Fabio Rodrigues Pozzobom

O que a popularidade digital revela sobre a eleição de 2022

23.07.21 16:45

A consultoria Quaest acompanha a popularidade digital de diversos políticos brasileiros a partir de 152 variáveis coletadas do Twitter, Facebook, Instagram, YouTube, Wikipedia e Google. O resultado da investigação é publicado no Índice de Popularidade Digital, IPD, que vai de zero a 100 . A análise dos dados permite tirar algumas conclusões sobre a eleição presidencial do ano que vem (foto).

Uma delas é que nenhum integrante da terceira via consegue manter uma popularidade alta na internet por muito tempo. “Quando começou a vacinação, o João Doria atingiu um pico, depois caiu. Eduardo Leite ganhou projeção com sua entrevista em que se assumiu gay, mas sua popularidade voltou ao mesmo nível depois. Ciro Gomes cresceu depois de falar em religião, depois diminuiu“, diz o cientista político Felipe Nunes, professor da Universidade Federal de Minas Gerais e diretor da consultoria Quaest. “O que o IPD tem demonstrado é que Jair Bolsonaro e Lula continuam sendo os dois personagens capazes de mobilizar mais gente no mundo digital neste momento, o que deve repercutir na eleição de 2022.”

Apesar de não serem ameaçados por outros nomes na internet, tanto a popularidade de Bolsonaro como de Lula têm oscilado nos últimos tempos.

Bolsonaro vinha de uma popularidade na casa dos 80 em 2019 e 2020. O início da CPI da Covid o afetou, derrubando seu índice para cerca de 45 pontos. “A popularidade do presidente nunca esteve tão frágil, mas foi apenas a CPI da Covid entrar em recesso e Bolsonaro ser internado para tratar uma obstrução intestinal para ele recuperar seu patamar“, diz Nunes.

Lula fica em segundo lugar na medição e chegou a empatar com Bolsonaro em alguns momentos ao longo do ano, mas começou a registrar uma queda a partir de junho. No mês seguinte, ao apoiar a ditadura cubana durante a repressão aos manifestantes, sua popularidade chegou ao piso. “O apoio de Lula à ditadura cubana animou os bolsonaristas, não empolgou muito os petistas e gerou certo pavor entre as pessoas de centro. Com isso, a repercussão negativa acabou se sobrepondo à positiva, reduzindo sua popularidade“, diz Nunes. A popularidade do ex-presidente caiu, então, de 43 para cerca de 27.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. A popularidade dos citados não se manteve porque ninguém se lançou candidato verdadeiramente. Até agora só há dois candidatos na cabeça do eleitor. E Ciro Gomes, que já virou arroz de festa. Mas tenho certeza que, assim que qualquer um se apresentar como uma terceira via, vai subir como foguete!

  2. a verdade é só uma , se Lula ou bolsonaro ganharem a próxima eleição será na verdade mais problemas políticos, mais fome , miséria e imposto alto. #NemLulaNemBolsonaro

  3. Esse nyco-mico é um dos crápulas patetóides, provavelmente o ""carlixo reprimido"", Jose, pode-se apostar!!!! 😆😆😆😆😆😆😆😆......

  4. Triste!!! Essa pesquisa mostra quão é volúvel os fanáticos dos dois, anencéfalos, enqto os eleitores não se interessarem de fato seremos castigados por essa cambada do stablishiment

  5. Gente....como é que poderiam ter ""popularidade"" candidatos que nem se candidataram ainda?????? Como se pode medir ""popularidade de candidatos para eleições"" se nem ao menos são candidatos?????? Sejamos realistas, os silentes eleitores da terceira via querem efetividade!!!!! Ou precisa desenhar?????

    1. Imagino que estejam esperando que se resolva a pendenga do impeachment mas, cuidado pra não perderem a passagem do momento certo: nem cedo para não se desgastar mas também nem tarde pra não perder o bonde!!!!

  6. pois é crusoé ate voces dando empate do lula com bolsonaro pois não renovarei a assinatura no próximo mes voces e a maioria da imprensa brasileira todos comunas

    1. quem vc acha que engana? procure um pasto e vá mugir em outras paragens

    2. João não abandone o debate na Crusoé, plis. Ou você tem medo da verdade? Foi contaminado pelas mentiras do ex mito, agora centrãozista de carteirinha?

  7. democracia de verdade é não ser obrigado a votar para não ser punido eleições leva bilhões de dinheiro publico por isso não se fala no assunto é o circo das eleições , brasil republiqueta das bananas

  8. Eu tenho dúvida ZERO quanto ao desempenho do MITO. Eu sempre acompanho o desempenho dele numa pesquisa que envolve milhões de pessoas e não apenas milzinho em porta de cadeia realizada por institutos obscuros contratados por mídias esquerdopatas, tipo: Estadão, Foia, Oie, Grobolixo and puchadinhos. Vai ser no primeiro turnos. Agora já podem cholá.

    1. Kkkkkkk. Nyco Penyco está com ego nas alturas. Se ele é incapaz de sequer construir uma frase que faça sentido, imaginem se ele seria capaz de compreender qualquer gráfico simples, kkkkkkkkkkkkkk. Nyco Penyco, você é apenas o receptáculo dos produtos do intestino grosso dos bozistas.

  9. KKKK, mais uma consultoria ou instituto como queiram vais dar com os burros n'água, essas tendências são sempre quando os argumentos de quem é contra e a favor ficam mais evidentes, pois a grande massa da internet é sigilosa

    1. Desculpe João mas tens milhares de pessoas que estão na internet e não são consultadas, e nem entram em nenhuma estatísticas, por isso que eu digo são tendências de momento, tu tens que avaliar sua opinião antes de criticá-las, e os institutos no Brasil basta olhar são tendenciosos, no meu estado um senador não aparecia , somente os da internet e de um instituto famoso estavam eleitos, ficarão 10% longe daquele que não aparecia. não é a primeira vez que acontece, antes da critica, pesquise.

    2. Celso,pra você uma consultoria ou instituto só e sério quando fala o que você gosta……

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO