Agência Senado

Copom mantém taxa básica de juros em 2% ao ano

20.01.21 19:12

Na primeira reunião de 2021, o Comitê de Política Monetária do Banco Central decidiu nesta quarta-feira, 20, manter a taxa básica de juros em 2% ao ano, menor patamar da história. 

O colegiado ainda pôs fim ao forward guidance”, no qual se comprometia a não elevar os juros enquanto as expectativas e projeções de inflação de seu cenário básico se mantivessem abaixo do centro da meta. “A condução da política monetária seguirá, doravante, a análise usual do balanço de riscos para a inflação prospectiva“, diz o comunicado.

O Comitê argumentou, entretanto, que o fim do recurso “não implica mecanicamente uma elevação da taxa de juros, pois a conjuntura econômica continua a prescrever, neste momento, estímulo extraordinariamente elevado frente às incertezas quanto à evolução da atividade“.

A Selic é um instrumento de controle usado pelo BC. Funciona da seguinte forma: se a inflação está alta ou há indicação de que ficará acima da meta, o Copom eleva a Selic. Assim, sobem os juros cobrados pelos bancos, com o encarecimento do crédito e o freio no consumo. Há redução do dinheiro em circulação e, logo, a inflação tende a cair. Contudo, quando as estimativas para a inflação estão alinhadas à meta, é possível reduzir os juros, estimulando a produção e o consumo.

Neste ano, a meta central é de 3,75%, mas o IPCA pode ficar entre 2,25% a 5,25% sem que a meta seja formalmente descumprida. Para 2022, a meta central é de 3,5% e será oficialmente cumprida se o índice oscilar de 2% a 5%.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Os mentecaptos ainda não exergaram que com isso estão provocando fuga de capitais, dado a Selic estar muito abaixo da inflação, e fudendo quem tem alguma poupança

  2. Claro, claro, com inflação enorme e economia estagnada, não há outra coisa a fazer. Deveriam mesmo é colocar os juros a zero para ver se o consumo aumenta um pouco. O problema é que ninguém tem dinheiro na conta, exceto os bozolulistas!

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO