Lula Marques/via Fotos Públicas

Segunda Turma do STF julga na próxima terça ações sobre ‘rachid’ de Flávio

25.11.21 15:43

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal deve julgar na próxima terça-feira, 30, duas ações que podem impactar o futuro da investigação que mirou o senador Flávio Bolsonaro (foto) pela operação de um esquema de rachid em seu antigo gabinete na Assembleia Legislativa do Rio, Alerj.

Um dos processos que entrarão na pauta da Segunda Turma foi movido pelo Ministério Público do Estado do Rio. O órgão questiona a decisão da 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Rio que garantiu a Flávio foro privilegiado para responder à denúncia pelo suposto desvio dos salários de servidores. O MPRJ quer que o caso volte a correr na primeira instância — mais especificamente, na 27ª Vara Criminal, comandada pelo juiz Flávio Itabaiana de Oliveira Nicolau, desafeto do 01 e acusado pelo senador de atuar com parcialidade. 

A outra ação trata-se de um pedido da defesa pelo arquivamento total das investigações em razão de supostas irregularidades cometidas na autorização de diligências contra Flávio. Para os advogados do senador, os relatórios produzidos pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras, por exemplo, precisam ser invalidados.

No início deste mês, por maioria, a 5ª Turma do Superior Tribunal de Justiça acatou um pedido apresentado pela defesa do parlamentar e anulou todas as decisões de primeira instância relacionadas ao caso, além das provas coletadas durante a investigação. Com isso, a apuração do escândalo voltou à estaca zero.

 

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Até um grão de areia sabe que estes agentes públicos cometem práticas imorais emseus gabinetes, como a rachadinha, gasolina para dar voltarão mundo, assessorias jurídicas e técnicas, gastos de correio e com gráficas para divulgação de seu trabalho para o eleitor,etc.É como o sítio do LULA, que “não é dele”, mas foi condenado pelo MORO e reafirmado em mais 2 instâncias superiores.Que a justiça seja feita e já para quem se julga poderoso e intocável com Deus.Flávio: admita a culpa e poupe-nos

  2. Gilmar Mendes, aquele que reúne os “pacientes” de ações sob sua responsabilidade no STF em Lisboa para discutir o “ futuro

  3. Considerando a turma, que tem alguns magistrados extremamente garantistas, e o réu, já sabemos o resultado.

  4. Parcialidade de um juiz no Brasil, se tornou sinônimo de um magistrado que age com justiça contra os corruptos. O ex-presidiário Lula, soterrado por inúmeras provas do butim que sistematizou, apelou para isso. Flávio Bananinha usa a mesma tática. Se tem provas irrefutáveis, é só girar o mecanismo da justiça, cujos membros são putas bem pagas. Moro 🇧🇷

  5. Mais uma vez o sinistro beicola o presidente de fato do STF, e todos os demais decidirao sob a batuta do dito cujo e livrara a cria 01 de ir para o lugar que ele merece, o qual seria a cadeia, mas considerando que ja ha todo um compadrio entre o BolsoNero e Beicola, imagina no que vai dar se o maior dos ladroes jaa foi pra rua sob a mesma batuta! So Moro, nosso futuro presidente, lavajato e condenacao em segunda instancia para estes bandidos pagarem presos

  6. Tem de emitir uma certidão negativa para o ilustre político, com o carimbo de cada ministro do STF, afinal, desde quando alguém pode pensar em condenar um político, né? E esse tal de coaf, como ousa se meter com político? Nossa república de bananas!

  7. Isso é uma vergonha! Como pode combater a corrupção desse jeito, se a própria justiça anula tudo dos corruptos poderosos?? Inacreditável!!

  8. A propósito, em que pé está a rachadinha de David Alcolumbre? No caso Flávio sabe-se tratar de perseguição do MP RJ, vez que casos análogos na Alerj são ignorados como o de André Cecíliano do PT. Vai vendo...

    1. Flávio Bolsonaro é um bandido e este é o país da impunidade.

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO