MarioSabino

O suicídio da consciência

03.12.21

O fanatismo é um cancelamento da consciência. Ela, a consciência, pode não ter sido despertada pela educação e pela cultura e, assim, restar adormecida num sono de morte pelo fanatismo. Esse cancelamento da consciência se dá pelo empréstimo das certezas do líder político ou religioso. Foi o que ocorreu na Alemanha nazista e ocorre hoje no fundamentalismo islâmico. No caso da Alemanha, há os que se surpreendem por tratar-se de nação avançada e, portanto, que deveria ter ficado imune a fanatismos, mesmo com todas as circunstâncias históricas da ascensão de Hitler. Mas o certo é que não se pode jamais tomar a parte pelo todo — e o todo, nos berços da civilização ocidental, é também composto por gente muito ignorante e facilmente capturável pelo fanatismo. Ele, o fanatismo, fornece certezas das quais a consciência é, necessariamente, rala — ou não seria consciência. O homem consciente é, sobretudo, um homem em permanente espanto com a falta de lógica moral intrínseca ao mundo — e que sabe que as lógicas ideológicas que impingimos a ele são provisórias. A moral imanente é a do espanto.

O que dizer, porém, do fanatismo de quem teve a consciência despertada pela educação e pela cultura — e que não deveria, portanto, deixar-se enfeitiçar por certezas alheias? Essa pergunta me ocorre hoje, no plano nacional, quando deparo com pessoas esclarecidas que embarcaram fanaticamente na defesa de políticos como Lula e Jair Bolsonaro. O primeiro atraiu intelectuais, escritores e artistas, e não estou falando dos que não merecem respeito. É verdade que o ideário de esquerda ajudou a fornecer combustível para essa idolatria. Mas não é razoável pensar que esse ideário possa ser suficientemente encobridor para que tantos ignorem por tanto tempo os crimes que foram cometidos por Lula e sejam cegos a suas contradições. Intelectuais, escritores e artistas têm ou deveriam ter no espanto com a falta de lógica moral intrínseca ao mundo — e na provisoriedade das lógicas ideológicas criadas por nós — a sua matéria-prima, ainda que tenham simpatias por esse ou aquele lado.

Quanto a Jair Bolsonaro, tem-se como dado absoluto que os seus seguidores são apenas “gado”. Não é verdade: ainda há entre os que o defendem gente com luzes o bastante para enxergar a sua sociopatia, ignorância e desonestidade — e que não estão ao seu lado porque viram nele uma oportunidade social, política ou econômica. Há, inclusive, os que o criticam em privado, mas teimam em cerrar fileiras com Jair Bolsonaro em público, no que é prova para mim da força do fanatismo, muito mais do que da do cinismo. O ideário de direita também não deveria ser motivo para a rendição, visto que existe hoje, no Brasil, uma direita que ousa dizer o seu nome e é antibolsonarista.

O fanatismo é um cancelamento da consciência, como disse no início deste artigo. A minha tese é a de que, entre as pessoas esclarecidas que sucumbem a ele, esse cancelamento é um suicídio da consciência, equivale a matar a sua própria essência. O ato final de um desvio de finalidade. É não conseguir conviver mais com o espanto diante da falta de lógica moral intrínseca ao mundo e da provisoriedade das lógicas criadas por nós. E, então, sucumbe-se à certeza fanática. Essa explicação, no entanto, não é justificativa. Essa fraqueza, contudo, não pode ser perdoada. O suicídio da consciência é um crime cometido não somente contra si próprio, é um crime cometido contra os nossos semelhantes. Mas a consciência sempre sobrevive como fantasma a assombrar quem a matou: “Minha consciência tem milhares de vozes, e cada voz me traz milhares de histórias, e de cada história sou o vilão condenado”. Ricardo III. Shakespeare.

PS: a editora Topbooks acaba de lançar Me Odeie pelos Motivos Certos, em versão impressa. Quem quiser adquirir o livro, com desconto, pode clicar neste link. Obrigado aos que já compraram e agradeço antecipadamente aos que vierem a comprar. Este é um ato consciente de tentativa de venda de um livro.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Me causa inveja a sua facilidade para externar os seus pensamentos. Escreveu exatamente o que penso, de maneira muito clara e fácil de assimilar. Parabéns!

  2. Meu sentimento hoje é de tristeza por ver tanta gente,e pessoas q conheço nessa situação, Artistas sem vergonha alguma de protestar contra juiz q prendeu seu ídolo corrupto. Você verbalizou minha percepção,ainda estou sã. Misericórdia Senhor 🙌

  3. Se der a lógica, irão os dois "demônios" para o segundo turno. Como a vida segue e o Brasil não vai acabar, para não suicidar sua consciência, por curiosidade, gostaria de saber em quem você votaria, Mario? De verdade, você repudia a teoria do mal menor? Votar em branco, não deixa o cargo vago para pensar depois.

  4. MÁRIO, NÃO EXISTE FANATISMO, O QUE EXISTE É OPORTUNISMO OU VOCÊ PENSA QUE OS ARTISTAS APOIARAM LULA PELO COMUNISMO? SAI DESSA, ESSES QUEREM É DINDIM.

  5. Brilhante. Pena que o brilho se restrinja aos leitores pagantes. Ah se eu pudesse enviar para uns amigos lulistas e bolsonaristas!!

    1. ... Lulistas e bolsonaristas não veem brilho em coisas que brilham. ... Quaisquer nuvens carregadas constituem suas "luzes". ... Palavrões e gargalhadas lhes levam ao seus mesquinhos sonhos.

  6. Texto ótimo, não se pode esquecer as profundezas do inconsciente e o instinto de morte, nem a cultura do espetáculo, vazia e sem valores, ora vigente. Violência em alta, escrúpulos em baixa, mente nula e fanática

  7. O ideal seria o link para compra do livro direcionar a este e não ao portal da editora onde ainda temos que localiza-lo num catálogo por sinal bem interessante.

  8. O fanatismo, é verdade, anula a consciência e, ao anula-la, dá espaço à ignorância, não apenas ao próprio como para com quem ele convive. Um amigo esclarecido, com curso superior, que exerceu vários cargos executivos, deixou-se levar pelo negacionismo de JB e Osnar Terra, acreditou na gripezinha, saiu às motociatas sem máscara. Levou Covid pra casa, passou 2 meses na Uti, sofrendo e fazendo sofrer, e morreu esta semana. JB disse hoje: a melhor vacina é a contaminação. O Fanatismo emburrece.

  9. E a verdade vos libertará! A consciência é fruto do acúmulo das 'verdades' sobre as quais podemos exercer nosso direito 'sagrado' de escolhas que permearão nossas posturas pela vida.

  10. Bem por aí mesmo. Vejo fanáticos também naqueles que, se dizendo ateus, elegem alguém como um tipo de ideal de ser supremo transferindo a ele uma fé que, órfã, precisava encontrar guarida.

  11. Muito boa a atual reflexão! Será que o Brasil é o único país cujo refino intelectual tem a consciência embotada? Cá, cai por terra que a educação é libertadora quando vemos a fina flor da intelectualidade adesivada por candidatos e ideologia.

  12. Tenho comigo que o cérebro humano, por motivo desconhecido, produz uma reação química, alheia à vontade, que faz pessoas cultas virarem fanáticas, tal qual, pessoas esclarecidas caírem no golpe do bilhete premiado.

  13. Há anos me faço essa pergunta, você me respondeu, em parte, mas ainda nao consigo entender como essas pessoas enveredam por esse caminho.

  14. Mário Sabino, Diogo Mainard e Cláudio Dantas …. Vocês “cancelam minha consciência” ….. hehehehe Fanático em vocês ! Mas creio eu que um fanatismo saudável !

  15. Excelente texto! Faltou apenas citar o sentimento de manada, de pertencimento, que leva alguns a endossar as estultices do pihlantra imbehcil. Quanto aos de esquerda, principalmente a sua casta "caviar", o endosso ao bandido 9 dedos é bem coerente com sua hipocrisia de milionários que se dizem engajados na luta de classes.

  16. O problema da sociedade hoje e estar a procura de um herói que possa salvar o país e quem é consciente sabe que heróis só existem em filmes e gibis.

  17. Mario, Excelente a matéria. Segue como sugestão de livro que ilustra bem seu artigo "Por que pessoas inteligentes cometem erros idiotas" do David Robson. Vale a leitura. abraço.

  18. Os que apoiam Lula e Bolsonaro, se entendem o que fizeram em seus governos, devem ter interesses pessoais. #nemlulanembolsonaro

  19. Mário, pretendo adquirir o livro Me Odeie pelos Motivos Certos, mas o link não funciona, mande "consertar" pois muitos já tentaram em vão realizar a compra por ele.

  20. De vez em quando eu costumo encher o saco do Mário, publicando comentários impertinentes nos vídeos do Antagonista no YouTube. Hoje não; escrevo apenas para lhe dar parabéns pelo brilhante livro. Comprem!!!, antes que esgote.

  21. Prezado Mário, o fanatismo esclarecido é uma versão do velho "os fins justificam os meios". Se eu puder recomendar um filme, recomendaria o "A sombra de Stalin" que está no Netflix. Conta a história de um jornalista inglês que vai à Rússia de Stalin nos anos 30 e descobre o Holodomor na Ucrânia. Seus parceiros, os ilibados e os menos ilibados justificam pelos mesmos motivos: os meios pra se chegar ao fim. É a ética dos meios...

  22. Seu texto é um consolo para a alma dos que ainda crêem em justiça, moral e ética. Obrigada, por saber que não estamos sós na luta pela consciência que não sucumbe à falácia dos discursos radicais.

    1. Rosangela, se você me permite, faço de seu comentário o meu. obrigado.

  23. Pessoas esclarecidas que sucumbem ao fanatismo não merecem o adjetivo. São oportunistas, de moral ambivalente, capazes de deturpar os fatos históricos até hoje. Stalin e Hitler, para as tais pessoas esclarecidas, são antípodas; para nós, siameses.

  24. Brilhante Mário. Exatamente como me sinto e você descreveu tão bem. Conheço gte esclarecida lulista e bolsonarista, Será como aquela filha apaixonada por alguém que a agride?

  25. Lula é para os lulistas um ser extraordinário, tal qual a tese de Raskolnikov em Crime e Castigo, sendo para ele permitido fazer tudo, incluindo pilhar um país. Bolsonaro é uma espécie de Rei Davi para os bolsonaristas. Ele é um escolhido, e nada do que fizer pode ser julgado, como desencadear um genocídio pelas decisões erradas e criminosas. Lógica racional do raciocínio é suplantada pela lógica dos sentimentos ou inconsciente, pois o encadeamento escapa a ação da inteligência. Moro 🇧🇷

  26. Perdi duas amizades muito queridas. Uma Lulista até as entranhas, não deu pra segurar, ignorar sua postura A outra, amigo de décadas, experiente, crítico, inteligente.....virou gado. Doeu mas....sem chance. Moro vem aí.

  27. Mario, esclarecedor e lúcido! Infelizmente as pessoas pararam de raciocinar pela lógica e pelo bom senso, e, como gado, seguem rumo ao abatedouro moral. Esse raciocínio do fanatismo político é igual ao fanatismo religioso, amai-vos uns aos outros, desde que os "outros" sejam nossos "irmãos que pensam e vivem igual a nós".

  28. Pertinente e esclarecedor, caro jornalista Sabino. Meu velho pai dizia, nos antanhos, que , apesar da cultura, saber, inteligência, havia um "quê", invencível: ignorância. Vivo cercado de pessoas dos mais variados matizes ideológicos, religiosos, morais, culturais, etc.etc.. E, insensíveis aos gritantes e medonhos fatos postos às suas frentes, gritantes pela grandeza, e nada os convencem. Aí, vemos entre os comentários, que, "é preciso permitir e respeitar essas opiniões...". Não respeito.

  29. acredito que o indivíduo tem o pensamento involuntário de seguir a corrente do bando na qual ele está inserido. temos facilidade de ignorar os erros dos nossos, porém somos implacáveis com quem pensa diferente. também não conseguimos fazer o exercício de enxergar com o ponto de vista de quem está do outro lado. na verdade isso é cansativo, afinal mudar a opinião de quem tem opinião formada é perda de tempo. como ficar do lado certo, quando o certo virar do avesso ? pai nosso, livrai-nos do mal!

  30. É verdade, pois parece inacreditável, entre os nossos amigos e parentes, a incrível adoração, seja por Bolsonaro ou Lula, independente dos fatos a olho nu!

  31. Excelente artigo! Sugiro que o liberem para que os leitores da CRUSOE possamos encaminha-lo a parentes e amigos esclarecidos mas com a consciência, se não morta, pelo menos em dormência!

    1. sensacional. Também sugiro a liberação pois o artigo é maravilhoso.

  32. O Jean-François Revel escreveu que a ideologia consiste de três licenças: uma é a licença lógica — os argumentos não precisam fazer sentido (Hitler e os judeus, não tem pé nem cabeça mas empolgou multidões); outra é a licença pragmática — os resultados não importam, (Paulo Freire, que não ensina a ler direito); e há a licença moral, que graças ao PT não precisamos nem explicar nem dar exemplo.

  33. Caro Mário, seu texto é sempre primoroso. Sugiro que o próximo livro seja uma coleção de colunas como esta. Até lá é fundamental que sejam liberadas ao público em geral. Trata-se de serviço de utilidade pública nestes tempos pré-eleição.

  34. Parabéns pelo texto. 💯👌👏 Confesso, no entanto, que fiquei na dúvida sobre a oração a seguir para os que escolheram o suicídio da consciência. Não deveria ser: "𝙀́ 𝙘𝙤𝙣𝙨𝙚𝙜𝙪𝙞𝙧 𝙘𝙤𝙣𝙫𝙞𝙫𝙚𝙧 𝙘𝙤𝙢 𝙖 𝙛𝙖𝙡𝙩𝙖 𝙙𝙚 𝙡𝙤́𝙜𝙞𝙘𝙖 𝙢𝙤𝙧𝙖𝙡 𝙞𝙣𝙩𝙧𝙞́𝙣𝙨𝙚𝙘𝙖 𝙖𝙤 𝙢𝙪𝙣𝙙𝙤 𝙚 𝙖 𝙥𝙧𝙤𝙫𝙞𝙨𝙤𝙧𝙞𝙚𝙙𝙖𝙙𝙚 𝙙𝙖𝙨 𝙡𝙤́𝙜𝙞𝙘𝙖𝙨 𝙘𝙧𝙞𝙖𝙙𝙖𝙨 𝙥𝙤𝙧 𝙣𝙤́𝙨." ?

  35. mais um belo texto do Mario .. o foco é preciso inquestionável PENA que passa ao largo do real a ignorância de um povo tolo algoz de si mesmo certamente pela inconsciência de que sua opção secular sempre foi a exclusão ou o mal menor .. uma nação vítima de si e de elites assassinas de tudo capazes perdeu a noção de ética de dignidade e se pauta pelo compadrio pelo prestamismo sobrevivente que gera semideuses algozes impunes sob um pacto social inaceitável . e O PIOR pode ainda estar por vir.

  36. Convivo com esses suicidas, e sempre me perguntei o pq de pessoas esclarecidas e sem nenhum interesse escuso se renderem ao fanatismo, sempre creditei aos meios q escolhiam pra se informar…se tivessem optado pelo Antagonista…

  37. O que dizer então de um ser que governou por 16 anos, deixou o pais num abismo e anda por aí se achando o tal que vai dar jeito nisto aqui, uma pessoa incapaz de por a mão na consciência e pior: estar liderando as pesquisas? Isso só pode ser um castigo

  38. Mario, me identifico e tenho muita admiração pelos seus textos. Eu sempre considerei o fanatismo como consequência da ignorância, mas nunca havia pensado também na possibilidade do suicídio da consciência. Brilhante!

  39. Gosto de ler, ouvir e ver livros, músicas e filmes que fazem-me pensar. Escritos de Mario têm esse valor. Mas não podemos cair na armadilha de querer impor nossa vontade aos outros, por mais certos que estejamos. Ou não.

  40. Muito bom artigo! Outro dia discutia justamente esse "fenômeno" com amigos, sobre como explicar que pessoas com acesso à informação defendam com fervor políticos com tantas falhas éticas e morais, e que são a própria contradição em si mesmos. Diante da descrença na humanidade que surge por um lado, por outro vem um certo alívio de pelo menos reconhecer melhor quem é quem nessa sociedade, inclusive na familiares.

    1. Em 2071 vc, Atleticano, terá um neto que irá comemorar o Tri. Não darei a escalação do Campeão-2071 pois os jogadores ainda não nasceram. Saudações Ictio-Alvinegras.🤣🤣🤣🤣

  41. Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE!” O Brasil finalmente terá Um Governo Fundado no “IMPÉRIO DA LEI!” Não seremos LUDIBRIADOS com o “Velho Truque de MELHORAS na ECONOMIA!” Triunfaremos! Sir Claiton

  42. O que dizer de Reinaldo Azevedo? Se diz imparcial mas claramente Lulista? Vejo que ele tem captado muitos eleitores que conheço, e que parecem esclarecidos e cultos. Ele é assustador nos comentários anti Moro.

  43. "Memoria, memoria Memoria, memoria Venha encharcado de lama, encharcado de água sanitária Come doused in mud, soaked in bleach Como eu quero que você seja As I want you to be Como tendência, como amiga As a trend, as a friend Como um velho As an old Memoria, memoria Memoria, memoria" (Kurt Cobain, Nirvana)

  44. Mário, "suicídio de consciência" deve acometer somente a uma parcela mínima desta multidão que insiste em continuar votando no lula e no Bolsonaro. Estima-se em mais de 50% da população brasileira esse contingente. 30% Lula e 20% no outro. Faixas de fanáticos. Por que essa gente não emenda diante de tanta desgraça criada por eles?

  45. Quanta clareza, quanta sabedoria em suas palavras! Com tanta magnitude espera-se que muitos ainda preservem a sua consciência.

  46. Mário, tomara que esse suicídio da consciência seja só um torpor, -contudo já muito prolongado-, causado pelo fanatismo de ocasião gestado na polarização de uma versão da “síndrome do mal menor”, e que, entretanto, essa massa de entorpecidos redescubra, agora, que não é necessário escolher mal nenhum.

    1. perfeito Ferreira mas no nosso caso a questão é que o Art 142 da CF é força reativa da sociedade violada em seu pacto maior totalmente legal e legítimo pois para defesa dos mais elementares direitos do cidadão claramente estuprados com tanta violência por uma corte legal mas que perdeu sua legitimidade ao violar sua própria essência que seria o equilíbrio da República jamais seu instrumento de destruição e a filosofia de Rosseau é a viga mestra da convivência social e da nossa constituição.

    2. "Daí a importância do contrato social, pois os homens, depois de terem perdido sua liberdade natural (quando o coração ainda não havia corrompido, existindo uma piedade natural), necessitariam ganhar em troca a liberdade civil, sendo tal contrato um mecanismo para isso. O povo seria ao mesmo tempo parte ativa e passiva deste contrato, isto é, agente do processo de elaboração das leis e de cumprimento destas, compreendendo que obedecer a lei que se escreve para si mesmo seria um ato de liberdade.

    3. ou seja, prezado Amaury: concordo mais com sua tese de uma Constituinte do que a do Art 142. precisamos de um novo Pacto, um novo Contrato Social. "para Rousseau, o caos teria vindo pela desigualdade, pela destruição da piedade natural e da justiça, tornando os homens maus, o que colocaria a sociedade em estado de guerra."(Paulo Silvino Ribeiro). continuo, a seguir

    4. prezado Amaury, vamos em frente! acho que esbarramos em Rousseau. "À questão do direito do mais forte, Rousseau responde que: ceder à força constitui ato de necessidade, não de vontade; quando muito, ato de prudência... ou seja, a força difere do direito porque pode se impor, mas não obrigar. Assim, para Rousseau, Força é diferente de Direito" - "ele afirma que renunciar à liberdade é renunciar à qualidade de homem," e que "Não há recompensa possível para quem a tudo renuncia"...

    5. concordo Ferreira mas chamo atenção para os motivos . se somos produto de escolhas eis a questão . não foi mero acaso a deseducação de um povo que se tornou algoz de si mesmo que pugna pelo compadrio e pelo prestamismo sobrevivente escravo cuja ética e sonho é lamber as sobras do festim de seus ditadores impostores criminosos .. por isto só o Art 142 da CF que ouse extinguir os bandos que se dizem partidos e torne a eleição de 2022 em Constituinte para rasgar este aborto que hoje mata a nação.

  47. Belo artigo. Sob outra perspectiva, política SEMPRE envolve emoção, implicando, portanto, em algum fanatismo. De fato, a emocionalidade das pessoas varia e alguns saberão melhor controlar suas emoções. De qualquer modo, a militância + emocional é essencial p/a qualquer candidato. Faz parte...

  48. Belíssimo texto. A ser guardado em bons arquivos. Estou assustadoramente cercado por suicidas e sem qualquer possibilidade de trazê-los à razão. São refratários a tudo. A maioria deles são, com o perdão da má palavra, petistas. Mas há também alguns, com o perdão do mau termo , bolsonaristas. Lembro-me da advertência do Quintana - não há armas para se lutar contra a burrice. Eles, ambos, para piorar, têm a ilusão do conhecimento, a pureza dos propósitos e a missão a cumprir. Que fazer?

  49. Os que apoiam Bolsonaro, Lula ou qualquer outro populista desonesto se ajuntam em dois grupos. O primeiro se compõe só de imbhecis, no segundo estão os criminosos.

  50. " O fanatismo é um cancelamento da consciência". Excelente sacada! Resumiu genialmente a percepção que temos desse fenômeno tão ilógico diante da realidade.

    1. O link do Topbook não se abre para eu comprar....

  51. As pessoas se fanatizam porque, mesmo sendo informadas e cultas, são infelizes com suas vidas tediosas e vazias, e precisam achar algo que dê sentido a elas, como se isso fosse possível. Por que precisa ter sentido? Como disse o colunista, não aceitam a falta natural de lógica nas coisas. Para esses angustiados eu diria: aceita que dói menos.

  52. Caro Mário, seu artigo respondeu uma pergunta que martelava minhas ideias há muito tempo: “como é possível pessoas esclarecidas embarcarem cegamente nos fanatismos vigentes?”

  53. Impressionante. Magistral. Quanta lucidez em seu texto, Mário. Vindo de vc não me surpreende. Mas vc se superou. Nunca li nada tão esclarecedor acerca do fanatismo.

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO