Pedro Ladeira/Folhapress

Executivos da VTCLog pagaram propina de R$ 565 mil a funcionários da Saúde no governo Lula

01.09.21 16:07

Sócios da VTCLog, empresa hoje investigada pela CPI da Covid por suspeita de pagamentos de propina a políticos e funcionários do Ministério da Saúde através de um contrato para transporte de medicamentos e vacinas, já foram condenados por corrupção semelhante ocorrida entre 2004 e 2009, durante o governo Lula.

Segundo denúncia do Ministério Público apresentada em 2017, a Voetur – empresa do mesmo grupo que a VTCLog – pagou propinas de 565 mil reais a dois servidores da Central Nacional de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos, a Cenadi, órgão do Ministério da Saúde com o qual tinha contrato. Em 2019, os sócios da empresa – Raimundo Nonato Brasil, Carlos Alberto de Sá e Teresa Cristina Reis de Sá – foram condenados por corrupção ativa.

Na sentença, de abril de 2019, o juiz Marcos Moliari, da Justiça Federal do Rio de Janeiro, condenou os sócios a três anos e quatro meses de prisão, com pagamento de 16 dias-multa. A pena, no entanto, foi convertida no pagamento de 100 salários mínimos e prestação de serviços comunitários. Em maio de 2019, no entanto, as penas foram extintas porque a Justiça considerou que os crimes cometidos há mais de uma década estavam prescritos.

As propinas foram pagas ao então coordenador da Cenadi, que recebeu 55 mil reais, ao coordenador substituto, destinatário de 510 mil reais. Os dois foram condenados por corrupção passiva, mas a punição foi extinta, também por causa da prescrição do crime. Um dos envolvidos no esquema foi expulso do serviço público em 2017, de acordo com o Portal da Transparência. Senadores da CPI da Covid receberam cópia dos processos.

Em 2018, já na gestão de Ricardo Barros no Ministério da Saúde, a Cenadi foi extinta. O próprio Barros foi quem tomou a decisão, justificando que o serviço de distribuição de remédios precisava ser mais eficiente e mais barato. Foi então que a VTCLog assumiu o serviço.

Sob a gestão de Ricardo Barros, a VTCLog assinou seis contratos diretos com a pasta, no valor total de 253 milhões de reais. Todos sem licitação. Logo após a saída do hoje líder do governo do ministério, em 2018, a empresa assinou o maior de seus negócios, por meio de pregão, no valor de 485 milhões de reais e prazo de cinco anos. O contrato passou a ser investigado pela CPI após a assinatura de um aditivo de 88,7 milhões em fevereiro deste ano.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. O ex-presidiário Lula, um vagabundo assumido, sempre gostou da vida boa. Esses milhões que faltam na saúde e em outras áreas, servem para pagar os vinhos das festanças, como uma recente, em que a garrafa custava 45 mil. Servem para pilantras como o Lula, o Lulinha 01 e o Lulinha 02, viverem como marajás. E o maior corrupto da nossa história, ainda tem a desfaçatez de falar dos pobres do NOSSO BRASIL. Quem fez mais para os miseráveis da nossa nação: Moro ou o ladrão petista? Moro 🇧🇷 é claro

    1. Kkkkkkkk. Joãozinho Necrófilo quer transferir para os outros os seus desejos mais íntimos. Você é um grande canalha. Passou o tempo todo matando pessoas e vem para cá posar de inocente. Você é um criminoso muar!

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO