Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

Bolsonaristas tentam colocar Doria na mira do MPF

08.05.21 18:34

Desde o momento em que São Paulo passou a adotar medidas de distanciamento social para tentar frear a disseminação do coronavírus, ainda em 2020, o governador João Doria (foto) começou a ser alvo de uma série de investidas judiciais feitas por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro.

Uma parte das ações visava derrubar as medidas restritivas anunciadas durante a pandemia. Outras tinham como objetivo colocar o tucano na mira do Ministério Público Federal, a pretexto de investigar supostas irregularidades do governo paulista no enfrentamento da Covid-19.

A última investida contra Doria no MPF foi feita por um bolsonarista e ex-filiado ao PSL. Por meio do canal de atendimento ao público do Ministério Público, ele acusou o governador de ter feito um “acordo ilegal da vacina da China já em 2019”, ou seja, antes do início da pandemia.

Essa tese havia circulado no ano passado em razão da viagem de Doria à China em 2019, na qual autoridades do Instituto Butantan visitaram a sede da Sinovac, a farmacêutica chinesa que viria a desenvolver a vacina Coronavac em 2020, em parceria com o Butantan.

Embora o denunciante não tenha apresentado nenhum indício de prova, o MPF de São Paulo abriu um procedimento investigatório criminal e comunicou a Justiça Federal que a competência para investigar o governador é do Superior Tribunal de Justiça.

Na última terça-feira, 4, o juiz Ali Mazloum, da 7ª Vara Criminal Federal, acolheu o pedido do MPF e remeteu o processo para o STJ, onde a investigação é conduzida por uma equipe chefiada pela subprocuradora Lindôra Araújo, braço-direito do procurador-geral da República, Augusto Aras, e próxima do filho 01 do presidente Jair Bolsonaro, o senador Flávio Bolsonaro.

Foi Lindôra quem comandou a investigação que resultou no impeachment do ex-governador do Rio Wilson Witzel, por supostos desvios de dinheiro destinados ao combate à pandemia. No caso de Doria, outros pedidos de investigação já foram feitos por bolsonaristas no ano passado e também desaguaram na PGR. Como os processos tramitam em sigilo, ainda não é possível saber qual encaminhamento foi dado a todos eles.

Já é assinante?
Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Assine a Crusoé

*válido até 30/06/2021

Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Não foi esse governador que fechou a cidade de SP em Lockdownmad viajou no mesmo período do decreto para Miami, voltando as pressas, quando holofotes jogaram luz a essa ação??? Rsrsrs... Reminiscências, apenas reminiscências, eu acho! Kkkkkkkk....

  2. Brasil, país sem futuro! Não existe nenhuma motivação altruísta, nenhuma ação nobre que vise o bem estar geral do povo e o desenvolvimento do país como uma nação séria, responsável e com justiça social. Só existem motivações ou ações destrutivas, político-ideológicas, mesquinhas ou de interesse de determinados grupos.

    1. Arnaldo, na verdade existem esses cidadãos altruístas, mas infelizmente poucas coisas são divulgadas sobre estas pessoas.

  3. A defesa da Crusoe em busca de proteger Dória mostra como funcionam os interesses da imprensa parasita que habita nosso Brasil.

    1. o que o Dória fez foi nos impingir uma vacininha meia bomba! Vejam agora SP! campeão de mortes! E ainda tem gente que defende o Dória!

    2. Afranio tudo isso é inveja porque o Dória trouxe vacina para o Brasil. Se dependesse do Bozo as compras de vacinas poderiam ser suspensas amanha mesmo. Ele não que a população imunizada.

  4. 1.1 - O PSDB É UM LIXO. Paulo Francis morreu. Após falar dos 3 Porquinhos, foi alvo de processos e de uma pressão covarde do Lucas Mendes, muito provavelmente como capacho da Globo. Ricardo Semler na Folha de São Paulo, também falou dos 3 Porquinhos. Alguém processou o tucano de carteirinha? PSDB, PT, Bolsonaro, são tudo da mesma laia. Os homem do PSDB e do Bolsonaro no STF votam à favor do Lula.

    1. 1.2 - Alguém acha trivial, um vagabundo como o Haddad ( quem paga o cartão dele?)... Aqui um adendo: Quem sustentou o padrão de vida do Lula corrupto, que perdeu 3 eleições seguidas? ... falar que nos USA, Moro estaria preso em Guantánamo? Eu ñ acho, mas o pessoal do programa Mannhatan Connection achou, pois logo depois convidaram o Kakay (vai tomar no c*), para dizer mais absurdos contra o Moro e a Lava Jato. Esqueçam o PSDB. Se queremos mudar o Brasil p/ melhor é Moro ou o Partido Novo.

  5. 1- Doria é um homem de negócios, fazendo negócios com a política. Mas fato é, que independente da motivação que teve para viabilizar a Coronavac, ela é a vacina que está levando o PNI nas costas. Fica cada vez mais explícito no Brasil, que estamos vivendo o advento da ditadura de "A Revolução dos Bichos". Os porcos estão no poder e decidem quem perseguir através das instituições de Estado, que viraram uma polícia suína. Flávio Bolsonaro é 4 patas e filho do "porcão", nada o atinge.

    1. 2- Os adversários políticos são todos 2 patas e devem ser exterminados. Lembrete para o gado bolsonarista. Na história do Orwell, o cavalo Boxer tem um final trágico. Fiquem cientes que vocês são meras buchas de canhão nesse processo.

  6. Uai, Fábio. Não são os bolsonaristas, como vc, que colocarão Dória na mira do MPF. Não se esqueça que Dória montou, numa operação casada, hospitais de campanha já com data para desmontá-los. Como os leitos faltaram, tentou culpar o governo federal, mas quando da instalação da CPI da Covid, milagrosamente, em SP como na BA, zeraram a fila de espera por UTIs. Dória comprou e pagou por um lote de respiradores, mas não recebeu um terço deles, entre outra$ compra$. Não se esqueça que a grana é sua.

    1. Lourival, parece que o Doriana sustenta a verborragia do Paulo com algum dinheirinho mensal através de agência de propaganda a serviço do estado.Coitado, tempos difíceis, nunca foi nada na vida, atrás do teclado, tem a simplório ideia de ser um formador de opinião. Simplório Zé ninguém o PAULO.

    2. Valval, então você concorda que é pura cretinice a estratégia dos bolsonaristas, de criticar o fechamento dos hospitais de campanha. Vamos para o carnaval. Eu acho que o Carnaval de 2020 deveria ter sido adiado, mesmo sabendo a posteriori, que não teve efeito na disseminação do vírus. Iria argumentar que o Bolsonaro faz carnaval até hoje, em que se fantasiou-se de motoqueiro em crise da idade avançada. Mas como verifico que você está sendo sensato e abandonando o bolsonarismo, "nevermind".

    3. Paulinho, minha criança. Seu neurônio e meio estão avariados, sua bússola moral, idem. Eu NÃO falei que sou ou seria contra hospitais de campanha. Vc está desviando o foco, apelando ao que de pior habita a sua alma. QUALQUER brasileiro, eu e vc incluídos, somos partes legítimas para averiguar a quantas anda o uso do NOSSO dinheiro. Quem abre mão dos próprios direitos em favor de bandeiras fajutas, talvez esteja a soldo de conhecido$ intere$$e$. Nossas Senhoras da CPI e da Internet a postos!

    4. 2.1- Lori, sabe qual é a vantagem de discutir com um estúpido? Você não precisa pensar muito. Então você critica os hospitais de campanha que foram fechados. Hospitais esses que foram alvo dos bolsonaristas como desperdício de dinheiro público. Então qual é a lógica desse jogo? Não deveriam ter fechado hospitais de campanha, que para o bolsonarismo não deveriam nem ter sido abertos?

    5. Paulinho, meu filho, Dória, como outros governadores e prefeitos lutaram para ter seus Carnavais. Alguém documentar hospitais vazios é legítimo, pois são donos do dinheiro gasto. O problema, Paulinho, é que mesmo não sendo bolsonarista, não sou tolo. Outra coisa, Paulinho. Os tais " medicamentos do Bolsonaro " não terem aquela comprovação científica que os asininos falam, valem para a Dipirona do Mandetta também, para as vacinas, para o spray, para a canja de galinha. É prevenção, Paulinho.

    6. 1.2- Num país civilizado, comprar medicamentos COMPROVADAMENTE INEFICAZES, distribuir os mesmos para a população como jujubas, e deixar de comprar vacinas, é crime. A conta chegou. Agora, será que o Bolsonaro vai colocar tudo no rabo do general Pazzuelo, para se blindar, tal qual o PT fez com o Dirceu, para blindar o Lula? Ainda bem para o Bolsonaro que o Pazzuelo tem uma bunda gorda, necessária para caber tantos crimes.

    7. 1.1 - Lô, o Bolsonaro ordenou o seu gado a invadir os hospitais de campanha e tirar fotos deles vazios. Bolsonaro e Guedes decretaram o fim da pandemia no final do ano passado. Então por que manter os hospitais de campanha, se nosso presidente e o seu fiel escudeiro da economia decretaram o fim da pandemia? Bolsonaro está nas cordas. Ele ERROU EM TUDO. A ANVISA chancelou a ineficácia dos medicamentos que o bolsonarismo defende até hoje.

  7. Com 100.000 mortos no currículo, nada mais apropriado no atual cenário. Deveria também a ciência que mandou desmantelar os hospitais de campanha e não se preparar para a segunda onda de contágios.

  8. Estão tentando fazer em São Paulo o que fizeram no Rio e deu certo. Se conseguirem derrubar o Doria, quem sabe o vice dele fica com medo e se entrega ao bolsonarismo também.

    1. Loriva, você tem contato com o Flávio Bolsonaro? Sabe alguma coisa do briefing que ele fez com os decoradores? Estou curioso para descobrir o gosto de um político que empregava familiares de miliciano. Será que é tipo dos megatraficantes? Bastante ostentação! Fico imaginando quanto se gasta para decorar uma mansão como a dele, e se é possível com o salário de um senador e de uma dentista recém instalada noutra cidade. Político faz muita hora extra? Acho q a esposa vai ter que obturar muito dente

    2. Rosely, minha filha. Dória perde para todos os candidatos que chegarem às convenções, se é que ele chegará lá. Na verdade, o PSDB, os petistas de punhos de renda e que tomam banho, já rifaram o Dória, faz tempo. As sondagens recentes são em favor do Tasso Jereissati, Senador pelo Ceará e que já acumula mais de 36 Processos na Justiça, muitos deles ligados a operações financeiras do finado BEC (Banco do Estado do Ceará), em favor do seu grupo empresarial, quando era Governador e agora Senador.

    1. Todo promotor e advogado são parciais. O promotor quer demostrar a culpa, o advogado a inocência. Cabe ao juiz ser imparcial.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO