Roque de Sá/Agência Senado

Pacheco critica pedido de indiciamento de Heinze pela CPI: ‘excesso’

26.10.21 17:03

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, criticou nesta terça-feira, 26, a decisão do relator da CPI da Covid, Renan Calheiros, do MDB, de incluir o senador Luís Carlos Heinze, do Progressistas do Rio Grande do Sul, no relatório final da comissão parlamentar de inquérito. O colegiado pediu o indiciamento de Heinze por sua insistente defesa de medicamentos ineficazes, como a cloroquina, e pela divulgação de notícias falsas.

Pacheco, que nunca comentou publicamente assuntos relacionados à CPI da Covid desde o início dos trabalhos, mudou de comportamento nesta terça, ao manifestar sua contrariedade com a decisão da comissão. O pedido de indiciamento de Heinze foi proposto pelo senador Alessandro Vieira, do Cidadania, e acatado pelo relator da CPI.

“Nunca interferi e não interferirei nos trabalhos da CPI. Pelo que percebo, considero o indiciamento do senador Heinze um excesso. Mas decisão é da CPI”, disse Pacheco nesta terça, por meio de nota divulgada pela assessoria da presidência do Senado Federal.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Fraco omisso submisso sob terror de mais dez 150 processos contra parlamentares no STF o sr. Pacheco perdeu a chance de se firmar como lider e jaz sob lama e vergonha . morreu e esqueceram de cremar.

  2. Dois pesos e duas medidas. Sou contra o negacionista Boçalnaro, assim como sou contra o negacionista Heinze. Para ele, Heinze, já virou pizza!

  3. Pacheco, Pacheco. Pacheco!!!!!!! Sério isto? Me envergonha como brasileiro, ter um imbecil como este tal de Heinze como senador. Aliás, vergonha essa que se estende ao Bolsonaro, pois são duas figuras patéticas. Então o candidato do Kassab externa isso para o povo brasileiro? Chegou a hora de separar os pintos dos galos. Um pintinho para presidente não serve para nada. Mor🇧🇷 Presidente. Seriedade e Respeito. Pacheco não respeita a inteligência alheia.

    1. To contigo PAULO. Vamos descer a borduna nesses sem vergonhas. MORO! MORO!MORO!

  4. o presidente do Senado se omitiu no caso do impedimento de Alexandre Moraes a estuprar as leis como quer .. covarde se brincar o CaGAlheiros pede o dele . o poder não é para frouxos .. Pacheco = defunto político.

  5. Até que enfim o."holografico" presidente do Senado se pronuncia sobre mais uma excrescência desta comissão "paralamentar" dos 3 metralhas!

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO