Divulgação

Governo vai entregar 140 milhões de vacinas até maio, diz Arthur Lira

01.03.21 10:07

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, afirmou na manhã desta segunda-feira, 1º, que o governo vai entregar 140 milhões de doses de vacinas até maio. A distribuição de imunizantes aos estados e municípios foi discutida em uma reunião entre Lira, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente Jair Bolsonaro, neste domingo, 28.

O encontro ocorreu no Palácio da Alvorada. O presidente da Câmara não detalhou o cronograma de entrega das vacinas, nem informou de onde os produtos serão comprados. Segundo Lira, também ficou decidido o pagamento de uma nova rodada do auxílio emergencial, com valor de 250 reais até junho. O repasse do benefício social a famílias atingidas pela crise da Covid-19 está suspenso desde dezembro.

O ministro Paulo Guedes pressiona para que a liberação das novas parcelas do auxílio só ocorra com a aprovação de contrapartidas fiscais. A PEC Emergencial, que tramita no Congresso, prevê medidas de ajuste de longo prazo, mas parlamentares querem autorizar o pagamento do benefício sem as contrapartidas.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Desde agosto a Pfizer se prontificou a fornecer 70 milhões de doses da melhor vacina existente no mercado e arranjaram uma desculpa para não celebrar o contrato. Toda a população das capitais do país - que têm condições de manter as vacinas na temperatura exigida - poderia ter sido vacinada ainda em 2020, evitando a volta das mortes em todas elas. Infelizmente a falta de objetividade e coordenação entre os entes federados deu no que vivenciamos hoje: uma mortandade sem precedentes. Triste!!

    1. a máquina de impressão de notas de 200 a todo vapor .Depois vem a inflação aguardem.

  2. Alguem acredita nesta turma? Quantos brasileiros a mais estarão mortos até lá pelo atraso proposital deste governo genocida?

  3. Os brasileiros sensatos ñ acreditam mais no Bolsonaro, para esses, ele é um morto-vivo. O brasileiro responsável, não acredita mais, nas mentiras desse governo, sintetizada na figura do general Pazzuelo, que volta atrás toda hora no que disse. Agora quem acreditará no Lira? Semana passada ele estava a todo vapor, todo vapor mesmo, agindo à favor da impunidade. Agora nesta semana, virou a chave, e vai trabalhar para às vacinas? Quem viver verá, que muitos morrerão e isso que prometem, ñ ocorrerá.

  4. ATÉ 1 DE MAIO OU 31? Até 31 serão pelo menos trinta mortos a mais. Contando março e abril, com mais de mil mortos por dia serão outros 60 mil. covardes genocidas. Matarão 500 mil pessoas até julho seguramente.

    1. A ilegalidade parte da nova política no afã de verbas e poder. Os brasileiros idiotas que se danem!

  5. Sim, Jose: Precisamos do DOBRO do “número” de pessoas vacináveis no país, em milhões de doses da vacina, já que são 2 doses para cada. E pode ter certeza de que nem o PR 100NOÇÃO e nem o amarra-cachorro dele sabem fazer esta continha tão simples assim...

  6. Varias revista com muita fama nesta última década ja perderam seus leitores por mudar seus editoriais sofrendo influencia politica de alguma maneira . Acho que Crusoé está no mesmo caminho

    1. Realmente algumas foram cooptadas para apoiar este genocida A maior parte da mídia tem uma postura de verdade informando corretamente o que acontece.Infelizmente as notícias são ruins em grande parte por culpa deste negócio.

    2. Muitas revistas e jornais perderam assinantes e leitores exatamente por ficarem ao lado deste genocida chamado Bolsonaro.

    3. Você tem espaço para fazer suas críticas. Faça as mesmas de forma específica. Acho que o que mais irrita vocês bolsonaristas, é não conseguir avançar com às fake news e desonestidade intelectual aqui. Como vocês são literalmente gado, desprovido de capacidade cognitiva, ficam acuados como gado. Quer chorar? Pode chorar? Apesar de vocês quererem a ditadura, ainda estamos numa democracia. O choro da sua ignorância, é livre. Pena, que do outro lado, choramos a morte de mais de 255 mil brasileiros.

    1. Que bom que ainda resta pessoas de bom senso. Difícil será vencer os porra louca dos apadrinhados do sem caráter!

    2. E Maria, nós, pessoas normais, não sabemos como esses aí dormem à noite.

    1. João bozista zurrou por aqui? Huuum. Atendendo ao teu pedido. João Bozista Genocida!

  7. Kkkkkkkkkkkkkkkk,k. Quem acredita em Bozista? O país precisa de 440 milhões de doses, a maioria das quais o desgoverno federal não tem a mínima ideia de onde comprar!

    1. a compra será feita com o ex-colega de Câmera. Alguém dúvida?

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO