Carlos Fernandodos santos lima

Mentem, simplesmente mentem

12.06.20

“Mentem, sobretudo, impune/mente. Não mentem tristes. Alegremente/mentem. Mentem tão nacional/mente/que acham que mentindo história afora/vão enganar a morte eterna/mente.” Ao ouvir Bolsonaro sobre a Covid, penso sempre nesse trecho do poema “A Implosão da Mentira”, do poeta Affonso Romano de Sant’Anna.

A poesia, um libelo contra as mentiras contadas na ditadura sobre o atentado do Riocentro, vem a calhar neste momento. Ao contrário daquela época, entretanto, vivenciamos não a ausência da verdade, impedida de chegar aos ouvidos da população pela censura, mas sim o seu soterramento por uma enxurrada de mentiras, agora travestidas de fake news ou pós-verdades. Ou seja, a verdade é escondida de todos pela dificuldade de separarmos tanto joio de tão pouco trigo.

Não se trata apenas de imbecis que tiveram sua voz ouvida além da mesa de botequim, tal como previsto por Umberto Eco. Trata-se agora de uma manipulação sofisticada da psicologia das multidões, para sobrepor o grito ao diálogo, a ofensa ao respeito e um discurso maniqueísta à pluralidade de pensamento. As tropas de propaganda cibernética atualizam Goebbels para a nova sociedade da informação. Assim, uma mentira compartilhada cem mil vezes torna-se verdade.

Essa questão é o núcleo de um debate necessário sobre os limites da admissão em um regime democrático, do uso sistemático da mentira em redes sociais e aplicativos de mensagem no jogo político e na governabilidade. Trata-se, enfim, da preservação de outros direitos constitucionais quando confrontados com o da liberdade de expressão nesta era digital.

Primeiramente, é necessário determinar alguns pressupostos necessários a essa discussão. O ponto inicial é o de que a liberdade de expressão não é um direito absoluto, como aliás não o são nenhum dos direitos previstos constitucionalmente. Há limites claros a ela quando, por exemplo, o estado pune criminalmente a calúnia, a difamação e a injúria.

O que não se permite é a censura prévia. A todos é permitido manifestarem-se da maneira que quiserem, observando-se apenas eventual responsabilização posterior, criminal ou cível, por qualquer desbordamento dos limites da sua liberdade. Parafraseando uma velha máxima, os demais direitos constitucionais são o limite da liberdade de expressão.

Dessa forma, Alexandre de Moraes foi muito além de qualquer autorização constitucional quando determinou a censura a esta revista Crusoé no malfadado inquérito das fake news do STF. No afã de agradar Dias Toffoli, o ministro calouro resolveu atropelar a Constituição e acabou atropelado pela reação da sociedade brasileira contra a censura. Apesar das inúmeras inconstitucionalidades daquele inquérito, e que devem ser sanadas pelo pleno do STF esta semana para salvar a cara de Toffoli e Alexandre de Morais, o abuso da censura foi tamanho que só restou a Alexandre de Morais voltar atrás na decisão.

Entretanto, temos que estabelecer limites ao fenômeno das fake news. Não devemos buscar aprovar leis no afogadilho dos acontecimentos, como é comum aos nossos legisladores, criando monstrengos legais que ofendem nossa tradição jurídica. Devemos é discutir a nova realidade, pois a repressão às mentiras com base nos mecanismos tradicionais não está a impedir que os efeitos desejados pelos mentirosos alcancem a sociedade, solapando o processo democrático e o direito à saúde, a honra e à própria vida.

A pandemia atual é um bom exemplo de como as informações falsas são utilizadas para subsidiar ideologias políticas. O próprio Bolsonaro minimiza as evidências científicas contra suas convicções, preferindo fazer propaganda de um remédio com efeitos colaterais comprovados, a cloroquina, mas sem nenhum estudo cientifico que lhe dê suporte para o combate ao coronavírus, a assumir os custos de medidas tecnicamente eficazes contra a pandemia.

Fica claro que a liberdade de expressão de uma velha tia falando dos benefícios do alho ou do enxofre contra a Covid-19 não é a mesma de um presidente da República. Os efeitos de seu negacionismo contam-se em milhares de brasileiros mortos por falta de liderança do governo federal no combate à pandemia. Sua liberdade de expressão está necessariamente restringida pela responsabilidade do cargo que ocupa, e os efeitos das mentiras contadas, uma pedalada sanitária medida em vidas humanas perdidas, é suficiente para o seu impeachment.

Por outro lado, a transmissão de notícias falsas em aplicativos de mensagem, com seu espalhamento exponencial sem checagem pela população, pode levar a situações dramáticas, como em 2018, quando dois homens foram linchados pela população de uma cidade mexicana por terem sido associados falsamente ao sequestro de crianças e venda de órgãos. Esses fatos tornaram-se relativamente comuns também na Índia e servem de exemplo do potencial negativo da internet no que se refere a boatos. Se houvesse redes sociais e aplicativos de mensagem na Nova Inglaterra, no final do século XVII, teríamos milhares de mulheres queimadas por bruxaria do que apenas as 19 mortas em Salem.

A democracia também tem sido aviltada por notícias falsas. Aliás, sempre o foram, como é exemplo o falso Plano Cohen, que serviu para justificar a ditadura Vargas em 1937. Entretanto, uma democracia moderna não pode ficar à mercê de mentiras em escala industrial, disseminadas muitas vezes a partir de sites no exterior e com imensa dificuldade para serem rastreadas. Marina Silva, na sua campanha de 2018, já alertava ter sido vítima em 2014 de fake news criadas por João Santana, marqueteiro da campanha de Dilma Rousseff. Essa prática, diga-se, demonstrou-se endêmica em nossa última eleição, chegando ao ápice de seu uso pela campanha vencedora de Jair Bolsonaro.

Também uma das inovações mais infames dessa última eleição foi o uso de perfis falsos e softwares de disseminação automática de mensagens – chamados de robôs – para criarem a impressão artificial de uma maré favorável a um determinado candidato ou proposta, aproveitando-se da tendência humana de se conformar à opinião geral, também conhecida como efeito manada. Não se está aqui falando em direitos humanos, pois pessoas inexistentes ou robôs não são seres humanos, por óbvio, e não estão abrangidas pela proteção constitucional.

Fake news e pós-verdades são perniciosas sob qualquer ponto de vista, pois distorcem a verdade, polarizam a sociedade, fortalecem preconceitos e radicalizam o discurso, tornando o consenso mínimo necessário à democracia muito difícil de ser alcançado. Devemos discutir o seu combate diante de mudanças tecnológicas que tornaram o arsenal jurídico anterior obsoleto em evitar sua disseminação sem controle e em responsabilizar seus mandantes. Um bom começo é a criminalização dos perfis falsos e dos robôs quando usados para veicular mensagens que atentem contra a democracia ou tragam risco à saúde pública, à incolumidade pessoal e à honra. De outra forma, se deixarmos o atual estado de coisas sem controle, “a mentira repulsiva/ se não explode pra fora/ pra dentro explode/ implosiva”. Pobre Brasil!

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

Edição nova toda Sexta-Feira. Leia com Exclusividade!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

Deixar para mais tarde

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Pobre Brasil!!! Precisamos do Moro em 2022. Para garantir o restabelecimento da operação Lava-jato. Colocar a República de Curitiba em Brasília para tirar o Brasil das garras dos políticos corruptos.

  2. Retratam JB como a imoralidade em que o Brasil se encontra. Esquecem que por 30 anos a esq. esteve no poder. O pilar dessa sociedade, a Constituição, foi escrita por ela. Daí começam as imoralidades. Leis que alimentam a corrupção, violência. Leis que violam os diretos da vítima mas preserva a do vagabundo. Impostos altíssimos p/alimentar um estado grande. Fake news de uma ditadura que nunca houve no país. Enfim, fala-se em verdade mas contando mentiras. O problema aki é o brasileiro.

  3. Qualquer bobão pode escrever na Cornoé, nem precisa saber escrever bem, basta ter ocupado um cargo público. A teoria do medalhão é a cara do Brasil.

  4. Isto aqui tá cheio de desempregados da lava-jato. O Moro desMOROnou tanto que veio bater aqui embaixo também. Que faaaase!! ... hehe!

  5. A insensatez de Bolsonaro atinge os incautos e ignorantes. Por isso o seu apreço pela educação. Como o Lula, ele se vale da baixa escolaridade do brasileiro. Lula e Bolsonaro são as faces de uma mesma moeda. O que ganhamos no que tange a educação de trocar Paulo Freire por Olavo de Carvalho? No momento trocamos o Ronaldinho dos Negócios (Lulinha 1) pelo Rei dos Chocolates (Bolsonarinho 1). Baita troca.

    1. A Comparação de Olavo de Carvalho com Paulo Freire, isso sim é insano. A esq. tenta até hoje se fazer esquecer da aprovação automática. Modelo de educação do governo de SP em 92 com Erundina prefeita e PF ministro da educação. Modelo esse que arruinou a capacidade de pensar. É isso que o socialismo faz. Denigre, aliena, causa dependência. Elimina os sonhos, acomoda, inverte valores por fim mata. Destrói uma sociedade pela fome ao poder. Opto ficar com a moralidade.

  6. Obrigada pela análise Dr. Carlos Fernando. Muito correta. Pena que os fanáticos, das duas seitas, não consigam ou não queiram entender. Eles só aplaudem as pessoas que falam ou escrevem o que eles "exigem" ouvir ou ler. As pessoas normais e sensatas entendem e agradecem seu trabalho.

  7. Não só mentem como omitem! Em termos de taxas de fatalidade, sabiam que MG, com 10% da população brasileira, tem apenas 2,4/100 mil óbitos, enquanto AM, com 1,8% de população, chegou a 66/100 mil, a maior taxa no Brasil? E que o Ceará está num trágico segundo lugar, com taxa de 56/100 mil? E RJ, com 48/100 mil, está muito à frente de SP, que alcançou 25/100 mil. Nem tudo é fruto das gestões regionais, mas também não dá para negar o mérito diante de bons resultados. RS está com apenas 3,3/100mil

  8. Lamentável! Por termos sido catalisados pela lava-jato em torno de uma candidatura em 2018, tornamo-nos "manada". E tudo se faz agora para novamente arrebanhar a "manada", doravante catalisada pelo pânico! Para derrubar o eleito pela "manada" da lava-jato! E tem algo que esse burro não entende. Nosso Tribunal de Inquisição, o STF, decretou que prefeitos e governadores são responsáveis pelo trato regional da epidemia. Hospitais de campanha incompletos e respiradores que não funcionam pode?

  9. Informe-se melhor sobre o uso do protocolo da hidroxicloroquina+Azitromicina+zinco, pois usados na fase inicial da virose estão evitando o segundo ciclo. Pergunte pata a UNIMED qual a orientacao de tratamento assim como do hospital Alberto Einstein

    1. Há pessoas que seguem recomendações de saúde de seu político de estimação mesmo que estejam em total desacordo com a ciência.

    2. Jenisvaldo, A OMS pelo menos baseia suas analises em resultados científicos. Ainda dá tempo de sair da bolha bolsonarista de mentiras e desinformação. Mas tem que correr, pois já pegaram até o Queiroz...rs...

    3. Roberto, com total convicção eu digo, se depender de minha vontade a cloroquina nem chegará perto de mim. Mas os bozistas podem tomar a vontade. Só não dá para defender o medicamento como panaceia milagrosa se a ciência já provou ser uma grande falácia e mito q o remedio ajuda ko combate do covid.

    4. Hidroxicloroquina já era, zinco nunca foi! A assinante ou é deveras desinformada ou adepta de fake news.

    5. Oh, Palhaço Bozo, já sei o que você vai tomar quando pegar o vírus...

    6. Acorda filha! Várias pesquisas recentes comprovam a ineficácia da hidroxicloroquina no combate do covid, alem de aumentar os riscos de problemas cardíacos. Só o retardado do capitão cloroquina insiste ainda nessa falácia. Acorde para a vida, saia da bolha bolsonarista idiotizante!

  10. Cuidado com o que desejam, o inquérito fajuto de Toffoli/Moraes serve para censurar qualquer coisa, inclusive esta revista. Então em vez de ficar com essa babaquice de "fake news", é melhor se preocupar em defender a liberdade de expressão.

    1. Cara, Bolsonaro é burro e está desperdiçando mais uma oportunidade para melhorar o país, isso é fato. Lula já havia desperdiçado a oportunidade dele, anos atrás. Mas o duplo padrão da imprensa é indefensável: chamar Bolsonaro de nazista é liberdade de expressão, mas se criticar o STF, aí é pau de arara ou cadeira elétrica, sem direito de defesa, na "Santa Inquisição" de Toffoli e Moraes. O mesmo sujeito investiga, acusa, julga e condena, mas como é contra Bolsonaro, a imprensa apoia.

    2. A milicia bolsonarista usa a liberdade de expressão para fins escusos. Se floreia de "liberdade de expressão" para cometer crimes e deve ser punida por isso. Mas concordo que esse inquérito é inconstitucional.

  11. Magnifica matéria do renomado promotor Carlos Fernando Lima. Atuou bem como promotor e está se saindo muito bem como colunista. O Brasil deve muito à pessoas como Carlos Fernando Lima.De minha parte com cidadão tenho a agradecer por seu trabalho em favor da cidadania!

  12. Concordo com quase tudo que foi escrito mas discordo do "efeito manada" nas eleições presidenciais. Foi "efeito corrida" pois os eleitores conscientes votaram contra o PT (que simboliza a corrupção) e contra a esquerda (que promete democracia/não existe democracia esquerdista). Foi esse o efeito ocorrido, votar conscientemente em favor da verdadeira democracia, dos bons costumes etc... O resto é balela.

  13. Que salada rapaz! Alguma erudição e um monte de confusão. O "problema" do Brasil NÃO É ou NÃO SÃO, as Fake News. "Evidências Científicas" mencionadas en passant. Minha assinatura deveria me proporcionar algo melhor que isso.

    1. Foram elas que impulsionaram a campanha do MINTO, foram elas que desconstruíram a imagem de vários aliados que foram colocados como adversário para que o MINTO pudesse colocar a defesa do filho rachadinha em primeiro lugar. São elas que estão atrapalhando o verdadeiro combate ao covid-19 que o MINTO tenta insistentemente sabotar. Portanto, o problema atual do Brasil são as Fake News e quem as patrocina sim!

  14. Já estou de saco cheio de ter meus comentários censurados; quem não tem competência que não se estabeleça, cambada de oportunistas de merda!

  15. Carlos, a exemplo do MBL da terceira idade que escreve também nessa revista, o tempo passou pra´você. De um bom procurador da justiça, agora suas análises críticas são eivadas de ressentimento, pretensão e vaidade. Eu acho que o Moro deixou muitas viúvas na chorasminguela da erística curitibana. Já vi isso acontecer com os outros "puxas" de baluartes como Lula, FHC, Collor, Sarney, et caterva.

    1. Se não tem como argumentar a respeito do texto, deves deixar o autor e os demais leitores em paz.

    2. Os gadinhos raivosos foram contaminados pela doença da vaca louca. Olha o nível hard de desespero deles..rs.. Já era pro MINTO, virou as costa para o seu povo e se aliou com a pior escória desse país. O gado lobotomizado é a minoria da minoria, o destino deles é o mesmo dos mortadelas petistas, desprezo e ostracismo.

    3. Marcio, vc é mais um caso de lobotomia eleitoral, acho que é melhor vc ir fazer ginástica no tico e teco, talvez se cure. Seu presidente é um MICO.

  16. Se um dia vc for internado com COVID19, não peça para ser tratado com hidroxicloroquina ( não cloroquina mais usada no Norte ) nem os demais itens do Protocolo associado; pelos seus comentários vc não merece!

    1. Paulo, os robôs são máquinas disseminadoras de mentiras e você ainda vive num mundo imaginário que não condiz com a realidade em que vivemos. A ignorância e o ódio cegam e você e o Carlos são um belo exemplo dessa máxima.

    2. Há que ficar claro que muitas notícias passadas via robô ou não, era absolutamente verdadeiras e não saiam na grande imprensa que na sua grande maioria não queria Bolsonaro, só restaram as redes, claro como água . Fernando, sabes disto muito bem, parte do teu excelente trabalho só apareceu devido as redes . Te negavam outros acessos . nas redes.

  17. O texto é tão oportuno no tema , que o próprio autor foi seduzido ao ponto de reproduzir fakenews como se "verdade" o fosse ,em afirmações de sua própria consideração, demonstrando a grande complexidade do assunto .

    1. Palhaço, quando falei em bula de medicamento, falei de medicamentos genéricos, não especificamente para a Covid 19.

    2. Antonio, a bula do medicamento não indica a ministração dele para o enfrentamento da covid-19, a bula do medicamento não recomenda a dosagem recomendada para o tratamento da covid-19. Mas o bom nisso tudo é que o paciente tem a liberdade de escolher se irá tomar o medicamento ou não. Não faz sentido todo esse auê retardado do presidente, quando o que ele devia é gerenciar o combate a pandemia ao invés de negar o vírus e apostar todas as fichas num medicamente que ainda não se mostrou eficaz.

    3. A grande piada é comentarista não saber ler uma bula de medicamento.

  18. Dizer que a cloroquina tem efeitos colaterais comprovados é muito vago. Toda bula mostra efeitos colaterais. O senhor está politizando um remédio. Conheço pessoas que fazem uso frequente e de longo prazo e estão muito melhor com o remédio do que estariam sem ele. Logo, a decisão de usar o remédio ou não é a famosa relação custo/benefício. Gosto muito de seus comentários mas neste caso acho que se equivocou.

    1. Alexandre, já se comprovou a ineficácia da hidroxicloroquina especificamente para a covid e os efeitos colaterais não são nada vagos. Nada a ver com o uso crônico em outras patologias.

    2. As pesquisas com o medicamento já provaram isso. O que nao conseguiu ser provado ainda é a eficácia do medicamento contra o covid.

  19. Estou muito decepcionada com você. Seu texto é muito ruim. Citar fake news pelo mundo para exemplificar "fake news" do presidente? Outros partidos não divulgam fake news? Será preciso repetir que o STF deu poderes para administrar qualquer coisa durante a pandemia somente aos governadores e prefeitos? Mas que sempre um juiz aparece para dar a última palavra? Você não acha que estamos numa DITADURA DO JUDICIÁRIO?

  20. este artigo seria mais pertinente logo no inicio da pandemia quando casos de mortes com outras causas foram descaradamente contabilizadas como covid19!!! Tá muuuuuiiiiitooooooo atrasado na sua análise!!!!

    1. A sub-notificaçao é ao contrário e isso ocorre desde o início por falta de testagem em massa da população. Saia da bolha bolsonarista de desinformação.

  21. Infelizmente, não tenho esperança que a investigação prospere a ponto de não só dar nomes aos bois, mas também prendê-los. O Brasil é uma desgraça.

  22. Excelente artigo, Carlos Fernando. Precisamos de sabedoria e experiência, como a sua, para tentar nos livrarmos desse outro verme chamado fake news. Obrigado.

    1. ciência não mente, volta atrás quando as evidências científicas indicam...ciência não tem orgulho nem ego...busca a descoberta e a verdade.

  23. As fake News durante a campanha eleitoral vieram só do lado vencedor?Só aí já estamos diante de uma FN.Vocês lavajatistas tem seus méritos mas deixam transparecer muitos traços de militância política o que causa questionamentos em algumas de suas diligências e decisões do passado recente.E muitos de vocês se acham os donos da verdade em todas ações e tudo que fazem.Tem o mesmo perfil dos intocáveis deuses do Olimpo que ocupam as atuais cadeiras do STF.O vírus chinês segue seu curso natural no BR

    1. Chiquinho, um grande abraço do palhaço! O meu é sem covid!

    2. Não disse mas disse! Entendeu?! Não? Para bom entendedor meia palavra basta!

    3. Ele não disse que SÓ a campanha vendedora isso de tal prática. Releia.

    4. vc insinua que ele defende o PT? isdo só me faz lembrar dos petralhas dizendo que eles defendiam o PSDB! acorda!

    5. O PT dizia o mesmo de quando o Lula estava prestes a ser preso. Sinceramente, triste ver os bolsonaristas se rebaixando tanto ao tentar defender seu ídolo.

  24. Por mais que haja inobservância de amparo constitucional à primeira interpretação é plausível que o STF tenha dado início a buscar meios para delimitar campo no novo meio de comunicação, o virtual pois, de há muito, seu uso indiscriminado e com objetivos pouco claros, era nocivo em todos seus aspectos.

  25. Tanto a esquerda maldita, quanta essa direita ordinária, só trouxeram desgraça pro povo brasileiro, alienado e subserviente dessas lideranças politicas, ideologias e piegas, despojadas de caráter e moral.

  26. Vão degeneemdp STF seus capangas. Deve estar rolando alguma barganha. Acredito que novas investigações da PGR deve esclarecer o caso Tacla Duram. Depois como será?

  27. Essa investigação das feke news é exclsivamente voltada ao Presidente. E com relação ao canalha,vagabundo, comunista maldito, Haddad? Os vídeos com as falcatruas dele e seus tovarishchi estão viralizando nas mídias sociais. Sobre isso, nenhuma palavra, nem sua, nem da "nova Crusoé"! E pra dar ansia de vômito dessa imprensa vendida. VAGABUNDOS!

  28. Qual o moral que esse sujeito tem de comentar o que quer que seja, visto que foi um dos que defenestrou a Legislação Penal Pátria, mandando às favas o Princípio da Paridade da Ação Penal, pois o tripé da composição dos Processos ficou bem capenga quando o "conluio" entre o MPF, do qual este sujeito fazia parte, e o então Juiz Federal Moro, foi evidenciado nas "conversinhas" extra processuais, e nada republicanas, quando da divulgação dos imorais "acertos" entre o órgão Acusador e o Juiz...

    1. Obrigado Iolanda! Só fiquei triste com o "primeira vez"...rs.

    2. palhaço Bozo...com esse nome não pode sair tal sensates de sua boca. Mas vou ter que assumir, pela primeira vez vc esta certo! 😉

    3. Percebemos o quão nefasto é esse governo atual quando nos deparamos com o presidente e a gadaiada dele fazendo defesa ferrenha da retórica distorcida e imoral de deslegitimar a Lava Jato e todo o seu legado. PT e Clã Bolsonaro, duas pontas de uma mesma ferradura.

  29. O STF, fez com que a Crusoé e o Antagonista mudasse de rumo, dando muito crédito a este STF que guarda ás sete chaves os processos da lava jato e resolve se meter nos outros poderes, á banda podre do comgre

  30. A tentativa do STF, calar a imprensa que pensava fora da caixa como a Crusoé e o Antagonista deu certo. Agora concordam com políticos com suas canetadas fechando comércio, fábricas, escolas em nome da ciência. Que ciência, a ciência da máscara não, máscara sim, do distância de 1 metro , de 1,5 metro, de 2 metros? O que se pode tirar da ciência e vem de outras pandemias é que enquanto 70 por cento da população não estiver contaminada o vírus estará por aí. Ve

    1. Gado burro é isso, nem desenhando para entenderem o motivo do distanciamento social.

  31. A cada duas semanas, somos presenteados com um texto maravilhoso!!! Fica aqui minha indignação com este governo: incapaz, mentiroso, traidor, déspota ...o verdadeiro coisa ruim. Misericórdia de NÓS brasileiros 🙉🙏🙏🙏

  32. Que os culpados, de ontem e de hoje, sejam identificados e punidos. Petralhas e partidos que em torno deles gravitam sempre foram experts em destruir reputações e perseguir sem qualquer limite aqueles que ousaram desafiar seus interesses. Ué, nos governos petistas, não se viu a mesma atuação espalhafatosa do Judiciário, a denúncia raivosa da imprensa, a reação dos artistas que mamavam na famigerada Lei Rouannet, entre outros. O que mudou? Será que os que então se calavam foram apenas omissos?

    1. Usar defeitos e erros do passado para defender os erros do presente é de uma enorme pequenez. Vamos pensar grande, pensar melhor! Quem bom q os ventos estão mudando e a impunidade vai perdendo o seu espaço, não é? Olha só, tivemos até um ex-presidente idolatrado q chegou a ser preso! O Brasil está mudando e quem não se adequar vai rodar. Viva a moral no trato da coisa pública! Viva a ética e o bom senso! Que a lei acerte a Chico (PT) e tmbm a Francisco (Clã Bolsonaro) e q todos paguem o q devem!

  33. Carlos: toda a minha família votou no Bolsonaro, gritamos ,pulamos de alegria etc....e a gente dizia "Graças a Deus "tiramos o PT. Hoje eu fico refletindo sempre e não consigo engolir e entender este cara .Então para ficar em paz comigo mesmo eu repito a frase de Jesus quando já estava pregado na cruz .Repito para mim: " Pai perdoia-os porque eles não sabem o fazem"

  34. Lamento profundamente que seja um judeu a comandar essas propagandas enganosas, que esteja aliado a esse tirano inconsequente. Esse homem insensato está espalhando discórdia entre irmãos e se não for contido nos levará a uma Guerra Civil fratricida.

  35. Crusoé é só mais um veículo de esquerda, já batendo pino, fervendo o motor, enferrujando, desvalorizando, pneus carecas...

  36. Já foi bom...agora só escreve baboseiras...parece o STF nos seus votos...ninguém entende. Doido desse não enxerga ou não quer que o regime militar foi o melhor pro país.

    1. O regime militar legou ao Brasil a década perdida de 1980, a hiperinflação, o compadrio político, o PT, Sarney, ACM, Maluf... Realmente, uma maravilha!!!

    2. Regime Militar teve seus pontos positivos e seus pontos negativos. Mas o nosso momento atual é bem outro e os interesses tmbm são outros. O que a gadaiada deseja é uma intervenção militar que derrube STF e Congresso e que entrone o Bolsonaro com um poder absolutista. Isso nunca vai acontecer e ele está mais próximo de ser apeado do cargo do que de vermos esse delírio ditatorial acontecer, pena que será a custa de muito sofrimento do povo brasileiro.

  37. O articulista fez muito bem em se aposentar da PGR; poderia ter feito melhor parando de tentar ser um analista político, já que seus argumentos.e análises são pífios e mais demonstram uma carga preconceituosa contra o governo de plantão, preconceito esse que se avolumou quando o seu amigo apegou-se do cargo de ministro da justiça. Aprendi nos bancos da faculdade que o que é inconstitucional é nulo; logo, inconstitucionalidade não se sana, não se corrige, mas sim se anula.

    1. Pelo visto você é daqueles que apoiam o Roberto Jefferson e o Aras, elogiado pelo PT, mas criticam o Moro, também criticado pelo PT. Um gênio!

  38. Já escreveu textos melhores. Onde estão os comprovamos efeitos colaterais da cloroquina, remédio usado no Brasil há dezenas de anos? Como falar em liderança do governo federal se o supremo delegou aos governadores o controle da pandemia, incluindo prisões absurdas que em nenhum momento você se refere? Não defendo o governo federal, mas um jornalista deveria ser mais isento, deixando o viés ideológico de lado.

    1. Amigo Carlos, as pesquisas mais recentes (inclusive uma aqui do Brasil) mostrou que a cloroquina em dose alta combate a covid mas mata 1/3 dos que tomam essa alta dosagem. A dosagem recomendada pelo MS é menor, mas ainda assim é o dobro da recomendada para a malária e mostrou que não ajuda no combate da covid. Estão fazendo mais testes com o medicamento, mas por enquanto só sabemos dos efeitos colaterais, pois até o momento nenhum teste comprovou sua eficácia em relação a covid.

  39. A mente humana vazia de conhecimento é como um depósito a céu aberto. Nas votações do BREXIT,do Trump e do Bolsonaro foram usados os mesmos métodos. para encher as " mentes vazias " com " promessas ansiadas ". Os jornalistas , mais que ninguém , foram pegos de " calças curtas ". Demoraram para perceber o uso dos fundamentos da psicologia nos redes sociais. " cambridge analytics" .

  40. O que as pessoas não querem encarar é que o problema de Fake News não é alguém falar uma mentira ou emitir uma opinião tresloucada, são os dispositivos utilizados que permitem a disseminação de mentiras de forma artificial, sem conseguir responsabilizar o autor.

  41. Não existe nada de novo nas Fake News, os crimes estão no código penal a muito tempo. Só ainda não se decidiu levar a identidade das pessoas para o virtual, só é preciso implantar uma identidade digital com certificado digital, assim o que é feito no virtual encontra lastro nas pessoas reais.

  42. Bom texto, mas falar que a campanha do JB foi o ápice da mentira é de doer. Quem mais mentiu aos brasileiros nos últimos 20 anos, pelo menos, foi o PT. E na campanha de 2018 não foi diferente. Portanto, corrija-se!! Critique-se JB por outras coisas bem visíveis, a exemplo da falta de combate à corrupção, mas fake news é especialidade do PT.

  43. Você faz algumas consideraçôes que parecem que que as tais são ou foram praticadas somente por um grupo de pessoas e eu discordo, tudo é questão de isenção ou não daquele que diz. Não vejo isso nos seus pontos de vista. Nem Bolsonaro ou você, no que diz respeito ao uso de drogas têm autoridade para indicar ou contestar seu uso. A medicina tem também uso de drogas baseadas em evidencias que não é "ciencia", mas que salva vidas.

    1. Considero o debate muito bem encaminhado pelo autor; é prioritário! Não só para o Brasil. Antônio, o uso de drogas recomendado afirmativamente è baseado em evidências científicas (sim!),. Avalizo o que o Palhaço Bozo afirmou, aliás as técnicas anti-éticas, criminosas mesmo, na política deste pais datam de 15508.O LulaPt e o "mito2" aperfeiçoaram.

    2. No texto ele lembra que até a Marina em 2014 foi alvo de Fake News e mentiras com o intuito de desconstruir a imagem do adversário político. PT e o clã Bolsonaro fizeram muito isso e devem sim ser responsabilizados.

  44. Meu amigo, se me permite, é de pessoas com esse pensamento q precisamos na política. Uma boa ideia , seria vê-lo eleito pra qualquer coisa! Abração!

    1. Concordo Integralmente e com Maiúsculas, é a porta funcional para dar continuidade ao Maravilhoso Trabalho da Lavajato.

  45. Me deu esperança, o sr. falar de impeachment; e OBRIGADA sempre, pela Lavajato, vocês são Heróis Nacionais, devem estar nos livros de História do Brasil e do mundo. Não deixemos o bolsonaro 'rei da terra plana' com fake News, levar os louros do combate à corrupção, pq é isso q ele está tentando fazer.

    1. Infelizmente não vejo luta contra a corrupção nas atuações do bolsonaro , basta ver a quem se aconselha, a quem se alia, a quem está distribuindo cargos . 😔 triste realidade ... fomos ingênuos em acreditar que iria ocorrer mudanças nesse governo .

  46. Infelizmente nosso "comentarista" fala o que até minha neta de oito anos sabe. A mentira faz parte da humanidade, inclusive na sua família deve existir, e muito.

    1. Sr Carlos Fernando, o seu pijama está aí do lado, tá demorando pra vestir!,,,

  47. O cruel disso tudo é termos que deixar na mão de mentirosos contumazes - a maioria dos nossos legisladores - o papel de legislar contra a mentira. Haja monstrengos jurídicos neste país...

Mais notícias
Assine
TOPO