Reila Maria/Agência Câmara

Daniel Silveira volta para a cadeia por ordem de Alexandre de Moraes

24.06.21 16:23

O deputado Daniel Silveira (foto) voltará para a cadeia nesta quinta-feira, 24, por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, após pelo menos 30 violações à tornozeleira eletrônica. O parlamentar bolsonarista realiza exames no Instituto Médico Legal do Rio e, na sequência, seguirá para o Batalhão Especial Prisional da Polícia Militar.

O parlamentar bolsonarista foi preso em flagrante em fevereiro, por determinação do próprio Alexandre de Moraes, após a publicação de um vídeo em que defendeu a destituição de ministros do STF e fez apologia ao AI-5. Quase um mês depois, o magistrado autorizou a transferência do deputado para a prisão domiciliar.

Advogado de Daniel Silveira, Paulo César Rodrigues de Faria classificou a prisão como “ilegal” e afirmou que “está se inteirando dos detalhes” para recorrer.

Em 10 de junho, Alexandre de Moraes impôs ao parlamentar uma fiança de 100 mil reais em razão das violações e autorizou a abertura de inquérito para investigar Daniel Silveira pela prática do crime de desobediência a decisão judicial. O deputado, porém, não realizou o pagamento sob o argumento de que, com a remuneração mensal de 21 mil reais, levaria cinco meses para levantar a quantia necessária.

Nesta quinta-feira, Moraes anotou que “a possibilidade de restabelecimento da ordem de prisão foi expressamente consignada, tanto na decisão que inicialmente substituiu a prisão, como na decisão que estabeleceu a
fiança, nos termos de pacífico entendimento“.

No caso em análise, está largamente demonstrada, diante das repetidas violações ao monitoramento eletrônico imposto, a inadequação da medida cautelar em cessar o periculum libertatis do denunciado, o que indica a necessidade de restabelecimento da prisão, não sendo vislumbradas, por ora, outras medidas aptas a cumprir sua função como bem salientado pela Procuradoria Geral da República, que, quando instada a se manifestar acerca das violações ao monitoramento eletrônico, pugnou, em primeiro lugar, pelo ‘fim da substitutividade’ e retorno da prisão“.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Vocês q fazem comentários são ridículos! Como podem torcer contra alguém! Só porque apoia bolso.22 kkkkk. Quero vê.los enfiando o dedo no próprio rabo depois da vitória do mito!

    1. 🐄🐄🐄🐄🐄🐄🐄🐄🐄🐄🐄🤡

  2. Esse ministro está claramente perseguindo o deputado. Bons tempos em que a Justiça era imparcial, justa, confiável. STF continua a serviço do que há de pior nesse pobre país. Absurdo. Absurdo.

  3. O erro é do princípio, com sua prisão. Que suas ofensas fossem colocadas na justiça comum... calúnia, difamação, etc, como de outros.Mas prisão pelo STF minúsculo?

    1. Esse é o problema de politizar as escolhas para os tribunais superiores. Mas lembre-se, as indicações do governo atual não são nemhum pouco melhores ou menos politizadas. Que o diga o supremo juiz q pagou para fazerem por ele o seu doutorado e uma indicação nada promíscua de uma advogada do deputado Lira. Isso não é nova política e muito menos governo preocupado com o combate a corrupção. Bolsonaro é um verdadeiro estelionato eleitoral.

    1. PB, acho que a Bozete estava com saudade dos apertos que recebia na cela.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO