Pedro Ladeira/Folhapress

Renan mira negociação entre a Davati e secretário do governo de Mato Grosso

25.08.21 16:58

O relator da CPI da Covid, Renan Calheiros (foto), propôs o aprofundamento da investigação sobre as negociações entre a Davati Medical Supply e o Mato Grosso. O emedebista quer convocar à comissão Mauro Carvalho Júnior, secretário-chefe da Casa Civil do governo estadual.

No requerimento, Renan Calheiros anotou que os depoimentos tomados pela CPI e os dados extraídos do celular de Luiz Paulo Dominguetti, entregue voluntariamente à comissão, mostram uma intensa troca de correspondências eletrônicas” entre o representante comercial da Davati e Mauro sobre vacinas.

A relação do convocado [Mauro Carvalho] com a empresa Davati e seus supostos representantes, em franca negociação para se adquirir vacinas, em tese, por meios nada regulares, além das relações pessoais, ligações comerciais e intimidade demonstrada com outros personagens ouvidos e investigados por este colegiado, denotam indícios de atos em desconformidade com a ordem jurídica“, escreveu.

Recentemente, o governo de Mato Grosso informou que, em março, Mauro Carvalho recebeu um e-mail enviado por Helder Mello, que se apresentou como representante da Davati. A gestão estadual compartilhou a mensagem com a proposta de venda, que mostra que o preço era de 14 dólares a dose. Ainda de acordo com o comunicado, o secretário pediu uma carta de representação da empresa. Como o documento não foi apresentado, o governo não deu sequência às negociações.

A Davati Medical Supply entrou na mira da CPI da Covid quando Luiz Paulo Dominguetti afirmou que, ao ouvir uma proposta de fornecimento de 400 milhões de doses da vacina desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca, o ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde Roberto Ferreira Dias exigiu propina de um dólar por dose para dar continuidade às tratativas.

Após o caso ser levado a público, a Davati admitiu que não representa a farmacêutica AstraZeneca e que tampouco tinha as doses oferecidas ao governo federal durante a negociação.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO