RuyGoiaba

O PT criou o monstro

05.10.18

Vocês não acham uma gracinha petistas dizendo que no segundo turno que se desenha, entre Jair Bolsonaro e Fernando Haddad, todo mundo que não votar no poste de Lula para “salvar a democracia” é fascista? Não só quem opta por Bolsonaro — também quem acha que será uma escolha entre câncer e Aids.

O PT condena por pensamentos e palavras, atos e omissões, mas o ato de contrição, “mea maxima culpa”, nunca é deles. E em verdade vos digo –para manter o tom bíblico — que a culpa é, sim, deles. Um desses canalhas donos de sites alinhados escreveu que Bolsonaro x PT era um “segundo turno dos sonhos”. Claro: o Primeiro Comando de Curitiba, lá da cela na PF, via a vitória como certa.

Não é mais — e, nessas circunstâncias, ou você está do lado deles ou nem sequer é humano. É o mesmo discurso de divisão, de “nós contra eles” (em que o inimigo é sempre, de algum modo, não-humano) no qual Lula baseou TODA a sua vida política. Agora o PT quer que todos os não-humanos das muitas eleições anteriores — tucanos, marinistas, liberais e os demais burros, pessimildos, golpistas e fascistas — venham ao seu socorro. E na bundinha, não vai nada?

Um amigo meu resumiu: os petistas quebraram o país e negam na cara dura. Apostaram tudo na desmoralização das instituições. Espalharam pelo mundo mentiras sobre o “estado de exceção” do Brasil. Rasgaram a Ficha Limpa e insistiram na campanha de um presidiário condenado. E, como bem disse o ex-petista Eduardo Jorge, invocaram tanto o demônio que ele enfim se materializou.

Quem pariu Jair que o embale.

***

Circula pela internet um abaixo-assinado implorando pela chapa “Alcirina” – a união de Geraldo Alckmin, Ciro Gomes e Marina Silva antes do primeiro turno, para evitar Bolsonaro x Haddad no segundo. Confesso que o nome me lembra imediatamente Maria Alcina, a imortal intérprete de “Calor na Bacurinha”.

Seria 100% puro suco de Brasil. Mas o nome da chapa poderia ser “Ciralina”, que soa como Ritalina. Ou melhor, o oposto da Maracugina: “Tome Ciralina, o extrato de ervas naturais que vai deixar você muito, mas MUITO nervoso”.

Há quem diga que o ideal seria unir o programa do Alckmin, a oratória do Ciro e a história de vida da Marina. Em se tratando do Bananão, mais provável é o Frankenstein resultante incluir a empolgante história de vida do Alckmin em Pinda, a vozinha da Marina e as ideias de jerico do Ciro para a economia.

***

A GOIABICE DA SEMANA

A oferta é vasta nesta semana pré-eleitoral, mas destaco toda essa gente que “não votou em Temer” – apesar de a cara dele ter aparecido duas vezes na urna, junto à de Dilma — e, agora, alega que vai votar no poste de Lula, macho-adulto-branco, porque Manuela D’Ávila é a vice. Que bom que agora o vice importa.

Por falar em Michel Temer, o resultado mais inesperado desta eleição será, talvez, sentirmos saudade de seu governo daqui a alguns anos. No Brasil, aquela frase de Paulo Mendes Campos –“antigamente as coisas eram piores; depois foram piorando”— jamais sairá de moda.

Agência BrasilTemer dá aquele sorrisinho ‘vocês vão ver, vai ficar pior’ (Adriano Machado/Reuters)

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Deixem o Capitão assumir e dirigir o Brasil. Pelo menos uma vez vamos andar à Direita. A Nação precisa, nesta hora, ENDIREITAR.

  2. Hahahahaha.... essa frase "disputa entre o câncer e aids" foi sensacional. Então fica assim: eu hoje entre um câncer que matará a democracia e vive-la tomando medicamentos, prefiro a segunda opção. Mesmo porque com a primeira, eu não teria a possibilidade de ler esta frase porque o "marco regulatório" não permitiria.

  3. Ha uns dez anos ou mais eu vi o Lula numa entrevista na TV, quando declarou que o povo brasileiro era muito pacífico e cordato. Nessa ocasião ele sugeriu que oo povo fosse à luta, partisse para a briga "pelos seus direitos". Agora os petistas reclamam da "intolerância" dos adversários.

  4. Quem pariu vc foi sua mãe, seu animal. O Jair e fruto de uma republiqueta corrompida , sem valores Moraes, sem tudo.

    1. Sempre achei que a influencia do nome e do sobrenome era maior do que se imagina! É por isso não voto em nenhum dos dois, nenhum dos dois tem Moraes!

  5. Voce arrasou !!! Sempre acho que o bom humor ajuda a gente sempre, e mais ainda nas crises, tsunamis e furacoes ! Não sei o que curto mais, se a fala diaria do Claudio Dantas ou suas cronicas ... grande abraço !!!!

  6. Pois é, de uma maneira ou de outra vamos sentir saudades do governo Temer, já que os candidatos mais cotados não inspiram confiança de grande parte da população brasileiro, eu no meio. Do Huinddad ninguém espera nada, mas do Bolsonaro a expectativa é grande. Sequer poderá dar opinião sobre o que vão fazer no seu governo porque não entende de nada. Ele votou contra o Plano real, contra todas as privatizações, contra a quebra do monopólio das telecomunicações, contra reforma da previdência, etc.

    1. O Lula também não entendia de nada, e também votou contra o plano Real. Mas, no assunto corrupção, o presidiário revelou-se um mestre! Não queiram colocar o Bolsonaro como salvador da Pátria! Isso se chama hipocrisia. A maior parte de nossa gente está com ele. Pensamos que merece um voto de confiança. Aliás, milhões de votos ele já tem!

    2. Excelente análise, Cirval. Espero que não ,mas é muito possivel que isso aconteça, assim como muita gente que quis o afastamento e de Dilma depois ficou se perguntando se foi melhor trocá-la por Temer ( não foi o mu caso).É preciso que haja no governo Bolsonaro uma oposição ativa , que não existiu na maior parte dos governos do PT, por isso eles "deitaram e rolaram".Governos sem oposição se tornam déspotas!

    3. Esse cara é a hiena do “óooohhh vida óooohhh azar...”, anule seu voto, enfia a cabeça num buraco mas guarde pra você sua bola de cristal do pessimismo. Esse tipo de comentário, nesse momento, nos ajuda em que? Primeiro desmontamos a quadrilha, depois veremos como melhorar as competências necessárias.

  7. Não vejo a hora de cumprimentar você Mário e demais antagonistas pela queda do PT. Estamos juntos desde o primeiro dia de Antagonistas! SOMOS FORTES!

  8. Gostei da ideia da poção Ciralina. Talvez fosse a hora dos presidenciáveis e seus partidos deixarem de lado a fogueira das vaidades e formar uma grande coalisão envolvendo todos os candidatos que se encontram fora dos extremos, reunindo o que cada um tem de melhor, formando a corrente do bem, em benefício do Brasil, uma terceira via de opção para os brasileiros tão angustiados na véspera das eleições de terem que optar, obrigatoriamente, entre o câncer e a aids. Seria sonhar alto demais?

    1. Deixar as vaidades para políticos equivale a pedir que fiquem nus. Jamais, nunca, never, esquece.

    1. Ah, houve um pequeno atraso na publicação. Se até o Wiliam Bonner falha........!

    1. Sou 100% favarável, a ausencia petista na presidência do país. O modus operandi do PT nunca foi viável. Chega!

  9. Claro que o PT criou BOLSONARO. Estamos em um momento crucial para o país. Queremos nos desvencilhar dessa quadrilha que tomou conta do Brasil. Votarei em Bolsonaro, mas, não por ele e sim para limpar a cena política. Os representantes do PT nem sabem o que é ser de esquerda. Eles apenas têm projeto de PODER. A nação não significa nada para eles. E o que mais me doe é que eles fizeram COM QUE EU JOGASSE NO LIXO minhas convicções político-partidárias. Para mim, o mais bem preparado é o Alckmin.

    1. Penso como você. Alkmin é o mais preparado. Mas, graças ao infeliz do PT, tenho que abdicar de Alkmin.

  10. É de dar náusea ver esses redatores mudarem de posição ao sabor do interesse editorial. Esse projeto de humorista aqui malhava o Bolsonaro e manifestava abertamente sua goiabisse esquerdopata. Agora, assim como Sabino, Mainard e os outros redatores, passou a apoiar a causa bolsonarista só para fazer média com os assinantes e manter seu contratinho obtido por amizade com o dono da publicação. Como sempre, é a grana regendo ideologias, o que é benéfico nesse caso, apesar de ser repugnante.

    1. Carlos,todos queremos uma coisa a Salvação do país Mainard,mas do que ninguém combateu o Lulopetismo,e se pra ficarmos livres dele é o Bolsonaro que seja,como mesmo disse levará anos pra recuperar o estrago feito mas um passo de cada vez, já é um bom começo não ver o loteamento do Esta do, é um desafio mudar estruturas,mas esse bando de famin tos e analfabetos que vivem do Bolsa família,se tiver um trabalho eficiente no Nordeste acredite vai deixar de ser cural eleitoral

    2. Carlos , porque você continua por aqui ? cancela a assinatura! (e continua lendo de graça no facebook; eu sempre compartilho)

  11. Maria Alcina deixou uma outra música mais conhecida que o Calor na Bacurinha, foi Fio Maravilha e isso faz lembrar que o Brasil que está por um fio e que infelizmente não há nenhum " Fio Maravilha" capaz de um jogada genial para salvar o campeonato , apesar dos gritos animados das torcidas!

  12. A metáfora vale. Mas tenho dúvidas se o "monstro" tem tais dimensões. O que importa é varrer a esquerda mesmo que a vassoura risque o chão de mármore polido. Um passo de cada vez. O 1º foi o impeachment, depois a prisão do corrupto lavador de dinheiro, agora o enterro do lulopetismo. Acredito que o "demônio" garanta um pouco mais de ordem, blinde a OLJ e faça uma transição que recoloque o País no rumo e prumo certos.

  13. Depois de um criminoso e de uma analfa beta guerrelheira,estamos no lucro, tere mos um governo formado não por quadrilheiros, por homens capacitados só isso já é um sinal de que rompemos com esse ciclo vicioso,pior que esses ninguém, roubaram,mataram,mentiram e tem por ideal o comunismo Bolsonaro é o céu diante do caos que se instalou na nação,além de que 4anos não são nada, Comparado com uma ditadura sem previsão de fim,basta olhar que Fidel viveu 100anos estamos no lucro

    1. Auxiliadora, parabéns por sua ingenuidade. Isso é escasso no Brasil. Veja o enorme contingente de eleitores do PT. Uma massa de analfabetos, famintos por conhecimento. Essa manada, manipulada por políticos astutos e velhacos, vai manter o Brasil no subdesenvolvimento por gerações. Pobre nação, fadada ao sofrimento e à desilusão.

  14. A Democracia brasileira é o Instituto Butantã. Jair, o veneno da cascavel. Ou mata, ou cura, ou acaba tragado pelo fogo. Ou então, esotericamente falando, mas ainda no campo do Instituto, agora, Teosófico Butantã: a política atual guarda relação com o simbolismo do ‘oruborus’, em que a cobra morde o próprio rabo. Quem é boca, quem é a outra ponta fica a critério do eleitor!

  15. Nada mais importa. Se o país acabar no governo Bolsonaro, pelo menos os petistas acabam também, e aí espero que o lula morra de fome em Curitiba e sem a pinga dele. Se o país acabar num governo do partido da traição ainda terão chance de sobreviver. Estou achando que nós brasileiros somo muito burros e covardes. Em qualquer país mediano os cidadãos de bem já teriam se revoltado e em conjunto já teriam pendurado esses canalhas covardes num poste de cabeça para baixo.

  16. O mau-humor do Diogo e a serenidade monótona do Sabino desaparecem sob a acidez concentrada do Goiaba. Essa revista é muito boa!

  17. A Democracia Brasileira é o Instituto Butantã. Jair, o veneno da cascavel do PT. Ou mata ou cura. Ou então, esotericamente falando, mas ainda permanecendo no, agora, Instituto Teosófico Butantã: a política brasileira guarda relação, no momento, com o simbolismo do ‘oruborus’, em que a cobra morde o próprio rabo. Quem é boca e quem é rabo fica a critério do eleitor!

  18. Não acredito na sua opinião. Acredito que as pessoas querem implodir, principalmente, um jornalismo preconceituoso e comunista.

  19. Querer atribuir o fenômeno Bolsonaro ao anti-petismo e negar a realidade. E só ver como Bolsonaro e recebido por onde passa para perceber que os valores que ele prega são os valores da população . Familia , Deus , honestidade e segurança .

    1. Esses valores que vc expõe tb podem ser entendidos como um contraponto ao PT, mas vão além. É um fenômeno multicausal, como a maioria dos fenômenos políticos e sociais, se não forem todos.

    1. kkkk, eu também agradeço 😂😂😂😂😂😂😂

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO