Adriano Machado/CrusoéJair Bolsonaro quer usar a posse para já dizer com quem seu governo pretende se relacionar

O beija-mão e o tapa na cara

Trump não vem para a posse de Jair Bolsonaro e não mandará nem seu vice para a festa. Mas, ao desconvidar Venezuela e Cuba, o futuro governo deixa claro que a direção da diplomacia mudou para valer
21.12.18
Mais notícias
TOPO