MarioSabino

Os hormônios de 1968

30.04.21

Um quarto de século atrás, conversei com um sujeito que havia pertencido à Vanguarda Popular Revolucionária, a VPR, um dos grupos que lutavam contra a ditadura militar no Brasil, para tentar instalar uma ditadura de esquerda no país, sempre com aquelas melhores e infernais intenções. Foi a VPR que jogou um carro-bomba na madrugada de 26 de junho de 1968 contra o Quartel General do II Exército, no Ibirapuera, aqui em São Paulo. O atentado terrorista matou o soldado Mário Kozel Filho, um estudante de 18 anos que prestava serviço militar obrigatório, e feriu outras cinco pessoas. Dilma Rousseff ainda não fazia parte do grupo, ao contrário do que diz a fake news que circula pela internet. O sujeito viria a ser preso e torturado e, na época dessa nossa conversa, ainda pertencia aos quadros do PT, partido com o qual viria a romper anos antes de Lula chegar ao poder. Ele percebeu muito antes dos escândalos petistas serem revelados no que consistia a organização.

Estávamos só ele e eu, salvo engano, num restaurante. Papo vai, papo vem, perguntei:

— Me fale sobre o atentado contra o QG do II Exército, em 68. Aquilo foi uma insanidade, concorda?

— Foi uma besteira. A gente havia começado a assaltar bancos para financiar as nossas ações…

— As que vocês chamavam de “confisco”, sei.

— Isso. Aí, o general Manuel Lisboa, que comandava o II Exército, foi para a imprensa dizer que éramos covardes. Que se tivéssemos mesmo culhões, atacaríamos diretamente o Exército. Foi então que a VPR decidiu jogar o carro-bomba contra o Exército. O carro cheio de dinamite bateu num poste. Se não tivesse batido no poste, teria entrado no QG e matado mais gente, além do Kozel.

— Você não se arrepende?

— Os ânimos estavam exaltados. O coitado do soldado… Ninguém imaginava que colocariam um conscrito para vigiar o quartel.

Mário Kozel Filho foi morto, portanto, por causa de excesso de testosterona. Um grupo de machos ficou ofendido por ser chamado de covarde por outro grupo de machos e resolveu provar que ele era composto, sim, por gente muito macha. A estupidez ideológica é também, ou principalmente, estupidez hormonal.

Lembrei-me dessa história porque um fato importante, relativo ao período iniciado em 1968, está em curso neste momento: o governo francês mandou prender e deve extraditar para a Itália dez antigos integrantes de organizações terroristas de extrema esquerda, alguns dos quais das tristemente famosas Brigadas Vermelhas, que escaparam para a França na década de 1980. Dois deles se encontravam refugiados da polícia até a publicação deste artigo. Todos se beneficiaram da “doutrina Mitterrand”, de 1985, uma excrescência saída da cachola do então presidente francês François Mitterrand, ícone do Partido Socialista, segundo a qual a França poderia abrigar ativistas da esquerda italiana que tivessem renunciado ao terrorismo e sem crime de sangue na ficha corrida. Foi uma bofetada na cara da Justiça da Itália, alvo de campanha maciça da esquerda francesa, que a acusava de cometer arbitrariedades. Na verdade, o que a Justiça italiana fez foi usar de delações premiadas (pois é), prisões preventivas alongadas (pois é) e processos à revelia, para deter a escalada terrorista que já durava mais de uma década, inclusive com o assassinato do ex-primeiro-ministro da Itália Aldo Moro, sequestrado e executado pelas Brigadas Vermelhas em 1978, após passar pela farsa de um “tribunal popular” conduzido pelos terroristas. A festinha estudantil de maio de 1968 na França traduziu-se em pesadelo criminal na Itália. Nos “anos de chumbo” italianos, durante os quais a extrema direita também aproveitou a deixa para trucidar inocentes, como no atentado na estação ferroviária de Bolonha em 1980, não havia champanhe ou caviar. Havia cadáveres excelentes.

Depois de viver longa e doce vida na França, graças à “doutrina Mitterrand” que igualmente permitiu a Cesare Battisti refugiar-se em Paris, esses celerados, hoje septuagenários, vão pagar por seus crimes perpetrados entre 1972 e 1982, se justiça tardia é mesmo justiça. Na prática, a estrovenga do presidente socialista serviu de valhacouto para assassinos que, impunes, permaneceram assombrando parentes e amigos das suas vítimas, para não falar da bofetada na Justiça italiana. Essa situação absurda, atenuada aqui e ali, como em 2004, quando Paris ordenou a extradição de Cesare Battisti, voltou à baila com força no início deste ano.

Há cerca de um mês, o presidente francês Emmanuel Macron recebeu um telefonema do primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, e a conversa acelerou as negociações para a prisão e extradição dos ex-terroristas já condenados na Itália por participação direta ou indireta em crimes de morte. Por causa da “doutrina Mitterrand”, uma formalidade embaraçosa difícil de ser legalmente cancelada, a extradição ainda terá de passar pelo crivo da Justiça francesa. No total são 200 os criminosos dos quais a Itália reivindica a extradição, mas a ferida nas relações entre Paris e Roma já começa a cicatrizar, porque esses dez que foram presos são os barra-pesada. “O presidente desejava resolver esse assunto, como a Itália solicitava havia anos. A França, também atingida pelo terrorismo, compreende a absoluta necessidade de fazer justiça às vítimas. Faz parte também da necessidade imperiosa de construir uma Europa da justiça, na qual a confiança mútua deve ser central”, disse o governo de Emmanuel Macron, em comunicado. Desprovida de tentáculos no Palácio do Eliseu, a extrema-esquerda francesa estrebucha em vão.

Sem “doutrina” nenhuma, o Brasil petista abriu as portas para Cesare Battisti. Fugido da França com a ajuda da escritora de romances policiais Fred Vargas, ele aportou no Brasil e seis anos mais tarde acabaria ganhando a proteção oficial de Lula, num dos episódios mais vergonhosos da biografia do chefão petista. Quando entrou na mira do então presidente Michel Temer, o assassino escapou para a Bolívia, foi preso e extraditado para a Itália, onde cumpre pena de prisão perpétua. Na cadeia, confessou que havia mentido sobre a sua inocência — mentira embrulhada aos incautos, e eles foram muitos, com a cumplicidade das esquerdas francesa e brasileira. Battisti reconheceu os seus crimes, mas Lula continua a mentir. Ao pedir desculpas ao “povo italiano”, o chefão petista disse no início de abril, em entrevista à TV italiana, que não sabia que o assassino era assassino. Tediosamente, Lula nunca sabe de nada. E teve as condenações anuladas na Lava Jato sob os mesmos argumentos usados pela esquerda francesa para acusar a Justiça italiana. É método.

Com a extradição dos ex-terroristas da França para a Itália,1968 é um ano que chega ao fim na Europa. Esperemos que essa tempestade hormonal termine logo no Brasil. Terceira via neles.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Lula e sua corja mentem descaradamente porque é prática corriqueira no meio esquerdopata mentir, dissimular, tudo em nome do poder custe o que custar. O Brasil vai de mal a pior no que diz respeito ao judiciário permeado de figuras a serviço de uma justiça de interesses escusos, de apátridas. Aqui não tem mais jeito, praticar crime é sinonimo de impunidade. É um vale tudo.

  2. Caros amigos da Crusoé. Informo, com satisfação, que, no aniversário de 3 anos da revista, renovei a assinatura pelo 3° ano consecutivo, e conto com o trabalho independente de vocês pra manter atualizado o povo brasileiro. Parabéns.

  3. Elogiar o Mário é desnecessário por óbvio, agora encontrar uma 3a via nesta súcia de políticos é tarefa impossível. Moro seria possível opção, desde que se mostrasse menos tíbio em suas convicções.

  4. Minha terceira via será Amoedo & Mandetta, tanto faz a ordem... Com o apoio de Moro! Se tiver apoio de Tasso, Podemos e Cidadania, melhor... Articulem! É urgente!

  5. É Mário, no Brasil somos muito condescendentes com os que cometem crimes, não gostamos de punir ninguém, perdoamos principalmente os que têm uma ideologia ou grana! O brasileiro é muito bonzinho!

    1. Não Cleusa, o brasileiro é mediucre mesmo e imbecil alienado. É só observar seu (do povo) procedimento nesta pandemia, inclusive dos políticos com essa cpi de araque que visa, não resolver problemas da doença, mas atacar o Presidente, que bem ou mal, foi legalmente eleito. O máximo da esculhambação? Renan Calheiros relator, reu de ONZE processos no STF. Quer mais? PQP.

  6. Brilhante como sempre ,Mario! Ainda assino essa revista por causa dos seus artigos ! Que sabedoria.Grande Mario, te considero um amigo.Sua lucidez traz brilho a cada semana pra nos fazer sonhar com um país mais livre,mais justo! Um grande abraço,querido

  7. 👏👏👏 Suas analogias são perfeitas Mário!!! Que venha uma 3a.via que preste, senão, no segundo turno nem saio para votar!!!

  8. Mario Sabino: você, Ruy Goiaba, Dr. Sérgio Moro e o Dr. Carlos Fernando Lima são o que me fazem ler a Crusoé... Parabéns por esse artigo claro e preciso...

  9. Lula é como aquela criança mentirosa cuja expressão facial não deixa dúvidas em ninguém, já o Capetão está mais para aqueles psicopatas, que apesar da convicção é traído pelas atitudes. Só a terceira via nos salvará desses dois mentirosos contumazes.

  10. Parabéns, Mário ! Excelente artigo. Nem Bolsonaro nem Lula. Não teremos outra vez que votar no menos pior.🙏 Que venha a terceira via .

  11. Lula como sem nenhum caráter prossegue na mentira escandalosa e nega que,soubesse que Battisti era um assassino terrorista.No seu governo veio ao Brasil o filho de um dos mortos pelo Battisti. Foi grande a noticia e entrevistasó o cínico nega o descinheci

  12. O juiz Falcone levou a sério o mote “faça sempre a coisa certa” e acabou na vala. Já os François, historicamente, sempre foram muito bons em falar, ruins em dar o exemplo. Vivem metendo aqueles enormes narizes nos assuntos alheios, ditam regras e varrem para baixo do tapete seus próprios pecados. Por aqui, corruptos escrevem tratados sobre corrupção e velhacaria e, livre, leve e soltos, participam de tardes de autógrafos. CADA UM COM A SUA CRUZ.

    1. Livres, leves e soltos, vamos ajustar a concordância... dizem que as mulheres são capazes de realizar mais de uma tarefa ao mesmo tempo; acredito, eu não consigo escrever corretamente enquanto dou algumas olhadas nas notícias na tv...

  13. Pois é, mas a diferença é que por lá as gerações se sucedem porém não deixam certas atrocidades arrefecer, e os bandidos acabam pagando por suas condutas mesmo depois de anos e anos. Já no Bananão como todas as instâncias estão bichadas o que se faz é liberar geral no andar de cima, ou no máximo um a "jaula" doméstica...e os discursos são apenas isso, efetivamente o que temos é a impunidade geral e irrestrita dos "bacanas"...e pior que têm gente que também nada sabe e defende os que nos exploram

  14. Como sempre, perfeito o texto do mestre Sabino. Lamento perder o acesso a esta lucidez e coerência. Acontece que seu sócio Mainardi espirocou, alucinou, está doente e deveria ser interditado neste revista. Mas, como é ele quem manda, estou cancelando minha assinatura. Adeus.

    1. Pois eu acho que os bolsonaristas é que tem um ego demasiado inflado...vejo o comentarista Paulo abaixo em êxtase por causa de um 1o. de maio irrelevante e inconsequente nas suas manifestações...aguarde essa semana com a explosiva CPI 😉

    2. Deixa o Mainardi, realmente é um anormal com um ego de caminhão. Mas precisamos dele, erra sempre, agora que ele é contra o Bolsonaro vejam o que aconteceu dia 1° de maio .Bolsonaro consagrado como um dos maiores e mais importantes lideres mundiais e reeleito no primeiro turno.

  15. Como sempre Mário Sabino é brilhante ao comentar fatos políticos do passado sob a luz do presente. Realmente, a proteção a Battisti foi uma vergonha jurídica para o país no governo de Lula. Foram as ideologias que mais mal fizeram à humanidade ao produzir tiranias de direita e de esquerda responsáveis por grandes genocídios. O Brasil não precisa de nenhuma delas, mas apenas de bom senso e honestidade de propósitos de quem se propõem a governá-lo e, na atual conjuntura, de uma terceira via.

  16. É isso!! Vamos elimina-los da nossa frente! Gente melho para o Brasil! Chega de ideologias fajutas que só iludem os incautos...

  17. Brilhante, Sabino. Um papo de 25 anos atrás, fez despertar essa faísca de lucidez oportuna, das mazelas atuais. Via única (3ª), é mais equilibrada nesses tempos sombrios. Mantenha o norte como vários de nós.

  18. Uma coisa me chamou a atenção aqui: a Itália combateu o terrorismo interno dentro do Estado democrático de direito sem precisar apelar para um golpe militar como no Brasil pós 64. Talvez matassem um Carlos Lacerda Presidente, mas hoje os terroristas não seriam tidos como herois.

  19. CARO MARIO É MUITO LOUCO ISSO, PQ O PRIMEIRO MINISTRO ITALIANO ALDO 'MORO' INFELIZMENTE TAMBÉM FOI VÍTIMA DA ORCRIM ESQUERDISTA, E TODOS SABEMOS QUE A OPERAÇÃO MÃOS LIMPAS FOI A INSPIRAÇÃO DO 'NOSSO' RESILIENTE MORO, ENTÃO AS LIGAÇÕES DE FATOS E PERSONAGENS ENTRE BRASIL E ITÁLIA SÃO IMPRESSIONANTES. VAMOS LÁ, TIRAMOS UMA ORCRIM QUE AGORA TENTA VOLTAR E TEMOS A MISSÃO ATUAL DE LIVRAR O PAÍS DO EXTREMISMO RADICAL QUE POLARIZA A DISPUTA PELO PLANALTO. O NOSSO MORO TRIUNFARÁ E VENCEREMOS NO FINAL🚔

  20. Pois é, Mario, seu entrevistado estranhou que a sentinela do QG fosse um soldado conscrito, quem teria que ser sentinela, um capitão ? O Diógenes foi preso, confessou o crime, continuou sua vida, porque os militares matavam apenas quem fosse pego com arma na mão. Se ele tivesse agido na Argentina ou Chile, certamente, dele, não restaria nem o pó !

  21. Terceira via neles ! Mas custo a assimilar esta idéia de “terceira” via ! Por que cargas d”água tem que estar em terceiro lugar ? Ou .. que diacho achar que os primeiros lugares tem de pertencer a dupla bolsolulista tenebrosa? Queremos a primeiríssima via !! Que vai botar os outros dois a correr . Ponto .

  22. PARABÉNS Mário! Realmente uma aula é um prazer ler sempre seus artigos! 3ª ViaEuSou! Ou como diria Amoedo: No 1º Turno, ESCOLHA SUA 1ªOPIÇÃO! No 2º #NemLulaNemBolsonaro! Até o horrível voto NULO será uma melhor opção!

  23. Olá Mario, Primeiro: obrigada pela aula de história. Certos episódios, nós, que não somos jornalistas nem analistas políticos sérios, não conhecemos. Eu nasci em 68 e muito do que ocorreu, a maioria (eu incluída), não tem a menor ideia. Segundo: vou orar pela terceira via, e que seja rápida, porque eu já não aguento mais ver Lula e Bolsonaro abrindo a boca, que dirá eleitos.

    1. Gado, fale por você. Gente normal e decente não vota em Lula nem BOLSONARO. E não adianta o disfarce; você é gado

    2. Carlos, você é 🐂 né?! Não se faça de sonso, seu 🤖. Eu vou votar no Mandetta, no João Doria, no demônio mas NÃO VOTO NESTE LUNÁTICO, PSICOPATA DE JEITO NENHUM. Reza para eu morrer e ter um voto a menos.

    3. Infelizmente vamos ter que votar no “bozo “ se não quisermos que o 9 dedos volte.

    4. Mas infelizmente, vamos ter que votar no Bolsonaro se não quisermos que o Pt e Lula voltem ao poder.

  24. Acho que vc supervaloriza o povo brasileiro. Há séculos votamos no pessoal da Casa Grande para que eles mantenham ou expandam seus privilégios.

  25. genial Sabino, vivi intensamente essa época como tarefeira em j. Pesssoa ...Preparei lanche pra Ze Dirceu vir organizar o Congresso de Ibiuna, em frente à minha casa...Eles, à jamais!

  26. Oi Mario, boa tarde! Não quero incomodar, mas sou sua leitora/espectadora entusiasta e fui bloqueada no seu Tweeter. Não sei o motivo. Descobri hoje e então percebi que fazia tempo que não lia um tweet seu. Gosto muito dos seus comentários e não sei o que houve. Obviamente, a conta de Tweeter é sua e você bloqueia quem quiser, mas realmente eu não entendi e peço um desbloqueio, especialmente se houve um engano. Abraços.

    1. Desculpe, Daniela. Você poderia mandar o seu nome no perfil. Obrigado.

  27. ...pelo menos Sabino não toma partido de forma explícita ..vai falaaaaaando ... .....já Mainardi....penoso !Foi-se o homem !!

    1. E qual o problema em tomar partido de forma aberta, velada, ou seja como for? Se para sustentar suas ideias, ele começar a inventar mentiras, distorcer fatos ( tão a gosto hoje em dia), poderá ser justamente criticado e desmascarado. Compromisso de jornalista é com a verdade. Quem identifica mentiras que as aponte!

  28. Lula é o maior cretino e corrupto do Brasil. É um mentiroso contumaz que causa náuseas em pessoas sensatas. Olhar para a cara do Lula me enoja. Me enojam também os negacionista do vírus, que votarão no Bolsonaro, e os negacionista da corrupção Lulista, incluindo aqui os cretinos do STF, que estão ávidos para votar no corrupto de nove dedos.

  29. Belo texto. Que lutemos pela terceira via. A imprensa pode contribuir e muito para que ela ganhe força. Mas nao basta a presidência e importante focaluzar no legislativo tbem.

  30. Seus artigos semanais são muito bons para dar uma respirada nesse período com ar tão rarefeito. Sem ilusões atualmente, assim como no passado, a terceira via que se apresenta ainda nos dará uma volta! Independente da via, o que ainda falta é gente correta e com brios. Ainda teremos 10 anos de reinado do Gilmar, então qualquer via vai nos levar a lugar algum. Respiremos!

  31. Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE!” O Brasil finalmente terá Um Governo Fundado no “IMPÉRIO DA LEI!” Não seremos LUDIBRIADOS com o “Velho Plano de MELHORAS na ECONOMIA!” Triunfaremos! Sir Claiton

  32. Sabino, que prazer que eu sinto em ler você! Um texto muito bem escrito que me faz ter ainda mais asco da esquerda do que já tenho. Que gente sem princípios, sem coração, sem empatia. Uma corja que jamais terá meu voto. MS

  33. Lamentavelmente, Mario, a terceira via que eu também tanto queria já nasceu morta, porque nem Ciro Gomes nem João Dória aceitarão abrir mão de suas candidaturas por um nome comum. Estão nesse grupo só pela fachada.

    1. Você claramente não entendeu o texto... Passando vergonha publicamente...

    2. O analfabetismo funcional é, definitivamente, o mal do século.

  34. Excelente retrospecto, Mário, deveria ficar "free" para quem não paga a Crusoé, pois é muito claro e educativo para essa turma que gosta de se ilustrar por resumos, e não viveram esses tempos... Seria um serviço de utilidade pública... Parabéns!

  35. Infelizmente Mário, a questão não é só Lula. Muitos empresários poderosos comandam há anos um modelo econômico q privilegia a relação com agentes públicos, através da corrupção, p manter seus mercados sem competir. Lucram através do erário. Com a crise da pandemia e o avanço da China, vão precisar cada vez mais da cumbuca e Lula é novamente a chave. Pobreza, populismo e corrupção. E Lula, relembrando, é a chave p países da AL e África. Terceira via sem apoiar esse modelo?

    1. Caro Ademir, “legalidade da administração interna“ é o que garante esse cenário de terror descrito pelo Carlos e confirmado por você. As leis foram meticulosamente escritas para tal fim (ser “legal” o que é exploração, picaretagem, etc).

    2. Carlos tem uma parte do comentário bem interessante, são relações com agentes económicos privados nacionais e a técnica burocracia estatal brasileira liberal aos seus interesses, importante seria a meu juízo uma terceira via comprometido com a legalidade da administração interna da economia e das relações externas .

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO