Edilson Rodrigues/Agência Senado

Saída do país não impedirá investigação da CPI sobre assessor de Pazuello

21.07.21 14:45

A remoção do diplomata Flávio Werneck, assessor internacional do Ministério da Saúde, para cargo no Consulado do Brasil em Londres não impedirá a investigação da CPI sobre a sua participação nas negociações encabeçadas pelo ex-ministro Eduardo Pazuello para a compra de vacinas.

O movimento, autorizado pelo ministro Carlos França, das Relações Exteriores, foi revelado por Crusoé nesta quarta-feira, 21. Werneck foi cedido ao Ministério da Saúde em junho de 2020 pelo então chanceler, Ernesto Araújo, e nomeado para chefiar a assessoria internacional da pasta pelo general Eduardo Pazuello, até então ministro interino da Saúde.

“É mais um caso de assessor envolvido nas negociações nebulosas e na reação equivocada do Brasil à pandemia. A mudança de endereço não vai afetar a investigação”, diz o senador Alessandro Vieira, membro da CPI. O parlamentar é autor de um pedido de quebra de sigilo telemático do diplomata que chegou a ser aprovado no mês passado, mas foi suspenso pelo ministro Luís Roberto Barroso, do STF.

Em nota a Crusoé, o Itamaraty informou que “o conselheiro Flavio Werneck Noce dos Santos foi removido para o Consulado-Geral do Brasil em Londres no contexto do plano de remoções do Ministério das Relações Exteriores para o primeiro semestre de 2021”. Segundo a chancelaria, “o plano é feito regularmente (usualmente a cada seis meses), com base na legislação em vigor e, desta feita, prevê a movimentação de 518 servidores, do exterior para Brasília, de Brasília para o exterior e entre postos no exterior”.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. O bilionário Carlos Wizard fez o que fez, e foi para os EUA. Agora outro que procura fugir. Não tem onde se esconder neste mundo globalizado. E não vamos esquecer jamais, pois temos até o momento, mais de 540 mil motivos para nos lembrarmos sempre. Sugiro que após superarmos a pandemia, criemos o Dia da Consciência Pandêmica. E todo ano seja divulgado todos os culpados e as respectivas penas, para que fique registrado que TUDO TEM UM PREÇO.

    1. Esconder corrupto no Brasil? Vocês não o he em um tal de Lula, José Dirceu, Aécio? Hipocrisia…

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO