Reprodução

Bolívia inicia construção de reator de pesquisa nuclear de utilidade duvidosa

28.07.21 09:02

Com oferendas a Pachamama (foto), o governo da Bolívia iniciou nesta segunda, 26, a construção de um reator de pesquisa nuclear na cidade de El Alto, que é vizinha a La Paz, tem quase 1 milhão de habitantes e fica a 4 mil metros de altitude.

Segundo o presidente Luis Arce (na foto, de camisa azul), o objetivo é fazer pesquisa para fins pacíficos.

Com o apoio da Rússia, país parceiro e nosso amigo, superaremos a lacuna tecnológica e desenvolveremos, com profissionais bolivianos, tecnologias nucleares para a medicina oncológica e também para melhorar a produção e industrialização de alimentos“, escreveu o presidente no Twitter nesta segunda, 26.

Mas justificar o gasto de 300 milhões de dólares não é tão fácil. “Até agora as autoridades bolivianas não deram um critério razoável para explicar o sentido desse projeto“, diz o engenheiro boliviano Carlos Chalup, especialista em energia. “Do ponto de vista médico é um absurdo. Há uma clínica oncológica moderna em Santa Cruz de La Sierra onde os bolivianos estão sendo atendidos. Ninguém precisa fabricar um aparelho para fazer exames na Bolívia“, diz Chalup.

Outro problema, segundo ele, é a má gestão. “Somos um país que mal consegue coletar o lixo comum, imagine como será com resíduos especiais“, diz Chalup. “Se ocorresse qualquer contaminação dos rios que saem das montanhas, isso se espalharia por todo o país.”

O município de El Alto é um tradicional curral eleitoral do Movimento ao Socialismo, criado pelo ex-presidente Evo Morales. A maior parte das ruas não tem asfalto, esgoto, eletricidade ou coleta de lixo.

Em todo o país, aproximadamente 43% dos lares não contam com coleta de lixo. Em geral, esse material é queimado, jogado na rua, em terrenos baldios ou em algum rio.

Este projeto de reator de pesquisa nuclear é pretensão demais para um país como a Bolívia. O mais provável é que não tenha uso algum, assim como o satélite Túpac Katari, que foi lançado em órbita e ninguém sabe qual sua finalidade“, diz Chalup.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Por que esses esquerdistas investem em projetos megalomaníacos ao invés de cuidar da população do seu país? Acontece em Angola, Guiné-equatoriana, Cuba, Coreia do Norte, e outros. Tá na cara que vai sobrar pros países vizinhos… vamos nos preocupar com o lixo deles muito em breve!

    1. Já viu esquerdista pensar na sua população? Tem país de governo a esquerda com população bem assistida?

  2. Será a primeira usina atômica do mundo feita com parte de carros roubados no Brasil e terá como combutível cocaina produzida localmente.

    1. Você esqueceu que a engenharia será de algum bozista disfarçado de vermelhinho.

  3. Nossa, que necessidade a América do Sul tem em ter Usinas Nucleares? governos populistas dos infernos, ameaçando toda a segurança da América do Sul, porque não colocar essa dinheirama na Educação, Saúde e bem social de sua população , estão preparados para o lixo atômico? e acidentes?

  4. Deixa de ser burro Zezinho,você não tem a menor ideia do que está falando,é do agronegócio que manda soja pros “porcos “da China que vem as divisas do país para alimentar “porcos idiotas e recalcados” como você…. Vai pra CUba!!!

    1. Joãozinho delinquente vestiu sia carapuça de muar de grileiro poluidor bozista, né? Quer dizer que você prefere ganhar dinheiro tomando água envenenada do que ganhar dinheiro com inteligência e sustentabilidade? Não precisa responder. Todo mundo sabe aqui que você é um bozista decrépitos bestial. Zurra Joãozinho Nyco Penyco Takagado, zurra!

  5. A finalidade é gastar dinheiro público com besteiras. Além disso, terremotos acontecem com frequência nos Andes. Imaginem se acontece um naquela região? A poluição radioativa vai drenar toda para a Amazônia. Huuum. Tanto faz. A gente polui a Amazônia diariamente com toneladas de agrotóxicos que o nosso “agronegócio” usa sem necessidade para produzir soja para os porcos chineses.

    1. Não precisa Penyco. Basta mandar uns Bozistas para estes países que eles rapidamente destruirão as sociedades locais com os seus atos genocidas.

    2. O Brasil precisa URGENTEMENTE desenvolver armas nucleares para dissuasão de países e republiquetas mal intencionados. Do jeito que está, seremos presas fáceis até para a Venezuela. Tecnologia já temos, basta partir para a prática enquanto é tempo.

  6. Ah, pois é né.... que vizinhança de completos idiotas, como se não bastassem os nossos!!!!! 🤮🤮🤮🤮🤮🤮😖😖😖😖😖😖

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO