Reprodução

Anvisa libera registro definitivo para a vacina da Pfizer, mas produto não está disponível

23.02.21 09:55

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária concedeu o registro definitivo para a vacina produzida pela farmacêutica americana Pfizer, em parceria com o laboratório alemão BioNtech. Segundo a Anvisa, esse é o primeiro registro de vacina contra a Covid-19 para uso amplo nas Américas. A decisão foi divulgada pela agência reguladora na manhã desta terça-feira, 23.

A liberação, entretanto, não trará impacto imediato no combate à doença no Brasil. O governo federal não comprou imunizantes da Pfizer e não há previsão de conclusão das negociações com o laboratório americano. Um dos motivos do impasse é a recusa, por parte das autoridades brasileiras, em aceitar cláusulas contratuais que transferem ao país a responsabilidade por eventuais questionamentos judiciais em decorrência de eventuais efeitos graves causados pelo produto.

A Anvisa levou 17 dias para analisar o processo de registro da vacina produzida pela Pfizer e pelo laboratório BioNtech. “O imunizante teve sua segurança, qualidade e eficácia aferidas e atestadas pela equipe técnica de servidores da Anvisa, que prossegue no seu trabalho de proteger a saúde do cidadão brasileiro”, declarou Antônio Barra Torres, presidente da agência. “Esperamos que outras vacinas estejam, em breve, sendo avaliadas e aprovadas.”

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. O Brasil tem capacidade de vacinar até 60 milhões de pessoas por mês. De modo que a vacinação em massa, só não decola por falta de um governo patrióta e responsável.

  2. Essa novela das vacinas é o retrato da incompetência de um governo destrambelhado e estúpido, que mantém no comando da Saúde um general intendente que nada entende do assunto e que só sabe dizer "amém" a tudo o que lhe determina o Chefe. Vamos terminar a semana com mais de 250 mil mortos por Covid e o governo continua batendo cabeça, sem saber que vacinas adquirir. Além das duas em uso, fala em adquirir a Sputnik, a indiana, a da Pfizer e a da Johnson. É o samba do miliciano doidão!

  3. Só desejo que alguma farmácia compre essas vacinas, assim poderei imunizar a minha família, mesmo que custe muito dinheiro. Se for esperar pelo governo (Bozó) irei morrer de velho até ser imunizado e voltar a andar normalmente na rua.

  4. E o máximo alguns idiotas esquecerem que o Bozo tem medo de virar jacaré, não autorizou a compra e agora não temos vacina pq as duas que temos não dá conta.

    1. Porque o sem noção, há 8 meses atrás, não comprou com medo de virar jacaré.

    2. Se não conhece não de opinião, senão todos vão descobrir sua semelhança com o Boçalnaro: burrice!

    3. como você é gado não! Não está disponível por que seu presidente não encomendou.

    4. Mais uma mostra de como Bozistas são seres intelectualmente medíocres. Há dias liberações: de emergência e definitiva. As vacinas que os brasileiros estão tomando foram liberadas como emergência. A Pfizer não fez pedido de emergência, mas sim definitiva. Bozistas são realmente néscios e genocidas, pois o governo se nega a comprar a única vacina liberada de forma definitiva pela Anvisa a despeito do sucesso dela em outros países.

    1. Ivermectina é o canal até que venha uma vacina p/ valer mesmo , acordem !!!!!!!!!!!!!!

  5. Ridículo o fato da Anvisa levar todo esse tempo para aprovar uma vacina já usada pela maioria da população vacinada no mundo. Mais indignante é o governo não gastar com imunizantes para a pandemia, dando prioridade para imunização politica de si e seus familiares.

    1. João, acorde: a vacina já está aprovada há muito tempo na Europa, que tem agência reguladora bem mais rígida... e os governos de lá negociaram a compra da vacina muito antes da liberação da mesma. A condição para efetuar a compra era, logicamente, que a vacina fosse aprovada. E foi. E no Brasil? 😢

    2. Mas você não concorda que devemos também comemorar boas notícias ? Deixemos um pouco a politização de lado....

    3. Não, João! Não sou Bolsonarista nem petista. Sou da area medica e crítico a inoperância do governo desde inicio pandemia. Anvisa è importante mas nâo pode ser tão burocratica

    4. Roseanne,se o governo tivesse comprado essa vacina sem a liberação da Anvisa vocês iam dizer que não tinha "estudo científico " Deviam comemorar a aprovação sem "mas"

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO