Adriano Machado/Crusoé

Bolsonaro critica STF e diz que fake news desestimularam tratamento da Covid-19

29.07.21 15:58

O presidente Jair Bolsonaro reiterou críticas ao Supremo Tribunal Federal pela decisão que reconheceu a competência de estados e municípios, além da União, para adotar medidas na área de saúde pública para o combate à pandemia do novo coronavírus.

Bolsonaro manifestou-se nas redes sociais, nesta quinta-feira, 28, depois de a corte retrucá-lo, esclarecer que não o deixou de mãos atadas e declarar que uma mentira dita mil vezes não vira verdade. O STF sublinhou que a gestão federal tem, sim, a possibilidade de coordenar a pandemia junto a governadores e prefeitos.

O chefe do Planalto reclamou de o Supremo não ter dado seguimento a ações movidas pela Advocacia-Geral da União contra decretos estaduais que impuseram medidas de restrição, como toque de recolher e lockdown.

O governo federal, por duas vezes, foi ao STF para que decretos de governadores, que violavam incisos do art. 5° da Constituição Federal, que trata das liberdades individuais, fossem declarados inconstitucionais. Lamentavelmente estas ações sequer foram analisadas“, escreveu.

Bolsonaro anotou ainda que, “em nenhum momento” o governo “deixou de respeitar o sagrado direito à liberdade de expressão de todos“. “Cometem atos antidemocráticos exatamente os que querem, pelo uso da força, calar quem se manifesta“, prosseguiu.

O presidente deu destaque a ações do governo federal, a exemplo da criação do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, o Pronampe, e do auxílio emergencial, que, segundo disse, distribuiu 320 bilhões de reais a famílias em situação de vulnerabilidade.

Na mesma publicação, Bolsonaro queixou-se dos críticos à adoção do chamado tratamento precoce, que prevê o uso de medicamentos ineficazes contra o coronavírus, como a cloroquina e a azitromicina.

Fake news desestimularam o tratamento inicial da doença, desrespeitando, inclusive, parecer do Conselho Federal de Medicina que atribui ao médico a decisão de receitar, com aquiescência do paciente ou familiar, o tratamento off-label (fora da bula)“.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Deus me livre de um dia voltar a votar em Bolsonaro, mas o cara tem razão. Na nota emitida pelo STF, falam que decidiram pelo trabalho CONJUNTO de Presidente, governadores e Prefeitos. Mentira deslavada. Só comunistas e simpatizantes de comunistas não vêem que os governadores decretaram "lockdown" SEM consultar o Poder Executivo. A Bahia fez isto. São Paulo fez isso. E o STF se calou quando explicações foram EXIGIDAS. Absurdo. Preparem-se. O Dia "B" destes caras está chegando.

  2. É um cabeça oca que a cada dia atrai mais rejeição; sua personalidade desagregadora é patente; seus desejos são antidemocráticos; desde o início ataca as instituições na esperança de organizar um auto-golpe. Acusar o sistema eleitoral de fraudar eleições é cúmulo; é pura Fake News. É um PR que não entendeu seu papel numa república federalista, pois pensa como gestor de um Estado Unitário, como foi o Brasil Imperial. Representou um atraso interno e para a imagem do País no cenário internacional.

  3. O melhor que Bolsonaro pode fazer é obter, como neto de italianos, o passaporte da Itália, pois além de evitar responder eventuais processos no Brasil, poderá viver na Europa como se exilado fosse e tentar voltar como vereador em 2026. Ou quem sabe ainda se eleger deputado na Itália.

  4. Kkkkkkkk. Bozo reclama do de fake news? Kkkkkkkk. É mesmo um cafajeste criminoso. Passou a pandemia toda sustentando o gabinete do ódio espalhar mentiras dizendo que a pandemia era uma gripezinha, promovendo remédios inócuos e, depois, fazendo campanha contra vacina. Este desgraçado deveria estar preso em uma masmorra lá no Atol das Rocas!

    1. Verdade Velhinha. Temos que deixar o Atol livre de animais nocivos!

    2. Kkkkkkkk masmorra no Atol das Rocas? Não precisa exagerar, José. Qualquer presídio de segurança máxima estaria de bom tamanho para esse marginal.

  5. Nos últimos dias, Bolsonaro vem demonstrando que sentiu o golpe. Bolsonaro se comportou como um ébrio na pandemia. Incentivou a imunidade de rebanho pela contaminação, propandeou o uso de medicamentos ineficazes e desdenhou das vacinas. Agora temos mais de 550 mil mortos e uma CPI que nos mostrou à incompetência e a corrupção do governo. Bolsonaro não se reelege mais, e um altogolpe agora será um desatre total. E agora Bolsonaro, a bebida acabou, o povo morreu, o poder já era...VC SE FUDEU.

  6. Essa alma sebosa ainda tem coragem de falar em fake news? Ele e os lambe botas são os reis das fake! Votei nesse débil mental , infelizmente

  7. Eita arrependimento de ter votado nesse PR e como está demorando chegar 2022. O nossa república é federalista desde 1891, então com Províncias, hoje Estados e Municípios. Estes últimos, concebidos por Rui Barbosa como células mater da nação. Estados e Municípios têm competências próprias e concorrentes com a União. Com todo respeito, o argumento assacado contra o STF pelo PR não se sustenta. Até o sistema de saúde no Brasil é tripartite entre os entes federados (União, Estados e Municípios).

    1. Infelizmente chegando 2022 não teremos em quem votar. A única opção é atacada pela direita pela esquerda pelo centrão. Só um milagre

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO