Foto: Pedro França/Agência Senado

Integrante da CPI, Girão quer ouvir diretor da PF e Lindôra Araújo sobre gastos nos estados

22.04.21 16:11

O senador Eduardo Girão, do Podemos do Ceará, apresentou nesta quinta-feira, 22, uma proposta de plano de trabalho para a CPI da Covid. Integrante do colegiado, o parlamentar é autor do requerimento que incluiu a investigação de gastos em estados e municípios no escopo da comissão. Vários pontos da proposta de Girão enfrentam resistência entre os colegas que integram a CPI, como a apuração de gastos com auxílio emergencial e a convocação de integrantes da equipe econômica, entre eles o ministro Paulo Guedes. Senadores de oposição acreditam que a abertura dessa frente pode tumultuar os trabalhos.

O plano de trabalho elaborado por Girão inclui capítulos específicos sobre a compra de vacinas, contratação de leitos de UTI e sobre a crise do oxigênio no Amazonas. Na apuração sobre o emprego de recursos federais pelos estados, o parlamentar prevê a oitiva da subprocuradora da República Lindôra Araújo, responsável na PGR pelas investigações contra governadores, e o diretor-geral da Polícia Federal, Paulo Maiurino. O senador pretende focar nos escândalos ocorridos nos estados e municípios envolvendo recursos federais contra a Covid.

A CPI será instalada na próxima terça-feira, 27, quando haverá a eleição para a escolha do presidente, vice e relator da comissão. Os cargos devem ficar, respectivamente, com Omar Aziz, do PSD, Randolfe Rodrigues, da Rede, e Renan Calheiros, do MDB. Os parlamentares já trabalham em torno de um roteiro de trabalho elaborado pelo senador Alessandro Vieira, do Cidadania, que não é titular da comissão, mas teve o aval de Aziz e Renan para formatar a proposta.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. enrolar não , Senador Girão. se forem mais ágeis talvez algumas vidas possam ser salvas. Não vamos perder o foco principal. A investigação já está em andamento .Outras apurações , apesar de várias evidências, tem que ser apuradas.

  2. Vão " descobrir " o que sempre esteve às claras, que foram compras superfaturadas de diversos insumos, muitas delas sem sequer receberem o que foi comprado, que pelo que já se sabe, era jogo jogado. Discrepâncias abissais em preços de respiradores nacionais e importados, paredes falsas escondendo respiradores, o Protocolo de Manaus, um genocídio orquestrado pelos " Médicos por Haddad " com super dosagens para desacreditar aquele remédio que rima com MENINA e mais, muito mais.

    1. Ronaldo, tenha pena do Louriva. Ele é apenas uma criatura bozista degenerada que passa vida zurrando nas redes sociais. Zurrar é a sina da criatura!

    2. eita que o esterco está saindo pela boca.so gado lixo

  3. Se é CPI da Covid-19, então tem que investigar tudo, afinal, foram milhões repassados para estados e municípios, e muitos corruptos se locupletaram do dinheiro público, e a população não foi servida como devia; isso com certeza aumentou o número de mortes. Ninguém chama esses corruptos de genocidas!!

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO