ReproduçãoA magistrada, em viagem ao Japão: no trabalho, fama de durona

A juíza que desmontou Lula

Quem é a paranaense de 44 anos que substituiu Sergio Moro e fez o ex-presidente petista, já condenado por corrupção e lavagem de dinheiro, gaguejar no banco dos réus
15.11.18

Quando o juiz Sergio Moro foi anunciado como ministro da Justiça do futuro governo Bolsonaro, os holofotes da Lava Jato passaram a mirar uma jovem juíza paranaense, então desconhecida. Gabriela Hardt, 44, é a substituta na vara de Moro e, temporariamente, será a responsável por conduzir os processos restantes da maior operação anticorrupção da história do país. Em Crusoé, leitores elogiavam a decisão de Moro de ir para o governo. Um dos comentários, contudo, focava em Gabriela. “Ela é muito mais rigorosa. A conheço muito bem”. O autor era Jorge Hardt Filho, pai da juíza.

Gabriela Hardt, que ingressou na magistratura em 2009, é conhecida por ser firme. Antes de se tornar juíza, foi servidora da Justiça Federal, em cargo de nível médio. Quando vestiu a toga pela primeira vez, aos 34 anos, estava casada e tinha duas filhas. Uma delas ficou com o pai, em Curitiba, e a outra a acompanhou na mudança para o interior, onde foi lotada inicialmente. “Tive que dividir minha família. É uma carreira que exige algum sacrifício de ordem pessoal”, disse a juíza certa feita, ao contar as dificuldades do início da profissão.

Formada na Universidade Federal do Paraná e ex-aluna de Moro em um curso de especialização, Gabriela viu seus caminhos cruzarem com a Lava Jato em 2014, quando assumiu o posto de juíza substituta da 13ª Vara Federal de Curitiba, onde trabalhava o magistrado. Logo o gabinete de Moro passaria a se dedicar exclusivamente à operação. À recém-chegada juíza cabia substituí-lo nas ausências. Não faltou trabalho. Não faltaram casos rumorosos. Ela chegou a mandar prender José Dirceu, por exemplo.

Agora como a principal juíza da Lava Jato, foram necessários menos de dois minutos do interrogatório de Lula, na última quarta-feira, para Gabriela Hardt mostrar que, de fato, o rigor de que Jorge Hardt Filho falava na seção de comentários de Crusoé não era apenas palavrório de pai orgulhoso.

ReproduçãoReprodução/JFPRLula durante a audiência: o petista levou um pito histórico
Ao longo das inúmeras audiências com Sergio Moro, a defesa do petista tinha como estratégia interromper o juiz, questioná-lo e testar o limite da paciência dele. Era uma maneira de reforçar a narrativa de vitimização e também tentar fazer Moro perder a cabeça — o que serviria para contestá-lo posteriormente. Com Gabriela, Lula tentou o mesmo. Quebrou a cara. A audiência tinha começado havia pouco tempo quando o ex-presidente, preso e condenado por corrupção e lavagem de dinheiro em outro processo, disse que não sabia do que estava sendo acusado ali. Puro cinismo. Ele tentava, mais uma vez, dizer que tudo era uma grande invenção da Lava Jato.

Acontece que a audiência era de um processo com múltiplas provas sobre as ligações do ex-presidente com o famoso sítio de Atibaia, reformado por empreiteiras amigas. Lula diz não ser dono da propriedade, mas a frequentou por anos a fio, sempre acompanhado de seguranças da Presidência da República. Também lá ele guardava muitos dos seus pertences. Na audiência, houve momentos em que a juíza teve até que explicar que a ação não era para discutir o nome de quem aparecia como dono do imóvel no cartório – o sítio está em nome de dois amigos e sócios dos filhos do ex-presidente.

E foi assim que, com 93 segundos da audiência, deu-se o seguinte diálogo:

Lula – “Doutora, eu só queria perguntar, para o meu esclarecimento, porque eu estou disposto a responder toda e qualquer pergunta. Eu sou dono do sítio ou não?”

Gabriela Hardt – “Isso o senhor que tem que responder, não eu, doutor. E eu não estou sendo interrogada neste momento.”

Lula – “Quem tem que responder é quem me acusou.”

Gabriela Hardt – “Doutor… Senhor ex-presidente (ela se corrige), isto é um interrogatório e se o senhor começar nesse tom comigo, a gente vai ter problema. Então vamos começar de novo. Eu sou a juíza do caso. Eu vou fazer as perguntas que preciso para o caso ser esclarecido. Eu conduzo o ato.”

Segue-se uma tentativa de reclamação por parte dos advogados do ex-presidente. E Lula, de novo, tenta desafiá-la: “Pelo que eu sei, é meu tempo de falar”. Era uma maneira de justificar por que achava que poderia dizer o que bem quisesse, incluindo tentar interrogar a juíza. Gabriela Hardt o desmontou com um pito monumental. “Não. É o tempo de responder as minhas perguntas. Eu não vou responder interrogatório nem questionamentos aqui. Está claro? Está claro que eu não vou ser interrogada?”. Lula faz uma pausa e não responde. Até que abre os braços e diz: “Eu não imaginei que fosse assim, doutora”. “Eu também não. Eu também não imaginava. Então vamos começar as perguntas. O senhor fica em silêncio ou responde”, arrematou Gabriela. Há tempos não se via Lula, acostumado ao enfrentamento, baixar a cabeça constrangido. Sobrou até para o advogado dele, Cristiano Zanin, que tentou pegar o microfone para acudi-lo, mas foi prontamente repreendido pela magistrada: “Senhor Cristiano Zanin, eu não lhe concedi a palavra”.

ReproduçãoReproduçãoA juíza na versão aventureira: ela reagiu aos arroubos machistas do réu
Até ali, o depoimento do ex-presidente não tinha nem cinco minutos. Mas já era suficiente para mostrar que a juíza substituta chegara preparada para as provocações de Lula. Também era mais uma demonstração de que, a cada dia que passa, o petista tem menos sucesso na tentativa de emplacar sua narrativa de que a Lava Jato é uma grande conspiração contra ele.

Um outro trecho da audiência é igualmente ilustrativo do derretimento de Lula. É quando a juíza faz uma pergunta simples em busca de explicação para um fato grave. Se Lula diz que nunca foi dono do sítio, mas OAS e Odebrecht reformaram a propriedade, ela pergunta o que muitos gostariam de saber: “O senhor não estranhou uma grande empreiteira fazendo uma reforma da cozinha de um sítio que o senhor usa?”. Lula gaguejou e deu partida a uma digressão. Falou “não” sete vezes. “Não era uma grande empreiteira fazendo a reforma. Era uma pessoa com quem eu tinha relação há mais de vinte anos fazendo uma coisa sem falar de caixa geral (de propinas da Petrobras) e acho que ele tinha cobrado (pela obra)”, tentou explicar.

O tal amigo era Léo Pinheiro, presidente da OAS, que desviava dinheiro da Petrobras em contratos superfaturados e bancava gastos do petismo e de seu líder maior. Lula apelou até para a manjada estratégia de que não sabia de nada. Falou que desde 1975 não paga suas próprias contas – por isso, não teria atentado para quem bancava a reforma do sítio.

ReproduçãoReproduçãoA adega de Lula no sítio de Atibaia: ele continua dizendo que não era o dono
 

Já na segunda metade do depoimento, Lula faz uma ameaça. Diz que se fosse presidente do PT, pediria aos militantes que entrassem com centenas de processos contra os investigadores – como se ele precisasse de algum cargo para influenciar a militância. De imediato, tomou mais uma bronca da juíza. “O senhor está intimidando a acusação e não vou permitir. Vamos mudar o tom. O senhor não faça isso de novo. O senhor está estimulando os filiados ao partido a tumultuar o processo e os trabalhos. Se isso acontecer, o senhor será responsável.” Lula tentou se esquivar: “Isso era três anos atrás. Lamentavelmente, não fizeram.”

A Lava Jato evidenciou uma safra de juízes — no Paraná, em Brasília e no Rio – que agem com rigor em casos de corrupção envolvendo ricos e poderosos. Gabriela Hardt é a primeira mulher a tocar um caso de grande magnitude na operação. E já na primeira audiência com o ex-presidente, ouviu dele insinuações de cunho machista. “A senhora sabe que, não sei se a senhora é casada, mas seu marido entende pouco de cozinha como eu. Não discuto cozinha”, disse Lula. Gabriela Hardt foi seca: “Sou divorciada e não discuto nada de cozinha”.

Lula seguiu na tentativa de alfinetar a Lava Jato e, como de hábito, mirou em Moro. O juiz foi citado pelo petista como “amigo de Alberto Yousseff”, o doleiro-delator que abriu caminhos para a operação. “Doutor, por favor. Ele não vai fazer acusações sobre meu colega aqui. […] É melhor o senhor parar com isso”, interrompeu a juíza.

Apesar de mostrar que estava preparada para o embate com Lula, a tarefa de Gabriela Hardt à frente da Lava Jato é, como já foi dito, apenas temporária. O sítio de Atibaia é um dos casos nos quais a magistrada terá que trabalhar até outro juiz federal assumir em definitivo a vara da Lava Jato. Isso acontecerá apenas quando Sergio Moro deixar a magistratura, em dezembro. Primeiro, ele tirou férias. O novo juiz, ou a nova juíza, será escolhido pelo critério de antiguidade entre os que já têm o grau de juiz titular e manifestarem interesse. Gabriela não poderá chefiar a vara porque, na carreira, ela ainda é substituta.

A juíza divide seu tempo com a natação, um hábito que cultiva desde a infância – em especial, a maratona aquática. Ela também é adepta de esportes radicais e corrida. Nas redes sociais, curte páginas como a de Marina Silva, ex-candidata à Presidência, a do pacote das Dez Medidas Contra a Corrupção defendidas pelo Ministério Público, e a da youtuber Jout Jout, conhecida por defender o empoderamento das mulheres. Também faz parte de um grupo no Facebook que defendeu a nomeação de Moro para o Supremo Tribunal Federal.

JFPRJFPRGabriela Hardt ao ser empossada, em 2009: ela foi aluna de Moro num curso de especialização
Há um elemento especial que a conecta à Petrobras, a grande vítima do petrolão. O pai da juíza foi funcionário da estatal por mais de 20 anos, na cidade de São Mateus do Sul, a 150 quilômetros de Curitiba. Gabriela Hardt, contudo, é discreta, até em família: não tece comentários em casa sobre sua atuação. Quando ainda estava longe dos holofotes, mantinha seu Facebook aberto. Em uma das ocasiões, ela lamentou os ataques que a operação sofria, ainda em 2015. “Eu tenho a sorte de estar acompanhando ‘de camarote’ uma parte da história do país que está sendo muito bem conduzida no gabinete ao lado. Mas confesso que tem dias que me bate um baita desânimo, porque são muitas forças agindo em sentido contrário.” E prosseguiu: “Só pra registrar: o Sergio (Moro) não desanima, ele é imune a frustrações”.

Antes de trabalhar perto de Moro, Gabriela Hardt foi corregedora do presídio de segurança máxima de Catanduvas, no interior do Paraná. Ao falar sobre o cargo, em uma entrevista à associação de juízes, em 2017, ela defendeu mudanças na legislação penal e atacou o preconceito existente no Judiciário. “A Justiça Federal, dentro de todas as justiças, é a que tem a menor representatividade feminina. Em primeira instância, mas principalmente nos tribunais. As discriminações são mais veladas, não são tão explícitas. Mas eu acho que a sociedade ainda exige da mulher uma presença maior nas responsabilidades familiares, em casa, e a carreira de juiz federal nos exige movimentações que, para a mulher, às vezes são mais cobradas.”

Enquanto não se define o novo titular da Lava Jato, ela está à frente do processo de Atibaia. Ele é especialmente relevante em razão da robustez das provas, o que pode fazer a pena total de Lula passar dos 20 anos. Há ainda outras ações penais em curso, como a que envolve a compra de um terreno para sediar o instituto do ex-presidente – essa está pronta para ser sentenciada. Outra ainda trata do esquema de caixa dois montado pelo marqueteiro João Santana juntamente com Guido Mantega, além de casos que envolvem Eduardo Cunha. A juíza também se encarregará de apreciar pedidos de novas operações e diligências feitas pela Polícia Federal a partir da delação premiada de Antonio Palocci – mais uma frente sensível para o PT. O alcance da atuação de Gabriela Hardt ainda é uma incógnita, visto que dependerá de quando um novo magistrado assumirá a Lava Jato. Mas uma coisa é certa: até lá, Lula não será o único a gaguejar na frente dela, no banco dos réus.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. José: Você jornalista autor desta matéria, algum dia em sua vida você já foi acusado de acusações sem prova. Me responda esse Brasil tem democracia ou é uma democracia mascarada

  2. Reportagem magistralmente esclarecedora da posição firme da juíza Gabriela Hardt frente ao condenado mais famoso do Brasil. Sua condenação deu mostras de que o Brasil tem jeito!

  3. Força para ela, vamos mostrar ao BRASIL e ao mundo que nossas mulheres são muito mais que mães de família e que elas são resistentes a canalha que tomou o país de assalto, enquanto muitos se curvam ao medo ou ao poder do dinheiro, se queremos um país legal temos de agir independente de pessoas e discursos vazios, o choro e livre..... Honra e Força DOUTORA

  4. a verdade sempre vem à tona e a Dra agiu com determinação e no momento certo e já mostra que a capacidade vem de um lar de base sólida. Parabéns! nao há verdade que não venha a entrar em pauta.

  5. Temos que ficar atentos mais do que nunca, pois a pseudo jornalista Monica Bergamo junto com a FSP já iniciou campanha para vitimizar o Lula e em seguida liberta-lo!

  6. “Nunca antes na história do País” houve um enfrentamento tão competente, corajoso e eficaz contra a corrupção é o crime dos engravatados - o Brasil mudou, e com Moro no Ministério da Justiça, vai mudar muito mais!

  7. Amigos , Ou ? Onde está a turminha do ELE-NÃO ? Então um condenado preso , tentando hostilizar uma JUÍZA , em pleno e legítimo interrogatório da JUSTIÇA ? Bem ,esse aí, JAMAIS NÃOOOOOOOO ! E viva os novos tempos da verdade e da justiça, e isso é DEMOCRACIAAAAAA !!!! Carlos

  8. Esta na hora do ANTGONISTA começar a dar luz nas reportagens do IDP de Gilmar Mendes. Ele vai ter que explicar direitinhi ao ministro Moro. Vamos antagonista detona logo esse crápula. Vamos fazer o lava toga . E nao esqueça dos $100 mil do Tofolli. Outro canalha que precisa se explicar! Vamos cobrar todoa os dias . Marcação cerrada nesses bandidos de toga do STF. Estamos,aguardando. Ah! Nao esqueça do Ptralhoski . Ai tem.

    1. 👏👏👏👏👏👏... Bem lembrado! Também estou ansioso para que esses ministros esclareçam essa dinheirama toda.

  9. Esse depoimento foi nojento ! Mas, por outro lado, exibiu com clareza o perfil de um canalha. É difícil aceitar que essa “figura” foi presidente de um país.

  10. Não se iludam...o larápio vai ser solto pelos "cumpanheros" da segunda turma antes da posse do presidente e vai se asilar em algum quintal da América latrina!

  11. Vamos rever essas curtidas em páginas do Face aí, né? Marina Silva e Jout Jout? No que tange à parte profissional, parabéns Doutora!

  12. parabéns Dra Gabriela! enquadrou o bandido! parabéns a vcs da Crusoé! adoro vcs meninos! parabéns p/ impecável trabalho de vcs!

  13. Eu vivi para ver o PETÊ entrar com ação contra a exoneração do Dr. Sérgio Moro. Pedindo pro Moro ficar!!! Imagina o que causou a Dra. Hardt pra mobilizar tal atitude! Parabéns Dra. Gabriela! A Sra., sim é um exemplo não só para as mulheres, mas para todos os brasileiros! Siga firme! Estamos com você!!

    1. Depois do ministro Moro....claro!! ela viria depois!! Se tiver o ministro (Moro), sempre como exemplo!! Vamos aguardar as suas próximas atuações !! Tá prometendo e torço por ela!!!

  14. Parabéns a CRUSO É. COMUNGO EM GENERO, NUMERO E GRAU da independencia e deixei de ser assinante de VEJA, que passou a ser ""oia"", pequeninha mesmo, de tao tendenciosa e vendida nos últimos tempos; envergonhando seus fundadores!!!!!

  15. Acho que a ordem deve imperar em todas as situações. Esta mania dos poderosos de quererem impor suas verdades, advogados se julgando acima da lei, como se o povo fosse imbecil. Isto inclusive a gente percebe na grande emídia: querem impor as verdades, ignorando que o povo está com uma visão mais crítica. Quando alguém nos representa efetivamente contra estes ditos poderosos vemos sim que finalmente a ordem pode voltar.

  16. ... O país precisa de SERVIDORES PÚBLICOS que possamos sentir orgulho dos mesmos. ... ... Eu não aguento mais falar de funcionário público. Cansei !!!

    1. ... Os indivíduos/cidadãos (todos!!) ganham uma beleza INDELÉVEL quando honestos e inteligentes. ... ... A beleza advinda da honestidade é inextinguível. ...

  17. Quero parabeniza-la pela brilhante atuação nesse interrogatório. Peço a Deus para abençoa-la sempre em suas decisões. O Brasil precisa com urgência de autoridades firmes, competentes e digna como V. Exa.

  18. Gente, um grande SALVE, para a juíza Gabriela Hardt! exemplo de mulher!!! 👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽

    1. Lula ė realmente perseguido: pela verdade exposta por múltiplas fraturas em sua arrogância, falta de caráter, compulsão pela mentira e desonestidade reveladas graças a contribuição da brava magistratura, a exemplo da Dra. Hardt.

    1. Concordo. Empoderamento é a palavra da moda entre as detestáveis artistas globais. Mulher é naturalmente forte. Simples assim.

    2. concordo plenamente. Nao existe "empoderamento", existe competência e mérito.

  19. É disso que precisamos nesse país. De cidadãos jovens, honestos e inteligentes que, nos cargos mais importantes, conduzam a nossa história para o progresso, a justiça e a cidadania plena. Temos que acabar com a impunidade no Brasil!

  20. Espetacular a condução que a juiza Gabriela Hardt imprimiu no interrogatório do maior ladrão do mundo, Lula. Sua autoridade, personalidade e liderança situacional encantou o Brasil inteiro. Parabéns para ela em nome do Brasil.

  21. Tenho o maior respeito e admiração pela Juíza! No julgamento mostrou pulso, preparo e determinação! Que a justiça seja feita, as provas estão a mesa!

  22. Foi excelente o interrogatório do chefe ORCRIM, a juíza mostrou a sua capacidade nas perguntas bem objetivas, a pesar do réu não responder normalmente, sendo desrespeitoso...

    1. Desde que não seja impunemente. Embora o maior bandido do Brasil seja o mentor dele: José Dirceu.

  23. Essa matéria mostra que nós brasileiros devemos demonstrar a confiança nos magistrados que estão atuante. Ainda temos uma boa safra de gente com caráter. Parabéns pela matéria.

  24. Tanto na política, quanto no estado brasileiro há muita arrogância e prepotência. Mas o caso de Lula é patológico...Que fiquemos livres dele por um bom tempo!

  25. Será que conseguiremos um dia entender de forma diferente, sem qq maldade ou desconfiança, o porque os ministros do STF agem sempre contrariando as nossas lógicas e expectativas? Ignorante que sou, e aqui não se desmente ninguém, se um dia programou-se no BRASIL ministros do STF terem cargos " vitalícios " e serem indicados pelos presidentes, isto não pode mudar? Fomos pra rua desde 2.013 e o resultado aí está! A solução para mudanças sempre será só esta? Então, estamos prontos.

  26. Parabéns pela matéria, Filipe. Quanto à audiência, me impressionou a estratégia (se é que havia uma) de Lula e seus advogados, de somente tentar intimidar a juíza. "Ah, é mulher, é apenas uma substituta, não tem muita experiência, deixa que eu enrolo ela em cinco minutos...". Deu no que deu. Foi de uma ingenuidade impressionante. Foi *vergonhoso*. Mas era o esperado. Afinal, uma das características mais notórias de Lula é sua prepotência.

  27. Gostei muito da postura da juíza! São juízes assim que devem estar no supremo,não esses que na calada da noite aprovam aumentos inconcebíveis de salários nesse momento do país !

    1. Juíza Gabriela, a senhora é a importância do exemplo para todos os brasileiros. Wanderley

  28. O q se vê é q esse pessoal da primeira instância zela mais pela lei q os pilantras do STF que zelam pelo réu ppte se este tem grife!!!

    1. Os ministros do supremo são contaminados pelo fator indicação. Na 1a instância os juízes estão ali rigorosamente em evolução, chegaram por mérito, mas não detêm o mesmo poder. Isso faz toda diferença.

  29. O Brasil tem muita gente boa , é preciso q estes cargos sejam ocupados por pessoas q queiram o bem do Brasil e não deles próprios .Parabens Diogo por esse projeto magnífico de imprensa independente e juntos vamos fazer esse país para todos .

  30. Sinto uma esperança no horizonte! Mulheres competentes , como homens levando sua profissão à serio! Parabéns a linda e brilhante juíza! O meu coração se alegra diante deste enfrentamento com este ridículo e criminoso Lula

    1. Concordo! Ao acompanharmos esses depoimentos, nos enchemos de esperança!

  31. Mais um (a) da laia do Phoder Judiciário. Em brever meio-oficial de capacho do Trump/Bolsonaro/Maçonaria Americana. Que morra de repente, de preferência ontem!

    1. Você é um cego, ou descerebrado, ou abdominais com a corja. Não se rende à realidade.

  32. A juíza foi incrivelmente séria e desembaraçada. Tomara que permaneça no cargo ainda por um bom tempo mesmo sendo substituta!!! Deus a abençoe! Pelo bem da verdade e justiça!

  33. O Brasil precisa de pessoas assim, que não se intimidam com ladrões bêbados que são salafrários até em um depoimento. A Besta de Nove Dedos se matou mais um pouco.

  34. O mais deprimente disso tudo é pensar que o interrogado não era um bicheiro qualquer, nem dono de uma boca de fumo. Aquele sujeito sem modos, deselegante, tosco, que constantemente atenta contra as instituições foi presidente de um país!

  35. Unanimidade brasileira: a juíza é inteligente, competente e agiu muitíssimo bem e firmemente, frente às grosserias do condenado e seus execráveis advogados.

  36. Ainda temos pessoas sérias nesse país. E a Dra Gabriela é uma dessas. Firme e preparada para enfrentar as pressões que certamente virão. Já demonstrou a que veio.

  37. apesar da boa condução,penso que mesmo assim, o criminoso de São Bernardo pôde falar demais, se fosse eu na condução, teria dado várias outras reprimendas.

  38. José Roberto Que bom os jovens começarem a ter bons exemplos para se espelharem, deixando as ditas celebridades de lado. 👍👍

  39. Para um comunista bolivariano que foi treinado para mentir sempre e em qualquer situação, nada melhor que uma Juíza equilibrada e dona da situação. Perguntou, responde e se não sabe fica em silêncio. Pensou que com aquela alcateia de advogados caríssimos do lado dele , poderia fazer discurso político e acusar alguém pela inocência dele!!

  40. Vamos parar com babaquice, é época de acabar com o tal politicamente correto, voltar a ser nós mesmos. Faltou dizer que a meritíssima é uma tremenda gata... com todo respeito, data vênia, máxima vênia...

  41. Momento de alegria,ver uma juíza cumprindo seu dever com dignidade.Esta mulher nos deixa orgulhosos.Ela não é representante só das mulheres é grande representante da justiça do Brasil.

  42. Sem focar no sexo, mas focando na postura de im profissional, seja lá na área que for. Parabéns pela postura honrosa, pela viragem, pelo uso da autoridade com lucidez e equilíbrio e , principalmente, parabéns pela tranquilidade que levou toda a audiência. Vi duas vezes. Foi como repetir uma série na Netflix 😉

  43. Eu achei que a Juíza " chutou cachorro morto ". Não acho que estar à altura de " tocar um processo dessa envergadura ". Num caso como esse deve-se ter um pouco de paciência e explicar tecnicamente os efeitos de respostas evasivas diante do quadro probatório. Sendo claro : Um dia " brincaram" com o Marcola e morreram mais de 400 pessoas. O Lula foi responsável por 44 milhões de votos. Nas ruas ainda não se fala contra o Lula aberatmente.

  44. Crusoé, poderia investigar o que o advogado do Adélio está na audiência do Lula. Na primeira imagem dessa reportagem está lá o tal com uma gravata vermelha e uma cabeleira peculiar. Poderiam colocar uma nota no espaço "Diário". que acham?

  45. Parabéns Dra. Gabriela, Vc nos encantou com sua postura, competência e seriedade no trato com a justiça... Que o Juiz Titular que tomará posse, tenha as mesmas qualificações!

  46. Bom saber que a juíza além de exercer autoridade e honrar a Justiça, ainda é uma feminista equilibrada e atuante. Parabéns.

  47. Como sempre "O Antagonista" disponibilizou em seis partes o conteúdo via youtube que possibilitou assistir de "camarote" a integra. Sem interferências ou "piadas" acerca dos episódios - como o BOM jornalismo há de ser - informativo ! De verdade, ( não sou de movimento algum, tampouco feminista) mas senti imenso ORGULHO por ver uma mulher comprometida, alinhada, concatenada e envolvida em " passar a limpo" a sujeira que assola o país. Me sinto com ESPERANÇA portanto, OBRIGADA sra Juiza.

  48. Atuou muito bem a juíza Hard(core)t. Baixou até a crista dos advogados, que entendiam que o Lula poderia agir como se fosse ele o juiz da causa, fazendo perguntas a ela. Os advogados faziam o seu trabalho, mas a juíza hardcore não permitiu desvios que colocassem o Lula como personagem condutor do processo. Achei até que a juíza faria alguma pergunta mais incisiva quando o Lula disse que o motivo da ampliação da cozinha era porque ficariam mais tempo no sítio. Por que motivo ficariam mais lá?

  49. Pergunto à Dra. Gabriela Hardt. Quando o Sr. Luís Inácio da Silva será encaminhado ao presídio em São José dos Pinhais, como todos os outros condenados pelo mesmo crime, e poderemos usar os recursos financeiros que o sustentam na carceragem da Polícia Federal para fins mais nobres como a saúde da população carente?

  50. Excelente substituta. Pena que não poderá seguir com os processos no próximo ano. Espero que o indicado ou indicada, faça o mesmo trabalho e a justiça seja feita.

  51. É isso, que sirva de referência para muitos juízes e juízas no nosso País! Muita gente acredita em melhorias e que a justiça será feita, contamos com você Gabriela Hardt!

    1. Que comentário machista e babaca. Ainda vem a “Maria” rir. Se fosse ao menos uma Maria da Penha, saberia que essa postura afunda nossa sociedade nessa lama imoral.

  52. Ela sim. Aguardando ansiosa o desfecho esperado desse processo, para comemorar mais uma Justiça sendo feita! É um novo Brasil para nós. Viva a Lava Jato! 🙌🇧🇷

  53. O Brasil muda !!! A cada semana vão surgindo os brasileiros que nos enchem de orgulho. Esta senhora, Dra. Gabriela Hardt fez Lula e seu advogado ( agora milionário ), colocarem-se em seus devidos lugares. Um desperdício não estar como titular, em substituição ao bravo Dr. Sérgio Moro. Quem sabe Dr. Sérgio Moro não a convida para ajuda-lo no Ministério da Justiça?

  54. Foi muito bem. Apenas acho que ela deixou escapar a possibilidade de, quando o réu disse que não sabia porque e do que estava sendo acusado, deveria ter se dirigido ao advogado e perguntado " o Dr não esclareceu ao seu cliente o porquê está aqui ?" Que advogado é esse ?!?!?! Se é para ser irônico, ela já cortaria ali mesmo !! Mas, pela liturgia do ato, sabe-se que o Magistrado deve esclarecer os pontos fundamentais da acusação ao réu - o que ela fez com maestria...

    1. Luiz, ela não deixou passar a oportunidade não. Em outra parte do depoimento, não comentada pela reportagem, ela fez exatamente isso: perguntou se o advogado tinha instruído Lula, e inclusive "ofereceu" uma pausa para que, se preciso, ele fizesse isso. Foi realmente constrangedor. Ela não é fraca...

  55. Dra. Gabriela, demonstrou-o, não é Juíza covarde! Sua atitude severa, como deve ser, em face do cinismo do réu e da arrogância de sua defesa, é a prova que ela não se deixará marcar com o ferrete de Pilatos!

  56. Como mulher estou orgulhosa e confiante porque pertence à equipe de trabalho do agora futuro ministro da justiça. Tudo dará certo. Os dois terão que se dedicar mais com a segurança pessoal.

  57. Parabéns Juíza Gabriela Hardt, enquadrou o réu Lula com habilidade, fineza e rigor. Orgulho da Justiça Federal do Paraná e de você!

  58. Em conformidade com o artigo provavelmente é uma feminista de Toga. Todavia,fez muito bem seu papel em relação ao criminoso de São Bernardo. O que há de verdade nela,de forma aparente, é que mentalmente ainda há confusões doutrinárias no campo ideológico. Tais confusões se dão de maneira provável por causa da influência da universidade em sua vida.

  59. A sensação de que a cana é dura, não obstante as deferências pelo cargo que ocupou, é percebida na condução de toda a audiência. O simbolismo do arrocho é aplicado com maestria, calando fundo em todos, de modo pedagógico! Nos sentimos representados e dignificados em nossa cidadania.

  60. FOI, É E SEMPRE SERÁ UMA GRANDE PROFISSIONAL DENTRO DA MAGISTRATURA. PENA, QUE AS IMPLICAÇÕES ADMINISTRATIVAS NÃO LHE PERMITEM A TITULARIDADE DA VARA. PARABÉNS EXCELÊNCIA

  61. Não ouvi comentários de analistas sobre o trecho em que o interrogado diz que duvidava que a falecida esposa fosse pedir auxílio das empreiteiras. Depois de alguns segundos significativos de ato falho ele emenda: até porque o sítio não era dela. Tarde demais...escorregou.

    1. Outrossim, invejo com veemência a adega do prisioneiro.

  62. Vou ficar na torcida para que ela se torne a Juiza titular. Orgulho imenso dessa Juiva também. Ela sim nos representa, empoderamento seu nome é Gabriela Hardt

  63. Putz, segue Marina.... já vi tudo.... e papo de empoderamento feminino... faça seu trabalho e passe para outro juiz julgar e condenar logo o molusco.

  64. Firme e competente a senhora juíza Gabriela. Parabéns! Eu só não trataria o interrogado de "Senhor ex-presidente", como ela educadamente o fez. Eu o trataria apenas como "Senhor Luiz Inácio Lula da Silva". Um simples cidadão. Insistir no "Senhor ex-presidente" é dar ainda (mesmo que involutariamente) um certo prestígio a alguém comprovadamente corrupto.

  65. Parabéns a Juíza Gabriela Hardt. Onde estão as “feministas” de araque? Afinal além de fazer seu trabalho, teve que aguentar pressões machistas a audiência toda. Mulher de verdade, como ela, não se vitimiza. Seguimos em frente.

    1. Então... não seria porque as 'feministas de araque', coincidentemente, em sua maioria, defendem o "Lula Livre" ??!

  66. Essa juíza é um espetáculo! Conduziu o interrogatório com firmeza, colocou cada um em seu devido lugar e não permitiu palanque político no evento. Só uma lamentação: Ela é substituta.

    1. E o petista Rogério Favreto, corre-se o risco dessa "coisa" ser o substituto de Sérgio Moro?

  67. O sistema é bruto, ou melhor, é Hardt!!! Desejo sucesso à Dra. Gabriela e faço votos que a participação feminina seja sempre ampliada, não somente, mas em especial no Judiciário!!!

  68. Como pudemos assistir, o criminoso ainda usa o expediente da vitimização e da negação. Penso que o tempo cedido a ele pela juíza, foi exagerado. Tumultuou mais que tudo e a juíza, a par de ações pontualíssimas e certeiras, não pode dizer que tenha atuado como necessitaria. A exposição de fotos pessoais da juíza, não ajuda também. A revista poderia ter restrito sua análise aos fatos de carreira. É necessário muito cuidado em tudo. Lidamos com um chefe criminoso vingativo e insano.

    1. Perfeito! Concordo! aquela parte que o machista mor do país falou sobre "ser da cozinha" ela devia ter mandado ele calar a boca em alto e bom tom, sem se importar em momento nenhum com respeito. Um baita psicopata, vingativo, insano, megalomaníaco...

  69. Se alguém esperava que o clima ia melhorar para o lado do presidiário, deve ter quebrado a cara. Está de parabéns a dra. Gabriela pela firmeza na condução do caso. Bandido e folgado tem que ser colocado no devido lugar. E foi o que ela fez e muito bem.

  70. Ameiiii. Torcendo muito por ela, Gabriela Hardt, e para que o próximo titular a assumir a 13ª Vara possam conduzir com mãos firmes os processos.

  71. É impossível enganar uma mulher que sabe das maracutaias de um homem. Frequentemente dá linha para pegar na frente. Não é à toa que a medusa tem na mitologia grega a figura de uma mulher. O termo “jararaca” roubado por lula também é uma alusão feminina. Enfrente o diabo, mas corra de uma mulher brava! Palavras de um pobre homem casado há 43 anos !

  72. Pessoas como Gabriela Hardt, Sérgio Moro, nos fazem começar a crer na justiça. Que surjam mais pessoas como eles, porque o desanimo tomou conta da classe trabalhadora deste país, que paga seus impostos e vê todo o dinheiro ser corrompido. Começamos a ver uma luz no fim do tunel.

    1. Besteira, eu também sigo Marina Silva, e nem gosto dela, sigo para saber às besteiras que ela diz.

  73. Parabéns à Juíza Gabriela! Firme e decidida! Cortou as asas do ex presidente , agora presidiário, e conseguiu faze-lo gaguejar.... Adorei !!!

  74. Parabéns, juíza Gabriela por sua personalidade a frente desse julgamento. Não deixou se intimidar pelo jogo sujo desse ladrão. O Brasil torce pela cassação do registro desse partido que se tornou uma ORCRIM.

  75. Parabéns à revista Cruzoé pela excelente reportagem. Finalmente temos uma revista para nos esclarecer sobre os assuntos correntes no país, sem ideologias e sem mimimi.

  76. Isso é que é empoderamento, mas as "feministas" não tem o hábito de considerar competências, devem estar apenas se mordendo de inveja.

  77. Parabéns a Juíza! Mostrou seu valor como profissional, conhecimento e acima de tudo soube mostrar que o Judiciário não é lugar de tentar fazer política e de acusar pessoas a esmo. Não trabalho na justiça, mas deixo a minha admiração pela postura e segurança demonstrada pela Juíza. Para melhorarmos o país precisamos de brasileiros como ela.

  78. Temos que rever os beneficios dos ex-presidentes. os condenados por crimes deveria perder tudo, até o título de ex-presidente.

  79. agora...chamar esse senhor de doutor...diversas vezes...mostra q a juiza estava tensa...no minimo! ou ela leva a serio o titulo de doutor honoris causa q lis recebeu?

    1. Ou ela se conteve da vontade de chamá-lo de alguma coisa abjeta e o fez chamando-o de doutor por pura ironia !!

  80. A capacidade do juiz Sergio Moro está além de conduzir audiências com personagens polêmicos. A cereja do bolo está em ter uma redação de relatório final condenatória impecável e incontestável e elegível peles instâncias superiores. Primeiro estágio já foi atendido, parabéns juíza Hardt.

  81. Maravilha !! Excelente profissional. preparada, decidida, direta e objetiva, conhece o assunto, e principalmente, não tem medo de tigres de papel !! República de Curitiba dando aulas ao Brasil, de como se trata bandidos, safados e corruptos.

  82. Só não se entende o "circo" armado pra levar este tumor maligno do seu escritório político, nas instalações da PF de Curitiba, até à sala de audiências do TRF4.

  83. Lula ficou atônito em várias situações. Seu estilo nas audiências caiu por terra, pois a Juíza (que sabe de todas as mentiras de Lula, pelas provas colhidas) não se deixou abater. Mas o mais legal foi a cara do aDEvogado dele, pasmo, boquiaberto, enfim, cara de tonto.

  84. Parabéns, Doutora Gabriela, que Deus lhe dê bastante sabedoria, pois tranquilidade a doutora tem. De sua mão sairá grandes decisões, expressando a revolta do povo brasileiro com esse ladrão, que da cadeira sairá para ser condenado inúmeras vezes. Paz!

  85. Uma mulher poderosa, determinada que orgulha nossa classe . Esse é um dos exemplos positivos de conquista do movimento feminista. Poderá contar com nosso apoio.

  86. É tranquilizante saber que existem muitas pessoas sérias a serviço da justiça brasileira, como a juíza Gabriela Hardt. É muito bom ver que pessoas poderosas podem ser punidas pelos seus crimes. Infelizmente temos muitos advogados de toga no STF e não juízes de carreira. O que há lá são militantes de toga, mas tenho esperança que um dia isso também mude.

  87. Não fez mais que sua obrigação. Vocês tem que parar de endeusar Juízes, eles recebem 30 mil reais por mês, auxílio moradia, peduricalhos que fazem o salário chegar a mais de 50 mil. O mínimo que devem fazer é cumprir o seu trabalho como qualquer cidadão brasileiro de bem cumpre o seu.

    1. E xistem muitos juízes que recebem o mesmo que ela, e não têm a metade da competência. Inveja mata.

    2. Inveja de juízes não faz bem para o coração doutor Hélio!

    3. Vai lá fazer a prova para juiz! Fácil falar! Antes da 13a, ela foi corregedora de presídio.

    4. Concordo plenamente, Hélio. Mas esse é um caso peculiar, de um ex-presidente da República, e que se acha acima de tudo e de todos. Então, a gente fica satisfeito de ver a juiza agindo com firmeza e responsabilidade frente a um ser que se diz o mais honesto que existe colocando-o em seu devido lugar como réu.

  88. O Brasil, infelizmente é veladamente um país machista. Subestimam a capacidade das mulheres em atividades outrora, tipicamente masculinas. Gabriela Hardt é uma excelente profissional, como muitas outras juízas que conheço. Subestimaram sua capacidade de conduzir o processo, pelo simples fato de ser mulher, e todos nós homens sabemos quem de fato manda em casa... Hardt será muito mais incisiva e “mão pesada” com a corruptalha PTralha e não PTralha, do que Moro, porquê ela é cria do Moro...

  89. A juíza Gabriela Hardt mostrou o que é o empoderamento feminino, muito diferente do que ficam cacarejando as feminista da esquerda.

  90. Que a juíza Hardt siga as suas intuições e faça a melhor documentação técnica de sua descisao sobre o caso do sítio, para não haver motivos de discordâncias em qualquer nível de instâncias Esse foi o maior património do Juiz do Sergio Mouro.

  91. Parabéns Dra. Gabriela. Estamos orgulhosos de seu trabalho e da pessoa que você é. Que Deus ilumine, sempre, seu caminho. Oscar A. Bach Jr.

  92. Ñ sei o q há com a Engenharia brasileira. Viadutos desabam, em Minas ,em Brasilia e em S. Paulo, mas a Ponte Rio-S. Paulo,uma gigantesca obra do tempo do Governo Militar continua firme e forte...

  93. Esse sacripanta não contava com o jab potente da juíza. Foi com grande prazer que assisti, sem interrupção, os 6 vídeos da audiência disponibilizados por O Antagonista.

  94. Esse interrogatório, foi muito divertido! Fazer o chefe da maior quadrilha, gaguejar e perder o rumo! Mas a frente estava nosso orgulho, uma juíza preparada, competente e muito, mas muito corajosa!! Parabéns Dra. Orgulho para o Brasil!!

  95. Ela foi perfeita! Enquadrou o bandido e os advogados de uma só vez! Tipo como eu fazia com meus filhos, quando eram crianças. - Se quiser motivo pra chorar eu te dou! Vá chorar no quarto, não quero ouvir chororô! Senta aí e só sai quando eu mandar! Manda quem pode, obedece quem tem juízo e assim como meus filhos, Lula e seus advogados tem juízo e sabem quando não podem cruzar a linha limite, que o separa de mais uma punição. Hardt fez meu dia!!!

  96. Fio de Esperança O pudim de cachaça se ferrou junto com Zanin, Batochio e Cia. Agora vamos ver o que os seus comparsas no STF vão fazer para segurar a Juiza. E com certeza eles vão tentar.

    1. Eu notei que Kakay estava na oitiva, sentado ao lado da advogada de verde. Quando o pau comecou a quebrar ele ficou inquieto na cadeira e chegou a cocar a cabeca... imagina o que pensou....

  97. Que a justiça siga seu rumo e condene os culpados. Mas principalmente, que este sujeito saia dos holofotes (e se possível da sede da policia federal) e vá cumprir sua pena onde o noticiário não chegue.

  98. Excelente magistrada que se impôs na audiência perante um presidiário condenado, pré potente e folgado. Mais uma prova que as ditas feministas não passam de um movimento ativista da esquerda seletiva, pois não manifestou em nenhum momento apoio a magistrada.

    1. Parabéns juíza!!! O Brasil precisa dar um basta a corrupção.

    2. Parábens Excia. excelente trabalho, tem que colocar mesmo este presidiário arrogante em seu devido lugar.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO