MarioSabino

O golpe das Cortes portuguesas

19.11.21

As Cortes portuguesas, reunidas em Lisboa, querem mudar o regime político do Brasil, ignorando a vontade popular, de presidencialista para semipresidencialista. Acham que o regime presidencialista é fonte de instabilidade institucional e que, com um presidente mais para o decorativo e um primeiro-ministro ungido pelo parlamento, adentraremos os campos verdejantes da paz e concórdia entre os homens de mal e, quem sabe até, entre os homens de bem.  As Cortes portuguesas dizem querer repetir no Brasil o que seria o regime francês — que é semipresidencialista só no nome, porque quem manda no duro é o presidente —, mas omitem que ficaríamos mais próximos mesmo é do desastre do regime semipresidencialista da República de Weimar.

As Cortes portuguesas, que derrubaram a cláusula de barreira em 2006, que organizaria o sistema partidário brasileiro, eliminando os partidos nanicos e indicando um caminho para o fim das legendas de aluguel, agora querem colocar para sempre na conta dos eleitores brasileiros — e debitar-lhes da conta bancária — a suruba institucional que vivemos hoje, com um presidente sem partido e que entrega as nossas calças a agremiações criminosas que, dominadas por verdadeiros proprietários, espalharam seus tentáculos, sem diques legais para contê-las.

As Cortes portuguesas acham que há um excesso de pedidos de impeachment de presidentes da República, como se esse fosse um problema do regime presidencialista e não das traições perpetradas por quem foi escolhido pelos eleitores para ser inquilino do Palácio do Planalto. E não um problema, igualmente, do oportunismo fisiológico daqueles que, instalados no parlamento, agora concordam com as Cortes portuguesas sobre a mudança de regime político, já antecipando, cobiçosos, os ganhos ainda maiores que lhes serão proporcionados por um primeiro-ministro saído das suas hostes e que, na melhor das hipóteses, será refém contrariado deles todos, porque poderá ser saído do cargo por uma simples moção de censura.

As Cortes portuguesas contam com ministros do Supremo Tribunal Federal brasileiro que, apesar de terem jurado defender a Constituição do Brasil e zelar pelo seu cumprimento, querem reescrevê-la, para mudar o regime político do país, o que deveria ser, no mínimo, motivo de crítica severa da parte dos seus pares, uma vez que não lhes cabe usurpar o papel do Legislativo e muito menos tentar mudar um texto do qual são guardiães, independentemente das suas opiniões pessoais. Um desses ministros, para gáudio das Cortes portuguesas, chegou a dizer que já se vive aqui o semipresidencialismo e que o Supremo Tribunal Federal brasileiro cumpre o papel de Poder Moderador, instância imperial inexistente no texto constitucional da República Federativa do Brasil e completamente estranha às atribuições do Judiciário do país.

As Cortes portuguesas desprezam o fato de que a mudança do regime político brasileiro foi rejeitada pelos cidadãos em dois plebiscitos: o primeiro em 1963, quando o parlamentarismo foi rejeitado por 77% dos cidadãos, e o segundo em 1993, já na vigência da Nova República, quando mais de 55% dos votantes manifestaram-se a favor do presidencialismo. No caso do segundo plebiscito, ele foi realizado como previsto na Constituição de 1988, e seu resultado deveria sepultar de vez quaisquer pretensões de mudança. Para as Cortes portuguesas, contudo, o povo é detalhe.

As Cortes portuguesas escondem que o que se quer é cercear um presidente da República eleito que não compactue com o estado geral — e putrefato — das coisas.

As Cortes portuguesas querem dar um golpe num país que verteu sangue, suor e lágrimas para reconquistar o direito de escolher diretamente o seu presidente.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. A CANALHADA QUER BARRAR A CANDIDATURA DE SERGIO MORO DE QUALQUER JEITO POIS JÁ SABEM QUE ELE SERÁ ELEITO PRESIDENTE DO BRASIL.

  2. Sarcasmo é mais uma das armas das mentes brilhantes. Sempre começo a leitura por MÁRIO SABINO, dono de uma caneta mordaz, concisa e admiravelmente culta. Não, não sou mais um dos bajuladores poka-ideia que pululam aqui e acolá, na verdade custa-me acreditar que SABINO seja jornalista, aquela turma que sai de uma Faculdade sem dominar assunto nenhum (não obstante se meta a falar sobre tudo) escrevendo em português sofrível.

  3. Estes sistemas de governo passaram a ser "denominações" constitucionais e legislativas, mas na prática o poder exercido está a mercê de "facções" destes próprios poderes, que não foram previstas na teoria da tripartite desenvolvida por Montesquieu concernente aos poderes executivo, legislativo e judiciário.

    1. Marco Aurélio .. Moro se crescer atrairá os defuntos da política MDB . DEM e PSDB bandos em extinção que tentarão fazê-lo de escada para não serem extintos pelo povo . se Moro ameaçar o ladrão mor pode estar certo que a anarco-quadrilha tentará o golpe via "poder moderador" pois não foi por acaso as falas portuguesas mas claro recado . com prevejo isto é muito provável que as eleições de 2022 se façam sob o Art 142 da CF única saída legal para o país . a alternativa será a guilhotina.

    2. Moro é o alvo do golpe. Se efetivamente vier a ser perpetrado, será antes do próximo pleito

  4. Na verdade são as quadrilhas que tomaram o Estado de assalto que agora querem sedimentar o poder conquistado para continuar subjugando a sociedade que enfim sustenta tudo e a todos. Vermes.

  5. Os que daqui saíram para se juntar às cortes portuguesas são os ratos de esgoto que fazem da política um balcão de negócios.

  6. sou parlamentarista, mas o texto me deixou com a pulga atrás da orelha. Se mantido o atual modelo partidário e eleitoral, a emenda pode ficar pior do que o soneto. A esculhambação dos partidos de aluguel e votação negociadas no varejo a troco de emendas é uma afronta à democracia.

  7. Cortes portuguesas ou Távola do Rei Arthur composta de muitos cavaleiros da causa própria ??? Em todo caso, temos paladino da justiça com enorme força moral para cumprir a lei dos donos genuínos do poder. E que Deus nos ajude. Amém.

  8. Não faço parte dessa corte, mas o limite transbordou na condução política de nosso país. O congresso muda de parlamentares, mas permanece moralmente doente. O atual sistema não é semipresidencialista, muito menos presidencialista, mas semiparlamentarista. A Constituição cedeu o maior poder ao parlamento. Nada se faz sem a aquiescência desse poder.O cofre está com o executivo, mas as chaves dele está com o poder do parlamento. Sutileza dos políticos na elaboração daquela constituinte.

    1. Em suma Alberto os constituintes de 88 muito espertamente e ao arremedo da vontade popular expressa diretamente legislaram em causa própria na criação deste “ semi parlamentarismo” injusto que solapa a vontade popular e cerceia a ação isenta do presidente! E vá ter poder moderador na prática!

  9. Essa corte portuguesa esta se defendendo na realidade, eu gostaria que Moro tenha a altura algumas respostas num debate, para colocar a corte portuguesa no seu devido lugar.

  10. Excelente artigo, Màrio, como sempre. Fiquei pensando... antigamente a corte portuguesa deportava p cá os criminosos e os indesejáveis. Agora voltam para lá p tramar contra a nossa república... Deveriamos devolver p sempre esses "juristas" politiqueiros! Concorda?

  11. O nome do imperador das Cortes Portuguesas chama-se: Gilmar Mendes. Porque os brasileiros não fecham essa porcaria de STF?

  12. Por que, todos os presidenciáveis têm medo de criticar o Todo Poderoso Gilmar Mendes? Não é preciso entender de Leis para saber que ele não as cumpre adequadamente. Eu assisti o embate entre ele e o corretíssimo Ministro do STJ, Hermann Benjamim: " Eu participo do velório, mas o caixão eu não carrego!"

  13. Já não vivemos, oficiosa e desorganizadamente, num regime semi presidencialista ? Países democráticos, melhor conduzidos, por acaso são presidencialistas? Presidencialismo aqui será sempre movido a chantagem. Por conta da ingenuidade e pouca cultura política da maioria dos eleitores, sempre sujeito a aventuras desastrosas como a que agora vivemos. Não pago 1,99 pelas iniciativas de Gilmar Mendes - boa coisa não é, porém acho pertinente um debate sobre Parlamentarismo.

    1. há algo que você não atentou .. parlamentarismo é sistema para povo civilizado e partidos fortes .. aqui somos tristemente ignorantes e temos bandos e quadrilhas em vez de partidos .. medite nisto.

  14. É de dar nojo esse golpe de políticos e ministros do STF. Nojo também da grande mídia que silencia a tamanho escândalo.

  15. “Para as cortes portuguesas, contudo, povo é um detalhe” Grande verdade, Mário, brilhante texto. Somos simplesmente ignorados, enquanto não formos às ruas. Lutemos!! #MORO2022

    1. O que o Moro vai fazer frente a situação atual disfuncional ? Qual a solução que ele apresenta ? Como vai ser ser presidente engessado ao poder do legislativo chantageado e a moderação fajuta do STF?

  16. Será que "as Cortes Portuguesas" sabem que Dias Toffoli na presidência do STF, paralisou em todo o país as investigações com base em dados do COAF, em benefício de seu próprio escritório de advocacia, e no de Gilmar Mendes? Será que sabem por lá que Toffoli foi citado numa delação de Cabral, e que por isso mandou tirar do site de notícias a reportagem, promovendo censura? E sabem que Toffoli recebeu propina para mudar um voto já dado, e evitar a cassação de um prefeito? Por R$ 1.000.000,00?

  17. FHC fez muito pelo Brasil, mas levará para o túmulo a responsabilidade por alguns desastres: reeleição, subserviência ao líder dos ptralhas e indicação do líder mor das "Novas Cortes Portuguesas".

  18. Uma pergunta que não quer calar: Por qué o Moro não se pronúncia sobre o Judiciário(STF) em particular? Só se pronúncia sobre pautas econômicas. Isso é insuficiente pra ganhar do Bolsonaro. Estou achando-o muito insosso.

    1. sou estudioso de estratégia e vejo que Moro pode abocanhar parte do eleitorado do ladrão e da elite descontente com Bolsonaro que dão os velhos MDB . DEMO . PSDB que não terão outra opção a não ser apoiá-lo no que em eventual segundo turno serão seguidos pela esquerda ladravaz e em política não se recusa apoio para vencer uma eleição dura sem dúvida .. o problema virá depois e Moro se dobra ou não governa .. depois de Figueiredo todos fizeram isto e farão .. a saída continua sendo o aeroporto.

    2. Amara, o Moro tem se pronunciado sim, contra o retrocesso do STF no combate à corrupção. E o STF é um dos principais motivos para votar no Moro. Não vamos ter um STF mais decente com presidentes indecentes. Moro Presidente 🇧🇷

    3. Essa resposta é simples. Ainda não é o momento. Se ele vai com tudo pra cima dessa canalhada toda, acha mesmo que vão deixar ele se canditar ou mesmo chegar a presidência? Esse tal semipresidencialismo já é temendo uma possível vitória do Moro. Essa corja brasiliense sabe que Moro é um perigo para o status quo que eles criaram.

    4. Amara é muito esquisito sim afinal Moro vítima do judiciário este que de forma arrogante e prepotente NO EXTERIOR admite graves crimes contra o Estado brasileiro e como ex magistrado não poderia ignorar algo tão sério .. como tantos tem medo? uma nação não pode se dobrar ao terror e cidadãos sempre reagirão a ditadores e é claramente o caso .. opinião hoje a depender do ditador de plantão vira crime contra a segurança nacional e assim rasgam a constituição que em si mesma já é um triste aborto.

  19. Essas cortes portuguesas são absolutamente viciadas e dependentes de dinheiro público, se acham donas do orçamento e se julgam no direito de roubar o nosso presente e o nosso futuro.

  20. O IDP do Brasil forma advogados que alimentam um sistema tão perverso para o Brasil. Coitado do Brasil com essa raça.

  21. Ultimamente eu tenho exagerado no chá de cogumelo e viajado para o Mundo Paralelo, buscando fugir do nosso Mundo Paralelo, onde cretinos se reúnem além-mar para decidir o nosso futuro. Na última viajada, talvez induzido pela obra do Herman Hesse, me tornei um lobo. E na sala da moralidade gerei uma carnificina, desferindo dentadas em todos os cretinos que emporcalham o nosso Brasil. Intrigante que o sangue não era vermelho e nem azul. Era verde, o verde do dólar.

    1. PAULO cara você pirou total . mano véi cuidado nessa lombra num vá confundir a velha sativa com bosta de jumento pois dá uma caganeira lascada pro riba e por baixo kkkkkkkk.

  22. É esperar que Moro jogue os laços fora e proclame novamente nossa independência dessa caterva jurídica-legislativa que assola e infelicita a nação!

  23. Ora Viva! Enfim, o Sabino voltou “sabinando” sua supina caracteristica de criar imagens muito bem alinhadas aos temas políticos momento. Longe de mim que isso pareça sabujice minha, mas, sua certeira inteligência não pode mais se distanciar das nossas trevas do momento. Alvíssaras, Mario. Tomara permaneça neste contraponto. Gostaria de saber o que vc pensa sobre Moro.. seja bem vindo novamente. Estavas fazendo falta. Tu, e tua argúcia. Va bene!

  24. Parlamentarismo com nosso congresso, Mário? Seria um horror! Imaginem Lira de 1o. ministro? Além de tomarem as rédeas do executivo, querem arrumar um jeito de aliviar para Bolsonaro, que deseja desesperadamente a reeleição para livrar-se da justiça. Não acredito que consigam.

    1. Vera como parlamentarismo é um regime que implica governo de partidos e como não temos nenhum aqui inovaremos com um desgoverno de bandos e quadrilhas .. tremei Maquiavel kkkkkkkkkkk.

  25. Os membros da Cortes portuguesas deveriam ser presos assim que adentrassem as Terras brasileiras e condenados por alta traição à Pátria!

  26. as cortes absolutistas portuguesas são formadas por macunaímas togados e vassalos de uma escória empresarial incompetente que fez riqueza em cima de dinheiro público roubado. a minha esperança, ainda que ingênua, é que a guilhotinha do voto resolva essa situação em 2022. voto no moro para que ele acabe com a reeleição. talvez seja o reparo que falta em nosso regime democrático que as cortes portuguesas estragaram em concluio com o ex-monarca grão tucano fhc. força, moro !!!

  27. Parlamentarismo é o regime das verdadeiras e prósperas democracias. Mas para chegar lá necessitamos de uma reforma política que é praticamente impossível, pois depende do parlamento atual, o qual não soubemos escolher. Só seria viável com ampla reforma política (voto distrital, candidaturas independentes de partidos em todos os níveis, punições a partidos delituosos, etc) tudo o que não interessa aos sistema político atual. Atualmente não temos nem condições culturais para tanto.

    1. Sua opinião confere com a minha. Talvez, com a desejável eleição de Moro, possamos caminhar em direção a esse objetivo.

  28. semipresidencialismo ou parlamentarismo tudo bem, mas com nosso Parlamento? STF, STJ, OAB fazendo conspirações para novo regime politico(ninguém falou contra, estão a favor)

  29. Ora, pois, Mario Sabino. Essa caterva expôs a suruba constitucional praticada no Brasil, sem o menor pudor ou constrangimento, no nosso berço, Portugal. Dom Pedro I está morrendo de vergonha, se revirando nas cinzas.

    1. SURUBA CONSTITUCIONAL esta foi bem no gogó vulgo carótida Marta .. genial é exatamente isto e se for na sacanagem já que serei enrabado eu tô é dentu kkkkkkkk.

  30. De fato, o povo já escolheu o regime presidencialista. Seria o caso de dar por encerrado o assunto, não? Mas é Brasil. Se bem que os ingleses também escolheram sair da UE e o parlamento ficou um tempo tentando "contornar" a dificuldade. No fundo, parece que ninguém gosta pra valer da democracia.

  31. Concordo com tudo que o senhor escreveu! Fico pensando que se as Instituições funcionassem realmente, as coisas seriam diferentes e nós não estaríamos perplexos acompanhando essa bacalhoada infame... Essa gente é detestável!

  32. COM GILMAR MENDES COMO COORDENADOR, LIRA EXECUTOR E OUTROS TANTOS APOIANDO UM GOLPE ASQUEROSO CONTRA O BRASIL. GOVERNO ATUAL ABRA OS OLHOS

    1. vocês esquecem que FOI O POVO em plebiscito que escolheu a forma de governo que a politicalha não queria A VINGANÇA foi esta constituição parlamentarista que transformou o pais num chiqueiro .. na raiz de nossos males está o aborto de 1988 a vingança da politicalja contra o povo .. só tolos não querem ver algo tão óbvio.

    2. Lucia, concordo contigo , e vou mais longe. Tudo deveriam passar por plebiscito , pois legislativo e judiciário falam por si só. Mas não esqueçamos que eleição direta é plebiscitaria. Mario- parabéns.

  33. Espero que o Exército Brasileiro esteja acompanhando estes movimentos além-mar contra a soberania da nação brasileira. Bando de traidores e conspiradores da ordem nacional se agrupando para usurpar o poder que emana do povo.

  34. Pois é as cortes lisboetas de 1821 quiseram fazer o Brasil voltar ao status de colônia não deu certo a dec2021 irá no mesmo caminho, fracassarao.

  35. GILMAR MENDES: o ACORDÃO dos DEGENERADOS MORAIS para EVITAR o IMPEACHMENT do BOLSONARO e TIRAR LULA da CADEIA! os EXEMPLOS EXECRÁVEIS que uma SOCIEDADE tão CORRUPTA é capaz de produzir! Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE!” Triunfaremos! Sir Claiton

  36. Perfeito, Mario. Acredito que o principal é sempre lembrar desse detalhe: o povo. Se querem fazer isso, sejam menos autoritários e façam um plebiscito, ora. Mas o que parecem querer é, até nisso, reafirmar sua condição de seres superiores aos compatriotas desprovidos.

  37. Enfim alguém publica sobre a vergonhosa fala do ministro Toffoli na Europa na MINHA OPINIÃO direito que AINDA TEMOS é clara confissão de claros crimes contra o Estado brasileiro com dois poderes TUTELADOS pelo STF e pior com a Câmara homologando o estupro no caso Daniel Silveira e o Senado acovardado no pedido de impedimento do ministro Alexandre Moraes . há clara guerra revolucionária em curso e só o ART 142 DA CF nos livra do caos e a alternativa é um banho de sangue que devemos evitar.

  38. O Brasil claramente é um país que não deu certo e o que temos visto, governo após governo, é que sempre pode piorar. Sem pessimismo exagerado, a pergunta que fica é como será possível uma reinvenção, um recomeço, uma reconstrução mesmo.

    1. você tem muita razão na preocupação . somos uma nação ignorante dividida e fanatizada entre ideologias criminosas e políticos bem piores ungidos pelo povo presa fácil de uma elite ladravaz e cínica .. uma nova constituinte poderia resolver mas com este povo? triste verdade a nação nada em lixo e pode ficar pior.

  39. Dentre as qustro juntas militares que já governaram o país, uma, e a última até agora, recebeu o apelido de Os Três Patetas (por Ulisses Guimarães). E, por uma coincidência estranha, havia um Lira entre eles. Ah!, já sei: agora esse time alhures formado, fará de tudo para mostrar-se uma Junta tendo por fundamento de escolha de líderes a Sofocracia!

    1. Não tem nada de pateta neste grupo de conspiradores, sabem que devido à localização geográfica do tratado de tordesilhas podem praticar atos de traição fora do território brasileiro que a lei não lhes alcança.

  40. Eu admiro o parlamentarismo em suas diversas formas, sobretudo o modelo inglês, que tem pesos e contrapesos bem equilibrados, mas no Brasil? Com esse Congresso repleto de larápios ávidos por poder e dinheiro sem qualquer escrúpulo? Nem pensar! Em pouco tempo, teríamos a ditadura absoluta no País! Se hoje, o presidente já é fantoche do Congresso, que mantém seu rabo bem preso e obediente a tudo o que desejam, imaginem se ele pudesse demiti-lo sem precisar do povo? Seríamos roubados e manietados!

    1. bela e correta análise MAS há algo sério que não é levado em conta .. parlamentarismo implica partidos fortes com tradição e que representem a realidade e interesses da nação para a convergência congressual política .. triste a assertiva mas no Brasil não há um só partido político mas bandos ou quadrilhas cujo objetivo são interesses escusos criminosos e não por acaso somos o país da eterna roubalheira .. perdoem mas chega de belas e tolas palavras isto é fazer o jogo dos algozes da pátria.

  41. Tudo por aqui corre no caminho da mediocridade. Se houver um risco de desviar desse caminho, há sempre um Gilmarzin, um Arturzin e assemelhados para manter isso aí...

  42. Mário,adoro seus textos.Gilmar,Lira,TOFFOLI,Lula,Bolsonaro vou parar por aqui que a lista é grande.Todos esses trabalhão para o seu próprio poder,tremendos egoístas.

  43. A realeza Suprema Jurídica com seus nobres condenados políticos , impunes em foros, ou melhor: desaforos privilégiados , usufruindo de eventos festivos Imperiais nesta gastança impagável, aberradamente e secretamente sem limites e transparência do nosso bem mais suado e caro: impostos para custear essa corte da Orcrim.

  44. O desejo pelo parlamentarismo pode ser alimentado por uma fonte oculta e subconsciente. Uma vez instalado o parlamentarismo os partidos políticos podem reivindicar as condições que regem as organizações religiosas. Imposto, contribuições e fiscalização e crenças e dogmas por exemplo.

    1. A nova corte portuguesa só nos envergonha, na composição, na forma de atuação e na falta de princípio... O problema pode não ser a forna do regime de governo mas sim essa podre corte portuguesa...

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO