Rosinei Coutinho/SCO/STF

Moraes suspende portaria do Exército que dificultava rastreamento de armas

16.09.21 22:48

O ministro Alexandre de Moraes (foto), do Supremo Tribunal Federal, suspendeu nesta quinta-feira, 16, a eficácia de portarias publicadas no ano passado pelo Exército que dificultavam o rastreamento de armas e munições.

A decisão liminar atende a duas ações movidas pelo PDT e pelo Psol e será submetida a julgamento no plenário virtual do STF, a partir desta sexta-feira, 17. A portaria revogada por Moraes tinha derrubado três outras normas anteriores do Exército que estabeleciam regras mais rígidas para marcação, controle e rastreamento de armas e munições.

Segundo o ministro, as portarias revogadas pelo Exército, como defendia o presidente Jair Bolsonaro e seus apoiadores, previam a adoção de soluções para a efetividade e a eficiência da ação do Estado em relação ao comércio ilegal de armas e munições e o governo não conseguiu justificar a flexibilização da norma.

“A revogação desses atos careceu de motivação idônea a justificar a não implementação das ferramentas de controle neles previstas, bem como não foi acompanhada de qualquer medida paliativa ou intermediária, mesmo já transcorrido período razoável de tempo desde sua edição”, afirmou Moraes.

 

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Muitíssimo bem, Ministro!!!! Agora vamos pegar as 4 crias delinquentes também, não é mesmo???? Já passou - muitíssimo - da hora.

  2. Maravilha. Os Bozistas queriam deixar a boiada dos milicianos e grileiros passar. Quebraram a cara! Prisão imediata para todos estes delinquentes.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO