerj, do PT, que dá de letra no rachidinho dele e nem sequer é notícia de rodapé). Como diria o sarcástico cretino MAM, “tempos estranhos”... MAS, e agora digo eu, pelo menos, pelo sim pelo não: “o Lula tá preso babaca”!

    1. Existe pequeno estupro ou pequeno assassinato? Então também não existe pequeno rachid. Se fez, tem que ser punido, perder o cargo e ficar inelegível.... seja do PSL, do PT ou de qualquer partido.

  49. Parabéns pela reportagem. Crusoé é imparcial: quando concorda com os atos do governo, aplaude, se não concorda, critica.

  50. interessante ver como a razão muda pela conveniência... Pois eu me dou por satisfeita de tê-los atirando em todas as direções, afinal não queriam as armas livres?

  51. Menos, todos queremos um país livre de corrupção sem fórum e ninguém esque ceu a razão por ter votado em Bolsonaro porém o que não dá e ficar o tempo todo ver a imprensa tentando vincular o caso Flávio ao governo Bolsonaro é pai ponto já disse que se for responsável vai respon der mas a imprensa não se satisfez foi ao Mouro ouviu,mas ainda não é suficiente cansou estamos vivendo uma crise sem precedentes e o que vocês fazem ??cola boram tentando vincular ao governo pra gerar uma crise como se já

  52. Oi Mário, adoro os redemoinhos que usas para escrever. Pois acho que o tal senhor 13 de agosto é bem esperto: recebe cama, mesa, banho, refeições, atenções internacionais e não fala. Não se incomoda com nada. E se faz de mudo..e nós aqui lendo notícias políticas, econômicas e discutindo...acho que vou dar uma passada em Marselha....

  53. Texto profundo que merece muita reflexão. E quem disser que entendeu de primeira sem ter recorrido a uma releitura, ESTÁ MENTINDO! Obrigado Mário por me tirar do conforto da minha pasmaceira ignorante.

    1. Não estou mentindo. Consegui entender o que viria. Temos muitos Senhores 13 de agosto, infelizmente. Só que o verdadeiro, ao que consta,ñ é agressivo!

  54. Que tal fazer o "mea culpa" q tanto defendem? Não é o fato de denunciar coisas erradas que irrita "as redes sociais". É o fato de tentar associar essas coisas com o novo governo, sem embasamento. E é o exagero na cobertura em detrimento do equilíbrio. E é o sensacionalismo e as distorções. E a hipocrisia em achar q tudo agora seria uma Calcutá sob uma Madre Tereza onipotente.

    1. concordo...e depois que vimos o chefe do MP em conversinha de pé de ouvido com o repórter da Globo ficou mais difícil de engolir esse repentina enfase em investigar um político...coando moscas quando deixaram passar tantos camelos gordos que determinaram nossas esperanças e consumiram nossos recursos...principalmente no Estado do Rio de Janeiro...

    2. E é irresponsabilidade municiar c/ matérias desonestas forças poderosas da corrupção e do crime q ainda não foram derrotadas. E atacar virulentamente governo q mal começou e q tem começado a cumprir promessas e fazer mudanças positivas. Vocês mesmos noticiaram vários cortes de gastos c/ publicidade e medidas contra o crime e corrupção. Nós batalhamos juntos contra o atraso, ignorância e corrupção. Não percam o norte! Acordem! Ou a maioria aqui não renovará suas assinaturas. E o Brasil perderá.

  55. Não adianta relutar, todos terão que enfrentar os dia que virão a não ser aqueles que tiverem o privilégio de partir antes Ate lá, sugiro evitar agressões desnecessárias aos jornalistas até mesmo porque os vencimentos mensais estarão disponíveis para todos. Bolsonaro e seus filhos não pagarão para ninguém.

  56. Os bons leitores estão com vcs, Mario, Diogo e Claudio. Fanáticos de esquerda ou de direita são apenas fanáticos, cegos e ignorantes. Poluem os espaços para comentários com seu raciocínio raso, argumentos de esgoto e pensamento nenhum. No máximo vão apressar o curso da história na direção do interesse público e longe das máfias milicianas.

    1. Me parece q o seu raciocínio é q é raso. Os leitores não são fanáticos. Ao contrário, querem reportagens MENOS RASAS e MENOS MALICIOSAS. Querem fatos, com o devido embasamento e equilíbrio. Escrever 10 artigos de um mesmo tema, sem q ainda existam provas é subestimar nossa inteligência e nossa paciência.

    2. Isto mesmo José, o nível dos fanáticos é de doer, totalmente sem base, só para denegrir quem não passa pano.

    3. Seu comentário acima é o exemplo acabado de raciocínio raso, com argumento de esgoto e pensamento nenhum, abrilhantado com o mais alto nível de puxa saquismo típico de ignorantes fanáticos que se julgam superiores.

  57. Boa aplicação do episódio para o caso brasileiro. Ainda acredito que o Bolsonaro tem jeito. Mas vai ter que se descolar dos familiares. Felizmente, na atual conjuntura, não dependemos somente dele. Como disse o Moro em Davos: "as instituições estão funcionando". Que continuem assim. Tolerância zero com a corrupção. Doa aonde doer!

    1. Concordo... outro nível! Mas a diferença da direita para a esquerda é que provavelmente o melhor da esquerda corresponda ao pior da direita! Vamos ter tolerância sim !!!

    2. O texto do Mário é sensacional, ultimamente ele esta impossível. Entretanto acho para quem torce pelo Brasil, ao menos nos primeiro 100 dias, o gol de curto prazo poderia ser criticar menos e orientar mais os filho do Bolsonaro até que a equipe do Pai possa tornar o Estado mais leve e a prova de imbecis de qualquer estirpe. ( veja bem não estou falando de 13 anos de cegueira, apenas senso de proporção e um pouco de prudência)

  58. Seu texto é inteligente mas um pouco longo, cabe a comparação sim de fato, os homens esquecem daquilo que não lhe é conveniente, e como o lado oposto está efetivamente enfraquecido e lambuzado Ja não tem forças nem para questionar. Ao que parece a mídia gosto de um escândalo para chamar de seu! O que queremos é a verdade de fato. E que ela apareça !!!

  59. O que se vê é o mesmo fanatismo do lulalivre...igualzinho. Triste. Mesmo vendo q os filhos grudes estão incomodando e vão mais ainda,mesmo assim a turba ignara se volta contra a imprensa que notícia os fatos reais. Tá osso aturar.

  60. Enfim... platitudes e devaneios pseudointelectuais, citações de cargos que ocupou e de livros na própria biblioteca lidos em outra língua há muito tempo. Uma vontade explícita de despertar admiração intelectual. Muita espuma e pouco chope... É o que vemos em Karnal, Cortella e Pondé, os Três Patetas da pseudofilosofia.

    1. 3 Patetas,kkkk the best 2019. No solo tupyniquim surgem heróis e vilões de acordo com o vento Oeste (esquerda) e vento Leste (Direita). Paranóia Geral. Triste Constatação: O Brasil está na Lama e clama uma solução.

    2. Ele não tem culpa se tem gente que só consegue ler Chico Bento.

  61. Muito bem escrito, como de praxe. Ao menos, não é preguiçoso, como Mainardi. A questão é que enfeitar o peru, de forma a fazê-lo parecer um pavão para depois desmascará-lo no último parágrafo, é um artifício batido, a causar efeito apenas em neófitos, que não é público alvo desta publicação, mas só até a primeira renovação da assinatura. Não é o pavão que faz glu-glu.

  62. Nada em Nietzsche pode servir de base ao nazismo. Os nazistas adotaram falsificações feitas por sua irmã em Vontade de Poder. Nietzsche não era antissemita. Ao contrário. Disse que os judeus despertavam inveja no europeu e que jamais haveria Europa sem inclusão de judeus. E Nietzsche acusava os alemães de estragarem tudo. Invadiram o Império Romano. Acabaram com a Renascença com Lutero, forçando a Contrarreforma, e acabaram com a Razão quando (Kant) a dividiram em Prática e Pura.

    1. Antes estar morto depois de ter existido, do que nunca ter existido. rsrs

  63. Com tantos elogios, fico até sem graça de elogiar. Contudo, quero registrar – como já fez outro assinante – que a evolução do texto foi perfeita. Ainda como já escreveu outro assinante, é raro ver um jornalista que dá sua opinião através de uma crônica inteligente. Parabéns!

  64. Mario, Perfeito. O esquecimento é enorme. De tal forma que os bozistas copiam exatamente as mesmas táticas e estratégias dos petralhas. Bozistas são apenas petralhas com o sinal invertido.

    1. Verdade! A esquerda tem um projeto de destruição e desorganização do País e nós o oposto!!!

  65. Uau, já proferiu o seu veredicto Mário? Acredito que tenha acesso a provas que a gente desconheça. Por gentileza, apresente ao público. Afinal, o papel da imprensa é investigar e esclarecer (sou um romântico incorrigível) e não ser garoto de recados de general* *Foi o Dioguito quem disse.

    1. Tem um dito popular, que talvez o Mario desconheça por não ser uma citação erudita, mas a verdade nem sempre escolhe a erudição e a sofisticação para se manifestar. Eis o ditado"Vingança é um prato que se come frio".Nada que é movido pelo sentimento de vingança e revanche acaba bem!

    2. Votei no Capitão. Quero muito que dê certo. Mas afirmo: não tenho político de estimação.

  66. Bom texto, acompanho a coluna do Sabino semanalmente. Me parece verdadeiramente bem escrita, não é como o jornalismo que vemos hoje, em que nem mesmo o Português tem escapado de agressões esdrúxulas. Coisas sem nexo, frases inacabadas. É como se qualquer pessoa alfabetizada até o sexto ano ganhasse uma boquinha em algum jornal que virou site. Concordando ou não, integralmente ou não, é um belo trabalho. E, sim, lembro o nome do meu bisavô, que se chamava Romão e foi meu padrinho de batismo.

    1. Também aguardo sempre a coluna do Mário. Hoje o Diogo escreveu com a bic..ops...com a bile.

    2. Está certo, Victor. Mas temos quatro bisavôs e quatro bisavós. E os outros?

  67. Outro dia eu disse que gostaria muito que o Lula fosse esquecido, porém a imprensa (de todas as cores) não deixa. Agradeço bastante a Crusoé e O Antagonista pois estão falando cada vez menos no Lula. A memória pode ser ser contaminada e fazer as pessoas lembrarem continuamente de coisas que devem ser esquecidas. Eu, pessoalmente, evito pensar no Lula. Quem sabe um dia o esqueço, apesar dos esperneios da Gleisi...

  68. Bom texto. Mas o final poderia ser melhor. Todos sabem que o governo tem vícios, mas todos sabem que são ínfimos comparados ao anterior. Todos sabem que há uma movimentação da mídia tradicional esquerdista pra focar em desarticular o governo. Crusoé tem que ser imparcial e ver o horizonte todo. Os pingos nos Is da Jovem Pan dão mostra de como fazer melhor que a mídia tradicional. Há erros e irregularidades coladas ao governo. Mas há acertos e a necessidade de um país melhor. Jornalismo justo.

    1. O corrupto se aproveita da situação. Aquele que pode menos, explora menos. Quem pode mais, explora mais. O pequeno corrupto se transforma inexoravelmente no grande corrupto, dado a chance. É preciso extirpar a política de grandes e pequenos corruptos, pois são a mesma doença, em estágios diferentes.

  69. Sou completamente contra esse generalização, primeiro tem que entender quem e o por que de algumas pessoas entrarem em negação com o caso Flavio. Geralmente são aqueles que mais se traumatizaram com a esquerda, inerentemente os mais velhos. Sendo assim, acho que o caso é o contrário, a memória que causa a negação. Se o pensador estiver certo, culpa da memória do brasileiro, que não esquece o fiasco do PT e seus asseclas.

  70. Assim como não se deve esperar perfeição de um governo, não devemos esperar perfeição de qualquer jornalista! pelo que estou observando um alimenta o outro. E assim caminha a humanidade! Seria de desanimar não fosse minha lucidez!! Adeus, políticos e jornalistas!!!!

    1. Cansei Shofia! encerrando conta no Twitter, Crusoé já deu, TV só filmes bons, muita música, convívio com os meus familiares e amigos, viagens, leituras saudáveis, atividades físicas! Arejando e tomando o leme da minha vida!! esse panorama idiota de políticos e jornalistas, que se danem, que se bastem. Até agradeço a incompetência! Me ajudou a acordar!! O leitor não é idiota!! Fui.....

    2. Falou tudo Janete. Eles são as raquetes e nós somos a bolinha!

    1. Jornalismo que se preze não pode ser movido por espirito de vingança e revanche!

    2. Assim como aquele que diz A Vingança é um prato que se come frio", que citei em outro ponto .

    3. Mario e muitos aqui vão torcer o nariz por não se tratar de um citação erudita proferida por uma grande mente , mas a verdade nem sempre escolhe a erudição e a sofisticação para se manifestar, os para-choques dos caminhões são exemplos, como esta : ".A velocidade que emociona é a mesma que mata,portanto na curvas da vida ,entre devagar!" Pode ser brega, longe de ser " chic", mas não deixa de ser também é um convite à reflexão!

    4. Incrível como o Diogo por exemplo torna tudo pessoal! Muito passional!

  71. Mario, como acontece toda semana os textos desta revista nos provocam muitas reflexões, por isso assinamos Crusoé, nesta semana a bola da vez foi Flavio Bolsonaro, O Antanonista e Crusoé. Já teremos esquecidos semana que vem. Se estou com Crusoé é por que nao quero ler Folha, Estado, Veja, O Globo...esses já esqueci, infelizmente voces todos os dias fazem questão de me lembrar. Aproveitem o momento para fazerem história. Vocês estão no leme neste momento.

  72. Mário. Nem todos os leitores têm amnésia. Eu acho que se o Flavio for culpado deve ser preso, simples assim. É eu acho que O Antagonista está fazendo o excelente trabalho de sempre.

  73. A minha leitura é diferente da sua : Não acreditamos que a corrupção deixou de existir - SERIA MUITO INGÊNUO . A maioria esmagadora dos comentários que tenho lido indicam que os leitores desejam sim a apuração de TODOS os atos com sinais de corrupção . O Flávio talvez seja um bom exemplo - Que receba uma investigação criteriosa . Simplesmente desejamos que sejam TODOS o que é diferente de qualquer sinal de amnésia. Vocês são a vidraça dos seus leitores ! ACEITEM SEM CHORO!

    1. Concordo! Parece que alguns acreditam que todos que votaram no Bolsonaro, o fizeram acreditando no Messias. Espero, sinceramente, que consiga governar cumprindo o que foi divulgado na campanha; e isso não trata-se de ingenuidade, mas de esperança. Esperança que me fez dar o voto à Lula, lá no início, e depois NUNCA mais fazê-lo. Não gostaria de ser frustrado outra vez!

  74. Senhoras e Senhores da Crusoé e O Antagonista, imaculados de qualquer erro humano, joguem a primeira pedra, pois vocês são os primeiros à sofrerem dessa amnésia total.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO