ReproduçãoBolsonaro joga com a ideia de que tem seguidores fiéis mobilizados e armados

O exército paralelo

Assim como Lula usava o MST quando estava em apuros, o atual presidente incentiva atiradores e militares de baixa patente que se dizem dispostos a pegar em armas para defendê-lo
02.04.21

Jair Bolsonaro nunca escondeu o desejo de ter um Exército para chamar de seu. Como as Forças Armadas não se curvarão a seus arroubos autoritários, em paralelo ele incentiva – e não é de hoje – um plano alternativo para manter mobilizados grupos que se dizem dispostos a atuar como “exércitos informais” capazes de, se necessário, pegar em armas para defendê-lo. A aposta envolve militares de baixa patente organizados em associações de classe com forte influência bolsonarista e grupos de atiradores que têm sido beneficiados pelas sucessivas decisões do governo liberando o acesso a armas. Não que o país esteja na iminência de ser tomado por milícias. Bolsonaro, no entanto, joga perigosamente com a ideia, da mesma forma que Lula costumava lançar a ameaça de inflamar as ruas com fileiras de militantes sem terra sempre que se via sob algum risco no período em que esteve no governo – foi assim, por exemplo, quando estourou o escândalo do mensalão.

Um dos focos da estratégia está nas polícias militares dos estados. O episódio do PM morto em Salvador no último domingo, 28, e a reação imediata de apoiadores do presidente que o alçaram à condição de herói expuseram o quanto o estado-maior bolsonarista aposta no “poderio” de seus apoiadores armados como um elemento capaz de assustar quem se opõe ao governo. O soldado Wesley Soares chegou ao Farol da Barra fardado e armado com um fuzil e uma pistola. Tinha viajado 300 quilômetros em carro próprio do balneário de Itacaré até a capital baiana. Com o rosto pintado de verde e amarelo, ele desceu do carro e passou a gritar frases desconexas. “Venham testemunhar a honra ou desonra do policial militar da Bahia”, dizia, entre outras coisas. Horas depois, anunciou que havia “chegado o momento” — iniciou uma contagem regressiva e disparou uma rajada de tiros contra as equipes de elite da polícia que o cercavam. Houve reação. Atingido, o soldado chegou a ser socorrido, mas morreu ao dar entrada no hospital.

O episódio, transmitido ao vivo, imediatamente ganhou as redes sociais de parlamentares bolsonaristas, que passaram a estimular uma insurreição da PM contra o governo baiano, do petista Rui Costa, que ordenara um lockdown por causa da epidemia. A deputada Bia Kicis, presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, disse que o policial foi morto por se recusar a “prender trabalhadores” e por “dizer não às ordens ilegais do governador da Bahia, Rui Costa”. Logo o protesto violento do policial foi transformado em um ato de bravura contra as medidas de isolamento social baixadas pelos governadores não alinhados ao Planalto, que os apoiadores do presidente consideram extremas. “Esse soldado é um herói”, afirmou a deputada no Twitter. A mensagem foi apagada horas depois, mas já tinha ganhado vida própria. O deputado Eduardo Bolsonaro, filho 01 do presidente, e o blogueiro Allan dos Santos, além de altos funcionários do governo, logo aderiram à tentiva de emplacar a narrativa de que o soldado Soares fora morto por defender a liberdade dos baianos.

ReproduçãoReproduçãoOs “Rambos” bolsonaristas no Rio: ameaças à oposição
A tentativa de inflamar os policiais militares restou infrutífera, mas houve, sim, um princípio de mobilização. Alguns grupos de PMs chegaram a sair às ruas de Salvador defendendo a deflagração de uma greve e a queda do comando-geral da corporação. “Queremos saber quem matou o Wesley, é isso que queremos saber. O Wesley foi assassinado. Não tem outra palavra, ele foi brutalmente assassinado”, dizia um dos líderes do movimento, o deputado estadual bolsonarista Marco Prisco, do PSC, um ex-soldado que em 2017 homenageou Jair Bolsonaro com o título de cidadão baiano, concedido pela Assembleia local.

Embalada pela repercussão dos vídeos do soldado sendo alvejado, o entourage bolsonarista ainda tentou fazer com que o movimento se espalhasse para outros estados. Associações de cabos e soldados de todo o país foram bombardeadas com pedidos de adesão. “A insatisfação existe e é latente. É um caldeirão. Pode haver um desdobramento. É um cenário de possibilidades, por causa de todo o clamor. Só falta alguém chegar e acender o fósforo”, afirma Lucio Bolzan, da associação de militares do Espírito Santo. “O que está acontecendo é que esse barril de pólvora está prestes a explodir. Não só na Bahia, mas no Rio Grande do Sul, no Espírito Santo, no Acre, no Amapá. Não é uma exclusividade da Bahia”, faz coro o soldado Jackson Eugênio, de outra associação que representa cabos e soldados da PM capixaba.

Em 2017, a entidade que Eugênio agora preside atuou na organização da greve de PMs que parou o Espírito Santo e espalhou terror e medo pelo estado — há evidências de que, já àquela época, pessoas ligadas a Bolsonaro ajudaram a incendiar o movimento. Embora diga que há um barril de pólvora prestes a explodir, ele nega que os policiais estejam dispostos a servir de “massa de manobra” para Bolsonaro, especialmente se a ideia for colocar em marcha qualquer projeto autoritário, mas admite que há disposição para mobilização. “Vamos brigar, mas sem ultrapassar os limites da legalidade”, afirma. Em Brasília, parlamentares da chamada “bancada da bala” têm mantido interlocução permanente com as entidades que representam os policiais.

ReproduçãoReproduçãoPost de uma das entidades de atiradores: exortação pró-Bolsonaro
Para além das redes de apoio nas forças oficiais, incluindo as polícias militares, grupos de caçadores, atiradores e colecionadores, os chamados CACs, também têm se mostrado dispostos a pegar em armas a pedido de Bolsonaro. Desde a posse, o presidente da República já editou mais de doze decretos e 14 portarias que possibilitaram aos CACs a aquisição de verdadeiro arsenal de guerra. O país tem hoje 1,1 milhão de armas legais nas mãos de cidadãos, 65% mais que dezembro de 2018 (697 mil). Só nas mãos de atiradores, o número de armas registradas passou de 351 mil para 556 mil desde o começo da gestão de Bolsonaro.

Aos poucos, os clubes de tiro têm se transformado em núcleos de apoio político ao presidente. Na manhã de 12 de março, por exemplo, uma mensagem se alastrava como rastilho de pólvora entre os CACs. “Não tem como cobrar de um general que vá à guerra sem que os soldados agarrem seus fuzis e, sob a ira de suas intenções, saiam à luta”, dizia o comunicado, publicado inicialmente na página oficial da CAC Brasil, entidade que representa atiradores de todo o país. Naquele mesmo dia, Bolsonaro tinha editado mais quatro decretos facilitando a posse e o porte de armas. Eufóricos, atiradores ligados à associação bradavam que Bolsonaro é “um general” dos CACs. No início do mês passado, o presidente da entidade, Marcelo Midaglia, anunciou que estava mudando o propósito da CAC Brasil, pois a situação do país, nas palavras dele, havia “chegado ao limite”: “Eu represento milhares de pessoas e associados, então a minha obrigação moral é fazer alguma coisa. Não dá. Bolsonaro é nosso general, mas sem o nosso apoio ele não vai partir para guerra nenhuma”.

Midaglia se refere a Bolsonaro, a si próprio e a Marcos Pollon, presidente da Pró-Armas, outra agremiação que defende os CACs e interesses da indústria armamentista, como “generais”: “Ele (Pollon) é um general. Como que ele vai para a guerra sozinho, sem ter soldado para apoiar? Eu sou o general de quem me segue. Sem vocês eu não sou ninguém”. Antes de virarem lideranças de atiradores e clubes de tiro, Midaglia e Pollon ganhavam dinheiro com assessoria na área de licença de porte e posse de armas. A projeção e o prestígio dos dois junto à família Bolsonaro aumentaram depois que eles passaram a liderar manifestações de apoio ao presidente na frente de quartéis e em Brasília. Pollon tornou-se assíduo nos gabinetes da capital e, até havia pouco, se gabava de ter acesso livre ao agora ex-ministro da Justiça André Mendonça. A aproximação se deu após Mendonça publicar uma portaria que contrariava o interesse dos atiradores por determinar a implantação de chips eletrônicos em armas de fogo. Coube então ao filho 03 do presidente, o deputado Eduardo Bolsonaro, levar a queixa ao então ministro e defender que a norma deveria ser revogada.

Reprodução/redes sociaisReprodução/redes sociaisPollon com Bolsonaro: mensagens mais radicais foram apagadas
“Eu tive a oportunidade de falar com ele e ele de pronto acatou”, vangloriou-se Eduardo Bolsonaro, em conversa por vídeo com Pollon. A implantação do chip em armas é defendida em pareceres das Forças Armadas e Polícia Federal, que acreditam que o mecanismo ajuda a rastrear armas furtadas que vão parar nas mãos de bandidos. Ao ministro Mendonça, porém, Eduardo Bolsonaro disse que a revogação do decreto “era uma questão política”. “Falei com ele: ‘Ministro, fica até mal você colocar uma medida dessa uma semana depois de o Pollon vir aqui com o pessoal e trazer 5 mil pessoas numa manifestação na frente do ministério do senhor. Mas graças a Deus ele (Mendonça) é uma pessoa muito ciente, muito humilde, e acabou revogando essa questão do chip”, afirmou o 03.

Após se aproximar de Eduardo Bolsonaro, Pollon passou a colaborar pessoalmente com a formulação de novos decretos de armas. No Palácio da Justiça, os encontros dele com Mendonça nunca apareceram na agenda oficial. A relação com o Ministério da Justiça tem uma explicação. Todas as novas normas que beneficiam os atiradores precisam passar obrigatoriamente pela pasta. A Crusoé, Mendonça negou que tenha agido por influência de Eduardo Bolsonaro e do líder dos CACs. “É natural da atividade parlamentar a contribuição para a construção dos entendimentos do ministério sobre diversos assuntos que tramitam na pasta”, disse. Indagado duas vezes se condena a postura dos atiradores de se dizerem dispostos a “pegar em armas” para “defender o presidente”, o então ministro da Justiça, que nesta semana voltou a chefiar a Advocacia-Geral da União, não respondeu. Inicialmente, ele negou ter tido encontros com Pollon. Depois, confrontado com os vídeos postados pelo atirador nos quais Eduardo Bolsonaro se vangloria da influência sobre a pasta, Mendonça afirmou que, “revendo os registros”, constatou que teve, sim, encontros com o chefe da entidade dos CACs.

Outro grupo que tem sido inflamado pelos discursos de Bolsonaro é formado por militares da reserva. No último dia 21, um domingo, dezenas deles participaram de uma manifestação no Rio de Janeiro para comemorar o aniversário do presidente. Juntaram-se, no ato, a atiradores e militantes das alas bolsonaristas mais radicais. Alguns dos presentes vestiam boinas vermelhas e uniformes das Forças Armadas e se apresentavam como uma espécie de “exército informal” de Bolsonaro. O presidente participou do encontro a distância, por meio de uma chamada de vídeo feita a partir do telefone celular da deputada estadual Alana Passos. Ele saudou o grupo. “Se o caldo entornar, a gente está do seu lado. Feliz aniversário, comandante”, disse, eufórico, um dos organizadores da manifestação. Durante o ato, um militante mais exaltado gravou e pôs na internet um vídeo para ameaçar opositores do presidente: “Aê, pessoal da canhota, da esquerda. Quer dizer que vocês querem derrubar nosso presidente? Deixa eu falar um negocinho para vocês, é rápido. Ele não está sozinho não, tá? Junta o que vocês tiverem de melhor, e tenta”.

ReproduçãoReproduçãoEduardo Bolsonaro com o líder dos CACs: ponte com gabinetes da Esplanada
Abordado por Crusoé, Midaglia foi mais ameno e disse que a entidade que preside, a CAC Brasil, não é uma “milícia armada” e classificou como um “tiro no pé” as manifestações recentes da associação. “Bolsonaro é um general, Pollon é um general, eu também sou um general. Cheguei a falar nisso, sim. Foi uma coisa equivocada. Agora querem transformar a gente numa milícia política, isso é ridículo porque não é nossa intenção”, disse. O presidente da associação ainda jogou a responsabilidade sobre as postagens mais radicais para um de seus funcionários. “Eu deleguei a publicação para algumas pessoas. E a pessoa está tomando partido político e militante. Acho que ela se excedeu. Essa pessoa se empolgou. Inclusive já mandei remover essas porcarias, porque não quero essas coisas.”

Crusoé procurou as associações de atiradores para que explicassem as declarações postadas em seus perfis oficiais nas redes sociais em que se colocam como exércitos a serviço de Bolsonaro. Depois do contato, as postagens em que esse tipo de mensagem aparecia de maneira mais explícita foram apagadas. O vice-presidente da CAC Brasil, Marcio Menezes, afirma ser contra as manifestações desse tipo. “Essa coisa de redes sociais está muito inflamada. Há um equívoco nessas colocações, que são uma cortina de fumaça”, disse. Está cada vez mais claro, porém, de onde partem as tentativas de inflamar a “tropa informal”. De Brasília, Bolsonaro se regozija com a disposição e o ímpeto de seus seguidores mais exaltados. Espera-se que as instituições se mantenham alertas também quanto a esse disparate perigoso.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. De um país dominado por gente da estirpe de Lula e Bolsonaro, que nomeiam PGR e ministros dos tribunais superiores, incompetentes e subservientes a seus interesses, só podemos esperar coisas estapafúrdias como essas. O Brasil precisa aprender a votar em pessoas competentes, que sejam capazes de fazer esse país avançar, e não eleger arruaceiros nunca mais.

  2. O que falta para mudar um sistema de governo há décadas fracassado? Nem Bolsonaro, muito menos Lula. São frutos podres desse sistema de governo.Atrai oportunistas, salvadores da pátria, arrogantes, soberbos. Juntos, com parlamentares sem princípios, fazem esse caldo ferver para conquistar o o poder. Quem está dentro fazem de tudo para não sair. Quem está fora fazem de tudo para entrar. Não por altruísmo e sim por interesses políticos partidários.

  3. Brasil em Lockdown atingiu o maior número de mortes por Covid por dia. Será que esses Governadores entenderam, ou precisa desenhar ?

  4. Essa matéria é mais uma desinformação promovida pelo grupo que recebe milhões de reais de dinheiro público do governo de São Paulo. A comparação com o MST é uma teratologia jornalística. Lixo.

  5. Matéria desonesta intelectualmente. MST recebia (e recebe) verbas públicas por diversas vias (e a imprensa apoiou por muiiiito tempo... achava lindo). Atiradores e colecionadores NÃO recebem verbas públicas. SE algum civil pegar em armas para defender qq coisa, será uma decisão própria; muito diferente do MST que era (e é) abastecido com dinheiro público (e até em “escolinhas” de terrorismo). Mas dessa vertente golpista paramilitar da esquerda a imprensa nunca teve medo (pelo contrário, apoiou).

  6. Li a matéria toda esperando o Patrick explicar a mesma relação corrupta que o Lula teria com o MST dita no sutiã da reportagem. Ficou devendo.

  7. Realmente, uma grande parte dos brasileiros perdeu o endereço da civilidade, da cidadania, da ética, da moralidade. E o PR ainda colabora no armamento da população civil. É extremamente preocupante.

  8. É fato como as intenções de extremistas pro Jair se confundem com fanáticos extremistas da Venezuela e suas milícias. A diferença é que lá tiveram apoio do presidente o silêncio das FFAA corruptas e partiram para a ação. A sociedade brasileira e as autoridades da república responsáveis devem acompanhar com inteligência e agir com a lei contra essa minorias alopradas que podem incentivar a violência. O BR carece de governo, de saúde e de paz.

  9. Vivemos longo tempo com os aloprados do lularápio agora temos o gado acéfalo do pangaré sociopata, todos violentos e perigosos. Os órgãos de segurança têm que olhar isso com lupa.

  10. A massa encefálica desses militares bolsonaristas chefiados pelos Zeros 2 e 3 não é a mesma dos militares de maiores patentes, com alto grau de instrução militar e cultura geral. Portanto, é uma parcela restrita de fanáticos.

  11. Tudo fantasia e desserviço ao país. Ninguém fala das manobras do STF para inocentar aquele que nos roubou, e muito, desviando dinheiro público inclusive, para financiar vultosas obras em outros países como Cuba, Nicarágua e Argentina. Mensalão, Petrolão e Pasadena. Enquanto isso, o brasileiro agonizava nos hospitais, por exemplo. Canalhas!!!

    1. Boa retórica essa frase musical do grande cantor Zé Ramalho! É a pura realidade.

    2. Vocês não tem argumentos! Bolso.22 aceita q dói menos; imbecis!

  12. E uma ladeira abaixo nosso país sempre com uma parcela enorme do povo alienado com seus políticos de estimação , como Lula e agora Bolsonaro , conseguindo essa polarização , onde acabam achando que democracia é manter os mesmos políticos que conseguem manipular a verdade a seu favor , e se mantendo eternamente na política , assim temos , os Calheiros ,os sarneys , os liras , os barbalhos e em todos os estados no país os oligarcas acabam sendo eternizados , e o país só piora a cada ano.

  13. As Forças Armadas que se cuidem. Pois esse exército paralelo, que mais parece o de Brancaleone, pode vir a dar algum trabalho. Mas agora está dando para entender melhor o por que dessa estória de "armar o povo brasileiro". Delírios bolsonaristas.

  14. Alberto (Belém-Pa). Não temos um chefe da nação no Palácio do Planalto, temos um chefe de milícia. Um sujeito radical de direita, desequilibrado, mentiroso, hipócrita, despreparado e corrupto (locupletou-se com dinheiro público através da rachadinha). Um sujeito que não respeita os valores republicanos para satisfazer os seus interesses. É o pior presidente da República depois da redemocratizacão. Urge retirá -lo do Planalto em 2022 para o bem da democracia no país. #BolsonaroNuncaMais.

    1. Alberto(gado do contra) o jogo é jogado e o lambari é pescado. Em 2022 você terá a chance de tirar Bolsonaro da Presidência votando nas porcarias que irão disputar com ele. As porcarias que eu falo são os de sempre: LULADRÃO ou o poste Haddad, Ciro Cangaceiro Gomes, Guilherme Invasor Boullos, Marina Piriquita Silva, Geraldo Chuchu Alckmin, Luciano Lata Velha Huck DitaDória etc. Moro já era, não está nem aí, corre o risco de ser preso a pedido do Lularápio.

  15. Baixo clero da polícia, CACs, exército informal - aí mora a ameaça ao estado de direito. Juntos formam um exército de soldados lobotomizados que obedecem cegamente as ordens do execrável.

  16. Tira o cartão corporativo dessa gente que acaba a farra dos protestos bolsonaristas. É o mesmo modus operandus dos petistas com o MST

  17. Esses valentões metido a besta na hora que vai pro xilindró viram todos moçoilas. Choram e acabam ajoelhado pra engolir uma cenoura. Vide o Deputado Machado.

  18. Que defender estado democrático de direito oque DILMAM.. Defender quem de quem? Se o único q parece pensar em atentar contra, é o próprio presid.. um de seus filhos já até disse q a RUPTURA ERA CERTA, não era "uma questão de se, mas uma questão de quando" RUPTURA CONSTITUCIONAL.. é os q vc defende q AMEAÇAM A CONSTITUIÇÃO/88. Vc não tem vergonha da hipocrisia com que se manifesta? Qdo fala em defender, está falando EM DEFENDER O Q ESSES ANTI CONSTIUIÇÃO PENSAM. QUE VERGONHA, SUJEITO.

  19. Desculpem-me. Mas nem todo cac é um radical ou apoiador incondicional de autoritarismo. Arriscaria dizer que a a insignificante minoria tem algum tipo de pensamento antidemocrático. Cac's são esportistas que praticam o esporte do tiro, seguindo uma rigorosa legislação, são colecionadores que sequer podem transportar suas armas para exposições sem autorização do exército brasileiro e caçadores que no Brasil só podem atuar no manejo do javali ou fora do país. Não podemos confundir as coisas

    1. Para finalizar não faço parte das associações citadas e ninguém me representa. Somente eu. Portanto usar a opinião de uns como se fosse a de todos é uma completa inversão da realidade

    2. Apenas para complementar o autor da matéria faz generalizações com que autoridade? Parece-me que esta fazendo comentários sobre algo do qual não tem nenhum conhecimento. Por atingir um número significativo de pessoas deveria ter cuidado com as informações que presta. Querer ligar cac's a grupo paramilitar ou milícias só demonstra seu desconhecimento sobre a categoria.

  20. iMPRESSIO Impressionante como vocês distorcem as coisas, com a simples e clara intenção de acusarem o presidente do que ele não fez ou pretenda fazer. O MST é formado por marginais, assassinos e perigosos, enquanto que os apoiadores do PR têm, quando muito, a intenção de defender o Estado Democrático de Direito, garantia pétrea da CF/88. Tive décadas de experiência com as invasões e violências do MST e sei sobre o que falo; vocês desconhecem a realidade e a distorcem a todo momento.

  21. Agora é o momento, não pode ser deixado para depois. Todas as instituições governamentais, de classe, civis, judiciário e legislativo tomarem uma atitude definitiva. Corremos o risco de ver além de mais de 300 mil mortos por COVID, milhares mortos por confronto armado instigado por pessoas doentes que alimentam o ódio. Este é o momento. Ou acabamos com isso ou o desgoverno acabará com o país.

    1. Era de CAC q fazia parte aquela família da menina q deu um tiro na cara da outra menina de 15 anos.. por ciúmes de namoradinho. .. e q a família ajudada por policiais amigos tentou livrar a cara. Horror total, essas famílias q ajudam filhos criminosos a se safar. Mas meu comment só quer reafirmar q se sabe q só dá atenção pra 🤡 gente com baixo nível intelectual. Não importa q tenham formação oficial "importante".. são ignorantes sem consciência parados num mundo q já foi..

  22. O Brasil precisa encontrar uma Vacina contra essa Epidemia que ataca o STF esse Corruptonavirus. O STF não pode ver um Corrupto condenado que livra logo para que possa voltar a Roubar o Dinheiro Público. O Brasil tem até torcida pelo seu Corrupto de Estimação. Triste Brasil.

  23. Boa matéria desse jornalista, isso mostro como existem idiotas nesse país disposto a se imolar em função de presidentes. Eu votei no Bolsonaro em 2018, porque não tinha outro contra o PT. Não precisamos de extremos. Vai surgir uma terceira via.

  24. EXCELENTE MATERIA! OBRIGADO CRUSOÉ por nós informar de toda essa porcaria que infelizmente nós trouce esse Desgoverno criminal e fascista. Renovo minha assinatura com prazer ao tempo em que desejo que gados e vacas deixem logo a Crusoé. Emporcalham D+ aqui!

  25. No Brasil já houve as ligas camponesas do Francisco Julião armadas de foice, os grupos dos onze do Brizola, os soldados do MST/Stédile e agora o que se vê, procure ler nas entrelinhas.

  26. Pois é, estão criando monstros sem cabeça, assim como era o MST. Esta gente tem Titica de galinha no lugar do Cérebro. Para a linha da demência estão a um passo. Só o BOZO fazer um movimento em falso para o caldo entornar. E entrarmos nos tempos do nazismo com este bando de aloprados solto como se fossem uma boiada sem controle. Dá para ver que são fascistas ao estremo e isto pode terminar como sempre aconteceu na história do mundo, dentro de um buraco sem fim.

  27. COMO OS COMUNISTAS SONHAM! OS COMINISTA QUE MOSTRA TEREM EXÉRCITO PARA PRENDER É CONTRA! O BOLSONARO APANHA TODO DIA DA IMPRENSA NÃO VI JORNALISTA PRESO?

  28. Minha assinatura não está atrasada. EU NÃO QUERO RENOVAR. Essa publicação está um lixo. Daqui a pouco estão gritando Lulala, não é Mainarde? Quem te viu e quem te vê!!!!

    1. Liga lá e requisita o cancelamento da renovação da assinatura. Fiz isso. Foi bem rápido. Precisamos mostrar pra eles a insatisfação com a qualidade das matérias e com a mudança na política editorial.

    2. quem fala verdade é o Bozo? Verdadeiro, sincero. impeachment já.Esta demorando

    3. Eu a mesma coisa, vcs viraram políticos, nem de graça mais essa porcaria! Repórter tem que informar a verdade, pitacos quem deve dar somos nós assinantes!

    4. Cai fora logo então, e nós liberte dis seus comentários de gado !

    1. ...como a gripezinha que já matou mais se 320.000 cidadãos. Estupidezes de comentários dos gados ignorantes não têm limite!

  29. Quanto será que o Antagonista recebeu pra mudar de lado tão incisivamente? Porque cancelei minha assinatura em ano passado, ficaram de me devolver meu dinheiro, mas ao contrário, continuam debitando o valor em meu cartão!!! Salafrarios!!!

    1. Falou tudo Sérgio Santos! Mas os Gados e as vacas, como os Petralhas têm problema de visão e compreensão.

    2. Também mudei de lado! Tem que ser muito idiota para não enxergar as trapalhadas e destruição do pais. Em dois anos saímos da 8ª para 12ª economia do mundo e devemos fechar o ano na 15ª. Ganhou do Chaves que em 3 anos, conseguiu perder 3 posições. Nós vamos perde 5 ou mais!!!!

    1. Vc. está no aguardo de um ataque ao Congresso? Como os idiotas de Trump fuzeram?

  30. de baixo nível e preconceituosa a noticia. CACS são atiradores esportivos...com nome limpo na justiça...que foram aprovados em textes psicológicos...que tem emprego e residencia fixa pessoas de bem com ideias próprias que jamais fariam algo errado para prejudicar seu país.

    1. "Jamais fariam nada errado para prejudicar..." Os caras tão CONVOCANDO PRA GUERRA...!!!! NO PAÍS.. NO PRÓPRIO PAÍS.. COTRA COMPATRIOTAS..!!!! Tem q ser mto hipócrita pra escrever o q vc escreveu. Cê tem espelho..?? Vai na frente dele, dá uma olhadinha e ri.. pq essa piada sem graça q vc escreveu, só serve pra vc mesmo q deve ser como seu 🤡 de estimação.

  31. Que horror! É o porão do submundo.vou me ater só num detalhe, Mendonça. Esse puxa-saco talvez seja indicado para a vaga no STF. Os Senadores vão receber esse miliciano? Farão uma sabatina decente? Espero que o Senado o rejeite.

  32. Na história, sempre se comprovou na prática que estes grupos auto-insuflados como defensores do sei lá o que, em verdade, são um bando de covardes, que deveriam trocar os clubes de tiros por ajuda psicológica. Pois, aciona a força do Estado, por meio das forças armadas, não é preciso um projétil pra se borrarem.

    1. Confia nas autoridades????? Confia no gilmar mendes no levando e na carminha?????

  33. Qualquer um que se auto denomina “general” ou “soldado” com uma arma na mão é uma ameaça à sociedade civil, independente de ideologia. Assim agem os lunáticos, seja um adolescente americano ou um membro do estado islâmico. Bolsonaro brincando de exército só é risível se for com bonequinhos e armas de plástico.

  34. Precisa muito estudo, treinamento , disciplina e plano de carreira pra chegar a general. Esses memes sao pateticos. Nem falemos daqueles que estao comandantes , pelo prazo da sua estadia em Brasilia

  35. Desculpe, mas não tem como deixar de rir desses poucos desequilibrados que se auto denominam "generais". É o verdadeiro Exército de Brancaleone!!!! kkkkkkk Apenas um adendo. Conheço pessoas sérias que gostam de armas . Mas tenho certeza que jamais as usariam para matar ou promover intimidação a quem quer que seja. Não são pessoas dispostas seguir a cabeça de um desequilibrado como Bolsonaro.

  36. Lá nos estrangeiros há fartos exemplos de milícias que exploram ou exploraram o sistema político e os políticos em troca de "money for nothing", e o resultado foi o crescimento do banditismo mercenário e exportação de crises, compradas para satisfazer os que se apoiam nesse tipo de auto ajuda mal disfarçada em suas aventuras pela selva da ignorância, seja lá qual for a ideologia dominante ou tentativa de tal coisa há espertalhões para todas as ocasiões, aqui só é pior porque há mais do mesmo...

  37. O episódio de Salvador nada teve a ver com a pandemia. O mentiroso contumaz Prisco tentou forjar uma teoria ridícula, teve parca adesão na PM e foi corroborado apenas por aloprados como o Bananinha e Bia Kicis, que, absurdamente, preside a CCJ da Câmara.

    1. Bom mesmo era época do Príncipe, roubavam de tudo, até o Crucifixo!

    2. Pensar que meu 💰 é jogado no lixo quando pagam o salário desse bananinha e essa Kiks. Que nojo dessa gente.

  38. O q eram os movimentos petistas? Uma forma de vagabundos ganharem dinheiro em cima dos pobres otários. O q são religiões como às capitanedas pelo Edir Macedo e o Malafaia? Uma forma de vagabundos ganharem dinheiro em cima dos pobres otários. O q é esse movimento bolsonarista? Um forma de vagabundos ganharem dinheiro em cima dos pobres otário. Ñ tenho dúvida q o Bolsonaro exerce o poder sobre alguns, ao ponto deles morrerem por ele. A questão são quantos estão dispostos a isso, além da retórica?

  39. BOLSONARO = os EXEMPLOS EXCECRÁVEIS que uma SOCIEDADE tão CORRUPTA é capaz de produzir! São DEGENERADOS MORAIS que IMPEDEM o BRASIL de AVANÇAR! Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE!” Triunfaremos! Sir Claiton

  40. Triste e infame comparação. CAC não invade fazendas, não incendeia plantações e florestas, não faz piquete nas ruas, não faz barricadas com fogo nas rodovias e não usa armas doadas pelas Farc e Venezuela, que aliás fornecem nos morros cariocas. Os CAC também não têm um elemento no supremo ativista. Há dentre nós como como no judiciário, polícia, médicos advogados, clérigos, etc maus elementos que deveriam ser expurgados.

    1. Sim mas a entidade (CAC) está deixando que alguns desses membros, que deveriam ser expurgados, dêem a palavra da associação.

    2. Apoio totalmente. Existem malucos de todas as cores políticas. Tachar CAC deste jeito é baixo jornalismo.

  41. Carlos F.S. Lima disse quase tudo: „voltar ao básico da CF88 e reconstruir as instituições longe dos casuísmos convenientes“...é preciso reconstruir um movimento apartidário, democrático e republicano...sem cair na tentação do poder pelo poder. O que não é possível é continuar na polarização que vemos hoje.“ AS FFAA QUE CUIDEM DISSO!

    1. pessoal,não consegui ler tudo da reportagem ( Crusoé é perfeita e muuuito competente) consegue saber de tudo. Como não sou muito ligada em datas,em informações,não sei SE no tempo do Adélio Bispo Crusoé já existia. Mas com certeza, NÃO. Então,quero deixar aqui o meu apoio,para essa revista da qual tenho o orgulho de ser assinante,e fazer um comentário oportuno nessa data de Páscoa. O SENHOR JESUS CRISTO RECEBEU TODAS AS CULPAS DO POVO. CONDENADO POR AUTORIDADES,E E TAMBÉM TIDO COMO PSICÓTICO.

  42. MAS SÃO UNS MERDAS MESMO QUERENDO APARECER E ESPERAM APOIO DE UM COVARDE QUE MOSTROU POR DIVERSAS OCASIÕES QUE SEGURA A PRESSÃO PQ É UM FROUXO. É IMPORTANTE QUE ESSES IMBECIS SAIBAM QUE NÃO REPRESENTAM AS FORÇAS DE SEGURANÇA TAMPOUCO AS FORÇAS ARMADAS ENTÃO NÃO É INTELIGENTE SEGUIR AS ORDENS DE QUEM NÃO TEM A CORAGEM DE INSURGIR PRA VALER UMA AÇÃO ARMADA. É BOM FICAREM PIANINHO PQ O PROBLEMA É GRANDE E O CAGÃO QUE AINDA RESPONDE PELO PLANALTO NÃO TEM CORAGEM PARA ISSO E REPITO DEIXARÁ TODOS CAIR

  43. Vejam como exemplo o Rio De Janeiro. As milícias tomam conta do Estado. Tem locais que o corretor que vende um o imóvel, tem que pagar comissão à milícia. Esses grupos são organizadissimamente, com tentáculos em todas as esferas. É só alguém uni-los em prol de uma causa que a receita está completa. Esse é o espírito da reportagem acima. Se o JB não for reeleito, vcs verão a anarquia que ele vai fazer no país

    1. Do jeito que as coisas vão Bolsonaro acaba elegendo Lula.

    2. JR maior babão do Brasil! 🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐄🐄🐄🐮🐮🐮🐮🐮🐮

    1. 🐄 🐮 🐄 Lulistas e Bolsonaristas = seres bestiais, lunáticos!

  44. Mas não há necessidade de ler só porque pagou. Por que se torturar? Sem conectar com seu login não tem como ler. Nem precisa esperar maio chegar.

  45. Os jornalistas da Crusoé devem ter sido doutrinados pelos da Folha de São Paulo e do Globo, tem um fetiche em só falar de Bolsonaro. Querem derruba-ló a qualquer custo. Parece que não há nada de Interessante acontecendo no país. A minha assinatura vence em maio e com certeza não será renovada.

    1. Minha termina em agosto, não renovarei com certeza.

  46. Se não tem dinheiro público para patrocinar o pão com mortadela e o buzú então estes movimentos e associações é a plena Democracia em atividade no Brasil, certo? O povo, os eleitores se organizando pra valer os seus direitos incomoda muita gente.

  47. Bolsonaro ,Bolsonaro, Bolsonaro Bolsonaro, Bolsonaro! Ufa! Vocês não te me outro assunto!? Querem dinheiro? Não tem outro assunto! Ninguém chuta cachorro morto né? Bolso 22 atormenta vocês! Kkkkkkk. BOSTAS!

  48. “Bolsonaro Brancaleone e Sua Trupe, Não Tropa” seria um ótimo título para essa ópera bufa protagonizada por uma cambada de imbecís.

    1. Mais do rebanho 🐂🐄🐂🐄🐂🐄🐂🐄🐂🐄🐂🐮🐮🐮🐮🐮🐮🐮🐮🐄🐄🐄🐄🐄🐄🐄🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂🐂

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO