Reprodução/FacebookJair Renan e Ana Cristina: escritório frequentado por gente interessada em facilidades no governo

Dupla sem limites

Ligação com lobistas e personagens do submundo de Brasília, intermediação de interesses junto ao governo e mudança repentina de padrão de vida: por que o filho 04 de Jair Bolsonaro e a mãe dele, Ana Cristina Valle, viraram uma abundante fonte de dor de cabeça para o Palácio do Planalto
17.09.21

A CPI da Covid aprovou nesta semana a convocação da advogada Ana Cristina Siqueira Valle, ex-mulher de Jair Bolsonaro e mãe de Jair Renan Bolsonaro, o filho 04 do presidente. Foi, mais do que qualquer coisa, um gesto político. Pode ser que o depoimento nem seja marcado, até porque a comissão está prestes a encerrar seus trabalhos. Mas é inegável que o nome da ex do presidente passou a fazer parte do mais destacado rol de personagens das investigações em razão de seus laços estreitos com Marconny Albernaz de Faria, o enrolado lobista da Precisa Medicamentos, empresa contratada pelo governo para intermediar a venda da vacina indiana Covaxin em um processo bilionário eivado de irregularidades. A ligação entre Ana Cristina e Marconny ficou patente depois que mensagens descobertas no celular do lobista revelaram que ele se valia da proximidade com ela para tentar influir em decisões do governo.

Filhos de presidentes da República deveriam manter distância regulamentar de qualquer negociação ou de interesses que orbitem em torno do governo. Todas as vezes em que essa linha foi cruzada, vide os escândalos envolvendo os filhos de Lula, os presidentes de turno passaram por maus bocados. Com Bolsonaro e os seus não é diferente. Só que, à diferença dos irmãos, o 04 parece ser um alvo mais fácil. Até por sua pouca idade e pelo seu conhecido deslumbramento, ele está mais exposto às técnicas de sedução que costumam ser usadas por lobistas e assemelhados que orbitam em torno do poder. Marconny Albernaz enxergou a oportunidade. Próximo de Ana Cristina, ele não apenas se utilizou dos canais que ela tem no governo pelo fato de ser mãe de um dos filhos do presidente, como passou a oferecer seus préstimos ao próprio Jair Renan. Coube a ele, por exemplo, cuidar do registro da empresa de eventos que o 04 abriu em Brasília, com sede em um camarote do estádio Mané Garrinha – onde, aliás, o lobista deu uma animada festa de aniversário.

Adriano Machado/CrusoéAdriano Machado/CrusoéMarconny Albernaz na CPI: ele disse que faz “assessoramento político”
A empresa já começou atravessando aquela linha amarela que parentes de presidentes deveriam tratar como uma barreira intransponível. De partida, firmou uma parceria com empresários interessados em negócios no governo. Ganhou um carro elétrico avaliado em 90 mil reais. O relacionamento fluiu a ponto de a companhia, do setor de mineração, ter se valido do filho do presidente para marcar audiências com gente importante do governo. Foi por meio de um assessor do gabinete presidencial, por exemplo, que seus executivos conseguiram ser recebidos pelo ministro Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional, para apresentar um projeto. A mesma empresa se encarregou de decorar a sede da empresa recém-aberta pelo 04. Descoberta, a parceria teve que ser interrompida porque, literalmente, virou caso de polícia. Um inquérito foi aberto na Polícia Federal para apurar tráfico de influência e lavagem de dinheiro. O caso acendeu um sinal de alerta no Planalto. Até o serviço de inteligência do governo foi acionado para tentar mensurar o tamanho da confusão, em uma trama que, no mais alto estilo pastelão, rendeu ainda mais confusão: um araponga a serviço da Presidência foi flagrado vigiando um parceiro de Jair Renan.

As histórias que envolvem Ana Cristina e Jair Renan obedecem, no geral, a uma mesma lógica, a da mistura de interesses. Empresários e lobistas se aproximam, oferecem facilidades e parcerias e, em contrapartida, tentam alcançar vantagens junto ao governo. Hoje com 22 anos, o 04 morava com a mãe em Resende, município do interior do Rio de Janeiro, antes de se mudar definitivamente para Brasília em março de 2019, três meses depois da posse do pai. Não demorou para que logo passasse a desfrutar das gostosuras que o sobrenome lhe proporcionava: convites para festas, ofertas de parcerias e muita gente interessada em fazer amizade. Ana Cristina desembarcou na cidade dois anos depois. E passou a, digamos, administrar o potencial do filho.

Até então, as aventuras do rapaz pelo mundo dos negócios eram um tanto rudimentares. Quem o orientava, e o ajudava a conhecer gente e prospectar oportunidades, era Allan Lucena, um jovem professor de educação física que Jair Renan conhecera na academia e havia virado seu personal trainer. Quando Marconny Albernaz apareceu, pelas mãos de Ana Cristina, as coisas começaram a mudar. Lucena, o personal – o mesmo que flagrou um araponga do Planalto em seu encalço –, foi escanteado. A pedido de Cristina, Marconny cuidou da formalização da empresa Bolsonaro Jr Eventos e Mídia e passou a acompanhar de perto os passos do 04 por Brasília. Graças à carta branca dada pela mãe, Marconny transformou o camarote 311 do Mané Garrincha, onde funciona a empresa, em um espaço de reuniões com pessoas interessadas em patrocinar os eventos e projetos de Jair Renan.

ReproduçãoReproduçãoO carro elétrico que a empresa do 04 ganhou: devolvido depois que a história veio a público
Também por meio dele, mãe e filho foram introduzidos nas altas rodas da sociedade brasiliense. Embora tenha entrado em cena para dar ares mais profissionais aos movimentos do garoto, o lobista acabou por virar mais um problema para os Bolsonaro. Ao mesmo tempo em que ciceroneava Ana Cristina, a quem procurava agradar convidando para festas com ministros de cortes superiores e oferecendo serviços exclusivos (ele chegou a contratar profissionais de beleza para atendê-la antes de uma festa de casamento), Marconny operava interesses elevados junto ao governo de Jair Bolsonaro. O mais vistoso deles, sob investigação da CPI da Covid, envolvia a Precisa Medicamentos, a obscura empresa que chegou a fechar com o Ministério da Saúde o contrato bilionário da Covaxin. Bem antes, ele já era investigado por suspeita de intermediar contratos fraudulentos com governos estaduais, como o do Pará. Foi dessa investigação, aliás, que vieram as mensagens de celular que acabaram por revelar sua proximidade com Ana Cristina e Jair Renan. No pacote, havia pedidos de nomeação. Ao menos um de seus apadrinhados, que disputava a direção de um instituto ligado ao Ministério da Saúde, obteve êxito depois de Ana Cristina se comprometer a ajudar. “Boa tarde, meu amigo, estive com o Jorge passei o caso prometeu que vai ver com carinho e coloquei na conta do Renan tbm agora vou esperar um pouco e cobrar, ok, bj”, respondeu ela. Jorge, no caso, era Jorge Oliveira, então chefe da Secretaria-Geral da Presidência, depois nomeado por Jair Bolsonaro para o cargo de ministro do Tribunal de Contas da União.

A mãe do 04 sempre fez questão de manter o sobrenome Bolsonaro como forma de abrir caminhos. Quem participa das reuniões no camarote do 04 diz que são comuns os pedidos dela para que o filho leve ao pai demandas de terceiros junto ao governo. Como a própria Ana Cristina não tem um bom relacionamento com Jair Bolsonaro, o 04 acaba por funcionar como um intermediário para o atendimento dos pedidos. No Planalto, ao mesmo tempo que a ex do presidente é considerada um incômodo, é sabido que rifá-la, para além de desagradar a Jair Renan, pode ter consequências explosivas. Durante o rumoroso processo de separação do casal, em 2011, Ana Cristina acusou Bolsonaro de manter um cofre com valores milionários em uma agência do Banco do Brasil. Também insinuou que o patrimônio do presidente foi construído com dinheiro de origem suspeita. Quando a querela veio à tona, ela recuou das acusações, mas até hoje insinua que pretende escrever um livro revelador.

Não há dúvida de que Ana Cristina tem realmente o que contar. Enquanto o casamento dela com Bolsonaro durou, o casal adquiriu uma extensa carteira de imóveis. Ela, sozinha, assinou nada menos que 14 transações imobiliárias. Nas investigações sobre o esquema rachid montado nos gabinetes da família, o Ministério Público reuniu indícios de que a ex do presidente teria sido uma das primeiras operadoras da coleta de parte dos salários de funcionários, antes de o esquema passar para as mãos do notório Fabrício Queiroz. Os promotores suspeitam que Ana Cristina gerenciava o rachid no gabinete do vereador Carlos Bolsonaro, o 02, na Câmara Municipal do Rio. As investigações mostram que, para além de ter parentes empregados pelos Bolsonaro, funcionários ligados a ela sacaram quantias milionárias no período em que estavam nomeados.

Adriano Machado/CrusoéAdriano Machado/CrusoéA casa onde mãe e filho passaram a morar em junho: versão do aluguel é contestada
Na nova fase brasiliense, Ana Cristina e Jair Renan traduzem em vários aspectos as suspeitas que rondam o restante da família presidencial. Se até o início do ano eles moravam em um apartamento de três quartos registrado em nome de Jair Bolsonaro, em um bairro de classe média de Brasília, recentemente mãe e filho passaram a ocupar uma casa de alto padrão no Lago Sul, a área mais nobre da cidade – o mesmo, aliás, onde o senador Flávio Bolsonaro também fixou residência após comprar uma mansão de 2,4 mil metros quadrados por 5,9 milhões de reais. Ana Cristina diz que a casa é alugada. Só que há controvérsias. Em uma entrevista ao portal Metrópoles, um ex-funcionário da família afirmou que ela é a verdadeira dona do imóvel, que teria sido comprado com dinheiro de origem suspeita por meio de um “contrato de gaveta”. Marcelo Luiz Nogueira dos Santos, tratado até havia pouco como integrante do clã, trabalhava com Ana Cristina desde a primeira infância de Jair Renan. Por um período, ele também chegou a ser nomeado em gabinetes da família. Nos últimos tempos, a relação desandou e Nogueira foi ao Ministério Público do Trabalho para denunciar que era explorado pela ex do presidente.

De fato, ainda há peças que não se encaixam. A casa foi comprada em maio deste ano por um corretor de imóveis, Geraldo Antonio Machado, que mora em uma área bem menos nobre nos arredores de Brasília. Um mês depois da transação, fechada oficialmente por 3,2 milhões de reais, Ana Cristina e Jair Renan se instalaram na propriedade. Antes da mudança, mãe e filho frequentaram com assiduidade um escritório de advocacia em uma cidade vizinha a Brasília. Nesta semana, Crusoé apurou que Geraldo Machado, o corretor que aparece como dono da casa, visitou o escritório no mesmo período. Procurado, o dono da banca primeiro disse que presta serviços jurídicos para Ana Cristina. Indagado novamente sobre sua relação com o corretor que aparece como dono da casa, ele não quis mais falar.

O histórico da ex de Bolsonaro com lobistas e empresários não se resume à relação com Marconny Albernaz. Ela já foi vista também em convescotes na casa do lobista Silvio Assis, preso em 2017 em uma investigação sobre fraudes e corrupção no Ministério do Trabalho e amigo do peito de Ricardo Barros, o líder do governo suspeito de participar também das traficâncias envolvendo a aquisição da Covaxin. Como já mostrou Crusoé, Assis é anfitrião de animados jantares, regados a vinhos caros, para os quais políticos, empresários e altos funcionários públicos costumam ser convidados – até recentemente, os encontros ocorriam em uma casa que tinha até um detector de metais na entrada para, a depender da reunião, impedir a entrada de equipamentos de gravação. Foi nesse endereço, por exemplo, que o deputado Luis Miranda, aquele que denunciou a existência de um esquema em torno do processo de compra da Covaxin, afirma ter recebido uma oferta de propina do próprio Assis para não impor obstáculos ao negócio.

Reprodução/redes sociaisReprodução/redes sociaisMarcelo Nogueira com Jair Renan: ex-funcionário de confiança da família
Visivelmente deslumbrada, a dupla Ana Cristina e Jair Renan tem apostado ainda em negócios que, à primeira vista, parecem inocentes. Mãe e filho têm se dedicado, ultimamente, a fazer propaganda na internet de produtos que lhes são enviados por empresas interessadas em surfar na visibilidade que ambos têm nas redes sociais – há quem diga que eles cobram pela publicidade.  Em paralelo, Jair Renan também investe na carreira de gamer, enquanto faz incursões pelo mundo das subcelebridades. Recentemente, participou de um reality show transmitido no YouTube que quase lhe rendeu problemas — após um princípio de confusão com outros convidados, seguranças da Presidência que o acompanhavam tiveram de entrar em cena para conter os ânimos. Agora, ele promete abrir um novo flanco: pretende tornar-se empresário de cantores sertanejos em início de carreira.

Pela vida que compartilham na internet, o 04 e sua mãe parecem viver alheios às investigações que lhes batem à porta. Na tarde de quarta-feira, 15, enquanto Marconny Albernaz prestava depoimento à CPI, com menções a ambos, no Instagram Ana Cristina fazia as vezes de garota-propaganda de uma hamburgueria e Jair Renan se exibia degustando um churrasco na piscina de casa, em um vídeo no qual apresentava um tempero para carnes. Para evitar embaraços maiores, após a abertura do inquérito na Polícia Federal, o carro elétrico que a empresa de Jair Renan ganhou de empresários foi devolvido. Com a corporação sob o comando do delegado Paulo Maiurino, tido como fiel escudeiro de Jair Bolsonaro, por ora a investigação está estacionada. Sentindo-se livres para desfrutar gostosamente do momento, mãe e filho seguem na mesma toada, sem qualquer limite.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Nada está tão ruim que não possa piorar, mas essa festança tem dia e hora para acabar com a chegada do SÉRGIO MORO à Presidência, essa sim com “ P “ maiúsculo.

  2. Bolsonaro precisa colocar um freio nestes deslumbrados, antes que cresça mais e fuja do controle. Não tem cabimento manter tudo isto, se realmente for verdade.

  3. Que horda de chinfrins do submundo essa familícia!!!! Todos marginais e, como se não bastasse, cada cara mais cínica, suja, feia e repugnante do que a outra!!!! Um verdadeiro balaio de gatunos!!!!

    1. São da mesmíssima desclassificação dos repugnantes da quadrilha luladrão!!!! Que noooooojjjoooo de toda essa malta ignara e marginal!!!!

  4. Essa matéria dos jornalistas Vassalo e Camporez e da Crusoé revela como a picaretagem surge e se desenvolve com facilidade entre os Bolsonaro e, especialmente, entre este clã e Brasília, a meca dos lobistas, para proliferação de negócios suspeitos. Aos 22 anos, um jovem na situação do 04 se aproveita da condição do pai presidente para enriquecer rapidamente, seguindo o exemplo dos filhos do Jararaca. A semelhança não é mera coincidência. Parabéns Crusoé!

  5. Quando leio qualquer coisa envolvendo os Zeros, meu pergunto: por que não dedicaram o tempo a estudar e ter uma profissão? Zero 2 está beirando 40 anos e é um inútil, agora há o Zero 4 seguindo o mesmo exemplo. Não que os dois zeros restantes sejam melhores…

  6. Gente horrorosa, enriquecendo com tráfico de influência. Baixo calão. Submundo. Onde vão irão ser reconhecidos como usurpadores do Estado Brasileiro.

  7. Kkkkk…como são cafonas!!! Este cabelo amarelo dela e este cabelinho raspado dele são ridículos. Fico imaginando a “ mansão” por dentro: dourados, espelhos, almofadas combinando… Kkkkk…o gente patética!

  8. nem comprou a vacina , e vocês falam em roubo, tenha do, o que o Presidente tem com isso , vcs estão como quase sempre errados

    1. Encostam o caminhão na porta de sua casa, empilham os seus eletrodomésticos na porta da sala mas nessa hora chega alguém que avisa a você. Os ladroes dispersam e podem então ir embora, já que o roubo nao foi consumado. Sao inocentes, claro!

  9. Estão certos que nada irá acontecer, assim como acontece com todos os corruptos e poderosos enrolados com a justiça. Estamos vendo o que estão fazendo com os processos da lava jato, principalmente com o do ex-presidiário. É o fim!!!

  10. Existem a família Adams, a família Buscapé, a Familia Trapo, Os Irmãos Metralha, A GRande Família, etc mas essa superou todas as outras. É um monte de filho de mães diferentes, ex mulher com filho suspeita de rolos, rachadinhas, cheques nunca explicados, envolvimento com miliciano, advogado que esconde fugitivo, etc. Falta adjetivo para apelidar essa "família".

    1. Kdema cai não, com o nosso Supremo poderosos nunca são condenados.

    1. Igual não, pior...tem piorado a cada mandato presidencial... Eles chegam lá e assumem com ar de IMPERADORES DO BRASIL... Democracia é para trouxas, na visão dessa gente.

  11. A fórmula infalível pra tal 3ª via ir pro buraco e gde parte da ex tropa bozista se amarrar ao nove dedos, se ele for pro 2º turno, é essa mesmo que se desenha. Juntam-se os azarões Mandetta, Leite, Dória, Vieira, Pachequinho, Simone, etc e pimba! Bozo tá frito, e desponta firme e forte o “nove dedos” na parada. Essa é a lógica do fracasso. Tamos fu..Moro é a ultima cartada..

  12. Gente covarde vocês em? Perseguição implacável aos filhos do presidente! Deixem em paz as pessoas seus calhordas! Q Bolsonaro tanto fez com vocês ? E' dinheiro? Caramba ! Vocês estão chegando ao desespero total ! Q horror!

    1. Tadinho do filhinho do presidentezinho. Sofre tanta covardia. Dá tanta pena dele. Tanta gente se dando bem, e ele não pode? Quanta perseguição.

  13. Que bom que buscam maneira de se sustentar no setor privado... Imagina todos esses encostos sendo sustentados por nós contribuintes. Ainda bem que o presidiário nos mostrou como são uns fenômenos os familiares!!!

  14. Logo logo ele vende uma empresa de gamer por alguns milhões de reais e tá tudo certo. o que importa mesmo é esta família terrivelmente evangélica, conservadora, e anti corrupção a verdade nos libertará. Certa tá a Micheque melhor se fingir ser surda e muda para não ter que falar nada. o cara traz a ex-mulher barraqueira para morar perto dela. Se diz conservador.....

  15. E O FILH0 E LULA, O 'LULINHA', VOLTOU PARA LIMPAR BOSTA DE ANIMAIS NOS PARQUES E JARDINS DE SÃO PAULO. DONA MARISA É UM FENOMENO E VENDEDORA. REPASSANDO PRODUTOS DA AVON FICOU BILHARDARIA.

  16. Mais uma evidência de que o Bolsonaro e sua família roubam há mais de 10 anos. Ele é refém não só do Centrão, mas também de suas esposas. Grande cara de pau. Formam uma quadrilha.

    1. Estudar que é bom , nada… professor só atrapalha! Está rodeado só de gente boa,gente honesta e fiel! Afff

  17. Tá explicado porque Bolsonaro colocou o Aras para destruiu a lava-jato. Estava chegando muito perto da família. "conhecerei a verdade e a verdade vos libertará". É muita cara-de-pau.

  18. Esse Marconny com esta máscara de Santa...Quem ele acha que vai enganar?O povo não assiste a novela da CPI da covid só a mãe dele vai gostar e olhe lá!!!

  19. A dupla está fazendo o mesmo tipo de serviço que o PC Farias fazia no governo Collor, que hoje é ferrenho defensor de Bolsonaro. Ou seja, cambada de sem-vergonhas!

  20. Esse comportamento de pessoas de baixa categoria se lambuzarem quando comem melado, é normal, o que não é normal, é uma apreciável porção da sociedade, aparentemente, classe média e bem informada, apoie, aos gritos de Pátria e Família, essa corja canalha e exploradora.

  21. Essa turma enche a boca pra falar de meritrocacia! Bando de sanguessugas! Depois a gente se pergunta porque o Brasil não muda! O discurso de quem aceita isto já tá pronto: eles merecem ter essas benesses porque acabaram com a corrupção, rs.

  22. isso não é uma família, é uma quadrilha. eita Brasil difícil meu Deus, que Deus dê força e coragem ao Dr Sérgio moro pra ele enfrentar essa batalha.

  23. Os filhos do ex-presidiário Lula ficaram milionários através do poder do pai. Os filhos do Bolsonaro vão pelo mesmo caminho. Nossa política precisa de um "RESTART". Para isso é Moro Presidente 🇧🇷

    1. Já fizeram várias, já sabemos os criminosos que são, agora estamos sabendo dos criminosos da família Bolsonaro... aliás não se escapa um! Quem sabe a menina ainda não roubou caneta da colega na escola.

    2. Ficaram anos falando dos filhos do Lula. Agora tem que falar dos que estão no poder.

    3. LULADRĀO e BOSTONARO,filhos de RATAZANAS não degeneram.....

  24. INVESTIGUE se também os "negócio$" do 04 no ES. Ele vive de rolês em Guarapari e é visto pelas noites movimentadas do balneário. Presença desagradável

  25. Isso se chama FACÇÃO CRIMINOSA, popularmente denominada QUADRILHA. "Família"? o conceito de "família" dessa estirpe se denomina MÁFIA. Canalhas!

    1. Ao invés das renas.....Cabeças de BOI no entorno do Palácio....

  26. FAMÍLIA BOLSONARO: os EXEMPLOS EXECRÁVEIS que uma SOCIEDADE tão CORRUPTA é capaz de produzir! São DEGENERADOS MORAIS que IMPEDEM o BRASIL de AVANÇAR! Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE!” Triunfaremos! Sir Claiton

    1. SERGIO FERNANDO MORO PRESIDENTE SERGIO FERNANDO MORO PRESIDENTE SERGIO FERNANDO MORO PRESIDENTE SERGIO FERNANDO MORO PRESIDENTE SERGIO FERNANDO MORO 2022

  27. Boa reportagem, mas não para capa. Ficou parecendo que o sobrenome encanta até a revista. Sem demérito, apenas uma observação.

  28. ESSA BANDIDAGEM NÃO TEM LIMITES. A FACILIDADE EM ESQUEMAS TRARÁ A TONA O QUANTO ESSES MILICIANOS ESTÃO DISPOSTOS A ACABAR COM AS INSTITUIÇÕES DE ESTADO. POLICIA FEDERAL ESTÁ SENDO DOMINADA POR ESSES INTERESSADOS E O RESULTADO SERÁ O DESCRÉDITO JUNTO A SOCIEDADE. RESUMO: ESSA ORCRIM É MORTAL E O COMBATE À ESTA DOENÇA PASSA PELO PRÓXIMO PLEITO. MORO PRESIDENTE E EX INTEGRANTES DA LAVA JATO PARA O CONGRESSO NACIONAL, ESSE É O CAMINHO PARA DIAS MELHORES. UMA SÓ JUSTIÇA SOB A LEI! 🚔⚔☠

    1. SERGIO FERNANDO MORO PRESIDENTE SERGIO FERNANDO MORO PRESIDENTE SERGIO FERNANDO MORO PRESIDENTE SERGIO FERNANDO MORO PRESIDENTE SERGIO FERNANDO MORO 2022

  29. Famiglia especializada em rachadinhas e outros pequenos delitos, quando tenta voos mais altos, geralmente se dá mal. É como ladrãozinho pé-de-chinelo da Muzema querendo agir como um Al Capone. Fica ridículo, não dá, acaba preso.

  30. “”” E logo as esperanças em relação ao seu governo foram ficando mais escassas, à medida que a milícia que o protegia, os Tontons Macoutes, lançava ataques violentos contra a população. Posteriormente, o grupo também foi acusado de graves violações dos direitos humanos.”””fonte: BBC, sobre:... Papa Doc e Baby Doc, no Haiti). Fizeram escola?

  31. A impressão que me passa é que estão vendendo cargos do governo. Explico: O indicado ao cargo paga um valor para ser nomeado em algum órgão do governo.

  32. o "serviço secreto" que acompanhava : o agente secreto carregava uma bandeira brasileira nas costas ,se movia com opala preto " 6 caneco" usava um celular xaomi para gravar. tudo treinado na abin.

  33. E pensar que no dia da eleição eu como sou antipetista sai da minha casa e votei 17. Achei que estava eliminando uma quadrilha e elege uma pior. Estou mais pobre e sem esperança nenhuma. Nunca foi tão ruim este desgoverno desgraçado.

  34. Quanto mais alto o vôo, mais bela a vista e maior o tombo. No mais tardar até final de novembro 2022. Quem ri por último, ri melhor. Meu champagne francês já está na geladeira. À votre santé!

    1. Se acha isso então porque assina? É masoquista? Cai fora, vai mugir em outro lugar. Crusoé não tem rabo preso com ninguém.

    2. #Nenhumdos2bandidosem 2022 #NenhumDos2Bandidosem2022

    3. Você vai sofrer muito com seus ídolos de barro quando conseguir abrir os olhos. Lamento

    1. não. por enquanto, com aquela aparencia ,apenas esfrega o baicon.

  35. Brasileiro rouba até em jogos de computador para crianças usando wallhacks, cheaters e qualquer outra forma de assaltar em jogos.

  36. até onde esse país vai aguentar... talvez devêssemos fazer como na revolução francesa, guilhotina a eles. Mas aí lembro que o brasil é um país de bananas.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO