Aliança pelo Brasil: mais perto da criação, mas distante de Bolsonaro

25.09.21 16:03

Durante as manifestações bolsonaristas do Sete de Setembro, entusiastas da Aliança pelo Brasil espalharam barracas a fim de coletar assinaturas para a criação do novo partido em quase todas as capitais do país. Com isso, conseguiram dar um fôlego ao projeto ao obter, em apenas um dia, mais de 100 mil fichas de apoio.

Segundo cálculos de Luís Felipe Belmonte, vice-presidente da legenda em gestação, a Aliança conta atualmente com mais 380 mil das 490 mil assinaturas exigidas pelo Tribunal Superior Eleitoral, o TSE. Do total já coletado, 130 mil cadastros foram formalizados e aprovados. Outras 250 mil fichas estão sendo inseridas no sistema da corte eleitoral por uma equipe em Brasília destacada especificamente para esse trabalho.

“No Sete de setembro, estivemos presentes em todo o país. Afinal de contas, o artista tem que ir aonde o público está. Se a gente está querendo ficha para um partido conservador, não tem lugar melhor que um movimento de conservadores”, afirmou Belmonte a Crusoé.

Os dirigentes do partido ainda alimentam a esperança de ver a sigla criada a tempo participar das eleições de 2022 — o prazo é até abril. Mas admitem que Bolsonaro não deve se candidatar pela futura legenda, já que o presidente busca um abrigo que já tenha estrutura, recursos e penetração nacional. “O presidente já disse que não deve ir para a Aliança. Até porque ele tem as necessidades e estratégias políticas dele. Mas, independentemente disso, queremos concretizar o partido para ser uma casa que abrigue o grupo conservador”, diz Belmonte.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Não existem çpartridos no país mas bandos ou quadrilhas e já são mais de 40 e um a mais é péssimo para o país .. todos estes ajuntamentos criminosos deveriam ser extintos pois o povo cansou de ser vítimas desta escória criminosa ladravaz e impune.

  2. Uma coisa é certa, o partido que se dispor a abrigar o sociopata, será apelidado pelos brasileiros de bem, de Partido do Genocida. Moro 🇧🇷

    1. Paulo e Amaury, no dia do casório, NÃO me convidem... Tô ligado que vcs irão fingir uma briga lá no altar pra ver se Deus, a Testemunha, não aparece pra apartar...😁😁😁

    2. PAULO .. você um criminoso SOB PERFIL FALSO várias vezes me difamou agora com reação à altura tenta passar por decente .. toda vez que fizer isto leva em dobro .. vocês vagabundos não me intimidam .. o ritmo da dança vocês ditam.

    3. Amaury Feitosa, vamos ao fatos. EU COMENTEI QUE O PARTIDO QUE ABRIGAR O SOCIOPATA, SERÁ CHAMADO POR PARTIDO DO GENOCIDA. Ignorância, fanatismo e ódio por fazer essa colocação? De forma alguma. Isso é dedução lógica. Bolsonaro será denunciado no Trubunal Internacional de Haia, por crimes contra a humanidade. E não precisa ter estudado direito em Harvard para vislumbrar que ele será condenado. Calma Amaury. Vc é minha franga 03. Moro Presidente 🇧🇷

    4. PAULO ... sob PERFIL FALSO .. apenas um criminoso canalha cínico a querer imputar a outros sua esquizofrenia ignorância fanatismo e ódio .. um homem critica e dá a cara a tapa mas este vagabundo só as guampas.

  3. Mais um partido??? Tem dezenas no país e melhorou alguma coisa?? Só se for pros partidos com a grana milionária do fundo partidário, o povo serve pra ser usado como massa de manobra. O que queremos é mudar esta constituição que da poderes demais ao parlamento e o presidente quase nenhum, daí surgiu o presidencialismo de coalizão, ou o mesmo que o tomá lá da cá. O resto é mimimi......

    1. Você está errada Glória, a desgraça do Brasil chama-se PT, com a ajuda d apoio do puxadinho chamado PSOL formado por comunistinhas que saíram do próprio PT.

    2. A criação deste tal partido será a completa desgraça para Brasil.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO