Reginaldo Pimenta/Raw Image/Folhapress

Acordo selado

Orlando Diniz, o ex-todo-poderoso da Fecomércio do Rio que despejou milhões de reais em bancas de advocacia, finalmente vira delator e turbina investigações com potencial para chegar em figurões do Judiciário
10.07.20

Desde que foi preso em fevereiro de 2018, em um dos desdobramentos da Lava Jato no Rio de Janeiro, o ex-presidente da Fecomércio Orlando Diniz tira o sono de gente importante em lustradas bancas de advocacia. O motivo: para tentar se manter no comando da entidade no curso de uma disputa de poder com a Confederação Nacional do Comércio, a CNC, Diniz torrou mais de 180 milhões de reais com renomados advogados. Agora, o pesadelo virou realidade. Diniz fechou um acordo de colaboração premiada com o Ministério Público Federal para explicar o motivo dos pagamentos.

Crusoé confirmou a informação sobre o acordo com fontes ligadas às investigações. As negociações se deram na primeira instância. O ex-todo-poderoso da Fecomércio fluminense entre os anos 2000 e 2018 tentava um acordo desde sua prisão. Primeiro, quando era representado pelo advogado paulista Roberto Podval, o esforço se mostrou inútil. As tratativas não avançaram porque as revelações que ele topava fazer foram consideradas superficiais. Além disso, Diniz se negava a entregar seus bens.

Agora, sob a tutela da advogada Juliana Bierrenbach, do mesmo escritório que defende Flávio Bolsonaro no Caso Queiroz, as negociações avançaram, os capítulos da proposta de delação foram reforçados com mais informações e o acordo foi finalmente fechado. No material entregue ao MPF, Diniz fala, por exemplo, sobre os pagamentos para escritórios como o de Roberto Teixeira, compadre do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que recebeu mais de 68 milhões de reais para a Fecomércio. O escritório de Teixeira e da advogada carioca Ana Basílio, que recebeu cerca de 13 milhões da Fecomércio, eram os responsáveis pelo esforço junto ao Judiciário para manter Diniz no comando da entidade durante o embate com a CNC.

Lucas Tavares/Zimel Press/FolhapressLucas Tavares/Zimel Press/FolhapressEntrevista coletiva da Lava Jato do Rio: em breve, novos alvos
Os pagamentos da Fecomércio na gestão Diniz também abasteceram as contas de bancas de pessoas próximas a ministros de cortes superiores. O escritório de Eduardo Martins, filho do ministro do STJ e atual corregedor nacional de Justiça, Humberto Martins, recebeu cerca de 25 milhões de reais. Como já mostrou Crusoé, outro delator, o ex-governador Sérgio Cabral, afirma que os repasses foram feitos para que Diniz conseguisse uma decisão favorável no STJ. A mulher de Cabral, Adriana Ancelmo, também integrava o rol de advogados com contratos milionários com a federação – ela recebeu cerca de 20 milhões de reais e é citada no acordo fechado por Orlando Diniz com o MPF.

A delação vai impulsionar investigações já em andamento na Lava Jato do Rio. O avanço da frente que mira repasses de dinheiro para escritórios de advocacia tem em Diniz o ponto alto, mas vem se desdobrando desde o acordo de Lelis Teixeira, ex-presidente da Fetranspor, o poderoso sindicato dos empresários de ônibus do Rio do Janeiro. Como também mostrou Crusoé, Lelis Teixeira detalhou como bancas foram contratadas para defender, por meios não muito republicanos, os interesses de empresários como Jacob Barata Filho.

Os procuradores da Lava Jato do Rio seguem há tempos o caminho do dinheiro da Fecomércio que abasteceu os escritórios. Desde a operação Jabuti, que prendeu Orlando Diniz há quase dois anos e meio, os investigadores se debruçam sobre as contratações e os personagens envolvidos para entender o motivo dos gastos milionários. Além de os valores serem muito superiores à média praticada no mercado, eles encontraram indícios de que os serviços não foram prestados. Procurado, Orlando Diniz não foi localizado. Juliana Bierrenbach, a advogada dele, negou as informações sobre a delação. Crusoé, porém, sabe que o acordo está fechado – para a infelicidade das bancas envolvidas na trama.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

Edição nova toda Sexta-Feira. Leia com Exclusividade!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

Deixar para mais tarde

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Provalvemente vai dar em nada!! Com a pressão da PGR sobre as equipes da Lava Jato, muito dificil rola alguma coisa!! Vergonhoso.

  2. Se alguém acredita que, com esse Congresso que aí está, esse Projeto sobre Prisão em 2ª Instância será posto em votação, e, se posto, será aprovado, deve acreditar, também, em mula sem cabeça, cavalinho de Santa Luzia, saci pererê e lobisomem. Deve acreditar, também, na honestidade de famílias como as de Sarney, Collor de Mello, Lula, Temer, Bolsonaro, Neves, Barbalho, Calheiros, Vieira Lima, Magalhães, Cunha, Maia, Malluf. Ufa, a lista é infindável!...

    1. Eles fazem as leis para eles mesmos. O que poderia sair de bom nisso??? Só mudarão a força, muita força, entendeu??????

  3. É preciso mudar a CRFB para punir após a 2a, instância e não esperar o trânsito em julgado, do jeito que está é uma festa para a bandidagem. O crime prescreve e ninguém vai para a cadeia

  4. Torcerei ferozmente, para que o Orlando Diniz diga e prove tudo sobre as traficâncias de suas excelências, em conluio com poderosas bancas de advogados corruptos.

  5. é quase impossível chegar aos bandidos de toga , se não conseguimos chegar nem nos políticos bandidos , como chegaremos no judiciário , é claro que a maioria do judiciário é composta por juízes a serviço do povo brasileiro e do Brasil mas as instâncias superiores estão contaminadas de marginais com prerrogativas vergonhosas que estimula o crime , pois a maior punição para um juiz bandido é uma gorda aposentadoria compulsória com benefícios, o que é um tapa na cara do sofrido povo brasileiro.

  6. Eu até gostaria de fazer um comentário, mas vivemos "tempos estranhos", onde a liberdade de expressão é artigo raro. Vamos acompanhar as investigações...

  7. A justiça brasileira é para os poderosos, sempre foi assim. Infelizmente não creio que essa delação fará alguma diferença, vide Carniça solto, João do Diabo solto, Jacob Barata solto, Gilma solta, etc, etc...

  8. Muitas dessas bancas de advogados são, na verdade, quadrilha de advogados, que SABEM que recebem dinheiro roubado. Está na hora de acabar com essa farra e saber o que a OAB tem a dizer sobre seus filiados-bandidos.

  9. Tomara que dessa vez atinja o Judiciário sempre blindado em todas as delações! Alguma hora essa gente tem que ser punida. Sabemos que de Santos não têm nada mas constantemente estão “a salvo” das investigações...

    1. Infelizmente A Máfia do judiciário tem uma grande mão que protege a si e seus signatários

  10. Quem diria: MBL, Movimento Brasileiro de Laranjas! Mas, quanta grana, droga, etc! Meninos instruídos: quase deu certo para o carniça, agora eles estão usando a mesma tática de negação. Fulano de tal não é do MBL é do LBM; o dinheiro e drogas encontrados pela polícia, não é do LBM, é do MBL, ops!; Cabra! A Cobra vai fumar! É pra quem essa Truta: Lava jato, Covidão ou para o STF decidir? Bora Brasil!!!!!

    1. Além de falar do que não sabe, está ba reportagem errada.vai dormir

  11. Será esse o motivo que fez o amigodoamigodomeupai determinar que todas INVESTIGAÇÕES EM CURSO DE CURITIBA ,SÃO PAULO E RIO FOSSEM ENTREGUES PARA O CONDECORADO ARAS ? E o BARATÃO PROTEGIDO DE GM ,na certa vai ser blindado 🤮🤮🤮🤮🤮

  12. O freio de arrumação de Aras, centrao e Bolsonaro é a pá de cal na lava jato. Acabou. De volta ao paraíso da impunidade. Paisinho de m este.

    1. Realmente No governo Bolsonaro, no congresso, no STF e agora na própria PGR órgão máximo do MPF a lava jato vem sendo enterrada É pra piorar o Bolsonaro ainda conseguiu retirar só judiciário o juiz mais implacável contra os corruptos de colarinho Branco Esperava q o Bolsonaro não traísse os eleitores, mas traiu Uma decepção no combate à corrupção

    2. Eu penso q Lava jato não acabou. Ela vai dar um tempo até 2022 quando elegermos um governante realmente compromissado com o combate sistemático do Câncer q assola nosso pais q é chamado de corrupção.

    3. Põe merda in Brazilian, décadas e décadas e décadas e roubo atrás do dinheiro público. Um pingo de esperança, lava jato....e está detonada praticamente pelo chefe Aras..Amigo e escolhido por J.B. , agora no encalço dos subordinados principais, que ainda mantinham a L.J. sobrevivendo! STJ...STF... uma pequena esperança depois dos ataques que sofreram, agora tudo em paz, para seus interesses comuns, Não dá prá confiar em nada do que é público..De Executivo, legislativo, Judiciário, até municipal.?

  13. Notícias desanimadoras e frustrantes para o brasileiro trabalhador ordeiro que mata um leão dia a dia, pagador de impostos que o dinheiro recolhido para o leão sustenta as mordomias de uma classe política sanguessuga e da corporação de funcionários públicos que não abre mão das mordomias e supersalarios destoantes da maioria dos empregados regidos pela CLT, agora o último bastião de esperança a lava jato contra a corrupção está sendo desmontada pelos donos do poder, até quando o Brasil aguentará

  14. Se o PL das Fake News for aprovado na íntegra, todos que comentaram algo contra os príncipes do Supremo Tribunal da Fraude aqui serão presos. 🤣🤣🤣🤣🤣

    1. Não. Você não entendeu ou não quer entender a diferença. Acorda gado desgraçado

  15. Finalmente trocaram o Japonês da Federal por uma bela policial, a Loira da Federal. Espero vê-la mais vezes escoltando delatores e prisioneiros.

  16. Talvez isso justifique ATUAÇÃO DE Aras e Toffolli na detonação das operações da LAVA jATO. Eta Judiciário podre, vendido a bandidagem.

    1. Agora, a Vaza-jato será oficial, sob o patrocínio da PGR.

    2. E isso mezmo Mara. Com a decisão de Toffóli, Aras vai ter todas as informações a seu dispor para trancar de vez a Lava Jato. Pobre País sem perspectivas de melhora oara os próximos 30 anos.

    3. Para sobrevivência de uma casta de poderosos, os que mandam, travam e detonam a Lava Jato... dá nojo!

    1. É isso mesmo JOSÉ que você está pensando, acertou na mosca. O acordo entre Tóffoli e Aras é ora detonar a Lava Jato.

    2. Trabalho em equipe para alegria e proveito dos indigitados...

    1. E você tem dúvidas! Querem se adiantar aos assuntos da delação, só isso! Simplesmente pra cercar, espero que o MPF coloque pra cima dos advogados pilantras e seus pares no judiciário!!!

  17. Crusoé, depois da escovada do ano passado, virou cadelinha de estimação da "Corte". De vez em quando, apenas, uma mordidinha no calcanhar...

  18. Jornalistas sabem tudo sobre qualquer assunto até o que é secreto. Será que eles tem algum equipamento que capta até pensamento? ou será simplesmente corrupção de quem devia preservar a informação?

  19. Solução prática, correta e certeira, RENOVAÇÃO do SENADO em 22! Não precisa ser 38 ou 45, um 22 basta!!!! Varrer o STF!!!!

  20. Eu gostaria de ver a Crusoe na batalha por maior moralidade por parte do STF. Estou vendo somente toques de seda! Onde está a defesa dos direitos individuais 😳?

    1. Fiz um comentário sobre o assunto é a Crusoe não publicou. Não aceitam críticas

    2. Risos deve ter feito acordo com o STF, depois do fechamento pelo Careca, mudou radicalmente. Estou cancelando minha assinatura. Se é pra ler colunas como a de Moro e de outros jornalistas esquerdopatas, volto a assinar a Veja

    3. Estão juntinhos para derrubar o governo. Perdem criminalidade todos os dias.

  21. O que mais me assusta e intriga é essa delação ser feita pelo mesmo escritório de advocacia que defende o Flávio Bolsonaro. Se for delatado figurões do judiciário, isso não pode ser utilizado como moeda de troca para absolver o Flávio e todos saem impunes?

  22. Que país é esse !!! tudo gira em torno de propinas,safadezas, corrupção, quem me dera poder ter outra nacionalidade e tchau brasil (minúsculo)!!!

  23. Vida longa à Lava Jato, a única justiça que realmente funciona neste triste Brasil. Evidentemente, o Sr. Aras já começou o contra-ataque para melar ou até mesmo cancelar as investigações. O povo está de olho. Basta de corrupção!

  24. Essa é ótima, agora conta uma de papagaio ou de português. Então agora a denúncia vai chegar no STF? Nooooooossa! E o Gilmar Mendes vai prender todos os corruptos envolvidos? Eu acho que quem vai prender todo mundo vai ser o Levandowski.

  25. É muita roubalheira nesse País..!! É muito nojento tudo isso..E o povo honesto sempre enganado...Um Brasil sem rumo,uma nau prestes a naufragar...!!!

  26. Anotem! O STF vai libertar o delator antes de terminar o mês de julho. Nenhuma ação contra a corrupção que pode atingir o STF prospera pois não permitem que seus próprios membros sejam atingidos.

Mais notícias
Assine
TOPO