Carlos Moura/SCO/STF

Ministro Barroso faz alerta para aumento de violência nas eleições

24.11.20 09:56

Em pronunciamento realizado nesta terça-feira, 24, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luís Roberto Barroso, fez um alerta sobre o aumento dos casos de violência durante o primeiro turno das eleições municipais e defendeu uma mobilização para que a votação deste domingo, 29, seja mais segura, especialmente para as mulheres.

Segundo ele, os crimes eleitorais como boca de urna e compra de votos diminuíram em 2020, mas casos como homicídios e agressões relacionados à política cresceram. “A violência é incompatível com a democracia. É preciso jogar limpo e civilizadamente. Os órgãos de segurança pública estão vigilantes”, disse o presidente do TSE.

Barroso deu destaque à violência de gênero no pleito, e aos “ataques físicos e morais às mulheres que são candidatas”. “Tivemos um aumento de mulheres eleitas no primeiro turno e temos mais de 50 mulheres candidatas no segundo turno. Esse tipo de agressão às mulheres, física ou moral, é pior do que machismo, é covardia”, argumentou o ministro.

“Precisamos de mais mulheres na política e precisamos enfrentar essa cultura do atraso, do preconceito, da discriminação. Elas podem e o Brasil precisa”, finalizou o presidente do Tribunal Superior Eleitoral.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

Edição nova toda Sexta-Feira. Leia com Exclusividade!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

Deixar para mais tarde

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. a maior violência e ser obrigado a votar num pais que dizem democrático e se não o fizer vai ser punido varias vezes , esse abacaxi chamado TSE que custa bilhões por ano e só existe aqui na republiqueta das bananas

Mais notícias
Assine
TOPO