Nilson Bastian/Câmara dos Deputados

PF monitorou entrega de propina para ex-deputado nomeado por Bolsonaro

01.12.20 14:10

A Polícia Federal monitorou durante a investigação da Operação Poço sem Fundo a entrega de 35 mil reais em propina para o ex-deputado Benjamim Maranhão. O ex-parlamentar do MDB foi nomeado, em abril de 2019, para o cargo de diretor-executivo da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural, a Anater, pelo presidente Jair Bolsonaro, mas acabou exonerado em 28 de maio deste ano para concorrer às eleições municipais.

O repasse da propina feito por um empresário ocorreu em 3 de fevereiro de 2018, quando Maranhão ainda era deputado. Por isso, o caso foi remetido ao Supremo Tribunal Federal. A Poço sem Fundo mira um esquema de desvio de dinheiro no Departamento Nacional de Obras Contras as Secas, o Dnocs, no Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, o Incra, e na prefeitura de Araruna, comandada à época pela mãe do ex-deputado.

Segundo a PF, servidores dos órgãos federais indicados por Maranhão se valeram de fraudes em contratações de empresas para perfuração de poços e instalação de sistemas de abastecimento de água na Paraíba para cobrar propina de empresários interessados nos certames públicos. Um desses empresários, Severino Xavier Pimentel Júnior, da Cesan Construtora, teria efetuado pagamentos ao ex-parlamentar.

Por meio de interceptações telefônicas e monitoramento a campo, a PF conseguiu acompanhar a entrega de valores feita pelo motorista de Pimentel Júnior no Edifício Saint Michel Boulevard, em João Pessoa, capital da Paraíba, onde o deputado tem um apartamento.

“O motorista utilizou um veículo (VW GOL, cor vermelha, placas NQC 2766) da Cesan para levar o dinheiro até o apartamento, dinheiro que decorre de contratos firmados por empresas controladas por Severino Pimentel (Civiltec e SPC), com o Dnocs/PB e o Incra/PB, cujo Superintendente Rinaldo foi indicado por Benjamin Maranhão”, diz trecho de uma decisão judicial da operação.

Maranhão, diz a investigação, integraria o núcleo político da organização criminosa e se valia do “seu cargo, através da liberação de recursos por meio de emendas parlamentares, e prestígio político, mormente na cidade de Araruna/PB, cuja ex-prefeita é sua mãe, bem como diante da pública e notória influência na escolha dos coordenadores do Incra/PB e Dnocs/PB para a viabilização de toda atividade criminosa.”

Tanto a entrega de valores flagrada pela PF, como outras transferências de empresários investigados, contaram como intermediário um assessor parlamentar de Maranhão.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

Edição nova toda Sexta-Feira. Leia com Exclusividade!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

Deixar para mais tarde

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Não há como ser mais repugnante essa marginalha corruptalha!!! É propina, é tráfico de influência, é encobrimento de crimes de familícia, é nomeação por interesses pessoais escusos.... é a bandidalha no poder!!!! E o atual chefe da bandidalha ainda "reproduziu" mais 4 crápulas mentecaptos!!! Beeeerrrrkkkk!!!!

  2. Enquanto tivermos um STJ e um STF canalha, "lambe-botas" dos políticos (que os nomeiam, muitos corruptos, outros incompetentes) que não condena ninguém, a corrupção continuará sendo o câncer do País, sugando todas as energias (recursos) que puder! A prisão de alguns, Sérgio Cabral o mais graduado, não surtiu efeito nenhum, visto que o maior deles, Lula, NUNCA foi preso, ficava numa suíte se refestelando com a Janja!

  3. 3 de Fevereiro de 2018, e ainda nao tem ninguem preso, o que a justica, stf, pgr estao espereando? o cara fugir? E um absurdo a lentidao da justica brasileira, culpa do nosso legislativo, do stf, da pgr, da stj, da cnmp, da oab, e do bolsonaro. Sera que vamos ser o eterno pais da impunidade? eu nao quero mais isso 2022 vou apoiar a volta da Lava Jata 2.0, turbinada e mais forte , quero ver politicos e funcionarios publicos corruptos na cadeia.

  4. Se verídico a matéria, o político em pauta é mais um bandido. Infelizmente eleito pelo nosso povo. Escancara a falência da nossa educação.

  5. Político que pouco rouba corre grande risco de ser punido. As possibilidades de indulgência por parte dos 'solturófilos' parecem aumentar com a magnitude do roubo. Quanto maior o pecado, tanto maior o perdão, diziam arautos da Reforma. Quando o espólio é ENOOORME, são maiores as oportunidades de reunir interessados na sorte (dos piratas) do butim; ladrão de galinha, ou de um quilo de manteiga, pode apodrecer no cárcere. Só há um problema de longo prazo: em demasia, soltura implica desidratação.

    1. Impossível confirmar a nota: parece que uns políticos insistem em ocultar dinheiro surrupiado em kueka, ou na primeira sílaba desse vestuário, com risco evidente para a saúde intestinal. Apanhados, podem ir em cana. Apreendidos em razão de sofisticadas transações cambiais, os políticos respiram aliviados. Serão tratados por pessoas ou grupos habituados com tais rotinas. A bandeira do contribuinte é singela: preconiza a isonomia. Oficializada a orgia, que se garantam entradas grátis para todos.

  6. Esse malfadado Denox é uma usina de corrupção e devia ser extinto sem mais delongas. Por esta e por outras Bolsonaro deu um cavalo de pau e passou a atacar a Lava Jato. Um horror.

    1. O DESGRAÇADO DO BOZOBOSTA SÓ SE JUNTA COM POLITICOS SAFADOS. AINDS TEM CORAGEM DE FSLAR MAU DO PT.

    1. É não? A Famiglia tem participação em toda corrupção nem que seja para salvar a pele.

    2. Sérgio, se a operação já vinha desde 2018, caberia à ABIN, mediante consulta do presidente, desaprovar a indicação dessa criatura por falta de conduta ilibada, sem precisar mencionar a operação, que deve correr em sigilo na PF. Infelizmente, parece que a inteligência anda em extinção nesse governo...

    3. Não vi nenhuma vinculação. Vi uma verdade. Crusoé, Parabéns! 👏👏👏👏

Mais notícias
Assine
TOPO