Pedro Ladeira/Folhapress

Barroso vota para endurecer regras para contratação de escritórios de advocacia por órgãos públicos

16.10.20 14:59

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Labor de Sísifo, que transportava nas costas um penedo somente para vê-lo rolar ladeira abaixo, atingido o cume do monte. A gatunagem ocorria com marqueteiros de Mérida, passando a escritórios de publicidade, e agora a bancas de advogados. Isso para não mencionar as obras superfaturadas, as rachadinhas onipresentes e propinas atribuídas ao infame Voleibol Sinistro, qdo o Libero (cônjuge, filhote, parente, sócio) ergue a bola para o togado, que executa a bomba, enfiada na fenda glútea do cidadão.

    1. É neste contexto cleptocrático que se situam os déficits educacionais, a precariedade dos programs de saúde e saneamento, a deficiência da infraestrutura e a falta de segurança pública. E os políticos ainda têm a audácia de insistir em sua reeleição, como se fossem modelos de sucesso. Que venha logo 2022! O contribuinte, como David-Eleitor, só pensa em abater vampiros e zumbis, que sugam o País sem compaixão. Bom de pontaria, o contribuinte não alveja o próprio pé. Nem as costas de seus aliados.

Mais notícias
Assine
TOPO