Reprodução/Facebook/Bruno Covas

Covas reage a Bolsonaro e defende voto eletrônico; Doria fala em ‘retomada para o PSDB’, em caso de vitória em SP

29.11.20 12:43

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, do PSDB, reagiu às declarações do presidente Jair Bolsonaro e defendeu o voto eletrônico, na manhã deste domingo, 29.

“Olha, o voto eletrônico elegeu Fernando Henrique, elegeu Lula, elegeu a Dilma, e elegeu Bolsonaro. Não dá para botar em dúvida esse sistema que aprova e elege pessoas de partidos tão distintos há mais de 30 anos em funcionamento, há mais de 30 anos de estudo. Eu mesmo nunca votei no papel e desde que comecei a votar já era sistema eletrônico. Portanto, confio na democracia e confio na Justiça eleitoral”, afirmou Covas ao comparecer para votar.

No Rio, onde votou na manhã deste domingo, o presidente Jair Bolsonaro defendeu mais uma vez a adoção do voto impresso. “Não podemos continuar votando e não tendo a certeza se aquele voto foi ou não para aquela pessoa”.

O prefeito de São Paulo disputa o segundo turno das eleições contra Guilherme Boulos, do PSOL. Ele compareceu à escola Vera Cruz, na Zona Oeste da capital. Antes, acompanhou os votos de aliados, como a ex-prefeita Marta Suplicy, e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Covas estava acompanhado do governador e correligionário João Doria. “Isso (eventual vitória de Covas) é uma retomada importante para o PSDB nacionalmente”, disse Doria, questionado se uma eventual vitória em São Paulo poderia fortalecer seu plano de concorrer à Presidência da República em 2022.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

Edição nova toda Sexta-Feira. Leia com Exclusividade!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

Deixar para mais tarde

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. A vitória do Covas em SP não avaliza o governo Doria. Entre o ruim e o péssimo nós, paulistanos, ficamos com o ruim. O impressionante é que não apareceu nenhum candidato competitivo minimamente decente para representar nossa querida São Paulo. Tempos difíceis!!!!!

  2. Qual o argumento sério, que impede que se vote nas urnas eletrônicas, e o voto seja impresso e armazenado, pra futuros questionamentos!!!! Seria uma prova de grandeza do TSE, aplicar esta regra!!! Se não houvessem questionamentos, os votos impressos seriam descartados. SIMPLES ASSIM....

Mais notícias
Assine
TOPO