Ricardo Moraes/FolhapressPara Gabeira, o que destruiu as chances do PT foram as "provas ocêanicas" colhidas pela Lava Jato

“Não era a democracia que estava em jogo”

Para Fernando Gabeira, a esquerda usou uma falsa questão para se contrapor a Jair Bolsonaro na eleição. O que importava, avalia, era a luta contra a corrupção e a criminalidade. De acordo com ele, a esquerda depende mais de Lula do que a direita de Bolsonaro
09.11.18

Fernando Gabeira estava na luta armada contra o regime militar enquanto o presidente eleito Jair Bolsonaro aspirava um posto como oficial do Exército, nos anos 1970. As histórias de ambos se cruzariam mais de duas décadas depois, quando passaram a conviver no Congresso após a volta dos civis ao poder. Mais especificamente a partir de 1994, com a primeira eleição de Gabeira para deputado federal. No começo, ele e Bolsonaro defendiam agendas opostas. O militar focava nas causas de interesse dos colegas dos quartéis, principalmente. O jornalista, egresso das fileiras do Movimento Revolucionário Oito de Outubro, o MR8, empunhava a bandeira da defesa do meio ambiente. Com a chegada do PT ao poder, em 2003, começou a haver convergência de discurso entre os dois. As críticas à corrupção da era petista os tornaram próximos.

Aos 77 anos, e agora mais voltado para o jornalismo do que para a política, Gabeira enxerga o atual momento do Brasil com moderação, ao contrário da maioria da esquerda brasileira. Ele não vê Bolsonaro como ameaça à democracia. E diz que os adversários do capitão da reserva falharam na tática para tentar vencê-lo. “A esquerda criou no Bolsonaro uma determinada ameaça à democracia e se colocou imediatamente como a defensora e guardiã da democracia. Era uma tática. E uma tática que talvez não tenha dado tanto certo porque não era a questão da democracia que estava em jogo.” Eis a entrevista:

Como era a sua relação com Jair Bolsonaro na Câmara?
Ele e eu nos conhecemos no Parlamento. Tínhamos divergência quanto ao que defendíamos, mas nunca houve ruptura ou discussão. Sempre mativemos respeito mútuo. Além disso, as condições do exercício do mandato faziam com que viajássemos a Brasília e ao Rio nos mesmos voos em algumas ocasiões. Muitas vezes fomos companheiros de viagem. Ao longo do tempo, fizemos campanha simultaneamente no Rio. A gente se cruzava e se cumprimentava. Bolsonaro nunca foi meu competidor. Meus eleitores não votariam nele, nem os dele em mim. Nossas agendas por vezes até se encontraram, principalmente nessa questão de combate à corrupção. Sobretudo na condenação da corrupção da esquerda.

O sr. o considera um radical?
Depende do tema, das circunstâncias. Se você levar em conta as frases, os posicionamentos escritos ou falados dele, talvez o considere um radical. Mas Bolsonaro gosta muito desses choques que chamam a imprensa. Ele tem tendência a fazer declarações bastante bombásticas para os jornalistas. Mas observo que ele é flexível. Trinta anos de Câmara dos Deputados o obrigam a entender a negociação política.

O Jair Bolsonaro presidente será o mesmo Jair Bolsonaro deputado?
Já vi muitas pessoas entrando na Presidência e mudando. O primeiro momento é sempre de autoestima elevada, há uma enorme sensação de poder. Você acaba de ser eleito com milhões de votos. É paparicado, tem beija-mão de autoridades, deputados, senadores, diplomatas. É um momento de autoafirmação. Esses momentos são perigosos porque a pessoa às vezes não percebe os seus limites. Até agora não vi nada nele que demonstrasse arrogância, embora veja com reserva algumas medidas que ele anunciou.

Quais, por exemplo?
Levar a embaixada do Brasil em Israel para Jerusalém. Não que eu tenha  problema com o fato de ele acreditar que isso seja bom, seja por motivos políticos ou religiosos. Bolsonaro se batizou naquela região (foi batizado no Rio Jordão, em 2016). Mas a mesma crítica que fiz ao PT em relação à Venezuela é válida para a decisão dele de mudar a embaixada de Israel para Jerusalém. A política externa do Brasil não pode ser reflexo de um partido nem de uma cabeça, ela depende de consenso e só pode ser alterada se mudadas as condições. E, ainda assim, em um processo de acordo para que haja mudança. Não quero dizer que ele não possa dar seu tom à política externa, na linha de ser mais alinhado aos Estados Unidos do que os outros presidentes foram. Acho normal que se desenvolvam relações mais próximas com os americanos. No entanto, é importante saber que não somos os Estados Unidos. (Bolsonaro declarou, depois da entrevista, que nada está decidido ainda sobre a mudança da embaixada)

Por que a estratégia dos adversários de classificá-lo como racista, misógino, homofóbico e antidemocrático não deu certo na campanha?
Porque os principais temas da campanha não eram esses. Em primeiro lugar, era a luta contra a corrupção. Se você se dispõe a lutar contra a corrupção de forma adequada, aponta os adversários e aceita os principais pressupostos contra o problema, é um passo importante. Os outros não se apresentaram da mesma forma que ele. Alguns candidatos, como o do PSDB (Geraldo Alckmin), estavam um pouco tímidos sobre o tema e tinham retaguarda problemática. Não só porque eram, de certa maneira, mencionados em escândalos, mas porque já haviam sido condenados. O PT, por exemplo, não tinha nada a dizer sobre isso. Quem tinha a dizer de uma forma clara era o Alvaro Dias, mas não convenceu.

Quais eram os outros pontos?
O segundo ponto foi a apresentação de uma política de segurança pública. As pessoas estão assustadas com a criminalidade e ele era o único que tinha uma resposta. Não uma resposta mágica, mas uma resposta que tinha uma vantagem sobre qualquer outra porque envolve a sociedade. O fato de dizer que cada um pode ter uma arma dá à sociedade uma saída. A mensagem é que, se o governo não está bem das pernas, cada um vai poder se defender.

Lucio Tavora/FolhapressLucio Tavora/FolhapressGabeira deputado, em 2006: ˜Bolsonaro gosta muito desses choques que chamam a imprensa˜
Armar a população é mesmo a melhor saída?
Claro que talvez não seja a melhor saída. Não é a minha pelo menos. Acho que é preciso envolver a sociedade de outra maneira, na informação e prevenção da violência. A minha visão é diferente, mas Bolsonaro oferecia na campanha uma saída rápida e simples. E não havia nada no cardápio político que rivalizasse com isso. E a terceira questão da campanha, que acho que não foi tão importante, mas que teve também um papel, foi a da dimensão do estado. Há um esgotamento da paciência dos brasileiros, especialmente desde 2013, com os serviços públicos. São ineficazes e não valem o imposto que você paga. Então a discussão sobre o tamanho do estado e a disposição de torná-lo mais enxuto e eficaz teve peso.

A esquerda propôs o embate entre civilização e barbárie, entre democracia e ditadura…
Isso foi uma construção. A esquerda criou no Bolsonaro uma determinada ameaça à democracia e se colocou imediatamente como defensora e guardiã dos princípios democráticos. Era uma tática, não uma estratégia, e uma tática que não deu certo porque não era a democracia que estava em jogo, embora ela tenha importância clara e essencial. A democracia não era questão porque Bolsonaro queria chegar ao governo através de um processo eleitoral, não de um golpe de estado. Foi uma eleição com todos os recursos democráticos em pleno funcionamento. A comparação com a ditadura militar, portanto, não era correta. Lá, houve o uso da força para tomar o governo.

Há analistas sustentando que as democracias estariam ameaçadas, inclusive por mandatários que chegam ao poder pelo voto.
Escreveram livros sobre isso, mas têm como referência países como a Turquia. E a Turquia não é um exemplo adequado. As instituições brasileiras são mais sólidas do que as turcas. O Brasil, depois de 30 anos de Constituição, tem salvaguardas que dão garantias à democracia. Sem contar a própria consciência democrática, bastante difundida entre os cidadãos.

Recentemente, o sr. classificou alguns dos erros da esquerda na campanha como “prisões mentais”. Quais são essas prisões?
Mencionei a falta de autocrítica, porque existia na proposta da esquerda uma visão de que ela seria eleita independentemente do reconhecimento dos seus erros, o que significa carta branca para repeti-los. Outro problema é a dificuldade de tentar dialogar com os eleitores do candidato adversário, algo que é elementar na política. Ao invés disso, eles foram xingados, o que me parece uma opção equivocada. Para não falar do entricheiramento nas lutas identitárias. Numa campanha nacional, elas não têm o mesmo peso de propostas de interesse nacional.

As bandeiras tradicionais do petismo e da esquerda estão ameaçadas?
O que observo é que existe um longo ressentimento do domínio da esquerda no campo da educação. Há também uma grande resistência à abordagem de temas como educação sexual, no contexto da escola, sem autorização da família. Quase todas as maiorias do mundo acham que educação sexual é uma questão da família, não do estado. Mas é possível discutir democraticamente com as famílias qual vai ser o caminho. Se houver uma discussão com as famílias, elas não vão permitir, creio eu, nem a visão de vanguarda que o Ministério da Educação do PT ou o movimento gay estão querendo imprimir, nem as visões mais conservadoras da extrema-direita. A sociedade modelaria a forma de abordar o assunto.

Roberto Justino/FolhapressRoberto Justino/FolhapressGabeira (de braço erguido) com Lula em 1986: ele diz que a esquerda depende mais do chefe petista, ora preso, do que a direita depende de Bolsonaro
Para onde vai o PT?
O partido teria que fazer autocrítica e tentar reinserir-se no contexto brasileiro. No entanto, acho muito difícil que eles recuperem a confiança da população. Vejo nos Estados Unidos uma recuperação de certas ideias de esquerda, por causa do (Donald) Trump. Pode ser que o Bolsonaro estimule também essa recuperação. Mas lá nos Estados Unidos os democratas não estiveram comprometidos como o PT esteve. Os democratas não foram acusados tão violentamente, com provas tão abundantes, ocêanicas, de corrupção.

Vê chances de o bolsonarismo suplantar o lulismo?
São movimentos diferentes. Lula, pela sua própria lenda de predestinado, encarnou o ideário da esquerda e, a partir da formação de um partido, tomou conta do país. Bolsonaro é produto do processo de intensificação de críticas à esquerda. Surgiram intelectuais com outro discurso e propagandistas na internet muito eficazes. Surgiu uma espécie de força cultural de direita que não existia tão fortemente, e essa força cultural de direita estava ali, observando os movimentos para as eleições, procurando um adversário capaz de enfrentar o PT, e viu nele, Bolsonaro, essa possibilidade. A esquerda depende mais de Lula do que a direita de Bolsonaro.

Como vê a presença do juiz Sergio Moro no futuro governo?
Excelente para Bolsonaro, porque dá a ele um homem de qualidade nos temas mais destacados na campanha, que foram a corrupção e a segurança pública.  Certamente vai fazer um excelente trabalho no Ministério da Justiça, se lhe forem dadas as condições necessárias.

As Forças Armadas tutelarão o governo Bolsonaro?
Não creio que vá existir tutela. As Forças Armadas serão um elemento moderador. Em vários aspectos, como na diplomacia, estão à frente de Bolsonaro. Para os militares, é importante deixar claro que as Forças Armadas são forças de estado, não de um governo.

Mas a presença de militares e de Sergio Moro no governo pode intimidar o Congresso e forçar o apoio ao Planalto?
Não acho. O que determina certa precaução em todos nós são as circunstâncias econômicas e sociais que vivemos, que são de muita instabilidade. O Congresso vai ter condições, assim como a imprensa independente, de formular os seus caminhos e, se houver pressão, resistir. A cúpula das Forças Armadas acostumou-se a trabalhar com o Congresso, em termos de cooperação e diálogo, e vice-versa. Quanto a Moro, o parlamentar que tiver problema e esse problema aparecer, vai ter que responder por ele. Aí já não considero pressão. Será o exercício normal do trabalho do Ministério da Justiça.

E, pela sua experiência na cena política, qual será o papel do Supremo nos próximos anos?
Haverá mais precaução naqueles julgamentos em relação aos quais a opinião pública poderá sentir-se muito ofendida, muito indignada. A maneira como a população valorizou a luta contra a corrupção coloca para os juízes maior reflexão sobre o tema.

Acredita que o ambiente de polarização no país tende a desanuviar-se no curto prazo?
A campanha teve características diferentes das anteriores. Foi mais virtual do que as outras e, por causa disso, teve maior participação popular. Digo participação não no sentido de ir a comício, mas de transmitir informações e expor ideias. Evidentemente, quando há intensa participação coletiva, aparece uma série de problemas, como brigas. A educação política é um processo que não ocorre de uma hora para outra. Só com o tempo vamos chegar à fórmula mineira muito consagrada pelo doutor Tancredo (Neves) de que as ideias podem brigar; as pessoas, não.

Bolsonaro tem condições de pacificar o Brasil?
As primeiríssimas frases pacificadoras pareciam ter sido proferidas contra a sua vontade. Na linha de “vamos pacificar essa merda porque tem que pacificar”. Acho que, com o tempo, à medida que o processo político se desenvolve e você é obrigado a se abrir para a complexidade do Brasil e a diversidade de opiniões e pressões, a pessoa tende a ficar mais sábia e compreensiva. A experiência permite que ela até conheça um pouco melhor a humanidade do que conhecia antes de assumir o poder. Mas você nunca sabe como as coisas vão se passar. Tenho a expectativa de que ele será um cara tranquilo e acho que deveríamos contribuir para que haja essa tranquilidade. Bolsonaro tem muito bom humor e é um cara brincalhão, pelo menos comigo. É preciso estimular esse lado. Vamos domar a fera, não é? Não tem jeito.

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. A inteligência e a sensibilidade de Fernando Gabeira, refletida na forma como expõe suas idéias de maneira clara e imparcial, é fantástica. Tê-lo como entrevistado reafirma a CRUSOÉ como uma revista que faz jornalismo sério e independente.

    1. Faço meu seu comentário ! Fernando Gabeira é a prova de que equilíbrio , sensatez é um privilégio do ser humano. Parabéns pela entrevista!

  2. A inteligência e a clareza das colocações de Fernando Gabeira são fantásticas. Tê-lo como entrevistado reafirma a CRUSOÉ como uma revista que faz jornalismo sério e independente!

  3. GABEIRA, COMO DISSE O JORNALISTA ALBORGHETTI AO ENTÃO JUIZ SÉRGIO MORO, É UMA RESERVA MORAL. UMAS DAS POUQUÍSSIMAS E HONROSAS EXCESSÕES DA ESQUERDA. SEMPRE PONDERADO, EQUILIBRADO, NÃO TEM COMPROMISSO COM O ENGODO E COM A ESCUMALHA QUE SE TORNOU OS PRINCIPAIS PROTAGONISTA DA ESQUERDA NO CENÁRIO POLÍTICO DA ATUALIDADE....

  4. Inteligência, sobretudo, moderação e percepção do passado, seus erros, do presente, difícil, e do futuro, inerentemente incerto.

  5. Sensato, acredito que a cúpula do PT deveria escutar pessoas como ele e o Cid Gomes, não o Jose Dirceu que acha que é o dono do país e o povo vai engolir sua arrogância. Direita e Esquerda tem que se unir e pacíficar esse país, não adiantar ficar um apontando o dedo na cara do outro e no final das contas não resolvem nada.

  6. Fantástica entrevista. O Gabeira é um dos poucos esquerdistas a que admiro e considero, e que me faz parar para ouví-lo ou ler o que ele escreve. Por mim, imprimo e emolduro para manter pelos anos restantes de minha vida! E parabéns ao Caio Junqueiro pelas perguntas profundas e inteligentes, que muito se diferenciam daquelas da "grande mídia"...

  7. Que ótima entrevista!! Ótimo posicionamento e mostrou como mesmo divergindo pode haver cooperação entre pessoas e partidos. Mais Gabeiras nesse mundo político, por favor!

  8. Gabeira, como sempre, muito sensato! A esquerda brasileira deveria ouvir mais esse cara! Mas, ao contrário, o coloca no rol dos traidores! Babacas!

  9. Gabeira deveria ser convidado pelo Bolsonaro a participar do governo como ministro, homem íntegro e de ótimas idéias, Se o Brasil tivesse mais homens assim seria uma nação bem melhor.

    1. Bela lembrança, Gabeira certamente seria um excelente MINISTRO DO MEIO AMBIENTE daria um status e respeitabilidade à questão ambiental brasileira nos foros internacionais.

    1. O Gabeira é um desses seres humanos que revela a possibilidade de amadurecimento através de uma autocrítica sincera e honesta, nisso tornou-se um sábio. Admiro-o.

  10. Encantada com as ponderações do Gabeira, com suas respostas inteligentes e sensatas! Concordo que devemos ajudar o Bolsonaro nesse grande desafio de mudar a condição atual do país, mas sobretudo da consciência do povo brasileiro! Parabéns, Gabeira, e vamos juntos domar essa “fera” que muito bem trará ao nosso país se estivermos todos juntos olhando na mesma direção!

  11. É ótimo ouvir as considerações de quem é de esquerda feito o Gabeira, mas não é sectário. Tem se tornado um dos analistas mais lúcidos da cena política brasileira. Parabéns Gabeira, fui seu fã agora sou seu aconselhado. Inteligência, lucidez e equilíbrio, este é cada vez mais o Gabeira.

  12. O Gabeira é uma pessoa equilibrada e inteligente, vale sempre a pena saber oque ele pensa. Parabéns à Crusoé pela entrevista.

  13. Sobre a campanha:a velha política apostou no horário de TV p mim o maior erro! Quem assiste programa eleitoral???? As redes dominam a mídia, BOLSONARO foi muito sagaz!👏👏👏👏

  14. Que prazer ouvir uma entrevista com perguntas objetivas sem vieses ideológicos, e com respostas claras e inteligentes de um brasileiro que soube se reinventar de sobremaneira , um exemplo , adorei !

    1. Faço minhas suas palavras.. Jornalismo como deve ser👏👏👏👏

  15. Acompanho com muito apreço os artigos do Fernando Gabeira. Na minha opinião o que mais contribuiu para eleição do Jair Bolsonaro foi a comunicação direta com o eleitorado através da internet. Nas eleições anteriores o povo ficava à mercê de informações distorcidas do marketing .

  16. Excelente entrevista. A trajetória do Gabeira mostra evolução e maturidade. JB vai na mesma linha, a presidência vai fazê-lo mudar pelo Brasil, antes falava para grupos. Quanto às esquerdas....., perderam a oportunidade ímpar de fazer sem corromper. O Brasil vai sendo passado a limpo.

  17. Gabeira sempre demonstra enorme sensatez. A maneira como ele e Bolsonaro parecem se respeitar mutuamente é um bom exemplo de comportamento democrático, em lados opostos do espectro político porém concordando em assuntos de relevância para o país (o combate à corrupção). Se esse tipo de relação puder ser extrapolado para todo o congresso, o que vai depender da qualidade dos novos parlamentares, o país tem muito a ganhar.

  18. Excelente entrevista! Gabeira sempre sensato e perspicaz. Consegue fazer uma análise clara e objetiva sobre o recado das urnas e o subsequente momento.

  19. Parabéns a Crusoé pela entrevista. Tive a oportunidade de conhecer Fernando Gabeira pessoalmente e ele é uma pessoa muito sensata.

  20. Excelente entrevista. muita sensatez. parabéns ao entrevistado e à Crusoé. O Brasil precisa neste momento de cabeças boas e com visões claras.

  21. Como um partido como o pt poderia numa campanha à presidência da república defender a bandeira da democracia? Era óbvio que estavam mentindo e enganando pois o pt é um partido socialista/ comunista. Isso, tirando todas as mazelas que cometeram no poder, já seria suficiente para não se elegerem. Mas ainda havia a corrupção, o golpe de misericórdia em um partido que nunca mais deve voltar ao poder.

  22. Gostei da muito da entrevista, quem diria que um dia eu veria o Gabeira, outrora radical de esquerda ter tanta compreensão do novo tempo.

  23. Passei a admirar o Fernando Gabeira depois que o vi participando dum jornal da Globonews sobre as eleições, onde me pareceu que todos os que ali estavam falavam como se tivessem um "script" a seguir, a mando dos "chefes", obviamente e claramente favoráveis ao PT. De forma surpreendente Gabeira expôs sua opinião, como se o "script" não lhe falasse a respeito. Disse a verdade. Ganhou meu voto.

  24. Gabeira, se eu tivesse oportunidade de lhe colocar um apelido seria, Coruja Velha, presta atenção a tudo e é temida e respeitada por por todos. Já o Bolsonaro apelidaria de bambu, enverga mas não quebra e faz muito barulho.

  25. O comunismo do proletariado já teria consumido o Brasil, seríamos um deserto de ponta a ponta. Esses gafanhotos comunistas tem um grande azar de ter um povo que dormia e acordou. Podem se preparar a limpeza acabou de começar. Não restará pedra sobre pedra. Para encabeçar os expurgados está um tal "indio" crápula, vampiro, que já levou uma estaca no coração. O martelo foi o do povo, a foice, virá do Judiciário para fazer esse estorvo virar pó.

  26. Está claro que a população não aceita mais pagar caro para , não ter uma boa Educação , uma Segurança Pública eficaz e também as MORDOMIAS nos Três Poderes , quando mais ou menos 60% da população que estão na parte da base da piramide é quem paga , o importante é notar que estes eleitores elegeriam os candidatos do PT , " baixa escolaridade e baixa renda " , o PT perdeu porque Mentiu Muito e corrompeu mais ainda .

    1. Parabéns Gabeira por sua lucidez e espírito de “estadista”. Sua experiência de vida e sua atual atitude demonstra que nós brasileiros somos, em maioria, equilibrados, unidos como um só povo e firmes em nossos propósitos de nação!

  27. Quem me dera todo o militante de esquerda tivesse essa visão madura e transparente do atual processo político brasileiro. Parabéns Gabeira pelas ideias compartilhadas nessa execelente entrevista e que ela sirva de inspiração para muitos...

  28. Muito boa a entrevista c Gabeira. Ele é um sujeito sereno e de boa índole. Além disto, melhor, é um ex-esquerdista mais radical. Por isto, demonstra maturidade, de alguém que sabe caminhar no tempo.

  29. Há muito tempo não lia uma entrevista tão lúcida! Acho que o Brasil começa MESMO a mudar...devagar...mas vai se consolidando. Alvíssaras!

  30. Esse sujeito o Fernando Gabeira sabe tudo das coisas seria um bom ministro para o Senhor Bolsonaro é uma pena não aproveitarem ele, pois seria de grande valia para o progresso do Brasil.

  31. Gabeira é meu guia. Sempre. Ele viu de tudo, viveu tudo a atingiu um grau de conhecimento prático e teórico que poucos têm.

  32. Junqueira solta esta ideia de que o Gabeira seria uma bom porta voz para este governo Bolsonaro. ai acaba Mourao, Guedes, os filhos, os agora eleitos, todos seria enquadrados por este adido da imprensa.

  33. Gabeira: a democracia esteve em risco, SIM. Se você leu o Plano de Governo do PT, o primeiro (e original) que foi entregue ao STE, verias que o PT liquidaria com nossa democraia. Mas ELES tentaram fazer todo mundo crer que o perigo vinha do Bolsonaro, o que não era verdade. Então havia o risco sim, Gabeira. Graças a Deus que Bolsonaro venceu. O PT errou em toda a campanha, mentiu demais (em tudo). Era verdade x mentira. TUDO o que sai da boca de pestistas é mentira. Por isso Bolsonaro venceu.

  34. Belíssima entrevista. O Gabeira de hoje é um jornalista lucido e comedido, Antes eu não gostava do mesmo, hoje admiro profundamente.

    1. Gabeira..quem diria!! um pacifista de excelentes idéias; totalmente transformado. Gostaria de vê-lo em outras oportunidades, com seus pensamentos tão lúcidos e esclarecedores.Parabens Gabeira, hoje vc é um sábio e tem todas as condições de participar do governo Bolsonaro; fiquei sua fã e por favor Crusoé, caso ele saia da Globo contrate-o imediatamente..ele virou um visionário e sábio. Parabéns a Crusoé pela bela entrevista.

  35. ......que linda entrevista, não nutria muita admiração pelo Gabeira, mas agora fiquei estupefato.....realmente mostrou grandeza de espírito !!!!

    1. Por isso saber História, conhecer a vida dos candidatos a políticos, é essencial. Vamos nos propor a buscar informações sobre os políticos. Assim acertaremos mais na escolha.

  36. Parabéns Gabeira, pela franqueza e lucidez, bem diferente de muitos jornalistas da Globo! Bolsonaro vai fazer um grande governo, tenho certeza! Ele não tem compromisso com nenhum partido, vai nomear pessoas de reputação ilibada para ministérios e demais cargos públicos! O nomeação do juiz doutor Moro dá credibilidade ao governo!

  37. Muito boa a entrevista com Gabeira. Quanto ao Supremo, muito dez, eles precisam de muuuiiiiita reflexão sobre o quanto a população repudia a corrupção endêmica, o tratamento vip aos poderosos... O bom humor de Bolsonaro, aliado a uma espontaneidade nata mesclada de honestidade que brota de sua alma só poderá levá-lo a superar os obstáculos que serão colocados pela esquerda derrotada nas urnas. Gabeira é um excelente observador das maquininhas humanas no poder e aa sua volta. Dá-lhes Gabeira!

    1. Você não conhece a trajetória dele. Vá se informar. Depois pode dar palpite. Agora é melhor ficar calado para não falar merda.

  38. O Gabeira é o ponto fora da curva na rede Globo. Inteligente, culto, equilibrado, tal como deve ser um jornalista excepcional, como ele é. Tipo Alexandre Garcia.

    1. Muito sábio. Excelente entrevista. Parabéns Gabeira

  39. Eu admiro a capacidade do jornalista Gabeira expressar suas idéias com mansidão e leveza. Até em vídeo ele expressa o conteúdo com uma poesia singela. O s temas amargos se apresentam com cor e sabor e a digestão da solução cada um a seu gosto tempera e assimila. Prefiro Gabeira jornalista na arte com olhar muito político.

  40. Passei a gostar do Gabeira. Seu atual bom senso e serenidade inspira confiança. Se for candidato a algum cargo eletivo, certamente minha esposa e eu votaremos nele

    1. concordo com você. Gabeira tem me surpreendido de forma positiva. Em uma das últimas votações que teve no Congresso contra aumento salarial dos deputados, Gabeira foi um dos poucos que votou contra o aumento do próprio salário.

  41. Excelente!!!! Nossa geração carece de homens sábios! É legal ver essa sabedoria de quem assiste, contempla, sem adjetivar de forma precipitada..

  42. É tão bom ver um ex-guerrilheiro, ex-petista e ex-político manifestar tanta lucidez e serenidade! Como ex-petista convicta, as palavras desse grande intelectual brasileiro me trazem um grande alívio existencial!

  43. Ótima entrevista! O Gabeira é um grande exemplo de como as pessoas, se quiserem, podem evoluir e contribuir muito para um bom entendimento da realidade.

  44. Falta pouco pra convertermos o Gabeira para o conservadorismo de direita. Já faz um tempo que ele vem demonstrando bom senso e maturidade, apesar de ter integrado as colunas terroristas durante a intervenção militar.

  45. Gabeira foi lúcido e irrepreensível nas suas colocações.O seu passado lhe dá legitimidade pra falar da esquerda e o presente,o torna em espectador mais qualificado.Parabens pela entrevista.Crusoé realmente está fazendo a diferença no nosso jornalismo.

  46. Gabeira é um excelente analista político e do contexto social. Seria um excelente ministro do meio ambiente, pois conhece muito este assunto. Mas acho que ele não aceitaria, porém não se omitiria a dar bons conselhos a Jair Bolsonaro ou mesmo participar do conselho da república.

  47. Vocês não perguntaram a este comunista ipanemense sobre a extradição do companheiro Cesare Battisti? Gabeira é mais um farsante, continua comunista até hoje.

    1. ....pode até ser comunista, mas não vi desonestidade na fala dele......já tem 77 anos, nessa idade já não precisa ficar fazendo média com ninguém.......histeria de direita não é menos ruim que histeria de esquerda !!!!

    2. Respeito sua opinião mas discordo. A longa história do Sr Fernando Gabeira desde o movimento militante na juventude, passando pelo PV, até os dias atuais, não me leva absolutamente à estas conclusões. Muito pelo contrario.

  48. Gabeira tem um olhar do todo, é equilibrado, sabe qual é o rumo! O problema é que o mundo em que vivemos, infelizmente não quer”Gabeiras”!

  49. Anos atrás tive muitas restrições ao Gabeira, até preconceituosas. Mas ao longo do tempo aprendi a admirar e respeitar. É a esquerda aberta ao diálogo que o PT não compreende. Bela entrevista.

    1. Concordo plenamente com o Fábio. Disse o que penso

  50. Realmente. Gabeira é muito lúcido, experiente e sereno. E mais, há sempre, em suas reflexões e colocações, um toque, um aceno de ESPERANÇA. E de incentivo a nosso comprometimento com o exercício da cidadania. Deus lhe dê vida longa!!!

    1. Boa sugestão que muitos leitores deram: Gabeira, Ministro do Meio Ambiente!!!!

  51. Admiro muito o Gabeira. E apesar de minhas restrições à Globonews, adoro assistir ao Programa do Gabeira naquela emissora. Vale a pena. Agora, quero parabenizar a Crusoé e ao articulista pela entrevista!

  52. Gabeira está no auge de sua maturidade! gosto muito do que diz , pensa, e escreve. Muito lúcido e sensato! Parabéns pela entrevista. Oxalá, todos tivessem acesso!

  53. Gabeira deu um show. A lucidez para identificar o caminho que está-se pisando. A coragem de mudar para manter-se coerente às posições da sociedade atual. Foi comunista e guerrilheiro marxista, mas não deixou-se cegar, mostra uma compreensão maior do que qualquer ideologia pudesse aprisiona-lo.

  54. Parabéns pela excelente reportagem e pelo entrevistado excepcional escolhido. Gabeira tem uma lucidez e um bom senso que faltam aos nossos governantes. Análises sempre oportunas, sem algemas e partidarismo.

  55. GABEIRA, está cada vez mais lúcido e coerente, fica isso provado tanto na entrevista como nas abordagens de temas diversos na TV fechada!!!!!!

  56. Um político extremamente sensato, confiável! Gabeira foge do arquétipo do político brasileiro e mostra que defender idéias progressistas não é, em absoluto, agir com impulsividade e agredir a maioria da população, que é majoritariamente conservadora, como se viu nas últimas eleições.

  57. Parabéns aos assinantes que levantaram a hipóteses do Gabeira fazer parte do novo governo. É uma ideia mágica e brilhante. bastaria um convite oficial para acabar com toda esta ideia de radicalísmo. Além disso , tem conhecimento e qualidades técnicas de sobra. Está aí a essência da boa política.

  58. Excelente entrevista! Tenho aprendido, com o passar do tempo e lendo vários artigos do Gabeira, a admirá-lo e a respeitá-lo cada vez mais!

  59. Gosto muito do Gabeira pela sua moderação e de seu conhecimento de nossas mazelas, esse é um jornalista que merece muito respeito.

  60. O Fernando Gabeira mostra-se uma pessoa bastante equilibrada, sensata, fez a luta armada, posteriormente, analisou seus erros e acertos e agora trabalha pelo bem do país. Diferentemente, da maioria dos petistas de carteirinha que acham o "quanto pior melhor" (quando perderam a eleição) e se sentem como os porta-vozes dos salvadores da pátria. São pessoas retrógradas que se utilizam dos antigos meios do nazi-fascismo para conseguir seus espúrios objetivos sejam quais forem essas maneiras.

    1. Sempre acompanho as entrevistas do Gabeira, muito coerente!

    1. Não é verdade. A coerência e lucidez de Gabeira sempre este presente em suas reflexões, tanto antes quanto depois das eleições.

    2. Em sua coluna no oGlobo, Gabeira mencionou, pouco depois de sabatina a Bolsonaro na GloboNews, que havia sido questionado por pessoas próximas quanto à sua aparente relação amistosa com Bolsonaro, ao que respondeu que era uma relação de respeito mútuo, apesar de divergências no campo das ideias, e que não havia porquê ser diferente.

  61. Excelente entrevista parabéns à Crusoé, Gabeira disse tudo com extrema lucidez e sinceridade, Crusoé poderia contrata-lo ...

    1. Antagonista quase o trouxe, mas, na última hora, Gabeira preferiu não romper os vínculos com a Globo. Pena.

  62. Admiração por Gabeira. Seria maravilhoso se assumisse o Ministério do Meio Ambiente. Seria uma contribuição e tanto para o país e para o mundo! Inteligente, sensato e conciliador. De uma lucidez ímpar! Que um homem/mulher com esse nível de imparcialidade e sensibilidade ocupe o Ministério da Educação nos próximos quatro anos.

  63. Como não amar o Gabeira? A cabeça mais lúcida, o temperamento mais doce, a visão mais abrangente e pacífica deste país. Um oásis de bom senso, inteligência e tolerância na imprensa brasileira. Uma raridade, enfim. Viva Gabeira!

  64. Excelente! Gabeira sempre bem intencionado, com retidão! E com um discernimento sobre os fatos políticos sem sectarismo ! Excelente brasileiro!

  65. Está aí uma grande cabeça pensante que se encaixaria muito bem no governo do Capitão! Um esquerdista independente, com a mente aberta às novas demandas do mundo contemporâneo, pós Muro de Berlim.

  66. Só para variar, a Esquerda usou uma falsa questão e até obteve um certo êxito, na medida, que muitas pessoas se esqueceram da incompetência e da corrupção do PT, com medo de um retrocesso democrático no Brasil, que aliás, se deu na última década com o abuso econômico nas eleições bilionárias patrocinadas com dinheiro sujo de caixa dois oriundos da corrupção. Sem contar o aparelhamento do Estado, das Empresas Estatais, das Universidades Públicas, das Agências reguladoras e até do Judiciário.

    1. Concordo. Aprecio muito os comentários de Gabeira. Sempre com imparcialidade e clareza.

  67. Que Bom!!!! Crosue acertou em cheio na entrevista !!! Já havia me manifestado , gostaria de ver Gabeira no ministério do meio ambiente!!!!! Seria perfeito

  68. Á população brasileira,quiçá um dia ,vai poder ver e ouvir uma entrevista desta na sua TV ao lado de seus familiares.Parabéns ao entrevistador e ao entrevistado .Alto nível.

  69. O único comunista que tem o meu respeito. A personificação do racionalismo, sem discurso de vitimização ou radicalização, com o reconhecimento das virtudes e limitações dos adversários. Um intelectual "pensador", com milhares de anos luz à frente do oportunismo senil de FHC. Parabéns Gabeira !

    1. Já falei anteriormente, seria perfeito!!!! Vamos fazer força

  70. Muito boa entrevista! passei a admirar o Gabeira faz pouco tempo...lúcido, inteligente e sensato. A idade/maturidade, e a coerência o tornaram um pessoa lúcida e humano

  71. O Gabeira mantém uma clareza de idéias e um equilíbrio nas avaliações impressionante. É um sábio. A amplitude dos temas que trata , como jornalista, é impressionante. Admiro o cara.

  72. Gabeira é o cara mais sensato de todo este processo político. Consegue ver todos os lados de forma correta e com bom senso. Seria muito legal se pudesse contribuir com o governo atual nem que fosse apenas um mediador com a esquerda.

  73. Parabéns pela bela entrevista.Lúcido ainda bem que os mortadelas não o tem em suas fileiras, se não a guerra seria mais urdida.

    1. eu o convidaria para porta voz palácio governo Bolsonaro

  74. MARCIO BK O Gabeira é um cara sensacional. Ele nos deve uma autobiografia, pois escreve muito bem e sua história de vida serviria de referência para muito jovens que têm a utopia e o espírito guerreiro para fazer mudanças. Farei minhas a definição que uma reportagem da Veja fez do Gabeira: que ele era “o guerrilheiro da lucidez, a materialização das utopias impossíveis”. É um grande elogio: não é fácil harmonizar lucidez e utopia.

  75. Os conheci, BOLSONARO e GABEIRA no CONGRESSO em Agosto de 2005 quando junto com dirigentes esportivos , como BEBETO de FREITAS , MÁRCIO BRAGA , HÉLIO FERRAZ ,VEIGA BRITO , tratávamos de organizar um projeto para pagamento das dívidas fiscais dos CLUBES de FUTEBOL , hoje já devidamente escalonadas , e com responsabilidade fiscal exigida nos estatutos dos CLUBES. Pois, os encontramos , os 2 , às 8: 00 já nos esperando tranquilamente afinados nos princípios que deveriam reger a nova Norma .Carlos

  76. Sobriedade! Quem dera fosse mais comum à equerda! Teríamos debates produtivos no campo das idéias. Enquanto isso no mundo real da canhota #lulalivre é o tema!

  77. Excelente entrevista. Com bom senso e ponderação, Gabeira apresentou uma análise isenta da situação do país, demonstrando conhecimento e sensibilidade política.

  78. Excelente entrevista. Gabeira conviveu com Bolsonaro no Congresso e agora tirou a imagem de intransigente que querem colar no presidente eleito.

  79. É muito reconfortante acompanhar uma pessoa e vê-la evoluir tão lindamente como faz o Gabeira. Bolsonaro deveria prestar muita atenção ao que ele fala!

  80. Nossa.....acho que não conhecia nada do Fernando Gabeira e não conhecia mesmo, na verdade tinha uma antipatia, por ter informações dele apenas vista de um ângulo que não me parecia certa. Lendo sua entrevista, fiquei impressionada com a clareza que ele aborda o assunto e me deixa até mais tranquila de pensar desse mesmo jeito.... Muito respeito por esse homem que coloca esses assuntos tão difíceis para alguns, sem a intervenção de um partido.....👏🏼👏🏼👏🏼

  81. Quem te viu, quem te vê, Gabeira é dos poucos que evoluiu, sempre que o vejo fico impressionada com a mudança,se tornou uma pessoa sensata,o tempo fez com ele o que deveria fazer com todos dar sabedoria não conhecimento. Conhecimentos qualquer um pode adquirir basta estudar, sabedoria nem todos pois se aprende com a vida, com a mente aberta de quem sabe ,que nessa vida morre se apreendendo

  82. O Fernando Gabeira é a voz mais sensata e lúcida da geração de 60. Sua autocrítica incomoda os esquerdistas que não tem sua a coragem cívica. O Gabeira, pela sua postura de pensador crítico, se coloca naturalmente como um ícone a ser reverenciado. Parabéns!!!!

  83. Show!!! Sou fã dos dois, jornalista e sábio. Gabeira deveria representar o mestre para a esquerda, aí sim, se a esquerda, e a direita também, aprendessem com ele teríamos mais políticos dignos.

  84. Excelente entrevista. Gabeira é o mais ponderado e lúcido esquerdista q acordou do coma, consegue até ver as qualidades tão abafadas pela imprensa como o humor q pode domar a braveza...só faltou falar da mulher q me parece a grande domadora.

  85. Análise perfeita de Gabeira, como sempre, racional, brilhante, coerente, imparcial. Parabéns ao excelente Caio Junqueira pelas perguntas instigantes. Matéria nota 10*****. Alô redação da Cruzoé, por favor abram essa entrevista para o público do Antagonista.

  86. Juízos ponderados de uma pessoa íntegra. A nobreza não está numa determinada posição política, mas na atitude que a acompanha. Ceticismo acima de tudo, razão acima de todos. ;-]

  87. O Sr. Gabeira da sunga até essa entrevista é um dos cidadãos mais importantes que a história brasileira já produziu. No debate com Bolsonaro mostrou ser o melhor jornalista. Uma pena que não venceu a eleição para o governo no Rio de Janeiro, em tempos idos. Como sua filha surfou as maiores ondas. Parabéns a Crusoe por esta entrevista.

  88. Uma análise racional. Aliás assim que deveriam proceder todos os articuladores! Se ele continuar nessa linha vão correr com ele da Globo.

    1. Parabéns à revista pela sacada de entrevistar Gabeira, de quem sou fã. #gabeiranogovernobolsonaro

    2. Concordo.Aliás, qualquer Ministério ele daria conta por sua irradiante ponderação e senso crítico.

  89. Gabeira representa a verdadeira esquerda em harmonia com o mundo. Todos os partidos de esquerda do Brasil deviam seguir o seu exemplo.

  90. Retaguarda problemática, novo sinônimo de 'rabo preso'. rsrsr Parabéns Gabeira pela lucidez, é sempre bom ouvir sua opinião além de enriquecer nosso vocabulário. Abraços.

  91. Putz, olha a opinião do cara que e de esquerda e gay! É desse tipo de gente que precisamos. Apesar do antagonismo ideológico, há o respeito pelo contraditório e a contribuição para o país. Gabeira, me orgulho de você! Que Deus o abençoe grandemente.

    1. posso fazer minhas suas palavras? excelente colocação!

  92. Esse é um indivíduo que usou sabiamente sua experiência de vida. Ainda que haja ainda alguns equívocos de interpretação em alguns aspectos (todos os temos), não seria tão fora de contexto considerar comparações com Nelson Mandela.

  93. Sempre muito bom ouvir as entrevistas com Gabeira, sempre muitíssimo educado, lúcido, tem uma visão multifocal das pessoas e da nossa realidade política, um excelente político-jornalista tem conhecimento de causa, é muito lúcido, enfim, como dito em outro comentário, deveria ser o líder da esquerda brasileira, seria maravilhoso e teriam algum crédito, talvez muito crédito com um cara desse calibre! parabéns Gabeira, e Crusoé, pela excelente entrevista.

  94. Gabeira, ao menos nesse tom da entrevista, representa uma esquerda de pés no chão, do jeito que o PT havia passado sua imagem em tempos idos, que fez com muitos vissem nesse partido a saída mais plausível para o país, inclusive eu. Não contávamos com a guinada à corrupção e politicagem. Agora é melhor jair se acostumando :)

  95. Perguntas inteligentes e respostas ídem, desprovidas de idealismo político. Minha primeira assinatura virtual. Valendo cada centavo.

    1. Sim...Gabeira é um sábio. É o único esquerdista que conheço com idéias claras e honestas da política. Sou seu admirador e tive o prazer de conversar com ele quando eu era diretor de um hospital da prefeitura do RJ e ele candidato a prefeito...foi uma pena não ter sido eleito por pouca diferença de votos. O Rio merecia ter o Gabeira como prefeito.

    2. Eu tinha dúvidas sobre votar no meu xará e antes das eleições li aqui uma entrevista com o Gabeira. Minhas dúvidas foram eliminadas. Agora veio a confirmação final. Parabéns!

  96. Gostaria muito que o Gabeira tivesse um assento no governo federal! Ele é o que a esquerda deveria ser... foco no social, sem extremismos! Muito lúcido, como sempre! Parabéns ao Caio pelas perguntas, raro ver isso no jornalismo de hoje!

    1. Verdade. Excelente entrevista.Entrevistador e entrevistado de alto nível.

  97. Entrevista muito boa; excelente a escolha do entrevistado. Gabeira demonstra coerência e serenidade ao expor suas ideias. É agradável de se ler, como se o estivéssemos escutando falar. Ponto para a escolha do entrevistado!

  98. Sou fã do Gabeira desde criancinha, li seus livros e assisto seus documentários e admiro sua ponderação e educação! Parabéns excelente entrevista!

  99. Gabeira : convidem , ou intimem , como quiserem para o time de O Antagonista. Se ele for participar do governo , será tem um golaço

  100. Este é o jornalismo que esperamos. Tudo excelente. Bela sexta-feira chuvosa de novembro. Pensamos em esperança, perseverança...no EU ACREDITO!!!Obrigado meu Deus.

  101. Eu admiro demais a postura do Gabeira. Naquele quadro que a GloboNews exibiu onde jornalistas entrevistavam candidatos, eu passei a admirar mais ainda a postura, coerência e educação do Gabeira.

  102. "...ideias podem brigar, pessoas não." Mineirice das boas vindo de um homem inteligente para uma publicação, também, inteligente. Faz muito bem na aurora do dia, despertar com tais letras.

  103. Parabéns Caio Junqueira pela excelente matéria e entrevista formulada ao Fernando Gabeira. A opinião e pensamento do Gabeira são convergentes com as minhas.

    1. Excelente entrevista. Melhor opção para ministro do meio ambiente

    2. Maravilhosa entrevista. Gabeira é tranquilo, sábio, inteligente. E pensar que os Cariocas não o elegeram para governador!

    3. Gostaria de pedir licença ao meu xará e fazer minhas as palavras dele!

Mais notícias
Assine
TOPO