Jefferson Rudy/Agência Senado

Projeto deve liberar compra de vacinas pela iniciativa privada, afirma Pacheco

22.02.21 18:07

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (foto), afirmou nesta segunda-feira, 22, que Congresso e governo pretendem permitir que a iniciativa privada compre vacinas contra a Covid-19. A autorização deve ser estabelecida em um novo projeto de lei ou em uma medida provisória já em trâmite no parlamento.

Pacheco fez a sinalização em coletiva de imprensa após reunião com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e o filho 01 do presidente da República, o senador Flávio Bolsonaro. “Há inúmeros segmentos da iniciativa privada dispostos a auxiliar na aquisição dessas vacinas e contribuir para o país“, disse.

O senador ressaltou ser “óbvio” que o texto vai preservar “o Programa Nacional de Imunização e o sistema único de saúde, em razão de sua universalidade”, além de “obedecer as prioridades do Brasil“. “A iniciativa privada que queira contribuir, que o faça respeitando as regras do PNI“, completou, sem dar mais detalhes.

Pacheco confirmou que a proposição autorizará a União a assumir a responsabilidade por eventuais efeitos adversos de vacinas contra a Covid-19 avalizadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa. A permissão se estenderá ainda a estados e municípios.

A medida costurada por Pacheco atende, de imediato, exigências da Pfizer e da Janssen, que, em contratos uniformes com dezenas de países, se resguardaram e transferiram a responsabilidade sobre possíveis efeitos dos imunizantes a autoridades. Apesar de cumprir condicionantes estabelecidas por estas empresas, a regra pode valer para todos os laboratórios que negociarem vacinas com o Brasil.

É uma alternativa legislativa, um projeto que será concebido acredito que ainda hoje, no âmbito do Senado, para que encontremos um caminho que autorize a União, mas também estados e municípios, a assumirem os riscos da vacina, podendo constituir garantias, cauções e seguros para adquirir as vacinas“, afirmou.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. A medida é correta, Sr. Presidente do Senado. Milhões poderiam pagar pela vacina, seria uma forma de ajudar o país. Vamos deixar de lado essa polarização burra entre pobres e ricos. Quem puder deve contribuir desonerando os cofres públicos desse gasto. Além disso, quem é realmente for rico neste país devia praticar filantropia e doar vacinas à União, Estados e Municípios. Crie aí algum incentivo. Que tal uma comenda do Senado?

    1. Discordo. Um governo inepto, negacionista, irresponsável está tirando o dele da reta com essa medida, assim fica fácil, colocar a responsabilidade de uma pandemia para o setor privado, já pagamos muitas coisas, os impostos pagos retornam muito pouco ao povo brasileiro.

  2. Tinha razão Umberto Ecco ao dizer que um dos problemas da internet foi ter dado voz a qualquer idiota. Jose parece ser um bom exemplo disso. Mas faça um favor à comunidade, Jose: abstenha-se de comentar as notícias! CALE A BOCA, JOSE! Ah, e aqui ninguém zurra nem é bozista, ó imbecil!

    1. Zurra bozista zurra! A realidade dói no teu couro, não é? Eu não posso fazer nada para te ajudar jumentinha, pois a tua sina é esta: zurrar para a eternidade sua acéfala!

  3. Claro, claro, comprar a vacina e vender a preços altos para os ricos. Enquanto isso os pobres ficam morrendo por falta de assistência médica e vacinas. Bozistas são seres degenerados!

    1. Nem José, nem Maria. A falta de pragmatismo das pessoas é espantosa e sua polarização ideológica, uma praga. Objetivamente, e independentemente de quem parta, a disponibilização de vacinas por laboratórios privados seria, sim, excelente para o momento. Os que podem pagar, além de resolver o seu próprio problema, aliviariam o sistema público de saúde e minimizaria parte da gestão inepta deste governo. E Phodam-ce a direita, centro, liberais, conservadores e de esquerda. Precisamos é de soluções.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO