Divulgação/Agência Câmara

Câmara aprova MP que dá sete dias para Anvisa decidir sobre uso emergencial de vacina

23.02.21 20:42

A Câmara aprovou nesta terça-feira, 23, prazo de sete dias para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa, decidir sobre pedidos de uso emergencial de vacinas contra a Covid-19 que tenham sido avalizadas por pelo menos uma entre 11 autoridades sanitárias estrangeiras.

O prazo pode ser estendido para 30 dias, caso não haja relatório técnico de avaliação das agências internacionais. A previsão foi estabelecida na nova versão da medida provisória 1026/21, que facilita a compra de vacinas, insumos e serviços necessários à imunização contra o novo coronavírus, com dispensa de licitação e regras mais flexíveis para os contratos.

O texto ainda permite que estados e municípios comprem e apliquem as vacinas se a União não adquirir doses suficientes para a inoculação dos grupos previstos no Plano Nacional de Imunização, o PNI.

A nova versão da MP, resultante de parecer do deputado Pedro Whestphalen, está em consonância com a posição do Supremo Tribunal Federal, que formou maioria para autorizar entes federados a importarem vacinas que já tenham sido registradas junto a agências internacionais.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Anteriromente, o Projeto de Lei afirmava que a ANVISA deveria APROVAR em 1 semana. Mudaram pra "decidir"ou esta mudança ocorre só aqui, no "Antagonista"? Um entre 11 entidades estrangeiras? Eles nem sequer nomeam estas entidades? Pergunto pq, como está escrito, Coréia do Norte, Venezuela, China,...e outras beldades do comunismo internacional se encaixam perfeitamente. Porque não fazermos escolhas com base nos Estados Unidos e na União Européia? China e Rússia são ditaduras, caramba!

  2. Imagem impagável. Alguém nos comentários do antagonista disse q era os três patetas.. pois a ideia é perfeita. Não são patetas no sentido de bobice. Não, são até bem espertinhos. São patetas no sentido de achar q todos os demais o são.. Que conseguem enganar a todos.. q são mais espertos, q basta q encenem e finjam e pronto: tudo conquistado. É nesse sentido q são os três patetas... pq todos estamos vendo.. Todos nós, os enganáveis..

    1. Comentário era pra matéria da eletrobras.. erremu...

  3. O que esses entendem do assunto? De onde tiraram o número 7? A Anvisa não deve se submeter. De políticos sempre esperamos o pior.

  4. Esta nossa classe politica é um horror, mais uma lei inócua, sem nexo, até parece que em 7 dias os técnicos da Anvisa terão solução diante de tantos protocolos e burocracias. É por isto que este país patina ha anos por causa desta nefasta classe politica.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO