Marcos Corrêa/PR

Ação no STF eleva pressão e Câmara já aceita veto parcial ao orçamento

06.04.21 17:42

O presidente Jair Bolsonaro ainda não decidiu se vai vetar trechos ou se sancionará na íntegra o orçamento de 2021 aprovado pelo Congresso, mas a pressão do Centrão pela manutenção da farra de emendas parlamentares elevou as preocupações do governo.

Com apoio da base bolsonarista, o Legislativo subestimou despesas obrigatórias para incluir mais de 48 bilhões de reais em emendas, um recorde. Diante do impasse, líderes da Câmara já sinalizaram ao Planalto que aceitarão um veto parcial, mas querem manter controle sobre a maior parcela possível do orçamento.

Especialistas alertam para o risco de rejeição das contas e configuração de crime de responsabilidade, o que abriria as portas para o impeachment de Bolsonaro. Esta semana, o Partido Novo entrou com uma ação direta de inconstitucionalidade contra a Lei de Diretrizes Orçamentárias, a LDO, que permitiu o pagamento de emendas de bancada, sem carimbo. A judicialização do debate aumentou os temores do Planalto.

Se mantiver o texto com despesas obrigatórias subestimadas e com o orçamento bilionário para emendas, Bolsonaro pode ampliar o imbróglio judicial. Se promover um corte muito amplo, como defende a equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, o presidente vai desagradar ao Centrão e gerar uma crise política.

O vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos, do PL, reconhece que “não há saída que não passe, pelo menos, por um veto parcial”. Os parlamentares vão tentar, entretanto, manter intacta a maior parte da bolada destinada a emendas.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Nada para as escolas,nada para educação..muito p eleição ,muito p a corrupção ! O Pres que sabe que se for "trouxa "aprova ,e aprovado o Centrão ja puxa seu tapete pois será crime de responsabilidade fiscal..simples assim...Esses políticos não valem NADA NADA!! E o povo morrendo de fome? Qto vai p essa turma ? NADAAA

  2. Estes deputados são irresponsáveis! Gerar uma crise dessa nesta pandemia! O que essa turma quer tirar o presidente por cama de gato uma preparada contra presidente!

    1. Qual presidente? Você chama o Bozo de presidente? Kkkkkkkkkkk. Edmundo imundo continua doente! Deve ser sujeira!

  3. Previsível. O Bozo corrupto virou refém dos Centrão corrupto. Entre os dois haverá uma disputa sobre quem controla mais a grana. Nesta disputa, as prioridades da população são esquecidas e as prioridades dos cortou todo se tornarão realidade. Bem vindos ao escândalo que se tornou o governo genocida. Não reclamem. O caos que está aí e o resultado direto da ação coletiva da sociedade brasileira que sonhava um dia ter um psicopata no poder. Conseguiram. Estão felizes?

  4. Essa cambada de escremento que permeia o congresso nacional chrira muito mal! Como pode propor um orçamento que não cabe na arrecadação e nem na lei! Que excrescência!

  5. achou que o apoio do centrão ia sair na faixa? os caras não tem o menor escrúpulo, tapa na cara do brasileiro, trouxa, que em sua maioria não tem a menor ideia do que acontece em Brasília

  6. Dinheiro para a saúde, educação e alivio no IR não pode. Agora, dinheiro pra esses vagabundos não falta. Não voto em mais ninguém. Cambada de filhos da puta !

    1. Ué, a política do Paulo Guedes não é essa? Menos dinheiro carimbado para gastos sociais (saúde educação...) e mais dinheiro sem nenhum destino para emendas parlamentares?

    2. O Brasil tem os piores políticos do planeta de acordo com FÓRUM DE DAVOS .o submundo de Brasília e a escória de uma sociedade fragmentada e corrupta 🤮🤮🤮🤮🤮🤮

    3. Verdade cambada de filhos da PUTAS alimentados pelo Cachorro BOÇALNARO

    4. Em 2022: Nem lula nem bozo e uma faxina no congresso!

    1. Paulo, então filie-se. Assim vc ajuda bastante o partido.

    2. Só e somente só é o Partido Novo. Só eles atacam o errado , virei eleitor. NOVO

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO