Governo do Estado de São Paulo

Grupo de Doria cogita contestar regra que impede novos filiados de votar nas prévias

23.10.21 10:20

Acusado de fraudar as datas de filiações ao partido para que aliados possam votar nas prévias do PSDB, em novembro, o grupo do governador paulista João Doria (foto) cogita apelar à executiva nacional da legenda ou até à Justiça contra a regra que restringiu a participação de novos filiados no processo de escolha do candidato tucano ao Palácio do Planalto em 2022.

Propostas por uma comissão especial, as regras para as prévias tucanas foram aprovadas em junho. Ficou estabelecido, por exemplo, que só terão direito a voto na eleição interna os filiados inscritos no partido até o dia 21 de maio, ou seja, seis meses antes da votação. O grupo de Doria era minoria na comissão e alegou que as regras foram aprovadas sob medida para prejudicar o paulista.

Agora, diante das acusações de fraude feitas pelo grupo que apoia o governador gaúcho Eduardo Leite, aliados de Doria falam em “casuísmo” e cogitam entrar com recurso para fazer prevalecer o estatuto do partido, que, na visão deles, é “soberano”.

Pelo estatuto tucano, a carência de seis meses de filiação para participação de votações internas só vale para filiados sem mandato. Quem tem mandato, como prefeitos, governadores, deputados e senadores, o prazo de filiação é de um mês. Por essa regra, até a deputada Joice Hasselmann, filiada neste mês por Doria, estaria apta a votar nas prévias.

Segundo um aliado de Doria, “a regra dos seis meses” foi sugerida pelo dirigente tucano João Almeida, que integra o grupo do deputado Aécio Neves e coordena a campanha de Eduardo Leite. Todos que votaram a favor da norma na comissão especial também apoiam hoje a candidatura do governador gaúcho.

Na denúncia apresentada ao diretório nacional do partido na quinta-feira, 21, apoiadores de Eduardo Leite acusam tucanos paulistas de alterarem as datas de filiação no sistema da Justiça Eleitoral para que novos filiados possam votar nas prévias. As supostas fraudes teriam ocorrido em quase 100 casos. O grupo de Doria nega as acusações e diz se tratar de “desespero de perdedor”.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Penso que cada diretório deveria correr atrás de filiar políticos com mandato até a semana das prévias, partido forte, candidatos fortes …

  2. Pqp ! As fraudes vão dominar as eleições do Brasil! Tudo aqui tem fraude:. Concursos, votos , provas , informações! Por isso e bolso..22 se boca de veludo deixar de fraudar!

    1. Robô Carluxo, o algoritmo está aberto para verificação. Pede para o Bolsonaro mandar os dois imbecis que participaram da Live "PONHAR" um vírus nos sistema demonstrado a fragilidade do mesmo. O sistema é íntegro e a tática do sociopata de gerar desconfiança não surtiu efeito. Mor🇧🇷 Presidente. Seriedade e Respeito.

  3. Lamentável que a terceira via tenha perdido a chance de ter um candidato com a altivez do Tasso Jereissati. O país necessita de um nome que inspire confiança e que possa devolver a todos a esperança de uma ordem política, social e econômica. Creio que o Jereissati seria, com seu brioso passado administrativo, o melhor candidato.

    1. Concordo com vc JOSE, quanto a capacidade do Jereissati para enfrentar os desafios que temos pela frente. Porém, não podemos cometer os mesmos erros de 2018, quando ocorreu uma fragmentação das candidaturas, que acabou levando o Bolsonaro e o Haddad para o 2° turno. Essa palhaçada do PSDB tem que acabar. O PSDB precisa se conscientizar que não é mais competitivo. Acredito que Jereissati será um bom conselheiro para a 3a via. E Doria ou Leite, tem q colocar na cabeça, q não serão protagonistas.

    1. Robozinho mal educado, vais ficar de castigo. Já para o GO!

  4. As regras não são bem claras, como tudo no Brasil. Seja como for, como leiga, acho q Leite tem muito mais chances do que Dória. Em Leite eu voto, em Dória jamais. Se Leite "ceder a vez" ao melhor colocado para PR, será bom pro Brasil. Dória não vai ceder, mas também não vai chegar ao 2° turno. Todos perdem. Em Dória a gente não confia desde q abandonou a prefeitura de SP. Ele não pensa no Brasil, só na sua vaidade q não tem limite.

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO