Mateus Bonomi/Agif/Folhapress

Senadores da CPI da Covid sofrem ameaças e avaliam acionar a PF

17.05.21 15:52

Senadores independentes e da oposição que integram a CPI da Covid têm recebido ameaças por WhatsApp e e-mail devido à atuação na apuração sobre ações e omissões do governo Jair Bolsonaro na pandemia.

O presidente da comissão, Omar Aziz (foto), do PSD, e o vice, Randolfe Rodrigues, da Rede, estão entre os alvos dos ataques. As ameaças a Aziz ocorrem “quase diariamente“, segundo pessoas próximas ao senador.

Em situação similar a do colega, o parlamentar eleito pelo Amapá vai protocolar um requerimento na comissão para que Aziz acione a Polícia Federal e a Polícia do Senado para apurar e indiciar os responsáveis pelos ataques por obstrução aos trabalhos da CPI.

Protagonista da comissão, Renan Calheiros, do MDB, sofreu um bombardeio nas redes sociais antes mesmo da instalação da CPI, quando seu nome era aventado para a relatoria, e, por isso, chegou a se afastar do mundo digital por alguns dias. Hoje, a equipe do emedebista faz uso de um aplicativo que analisa o comportamento de robôs. A depender dos comentários direcionados a Renan, as publicações são denunciadas ou ignoradas.

Mais adiante, o senador pretende tentar descobrir quem estaria por trás dos ataques. Para isso, avalia recorrer a quebras de sigilo e ao material já obtido pela CPMI das Fake News, que será compartilhado com a CPI da Covid.

Correligionário de Omar Aziz, Otto Alencar relatou receber tentativas de intimidação por meio de aplicativos de mensagem e em redes sociais desde que presidiu a sessão de instalação da CPI. “É sempre algo covarde. Na minha cartilha, só vale o que falam na minha frente. Isso é coisa do gabinete do ódio“, comentou, em conversa com Crusoé.

Se realmente forem coisas que com consistência, temos que tomar uma posição. Ao que me parece, é uma tentativa de intimidação coordenada“, defende o petista Humberto Costa.

Já é assinante?
Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Assine a Crusoé

*válido até 30/06/2021

Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. O nível anda baixo por lá ... HC para depor ... país das Jaboticabas... Invencionice atrás de invencionice , explicar tudo isso para o cidadão de um país sério é tarefa inglória...

  2. Como não conseguem derrubar o gabinete do ódio? Tudo aparelhado, é a única explicação, pois isto já devia ser sido feito há tempos.

  3. O Presidente da República deveria ser o primeiro a se manifestar contra "ameaças" aos Senadores. Assim demonstraria total isenção e incetivo a CPI do Covid-19. Não pode o maior líder da nação calar-se diante de graves ameaças ao parlamento especialmente Senadores pertencentes a CPI. Não somos um país dividido em poder executivo, legislativo e judiciário, todos os poderes são harmônicos entre si, caro Presidente designe a Polícia Federal imediatamente para apurar tais condutas criminosas.

  4. Kkkkk, bandido que recebe ameaças tá reclamando? Na hora de roubar, encher o rabo de dinheiro não pensou nisso né. Vai pra rua Renan, politicos corruptos. Vermes.

    1. Defender o louco do Planalto é caso patológico e distorcer os fatos, necessidade de tratamento.

    1. Você falou em Carluxa. É verdade. Só vemos com o tal do Índio. Os outros dois irmãos são casados, têm filhos... Mas o (a) Carluxa não larga o tal do Índio. Será?...

  5. É melhor se prevenir do que remediar. Este governo já provou ,por diversas vezes, que não está disposto a deixar o cargo. Nem as 450mil vidas ceifadas por um projeto de poder são importantes para essa FAMILICIA BolsoNero.Estamos vivendo e vendo a transformação do país numa Brazuela, nos moldes Chaves/ Maduro.

  6. ...na boa...quero mais que estes canalhas se lasquem!!! Imundos, colhem o péssimo plantio que fizeram e fazem!!!

  7. Necessário investigar e punir aos responsáveis. A honra deve estar ombreada ao patrimônio e à liberdade. Tolerar aos abusos das fake news é aceitar inviabilizar o que ainda resta da pobre cidadania e parca civilização no Brasil...

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO