Marcos Corrêa/PR

Interferência de Bolsonaro na PF: inquérito está há sete meses parado

12.04.21 07:32

Ao fim desta semana, o inquérito que investiga a interferência de Jair Bolsonaro na Polícia Federal vai completar sete meses parado. Suspensa em 17 de setembro de 2020 pelo ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, a investigação permanecerá paralisada até que o plenário da corte decida se concede ou não ao presidente o direito de depor por escrito.

O julgamento chegou a ser marcado para 24 de fevereiro. Os ministros, no entanto, decidiram discutir apenas temas tributários naquela sessão. O adiamento foi estratégico. Naquele momento, o STF havia acabado de referendar a ordem de prisão do deputado bolsonarista Daniel Silveira, expedida por Alexandre de Moraes. O sentimento predominante na corte era de que seria melhor esperar distensionar o ambiente. 

O formato do depoimento do presidente começou a ser examinado pelo Supremo em 8 de outubro. O STF analisa um recurso movido pela Advocacia-Geral da União contra a decisão em que o então relator do processo, Celso de Mello, determinou o interrogatório presencial. Durante sua despedida da corte, o então ministro afirmou em seu voto que o presidente da República, como os demais cidadãos, é “súdito das leis“, ressaltando que “absolutamente ninguém” está acima da Constituição.

O presidente do STF, Luiz Fux, entretanto, interrompeu a votação e, desde então, não marcou nova data para a retomada do debate. À época, o gesto foi lido como uma maneira de derrubar a decisão do decano sem constrangê-lo. Com a aposentadoria de Celso de Mello, o inquérito foi redistribuído e caiu nas mãos de Moraes, relator de outros dois processos incômodos para o Planalto: o que apura supostos ataques aos ministros da corte e o dos atos antidemocráticos. 

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Os membros do STF tem uma vida tão boa, cheia de salamaleques, mesuras e relações institucionais, que fica realmente difícil decidir qualquer coisa que não seja agradar. A população que vive longe do Lago Paranoá que se exploda!

  2. Enquanto isto o STF prefere julgar, única e exclusivamente, temas sem qualquer relevância, para desespero do contribuinte que banca a boa vida na corte (incluindo parlamento e executivo). Haja pizza para todo mundo!

  3. A interferência de qualquer Presidente da República no aparato policial do Estado é gravíssima e atenta contra a Democracia. O STF deveria agir com presteza, ao invés de ficar medindo a temperatura e escolhendo o melhor momento para enfrentar a questão, porque a INTERFERÊNCIA SE AMPLIA NESSE MEIO TEMPO.

  4. A GUILHOTINA ESTÁ AFIADA JÁ FAZ ALGUM TEMPO E O 'CARRASCO' ALEXANDRE DE MORAES ESPERA QUE O BOZO CONTINUE FAZENDO AQUILO QUE FAZ DE MELHOR, OU SEJA 💩 PARA PODER DAR ANDAMENTO NESTA EXECUÇÃO, POIS DE CADA 5 COISAS QUE O PALHAÇO ASSASSINO FAZ NO MÍNIMO 10 SÃO MERDAS..😂😂😂🚔⚔🔪☠

  5. Não houve nada de extraordinário. Chefia da PF e ABIN é Presidente quem decide como foi com lula e todos q trocaram essas chefias várias vezes. Moro se precipitou. Até a GLOBO chama isso de "SUPOSTA TENTATIVA de interferência" e a Crusoé insiste em AFIRMAR a interferência. Hilário.

    1. Verdade Antônio, verdade! Está na hora de chamar o genocida para explicar os seus crimes.

  6. Já tem muito mais provas para serem anexadas à este processo. É cristalina a intervenção do Bolsonero na PF. Dr. Moro avisou, corajoso que só, meteu a boca no trombone. O Supremo, mesquinho e covarde que é, não vai fazer nada. MS

    1. O STF vai se curvar a Bolsolula? Vai aceitar os ataques à instituição sem colocá-lo no seu lugar?

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO