Adriano Machado/CrusoéCandidato do PSDB, Geraldo Alckmin obteve a pior votação da história do partido

A santidade de Alckmin

Eis a face oculta do presidenciável tucano: à frente do governo de São Paulo, ele tentou controlar investigações, deu sustentação ao modelo de aliança com empreiteiras que resultou na Lava Jato e manteve as portas abertas para o fisiologismo
03.08.18

O envolvimento de Geraldo Alckmin com o sagrado vem de longa data. No final dos anos 1970, quando exercia seu primeiro cargo executivo na Prefeitura de Pindamonhangaba, no interior paulista, ele inaugurou uma rua com o nome do sacerdote espanhol que fundou a Opus Dei, uma corrente radicalmente conservadora do catolicismo. O homenageado seria transformado em santo pelo Vaticano em 2002. E Alckmin também, alguns anos depois, só que em circunstâncias bem menos nobres. O tucano foi apontado, nas investigações da Operação Lava Jato, como o “Santo” das planilhas de distribuição de dinheiro da Odebrecht. Ele nega. Com base no testemunho de um dos delatores da companhia, sustenta que “Santo”, na verdade, era um burocrata de uma estatal do governo paulista. Mas a alcunha o incomoda enormemente. Tanto é assim que, em seu site na internet, há uma nota que tenta explicar: “Alckmin não é o Santo da lista da Odebrecht”. Nem de lista nenhuma. O homem que o PSDB ungirá neste fim de semana como o seu candidato ao Palácio do Planalto está longe, bem longe, de gozar das virtudes exigidas para a canonização. Por trás da imagem do homem cordato e hígido, há um personagem que carrega traços marcantes da velha política. Com jeito, o Alckmin que você não conhece é hábil em travar investigações capazes de comprometê-lo e, nas quatro vezes em que governou São Paulo, deu sustentação ao mesmo modelo de relacionamento com empreiteiras que acendeu o pavio da Operação Lava Jato – aquele em que obras são trocadas por polpudos repasses de dinheiro a políticos.

Vereador, prefeito, deputado estadual e federal, vice-governador e, finalmente, governador mais longevo da história de São Paulo, o tucano tem um jeito de negociar com aliados que pouco difere dos métodos reinantes em Brasília nas últimas décadas e que deram azo a sucessivos escândalos. Para se ter uma ideia, apenas em seu último mandato como governador, exercido entre 2015 e 2018, Alckmin distribuiu secretarias para nove partidos. Muitas delas ficaram nas mãos de gente sem qualquer experiência na área. Outras práticas antigas também integraram a cartilha do tucano, como tirar deputados eleitos da Câmara para que suplentes ligados a ele assumissem os mandatos. Ou, ainda, impedir a abertura de comissões parlamentares de inquérito na Assembleia Legislativa: 69 CPI’s foram barradas entre 2001 e 2006, 23 entre 2011 e 2014 e 14 depois de 2015. Ao todo, 106 investigações parlamentares que tinham por alvo supostas irregularidades no governo nem sequer foram abertas. Crises políticas também passaram a ser contidas no velho esquema do toma-lá-dá-cá. No ano passado, após uma ameaça de rebelião em sua base parlamentar, Alckmin não só liberou emendas para os deputados se aquietarem como permitiu que elas fossem incluídas no orçamento deste ano com o compromisso de que seriam pagas. Nada diferente do que ocorre há anos em Brasília. Na ponta do lápis, serão 5 milhões de reais para cada um dos deputados estaduais. Além disso, inaugurações de obras foram concentradas no final do mandato — entre janeiro e abril deste ano, pouco antes de ele deixar o cargo de governador para se candidatar a presidente, foram 50 eventos dessa natureza, um a cada dois dias. Detalhe: muitas das obras nem sequer estavam concluídas.

Como todo político tradicional, há também várias promessas não cumpridas. As obras do chamado Trecho Norte do Rodoanel, o grande anel viário que circunda a capital paulista interligando as rodovias que nela chegam, foram iniciadas em 2013 com previsão de conclusão em 2016. Devem ser entregues apenas em 2019, com custo 30% superior ao inicial. Uma linha do metrô foi licitada em 2013 com promessa de entrega em 2015, mas só foi implantada de verdade neste ano. Outra promessa, de 2002, previa a existência do “Expresso Aeroporto”, um trem que levaria os passageiros da região central da capital paulista até o aeroporto de Guarulhos por 20 reais. O projeto acabou descartado. Decidiu-se substituí-lo por uma linha de metrô. Mas aí entra um arremedo de solução que, ao mesmo tempo em que é um exemplo de gestão ineficiente, mostra a submissão do governo aos interesses empresariais. A linha deveria chegar até o terminal 2, o mais movimentado do aeroporto, mas a concessionária de Guarulhos não autorizou, porque queria construir um shopping no meio do percurso. Resultado: o usuário precisa descer bem antes e, em seguida, tomar um ônibus para chegar até o terminal.

Lenílson Gomes/GESPLenílson Gomes/GESPObras do Rodoanel: a Lava Jato investiga desvios milionários em contratos
Ao longo de seus governos, Alckmin contou com a fragilidade da oposição. O PT, cada vez mais enrolado no governo federal, não tinha força e nem discurso suficientes para incomodá-lo. Ainda assim, o tucano foi e ainda é alvo de acusações graves. Uma delas, verbalizada por alguns de seus principais opositores, versa sobre um suposto acordo branco entre o governo estadual e uma perigosa facção criminosa que domina os presídios. Por meio desse suposto acordo, dizem os críticos do governador, o grupo teria se comprometido a evitar assassinatos no estado — Alckmin propagandeia a redução no número de homicídios — e, em troca, o governo faria vista grossa para os negócios do bando, que não para de crescer. Diz o deputado estadual petista José Américo, um dos porta-vozes da acusação: “Há um acordo tácito do governo com o crime organizado e isso levou à redução dos crimes de homicídio no estado de São Paulo. As organizações criminosas desestimulam os homicídios em toda a periferia com o objetivo de reduzir a ação da polícia sobre suas atividades”. No Ministério Público, promotores pouco afeitos ao tucano dão força à suspeita: dizem que das 170 unidades prisionais paulistas, apenas 23 têm bloqueadores de celulares. Seria, segundo eles, um sintoma da tal condescendência com a facção. Aliados do tucano, evidentemente, rechaçam com veemência a acusação.

Há outros dados, mais objetivos, que devem facilitar o trabalho dos adversários de Alckmin durante a corrida presidencial. A educação pública em São Paulo também patina e vários índices oficiais apontam que o aluno da rede pública no estado é deficiente no aprendizado de matemática e português. O sistema educacional paulista chegou a ser alvo de reparos em uma análise recente das contas do tucano no Tribunal de Contas.

Para blindar-se no jogo da política, Alckmin se cerca de auxiliares ligados ao próprio Ministério Público. Desde que assumiu o cargo com a morte de Mário Covas, em 2001, o tucano potencializou um antigo formato herdado do ex-governador do MDB Orestes Quércia, já falecido, de atrair para áreas-chave do governo integrantes da instituição que é responsável por, dentre outras funções, investigar e fiscalizar o governo. Os dois últimos procuradores-gerais de Justiça de São Paulo, o cargo máximo do MP estadual, integraram o governo de Alckmin após deixarem o posto. Um deles foi nomeado secretário de Justiça. O outro foi escolhido para a Secretaria de Segurança Pública. Na área de segurança, por sinal, sete dos últimos oito secretários vieram do MP. Havia ainda vários promotores espalhados pelo segundo escalão do Poder Executivo estadual. A aliança estratégica também passa pelo Judiciário. Um ex-presidente do Tribunal de Justiça deixou o posto, em 2016, para assumir a Secretaria de Educação. Pode até ser coincidência, mas o bilionário setor de transportes, hoje alvo principal do braço paulista da Lava Jato, foi controlado na era Alckmin por um promotor. Era sob a alçada dele que ficava a Dersa, a estatal paulista responsável pelas obras viárias. E foi justamente esse promotor quem nomeou para a companhia Laurence Casagrande, preso em junho sob suspeita de corrupção em obras no estado.

Jeff Dias/GESPJeff Dias/GESPLaurence Casagrande, apontado como operador tucano: Alckmin o defende com vigor
Nenhuma grande investigação contra altas autoridades locais avança em nível estadual em São Paulo. As apurações no Ministério Público só começaram a andar depois que a Odebrecht fechou o acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República, em Brasília. Paralelamente, casos que podem respingar em Alckmin tomam rumos, digamos, estranhos. Delatado por executivos da Odebrecht que o acusaram de receber dinheiro de caixa dois para financiar suas campanhas em 2010 e 2014, o tucano passou à condição de investigado. Como perdeu o foro privilegiado após deixar o governo, o Superior Tribunal de Justiça decidiu que a acusação deveria ser enviada para o MP de São Paulo. Um promotor decidiu abrir uma investigação por improbidade administrativa, mas o procurador-geral, Gianpaolo Smanio, retirou o inquérito das mãos dele. O promotor se queixou ao Conselho Nacional do Ministério Público, em Brasília, e Smanio recuou. O caso é um dos que mais incomodam Alckmin porque envolve seu cunhado, Adhemar César Ribeiro, conhecido captador de recursos para as campanhas do tucano. Situações como essa são relativamente comuns. A cúpula do MP tenta, sempre que possível, levar na rédea curta as apurações com potencial de gerar danos ao ex-governador. “Não é que o Ministério Público aqui é próximo ao Palácio dos Bandeirantes. Ele é o próprio Palácio dos Bandeirantes”, disse a Crusoé, sob reserva, um promotor com longa trajetória no MP estadual. Para outro promotor, a instituição aos poucos passou a se guiar por uma máxima: é possível alcançar apenas “os peixes pequenos, nunca os grandes, caso contrário a investigação não vai adiante”.

A pesquisadora Luciana Zaffalon, do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCRIM), analisou em sua tese de doutorado na Fundação Getúlio Vargas a relação entre os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário de São Paulo. Concluiu haver uma troca de interesses que cria um ambiente de proteção mútua entre eles no estado mais rico do país. “A existência de freios e contrapesos é praticamente ausente no estado de São Paulo, o que se verifica sobretudo frente à repercussão da conjugação de vontades do Poder Executivo e das carreiras jurídicas”, diz ela no trabalho. O MP não informou a Crusoé quantos promotores e procuradores deixaram a instituição para trabalhar no governo nem a quantidade de procedimentos abertos para apurar casos relacionados ao ex-governador e a seus secretários desde 2002, mas em nota ressaltou que os integrantes da instituição que aceitam convite para ocupar cargos no Poder Executivo o fazem em “caráter pessoal”.

O mais próximo que o MP chegou de um tucano com cargo relevante foi no caso que apontou o então presidente da Assembleia, Fernando Capez, como um dos envolvidos na chamada “máfia da merenda”, que desviava recursos na rede pública de ensino. Entretanto, nos bastidores do PSDB e do próprio MP, há a avaliação de que a investigação só avançou porque, com a Lava Jato à toda em nível federal, era preciso mostrar que São Paulo também “cortava na própria carne”. E, além disso, porque colocava em polos opostos dois tucanos que se bicavam por poder sob a sombra de Alckmin. Um deles era o próprio Capez e o outro, o então secretário de Segurança Alexandre de Moraes, hoje ministro do Supremo Tribunal Federal. É das contendas internas no PDSB, por sinal, que surgem os elementos que têm iluminado as investigações da Lava Jato sobre a relação do partido — e do próprio Alckmin — com as empreiteiras.

O braço paulista da operação hoje se divide em duas vertentes, e é assim mesmo que elas são tratadas internamente: uma mira o “grupo de Serra” e a outra, o “grupo de Alckmin”. A investigação é dividida conforme a maneira que, segundo os procuradores, o esquema funcionava. A parte que eles relacionam a Serra envolve a construção do Trecho Sul do Rodoanel, além de trechos da marginal do rio Tietê e de uma conhecida avenida da capital paulista, a Jacu-Pêssego. As obras foram idealizadas pela Dersa quando Serra era governador e a estatal tinha como diretor de engenharia o notório Paulo Vieira de Souza, também conhecido como Paulo Preto. Já a Lava Jato “de Alckmin” envolve principalmente o Trecho Norte do Rodoanel. O idealizador da obra é Laurence Casagrande, que assumiu a Dersa sob Alckmin, em 2011, e ficou no cargo até 2017. Depois, ele ainda foi secretário de Logística e Transportes e presidente da Companhia Energética de São Paulo. Laurence está preso desde junho. Um relatório da Polícia Federal aponta desvios e sobrepreços em obras na ordem de 131 milhões de reais. Para os investigadores, o “homem de Alckmin” liderava um esquema semelhante àquele gerenciado por Paulo Preto: coletava propinas para financiar campanhas do grupo do presidenciável tucano.

Pedro Ladeira/FolhapressPedro Ladeira/FolhapressA solenidade em que o tucano recebeu o apoio do chamado Centrão: aliados enrolados
Ao longo de seus governos em São Paulo, Alckmin manteve com as gigantes da empreita uma relação parecida com a que elas mantinham com o governo federal — e que originou, na esfera nacional, a descoberta pela Lava Jato de um bilionário esquema de corrupção. Todas as grandes empreiteiras do petrolão, de Odebrecht à OAS, de Queiroz Galvão à Camargo Corrêa, firmaram negócios bilionários com o governo paulista ao longo dos anos em que o tucano esteve no poder. E de alguns desses negócios, conforme surgiu em depoimentos prestados como parte de acordos de delação premiada, saíram pagamentos a gente ligada a ele. Incluindo o cunhado apontado como arrecadador de suas campanhas. Ele é acusado de ter obtido 10,3 milhões de reais da Odebrecht durante as campanhas de 2010 e 2014.

Geraldo Alckmin será oficialmente anunciado como o candidato do PSDB ao Planalto neste sábado, 4. Esta é a segunda vez que ele disputa o cargo de presidente da República. Na primeira, em 2006, perdeu para Lula numa eleição em que conseguiu ter mais votos no primeiro turno do que no segundo. A jornada de 2018 começou penosa. O tucano é visto com desconfiança até mesmo por seus correligionários. Uma parte do partido, preocupada com seu baixo desempenho nas pesquisas, chegou a tentar substituí-lo — um dos cotados para o lugar era o ex-prefeito paulistano João Doria, seu ex-pupilo. Alckmin resistiu. Mas, ainda estacionado nas pesquisas, não se livrou do fogo amigo. E tudo indica que não se livrará tão cedo. Parte da resistência é motivada pelo temperamento do presidenciável, que muitos tratam como inconfiável. Vide o que disse a Crusoé o velho tucano Arnaldo Madeira, um dos fundadores do partido e ex-secretário da Casa Civil de Alckmin: “O Geraldo não desenvolve relações de respeito mútuo com as pessoas. É fechado. Dissimulado. Por isso, não se encontram políticos entusiasmados com sua candidatura. Veja a diferença entre as adesões ao Geraldo e ao Mário Covas. Com este havia adesões entusiasmadas e naturais. Com o Geraldo, o argumento é de que ele é o menos pior. Além da evidente falta de qualificação técnica e profissional”.

A despeito dos ataques e do baixo desempenho experimentado até aqui entre os eleitores, Alckmin ganhou algum fôlego ao fechar um grande arco de alianças, após intrincada negociação com o chamado Centrão, um ajuntamento do que há de mais fisiológico na política brasileira. Ao todo, dez partidos deverão estar ao lado do tucano, o que lhe dará quase metade do tempo total da propaganda eleitoral na televisão. No discurso que fez na convenção que o lançou candidato em 2006, Alckmin atacou ferozmente o esquema do mensalão e os partidos comprados na ocasião pelo PT. Disse ele: “Que tempos são esses, em que um procurador-geral da República denuncia uma quadrilha de 40 criminosos e no meio da lista estão ministros, auxiliares do presidente, amigos do presidente?”. Passados doze anos, os mensaleiros atacados pelo tucano, como Valdemar Costa Neto e Roberto Jefferson, viraram fiadores de sua própria campanha. Nada mais ilustrativo de como a política brasileira dá voltas e não sai do lugar.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Alckimim de "Santo " não tem nada . Além de janot armar contra Aécio para se vingar do" golpe" em dilma usando joesley da uns e tirando qualquer chance de Aécio para presidência em 2018 .Alckimim também ajudou na queda de Aécio, nunca aceitou o carisma de Aécio, nunca aceitou Aécio na Presidência do PSDB durante 8 anos e jamais aceitou Aécio ser escolhido para disputar as eleições de 2014 . Agora ele é Tasso Jereissati vão jogar toda culpa do fracasso de Alckimim nestas eleições em Aécio.

  2. Será que para o Mário Sabino Alckmin ler!!?? Se não vai votar em Lula nem em Bolsonaro, ele vai votar nessa mesmice do saco podre dos esquerdalhas!???

    1. Também faço essa pergunta. Fala sério esse letrado Mário Sabino??

    1. Que provas? Se até agora ele travou todas CPIs e inquéritos até agora... Tem o MP estadual na mão... E durante todo esse tempo tinha foro privilegiado... Ainda não entendeu como a coisa funciona? Quer que desenhe?

    2. Que provas? Se ele travou todas CPIs e inquéritos até agora... Tem o MP estadual na mão e além disso tinha foro privilegiado durante todo esse tempo... Ainda não entendeu como funciona a coisa? Quer que desenhe?

  3. Excelente raio X deste Senhor que, na minha opinião é um LULA com upgrade. E que nós PAULISTAS temos obrigação de ENTERRA-LO e deixar por conta da Lava jato😖🤢

  4. Muito bom, porém texto muito longo. Para quem tem pouco tempo para ler tudo que é publicado, casos como o meu, poderia ser objetivo

  5. Tem de haver uma ruptura com tudo isso...Não sei se o Cap Jair conseguirá nem se tera´competência mas hoje e´o único nome ...

    1. Concordo com você. Pelo menos tentsremos dar os primeiros passos para sair dessa arapuca esquerdistas. Será que o Mário Sabino que tanto ler votará no Santo da liturgia esquerdalha!!?

  6. Nunca perdoei os tucanos por terem perdido a oportunidade de exterminar o PT e seus comparsas por ocasião do mensalão. Para mim só tem uma explicação: também tem o rabo preso. Agora, acho inadmissível que a reportagem se baseie em declarações de petistas como José Américo, esquerdistas como Luciana Zaffalon e desafetos históricos do tucano. “lava jato do Alckimin”? Que baixaria é essa antagonistas?

  7. Assinei a Crusoé logo após a apresentação, mais me arrependi faz tempo. Ainda bem que assinaturaé válida só por um ano.

  8. Por favor!! O que a gente faz??? Votar no NOVO? Sim, mas sem chance de ganhar! Nem "nas sabatinas"ele entra... Gente!!!! Vamos todos pra Veneza??? Uma luz, por favor!!!!!???? Muita aflição pelas novas gerações!!!!

  9. Tenho dúvidas se os tucanos podem ser igualados aos petistas, mas o conteúdo da reportagem parece estar em sintonia com o comentário de um ótimo cientista político que participou do programa de Willian Waak neste final de semana. Ele levantou a hipótese de que a candidatura de Meirelles, uma novidade para o MDB, que não é de lançar candidato à Presidência, funcionária como uma espécie de saco de pancadas para as críticas ao governo Temer -a base de Temer estaria com Alckmin, na realidade.

    1. Se a hipótese em questão foŕ correta, uma estratégia e tanto.

  10. Geraldo Alkimim representa o que está aí continuismo, corrupção, negociatas, volta da indústria de sindicatos , fim da Lava Jato isso é fato, estou em dizer que é pior que Lula .não voto em nenhum deles

  11. Este artigo é uma barafunda. Contraditório. Citando acusações de petistas como certo? Fiando-se em opositores e ressentidos? Isso mesmo, produção? Um morde e assopra sem nexo. Num escrutínio da Globo, não se enquadraria nem em FATO nem em FAKE. Estaria mais para NÃO É BEM ASSIM. Entendi assim:- Vamos bater pra assassinar a reputação: mas vamos contraditar para não levarmos um processo pesado. Primeiro bate forte, aí assopra de leve. Muita farinha pra pouco pirão. Aí tem! Que porcaria é essa?

  12. Ótima matéria , mostra muito bem quem é o bandido com13 inquéritos de corrupção !! Pior do que o próprio Lula !! E tem muita gente que tem esse bandido de estimação e critica os Petistas !!

  13. É uma matéria muito inconsequente. Extremamente leviana. Parece papo de militante. Muita irresponsabilidade jornalística sair pegando boatos e disse-me-disse e macular a reputação das pessoas assim. Que as coisas sejam apuradas e as pessoas sejam julgadas, absolvidas ou condenadas. Chega de tanta inconsequência.

  14. Achei a matéria sensacionalista é parcial. Se existem assim tantas irregularidades, por que não existem as delações premiadas contra ele? Este jornalista não gosta do Alckmin.

  15. Esse é o verdadeiro e explícito bandido do colarinho branco brasileiro...são décadas de roubalheira e bandidagem e ainda insistem, com o apoio da grande mídia, em perpetuar esta especie de canalhada. Nojo e vergonha! estão todos blindados por muitos cúmplices e loteamento da máquina pública! Podridão! cadeia para todos!!!

    1. Só a Mara aí acredita que Bolsonaro foi fraco na GloboNews!Como sempre:"Mitou"!!!Fica com o teu 'Santo" da Odebrecht então!

    2. O Bolsonaro foi o melhor candidato na Globonews !! Enquanto o Alckmin tem um monte de denúncia de corrupção , inventa um monte de mentiras que só enganam os idiotas !!

    3. Não vou votar em ninguém, mas o Bolsonaro deu é um tremendo tombo na Globo ao afirmar que o velho Marinho apoiou a Ditadura, citando provas! A Leitão quase teve uma síncope ao ter que ler uma reparação mequetrefe rapidamente preparada pelos editorialistas globais, tentando se esquivar do tiro de canhão que levaram. Mas não deu.... foi engraçado....está em um monte de memes no dia de hoje... só não viu quem não quis ver!

    4. Fraco para vc. sera que vc não viu que tudo foi programado para juntar vários esquerdopatas para sabatinar bolsonaro? É melhor JAIR acostumando kkkkk...

  16. Acho que Alckmin tem serenidade e competência para governar o Brasil. Não vejo isso em Bolsonaro, que não consegue respeito nem de seus colegas do congresso. ele é muito ignorante e tem uma visão de mundo muito tosca. Acho que se ele ganhar, vai ser mais fácil o PT voltar. Não podemos correr risco.

    1. Então para não votar no Bolsonaro que é honesto e competente , você prefere votar em alguém sabidamente corrupto e incompetente , pois quebrou São Paulo e deixou o estado em lixo !!

  17. Estou numa sinuca de bicos , não consigo acreditar em nenhum candidato e a eleição se aproximando variando de antigos corruptos à destetáveis... que país é este?

  18. Entre todos os candidatos, Geraldo Alckmin é o que mais representa a manutenção do status que: tomá-lá-dá-cá é o método. Basta observar que se aliou aos maiores bandidos da política. Só falta o MDB, que certamente age no escurinho em seu favor. A escolha da Senadora não compensará a rejeição por conta de seu conchavo com o Centrão. Ela só tem a perder em prestígio.

  19. É notório que as justiças (federal e estadual) funcionam num outro ritmo em São Paulo. Não vemos nada acontecer, e desconfio que não seja por falta de problemas. Se o Ministério Público Federal e Estadual fizessem seu trabalho no passo de Curitiba, a turma do PSDB já teria sido condenada ou inocentada de vez. Pior é nunca temos o desfecho da história. Espero que não deixem chegar no ponto onde chegou o Rio de Janeiro.

  20. O Centrão é o Foro de São Paulo, o cancêr que corrói as estruturas do estado brasileiro. Não merece o nosso respeito, nem o nosso voto.

  21. É lamentável que o jornalista de Crusoé levante um monte de suspeitas sendo que durante toda a sua vida pública não se provou que Alkmin é corrupto. O que os senhores de Crusoé pretendem?

    1. Pela quantidade de posts que você fez aqui, criticando a reportagem, desconfio que você é um anjo no comitê de campanha do santo!

    2. Como a matéria deixa bem claro, nunca foi julgado de nada pois aparelhou o Estado para que suas denúncias não andem. Vei comentar sem ler a reportagem por acaso?

  22. Acho que estou sendo tão masoquista quanto os antagonistas; que vivem a publicar posts e mais posts sobre os esquerdistas e pilantras do socialismo; quando fico mantendo a assinatura da crusoé, pteciso repensar isso!

  23. Exatamente isso. Moro em São Paulo e conheço o resto do país. São Paulo é um oásis apesar da invasão desordenada de migrantes que abaixam o nosso IDH.

  24. Que beleza, como diria o narrador da Sport TV, mais do mesmo sem nenhuma fundamentação, artigo raso, sem comprovação, só ilações. Se eu acho o Geraldo um santo? de jeito nenhum, mas essa perseguição implacável da Crusóe e do Antagonista não tem explicação. Temos um quadro deprimente para as próximas eleições, sem nenhum candidato razoavelmente preparado, seja no campo técnico-administrativo, seja no campo moral ou na capacidade de arregimentar votos suficientes; mas o problema é o Chuchu.

    1. E deu certo. O Lula não precisou de empurrão. Ele mesmo se matou politicamente enganando o povo: enquanto dava casas e comida aos pobres roubava milhões do nosso suor.

  25. Crusoé, se Alkmin fosse ruim não teria sido escolhido para ser mais de uma vez, governador do estado mais rico do país. Não fiquem acentuando traços menos favoráveis de seu temperamento. Ele é um excelente gestor. É HONESTO. Parem de levantar suposições e desconfianças. No momento, ele é o mais indicado. Nós não somos obrigados a eleger os mesmos congressistas. Vamos votar nos novos.

    1. Incrível, achei que o hábito de defender bandido era um ato somente dos petistas. Este país esta mesmo Fu...

    2. Se é honesto de verdade porque manobra para proteger Paulo Preto? Por que se cerca de juízes e promotores? Por que não libera geral uma investigação do cunhado? SP o elegeu por absoluta falta de opção e não por convicção. O PSDB aparelhou SP tal como o PT aparelhou o Brasil. Não basta posar de honesto; tem que provar que é honesto.

  26. Sempre acompanhei o antagonista e assino Crusoé. Mas, faço agora uma crítica ao artigo sobre Alkmin. Não levantem e deem força a suspeitas sem provas, comprovação. Nunca se deve ficar imaginando coisas sobre as pessoas sem ter comprovação de que são verdades. Parem de atacar Alkmin. Nem todos os políticos são corruptos. Afirmar isso é condenar toda a política. Outra coisa: qualquer ser humano pode tomar decisões menos acertadas. Mas isso não quer dizer que é corrupto.

  27. Sempre achei Alkmim dissimulado e falso. Agora com Ana Amélia como vice talvez ele fique mais forte. Eu, particularmente, sou admiradora de Ana Amélia, mas não votarei em Alkmim por causa dela. Meu voto continua sendo de Álvaro Dias. mesmo sem chance.

  28. Mais do mesmo sem tirar nem por. Alckimin é PSDB, PSDB é tucano, tucano fica sempre no muro e só desce quando o jogo está definido, o PSDB é o PT de azul. Nunca me esquecerei do famoso "Vamos deixar o PT sangrar". O PT não sangrou, mas o povo brasileiro foi parar na UTI de tanto que sangrou e o PSDB bebeu o sangue feito vampiro. Também não esquecerei do Impeachment da Dilma, que o PSDB só apoiou no final e nunca condenou Lula por seus crimes, mesmo tendo sido condenado e nem abandonaram Aecio.

  29. Chamou todos corruPTos prá si e tem seu apoio. É óbvio que, eleito, vai acabar com Lava Jato. Mais do mesmo, só que bem mais ampliado.

  30. Alckmin representa o que temos de pior na política depois da esquerda do PT. O socialismo fabiano dos tucanos abriu as portas para os ratos e não soube ser oposição quando o Brasil mais precisava dela.

    1. Os Tucanos provaram nao ser oposição ao PT, são fisiloigicos, velha política mesmo. Vejam as posicies do partido e inclusive FHC, diante da Lava jato, Lula, e dos escandaloa da merenda e obras do metro por exemplo. Que posição tomaram com relação ao combate à corrupção? É um centrão disfarçado.

    2. Sim. Lembremo-nos sempre do "vamos deixar lula sangrar" de 2005, depois do depoimento de Duda. Por que? Ora, são sócios no butim!

  31. Gostaria que vocês investigassem outra faceta do Sr Alckmin. A Wikipédia traz informações de que ele foi eleito vereador em 1972, quando ainda era estudante de medicina. Foi eleito prefeito em 1976, assumiu em 31 de janeiro de 1977. Formou-sr medico no final de 1977. Como pode ser prefeito de Pindamonhangaba e cursar o último ano - internato - de medicina em Taubaté? A distância entre as cidades é pequena, mas exigem dedicação exclusiva. Faz residência em SP e segue prefeito a 200 km. Como????

    1. Wikipédia?? Nos poupe! Vá para o Roda Viva, pois lá fazem uso dessa ferramenta pouco confiável.

  32. FRACO FRACO FRACO! Um resumo detalhado de afirmações sem espaço das replicas cabíveis e conhecidas, porem escamoteadas. Jogou no ventilador....

  33. Reportagem tendenciosa, com clara intenção de exercer influência eleitoral. Sugiro a Crusoé passar a fazer jornalismo e não política ou não terá credibilidade para seguir em frente. Vai acabar se tornando mais um folhetim irresponsável e sensacionalista tentando vender as ideias dos seus editores.

    1. Concordo totalmente. Assinei Crusoé, mas já estou em arrependimento. Que politicagem feia! É de quinta categoria. Esse jornalista não merece meu respeito.. LAMENTÁVEL terem no contratado.

    2. Exato! Vamos ficar com a velha e boa mídia que não é nada tendenciosa.

    3. Completamente tendenciosa! Antagonista e Crusoé vem ha meses ironizando, humilhando esse candidato! É muito desagradável o desrespeito com que tratam a maioria deles, mas Alckmin é pior! No "O Antagonista" parece fofoca de salão de beleza!

    4. Baseada em fatos meu amigo. A velha política morreu, aceite.

    1. Nos podemos votar em um novo congresso. A hora é agora. O presidente, qualquer um que ganhar, terá que contar com a aprovação de suas iniciativas pelo Congresso. Qualquer presidente teria que se aliar ao congresso. Caso contrário não governa. O próprio Ciro tentou o apoio mas não conseguiu.

  34. No atual contexto em que um criminoso já condenado e preso poderá se tornar candidato a Presidência da República . as denúncias acima nada representam .

  35. Muito fraca esta reportagem. Decepcionante!! Coisas jogadas sem prova. Outra coisa. Quem pode tirar poder do Centrão são os eleitores. Ao presidente só resta governar com quem colocarmos lá. O que a Crusoé espera? Um ditador que feche o congresso?

  36. Mais uma vez Parabéns Crusoé Bela Reportagem, vocês muito além de nos representarem, mostram a sujeira dos bastidores da política brasileira!!!

    1. Sra. Lurdes, sem congresso o presidente não governa. Votemos em novos deputados e senadores. Cabe a nós isso

  37. È claro que Alckmin não é santo. Mas eu pergunto quem é melhor que ele? Bolsonaro? que não consegue articular nada no congresso e corremos o risco de ter uma crise todo dia. Vamos ter juízo e dar um pouco de previsibilidade para nosso país.

  38. É mais um político que "não sabe de nada", "não viu nada". Quando vão acordar pra vida e perceberem que a população não é IDIOTA? Ana Amélia não ajudará em nada!!!!! Só comprova que é outra "igual". Que vão às FAVAS!!!

  39. Os jornalistas da Cultura que estavam entrevistando Bolsonaro, os da Globo que entrevistaram Alckmin, deveriam ler este artigo para saber como se faz politica no Brasil e para de fazer pergunta que não tem resposta.

  40. Essa aliança com o Centrão serviu para evidenciar o saco de gatos que seria Alckmin na Presidência. Um governo totalmente fisiológico, como todos os que o Brasil vem tendo desde a chamada "redemocratização". Tudo isso não surpreende quem nunca se deixou enganar pelo PSDB. A única coisa que surpreendeu foi a adesão da senadora Ana Amélia, que parece ser tão honrada, à essa chapa, como vice. Para os admiradores da sua atuação no Senado, tal adesão foi realmente lamentável!

    1. Armênio, vamos votar em outros deputados e senadores. Nós candidatos que não estão sendo acusados de nada. Alkmin não é corrupto, não enriqueceu ao longo de sua vida política.. Vamos crer que com a Lava Jato, todos tenham pelo menos medo de serem pegos e irem pra cadeia.

    2. Concordo. PSDB é o PT de azul. Nunca me enganou. Quanto à adesão da senadora, nada como aguardar para descobrirmos o que realmente a levou a isso.

    1. O Antagonista e Crusoé, desde o primeiro post ridicularizam Alckmin, tem sido frequente! Porem... Do desempenho sofrível de Bolsonaro na Globonews, nao deram uma palavra!!! Mais fraco Impossivel, e nao deram uma unica palavra!!! Tenho me decepcionado muito, are arrependida de ter feito essa assinatura, jornalismo tendencioso e barato!

  41. Infelizmente o Brasil está num mato sem cachorro... não temos em quem votar...só corrupto e os que não são... não tem capacidade para gerir um paiz que está na pior situação que poderia estar. Lastimável

  42. O articulista faz ilações sem nenhuma prova que possa levar a algum ilícito do candidato e tenta a todo custo induzir o leitor que o candidato não é santo como se na político haja santo..

    1. Outra fisiologista! "...insanidade é fazer as coisas sempre do mesmo jeito e esperar resultados diferentes"

    2. Alckmin será nosso presidente, estejam certos! E o Brasil será outro, a esperança será restaurada,a economia alavancada! Parceria perfeita com Ana Amelia, são muito semelhantes os dois, ela disse ha poico estar muito honrada em te-lo como parceiro nessa empreitada, pq a regua moral dos dois é a mesma! Crusoé e Antagonista estarão de joelhos jajá, espererm para ver! Denegriram Alckmin desde o primeiro post...SEM CONHECIMENTO DE CAUSA !!!!

  43. Santo Santo Santo é o senhor! Os defensores do Santo Alckimin tentam salva-lo das graves acusações como os petistas fazem com Lula. Menos tucanada!

    1. Lula foi julgado e condenado. É assim que tem que ser. Alkmin não foi julgado de nada. O melhor do que temos hoje. Ponham os os pés no chão. Não precisamos de um inexperiente nem de um aventureiro. Vamos ter juízo desta vez.

  44. É preciso apresentar provas comprobatórias, e não evidencias e até ilações. Essa matéria me parece copia do que tem aparecido por aí. Me decepcionei com revista que propunha apresentar matérias investigativas, com fatos concretos

    1. Antonio,não ha provas não! É ate possivel que isso tenha sedado em segundo, terceiro escalão, mas Alckmin não é homem de roubar não!! E mais: é absolutamente rigoroso com o dinheiro publico! Crusoé e Antagonista vão engolir isso goela abaixo em pouco tempo! Vem denegrindo Alckmin ha meses!

    2. O que é isto Antônio, este corrupto é uma ameba, todo Brasil sabe disto -, VOCÊ NÃO???

  45. "A politica brasileira dá volta, mas não sai do lugar" A frase mais verdadeira que já li ! Pior, só depende do povo esta mudança, que acho que ainda não acordou pra isso! Lamentável !

  46. Esse candidato e o seu grupo fisiológico não podem ganhar a presidência da República ! Será mais caos para nosso sofrido Brasil !

  47. lamenatvel ver essa reportagem sobre o governador que ate então era meu candidato natural e agora e faz pensar que com ele teremos mais do mesmo

    1. Infelizmente o cheiro é de que não se tem provas porque houve um aparelhamento dos três poderes no estado de SP, talvez melhor do que no âmbito nacional, Geraldo Alckmin se mostra como um político profissional, calculista. As alianças podres mas fortalecedoras mostram que seu desejo e projeto de poder ultrapassam em muito a importância de um projeto nacional que mude os rumos da política e devolvam o país aos brasileiros.

    2. Qual brasileiro não sabe que este corrupto é uma das piores coisas que a natureza pode parir, um monte de estrume exalando o fétido odor da corrupção.

    3. Ora, não caia na conversa desse jornalista. Percebe-se claramente que tudo não passa de ilações, suspeitas, maledicências. Provas, que é bom, nada.

  48. Acabei de assinar Crusoé pela promessa de ser "a revista", além de que, nesse último número, prometeu informar por que Alckmim não é santo. Decepcionei-me com a reportagem. O poder é uma guerra, não duvidemos. Para não ver Alckmim como um sobrevivente dessa guerra suja, preciso de informação, bem mais do que foi apresentado. Li vários comentários e concordo que Crusoé precisa fazer a lição de casa. Redigir bem não basta.

  49. Matéria fraquíssma, Crusoé. Baseada em depoimentos de petistas!! E o que tem ele ter nomeado uma rua em Pindamonhangaba com o nome de alguém que se tornou santo da Igreja Católica? O nome do meu estado é São Paulo. E daí? E, afinal, a matéria não elucida se a Crusoé acha ou não que ele é o "santo" das planilhas da Odebrecht. Vocês prometiam bem mais. A continuar assim, vão perder mais uma assinatura. Francamente ...

  50. Sou assinante da Cruzoé desde o primeiro número, convencido que fui pelo Diogo Mainardi de que ela seria uma ilha de excelência no meio da imprensa militante-pardidária que assola o país. Também houve a promessa de um jornalismo investigativo sério, mas não é o que tenho visto. Já foram várias “denúncias” como esta, baseadas em notícias requentadas, argumentos e “provas” inconsistentes e fontes “sob reserva”. Destruir a reputaçao de Alckmin interessa para quem?

    1. Eles publicaram o que nenhuma revista nacional publicará. Todo mundo dizia no passado que petrolao, JBS, bnds, eram tudo ilações. É muita santidade achar que o cara cobsegue acordo com todo central de graça e sem dar garantias. Combate a corrupção acaba em 2019 se Alckmin for eleito.

    2. Acho que realmente destruir a reputação de Alckmin cara de "xuxu" é uma tremenda falta de ter o que fazer. Como se pode destruir uma coisa que não existe!! Como todos os "tucanos" é uma figura sem brios e sem valor para o nosso País! A pergunta que faço é como médico matou quantos pacientes ?...

  51. Vejam só, onde a respeitada senadora gaúcha ANA AMÉLIA LEMOS " foi amarrar a égua dela ". A sua presença é tão necessária no Senado, onde ela é uma das mais ativas figuras. Que pena !!!

  52. Toda semana Crusoe libera uma bomba mais poderosa do que a outra. E a gente não sabe se está mais estarrecido, perplexo ou enojado e, num horrível paradoxo, sente o alívio de saber que há imprensa livre, atuante e corajosa num país à deriva. Sempre poderia ser pior.

  53. São Paulo e Minas Gerais: política velha, ministério público compondo SIM com governos corruptos. Alckmin, Aécio, Pimentel , Serra,Anastasia, Dilma: farinha do.mesmo saco de falsas argamassa. Bolsonaro vai ganhar no 1o. Turno!

    1. O Ademar está certo,essa matéria eu mesmo e qualquer um aqui,teria escrito sem sair da frente do computador e sem nem acionar a Internet e nenhuma fonte de pesquisa. Fraca,depois do Toffoli e essa desandou....

    2. Verdade, governou o estado mais rico por 24 anos e estamos longe de bons índices de educação e saúde. E para você Ademar, ridículo é entregar secretarias para incopetentes políticos aliados para calar a boca.

    3. Concordo Ademar...a matéria superficial e trás algumas informações que, na maioria das vezes, já são conhecidas e que os eleitores de São Paulo conhecem muito bem.

    4. Que matéria mais ridícula. Não diz nada com coisa alguma. A única coisa que se pode extrair desse texto é que a revista tem "cota". Tinha que fazer isso para tentar equilibrar as denúncias. Horrivel.

  54. Responder a 69 CPIs? Ficaria exatamente como o Temer e as prorrogações de investigações por blocos de 60 dias ou o Trump que responde pelo poder russo de manipular os delegados do colégio eleitoral americano (?). Não faria outra coisa além de dar explicações para oposicionistas que perderam mas exigem que se cumpram as suas plataformas. Meu candidato é Álvaro Dias. Não voto no Alkimin e nem em Bostonaro.

  55. Não temos saída, politicamente esse país é inviável. Parece que todo partido e antes de tudo uma organização criminosa, onde o foco é roubar o povo idiota que os elegem. Só matando. E teríamos que matar milhares, ou milhões. O povo brasileiro e uma sub raça, embora sejamos um país rico, vamos morrer na miséria.

  56. Boatos, conversas de adversários políticos, não consegui chegar ao fim da matéria. Muito fraca, sem indícios firmes, misturando ações políticas normais com suspeitas de malfeitos. Por favor, faça a lição de casa antes de escrever um negócio destes. Ah, a história de PCC sempre foi uma narrativa petista para esconder o fato de que os índices de violência em SP são os melhores do país. Cadê as evidências ? Outra coisa, a Opus Dei não é uma organização “radical” católica. Vá fazer a lição de casa

  57. Concordo. "A política brasileira dá voltas..." e "parece" não sair do lugar. Porém pior que a era PT e difícil. AGORA!!!! Dar crédito e publicar aqui a fala de um petistá é de lascar. Estou refletindo se deveria mesmo ter assinado esta revista e se devo dar crédito a tudo que publicam! No aguardo para saber mais sobre Alvaro Dias, Coronel Ciro, Marina Melancia,, Tenente ou sei la o quê Bolsonaro, LULAdrão , Maria Amélia e demais candidatos e vices.

  58. Reportagem fraca. Pela capa da revista e pela chamada, esperava que fossem ser noticiados ou denunciados fatos novos, exclusivos etc. Mas há apenas fatos e boatos velhos requentados e explorados de maneira rasa pelo repórter com intuito claro de traçar um perfil desqualificando o candidato...

  59. Na tentativa de desqualificar o candidato Alkmin,o colunista não exita mesmo em considerar aberrações como a história do acordo com o PCC,que de tão absurda beira ao ridículo,e torna sem crédito qualquer das demais "acusações".Não entendo a razão pela qual O Antagonista assume esta posição tão "antagonica" ao unico candidato com qualificação ética e profissional para tirar o país do atoleiro em que os verdadeiros malfeitores da pátria o colocaram.Santos não existem mesmo,mas homens sérios,sim.

    1. Quem não rouba. Quem não desvia recursos.Quem não atende os interesses da população, mas seus próprios. O único pecado autorizado aos homens públicos é trair a mulher e xingar a sogra. Ninguém é de ferro.

  60. Também não sou eleitor nem simpático ao Sr Alckmin. Mas, a Crusoé, ao contrário das edições anteriores, nesta matéria, nada acrescentou que não fossem ilações já batidas e rebatidas. Não é esse jornalismo que espero da revista, cuja equipe tem grande potencial para coisas melhores.

  61. Que não tem santo no meio político, estamos saturados de saber. Ao contrário predominam os capetas ou a "capetada"... a última palavra se existisse cairia como acho caiu muito bem aqui.

  62. Assisti ontem a entrevista na Globo News. Como todo político, muito escorregadio. Demonstrou conhecimentos gerais, mas é contra a lava jato, apesar de dizer que é favor. Não dá para confiar num candidato quando se junta a partidos que trabalham no toma-la dá cá. Será que Ana Amélia não está entrando numa furada?

    1. Parabéns à Crusoé pela reportagem ! O Alckmin é isso mesmo sem tirar nem pôr ! Não importa que sejam notícias requentadas, o fato é que são Verdadeiras !

  63. A verdade é que, depois de Lavajato + Janot+ açougueiros+ Paulo Preto + Casagrande + Gilmar + RA+ Centrão+ tanta evidência, a vida de muitos se complicou bastante. Alckmin é apenas mais um desses muitos. Votar nele é mais do mesmo. Para mim, bastou!

  64. Matéria estranha. Acredito realmente que boa parte de tudo isso seja verdade e que o resto seja pior que isso, mas algumas partes ficaram bem soltas quase no "ouvi falar". Exemplificou com as secretarias que ficaram nas mãos de gente incompetente, quais? Pode até falar dos comentários que rolam por aí mas podia separar um pouco mais. Outra coisa, o que ele fez que presta? Sim, pq na hora que chegarmos num segundo turno com um cara desses e outro igual, qual o menos pior?

  65. Acho que o Alckmin realmente representa a velha política com seus velhos vícios, mas confesso que esperava bastante mais profundidade da matéria, especialmente quanto à inação do MP, histórica e notória

  66. Extra, extra!!! grande notícia: o candidato não é santo!!!!! mas, pelo conteúdo de baixa qualidade, o jornalista também está devendo...

  67. A política é a ciência e a arte de se decidir por uma alternativa. Ela pode ser mais favorável aos interesses particulares ou mais favorável ao interesse público. Aqui no Brasil, ultimamente, ela se enveredou para a alternativa particular dos políticos que adotaram o princípio supremo de se manter no poder a qualquer custo.

  68. Concordo. Estão com muitas ilações com coisas graves em relação a muitas pessoas. Inclusive assuntos pessoais estão sendo colocados como públicos. Vida pessoal é vida pessoal e simplesmente afirmar que a pessoa pública tem que ficar se explicando a todo momento sua vida pessoal é algo totalitário. Mas estou gostando de ler e serve como reflexão eu acredito. Enfim, assinei hoje e estou observando.

  69. Uns comentários atrás disse que a reportagem teria colocado um sinal amarelo em meu voto em Alckmin, mas daria voto de confiança. Mas refletindo nas reiteradas afirmações que ele não cria vínculos pessoais na política e seria dissimulado, vou votar nele. Não ser confiável e ser dissimulado é não entrar nas negociatas e não cumprir os pactos da roubalheira...observando mas ponto para Alckmin o mundo político afirmar que ele não cria vínculos e não cumpre acordos, sendo dissimulado, pensando ainda

  70. Alckiminn foi o governador que depois de Covas destruiu o funcionalismo público estadual. chagando a dizer que professor tem que trabalhar como um sacerdócio e não por vencimentos. Para a segurança fez a mesma coisa achando que o ao policial militar basta comprar viaturas novas e pronto, salário que bom nada, deixando quatro anos sem ao menos a reposição da infração do período e neste ano quando quer se eleger presidente da república, dá um "aumento de 4%. Tchau Santo, picolé de chuchu...

    1. Tem funcionário público demais em todo o Brasil, e trabalhando mal. São Paulo tem o melhor atendimento ao cidadão do Brasil.

    2. Este é o ponto que talvez não vote em Alckmin, apesar de já ter manifestado o voto nele. Quero analisar o tratamento ao serviço público dado em seu governo. A qualidade do serviço passa pelo bom tratamento a quem o presta. Acredito que Alckmin deveria se manifestar e tentar provar que na medida do possível valorizou o servidor, senão meu voto esquece...

  71. Não poderia ser diferente: um dos fundadores da facção criminosa PSDB e, até hoje, um dos cabeças junto com Aécio Neves.

  72. O sorvete de chuchu tem se mostrado a cada dia que caso viesse se eleger não avançaremos com a interrupção das falcatrua de políticos corruptos mancomunados com empresários da pior espécie. Toma não se eleja, não terá meu voto com certeza. Pena Ana Amelia entrar nessa canoa.

  73. Penso em votar mesmo assim no Alckmin porque, com o esperado nível do proximo parlamento, é o único que não vai se deixar fritar. Vou escolher candidatos com pensamentos liberal e conservador, como os do partido Novo, para dar uma contrabalançada. Entretanto, sei que o povão vai mesmo reeleger 99% do centrão. Vamos ter que ser pragmáticos, infelizmente.

    1. Marcos, concordo com vc em gênero, número e grau, voto no Partido Novo no primeiro turno, no segundo turno voto no menos pior, usando como divisor de águas o ensinamento; "Diga-me com quem andas que eu vos direis quem és". Quanto a matéria considero sofrível, sem consistência, a verdade tem que ser sempre o objetivo a ser alcançado, conjecturas e ouvir dizer, nunca foi um bom caminho.

  74. E só para completar, Ana Amélia, tão respeitada no Congresso, aceita ser vice na chapa desse senhor! Ao aceitar ser vice, Ana Amélia deixou frases que provocam nojo para serem escritas em sua lápide.

  75. Essa reportagem me deixou desanimada com a postura do candidato Geraldo Alkimin. Isso dá uma mostra de que todos são mesmo iguais,só mudam as siglas.Ainda bem que estou morando em Portugal e não irei votar pois não foi ao consulado dentro do prazo estabelecido para validar meu titulo ou sei lá como se chama a coisa.

  76. Alckmin joga o jogo do possível para esse meio da política,mostrando que é um hábil negociador.Para que ele não participasse de tal jogo as pessoas, os meios e os fins deveriam ser outros.A questão deveria versar é sobre sua honestidade pessoal.Ele enriqueceu de forma desonesta? No plano federal, se ele for eleito Presidente da República, ele terá como agir de forma diferente, com o Congresso que será eleito(por nós!!!)???? Jogar o jogo de acordo com os adversários não é desonesto...

  77. Incrível! O governador é acusado, ferozmente, de ... governar! Absurdo maior, depois de uma série de suposições sem nexo, é a associação do governador ao crime organizado. Por fim, o político a quem ninguém adere de bom grado, é acusado de ter conseguido a adesão de dez partidos - sujeito ruim de conversa esse, não? Poucas vezes ou nenhuma li uma reportagem tão tosca, tão facciosa. Tá faltando esse Anta(gonista) na bancada de inquisição da Globo. Por favor, cancelem minha assinatura.

  78. Ainda bem que publicações como esta existe para nos auxiliar na difícil missão de encontrar algum candidato que nos honre com algo que não seja sujeira empurrada para debaixo do tapete. Esse aí é um que não engana mais ninguém.

  79. Artigozinho panfletário. O mais fanático deputado estadual do PT de São Paulo ficaria envergonhado em fazer discurso tão vazio. O candidato não é santo. Aliás, não há santo na política e muito menos na imprensa. De qualquer modo, se as acusações que o candidato vai receber na campanha são estas suposições vazias, com certeza ele terá mais tempo para cuidar de suas propostas para os graves problemas do Brasil e deixar para o povo fazer a sua análise.

    1. Mainardi em sua gondola em Veneza sonha com a Revolução dos Cravos através de uma vitoria do Mito ou Poste de Lula. Sabe que o país pega fogo. A Empiricus enche o caneco e eles da Gondola em Veneza ou em Paris olham para o Brasil e dizem: Deem Brioches aos brazucas. Estamos aqui curtindo nossa vista e nosso vinho.

    2. O pior de tudo é o jornalismo militante! Decepção com a revista que prometia jornalismo diferente e verdadeiro. Não estou vendo que seja assim, infelizmente! Estou até reconsiderando a assinatura da revista. Pelo visto o jornalismo aqui está alinhado ao que de pior poderia acontecer nessas eleições: jair bolsonaro e ao mais novo caçador de marajás que trata a política como se não fosse o único instrumento possível para a democracia. Não existe democracia sem política.

    3. Concordo inteiramente. Com esse jornalismo, não vamos longe.

  80. Triste, quem e o menos pior e um pouco preparado, poderiam nominar.... assim so podemos votar nulo, pode haver pior cenario??? Ao mostrar os mal feitos, talvez devessem mostrar se slguem tem algum valorpara merecer o voto. Assim vcs nos levam a ter um motivo para votar.

  81. Só espero saber quem será o vice de Bolsonaro. Se for o tal do príncipe, estou fora do Bolsonaro. Anulo o meu voto ou não compareço, mas no Alkmim nem pensar. Ele não transmite confiança de jeito nenhum. Se der Alkmim, o que aconteceu com o PT vai com acontecer com ele.

    1. Temos um robô aqui? Acabou de dizer ser Alckmin e não abre mão e está preocupado com o vice do Bolsonaro? E o detalhe é que a mensagem veio na mesma hora e minuto

  82. Com as críticas e insinuações recorrentes dos editores de CRUSOÉ ao ex-Governador de SP, Dr. Geraldo Alckmin, passo a pensar que a revista já aderiu ao PT e esqueceu os crimes da quadrilha chefiada por Lulla. Ou será que CRUZOÉ estaria protegendo CIRO e os demais candidatos comunistas ou facistas de esquerda.

    1. Oh Paulo! Você é inocente assim, sempre ou só de vez em quando ?

    2. Paulo, você está maluco? Não tiro uma vírgula do que a CRUSOÉ disse.

    3. Não se surpreenda se colocarem fogo no país para escreverem uma poesia, como um ilustre Romano da história!

  83. Reportagem tendenciosa sem nenhum fato concreto ... Por favor vamos ter mais seriedade e verdades nestas matérias......Lamentável

  84. Liberem essa reportagem para não assinantes. Alckmin + centrão acabou. Precisamos renovar. Lamentável Ana Amélia ter aceitado ser vice dele. Ela é mais útil no congresso.

    1. Pois é, liberem para todos conhecerem melhor o "Santo".

  85. Reportagem chinfrim do editor que quer Bolsonaro presidente. Como Mainardi sabe que ele não vai governar, a "revolução" que virá e tão sonhada nas gondolas de Veneza pode ocorrer. Mas essa estratégia vai colocar novamente o poste de Lula no poder e os Anta vão vender mais ainda e ficar mais rico$$$. O Brasil que se exploda!!!! Estarão em Veneza e Paris vendo o circo pegar fogo...

    1. Não é diferente desses que aí estão ontem na Globo News disse que vivemos uma época de denuncismo e criminalização dos políticos colocando todos na vala comum ,uma crítica velada a lava jato, por essas e outros que meu voto fica facinho Bolsonaro 2018 de preferência Mouro pra ministro

  86. Muito ruim Denuncismo vazio e irresponsável Esforço da crusoe criminoso e q deve ser combatido Fascismo jornalístico q insiste na negação da política como solução para nossos problemas Exercício de subjetivismo Só adjetivos e nada substantivo Vergonha Os políticos para a Crusoe/ antagonismo são os não políticos Hulck e Doria .Face oculta , piada !!!!

    1. Não sei como ainda não deletaram seu comentário, porque já fui deletado hoje , na coluna do Sabino , Goiaba e Mainardi , e olha que fui respeitoso.

  87. Tristeza. Não sei como vamos sair dessa. E se tem saída. Sou a quela eleitora que não sabe em quem votar, sem esperança nenhum de.ver uma luz.no fim do túnel.

  88. Depois de Lava Jato, Gilmar Mendes, Odebrecht, Paulo Preto, L Casagrande, etc.. ficou muito difícil -para mim, impossível- para muitos enxergarem Alckmin/PSDB com benevolência. É muita coisa.

  89. Alckmin não é santo assim como nenhum político o é. Quem acredita na santidade de seus líderes são os adeptos de Bolsonaro e os de Lula. Que não se diferem na essência. Acordos por baixo dos panos com empreiteiras, todos fizeram,mas existem diferenças. Comparem Sérgio Cabral que visou fortuna pessoal e seu estado quebrou e Alckmin, que não enriqueceu e São Paulo é um ponto fora da curva da decadência que vê no resto do país.

    1. Longe de defender Alckimin ou a descriminalização do caixa 2, sabemos que este foi e ainda é o modus operandi da politica brasileira, mas, promover o caça as bruxas só atende a quem quer inviabilizar a politica como forma de sairmos desta crise moral e de decência que vivenciamos. Dai a necessidade premente de uma reforma politica realmente eficaz e de um judiciário que atenda os anseios da moralidade no trato com a coisa publica. Sera que temos chance? Essa eh a questão.......

  90. PSDB é diferente do PT? É óbvio que sim. Os valores roubados, a incompetência, o dano ideológico, a destruição da Nação pelos petistas é incomparável. PSDB é menos ruim sim, mas isto não quer dizer que o Brasil consiga sair desta sob sua batuta. Com a mentalidade social-democrata de 1988, sem diminuir drasticamente a IMPUNIDADE (o crime de maneira geral), sem colocar a Lei ao lado do cidadão de bem, sem nos integrarmos para valer ao 1º mundo (e a suas normas anti-corrupção), sem chance!

  91. Entre os demais, ele ainda é o que pode solucionar os problemas. Sanou as finanças de São Paulo. Vocês não vão falar sobre os outros?

  92. O PSDB sempre foi o PT de azul !! Sempre fingiram ser oposição , para manterem-se no poder , na base da corrupção e fraude eleitoral !!

  93. Qual é afinal a razão de vocês tentarem desmoralizar tanto Geraldo Alckmin? Voces nao tem NOÇÃO de quem é esse homem, que tem MUITA capacidade e integridade para colocar o Brasil nos trilhos de volta!! MUITO respeitado pelos paulistas,MUITO MESMO! É uma imensa INJUSTIÇA o que vocês estão degradando esse homem, estão errando DEMAIS!!! E IRÃO VER ISSO, porque ele será eleito, e ganhará o respeito dos Senhores! Não entro mais aqui, vocês são muito DESRESPEITOSOS E TENDENCIOSOS!

    1. A revista tocou no ponto " X " da impunidade: Nomeação de funcionários de outros poderes ( legislativo , Judiciário e do Ministério Público ) para garantir que a fiscalização e as apurações sempre cheguem a um ponto cego ou aos arquivos mortos. É " obvia e ululante " . Ainda bem que a Procuradoria da República e a polícia Federal quebraram esta prática. Resta saber se foi apenas contra o Lula. E os Tribunais de Conta ?

  94. Comparando a gestão financeiras dos Estados , até prova em contrario , acho o Alkmim o menos ruim. Mas , se eleito e não mudar as velhas práticas , com ou sem " Opus Dei " ou " Caritas " a exemplo dos " velhos Monges " acabará seus dias numa solitária no " mosteiro da papuda ".

  95. As pessoas sabem mas só acreditam quando a imprensa publica. Revistas como CRUSOE derrubarão os velhos e corruptos costumes da política brasileira. Pessoalmente acho que o Alkmin ainda é a melhor opção para a Presidência. Mas a Procuradoria da República e a Polícia Federal estão agindo como instituições republicanas sem cabrestos. O Presidente que usar a corrupção como meio de governança irá para a cadeia também.

  96. Que triste e revoltante a nossa política e os nossos políticos , juntamente com uma mídia venal e partidária, a para ajudar temos um povo ignorante e alienado. O que, e como mudar isso?! Uma nova queda da bastilha?

  97. Tenho lido na Crusoé artigos consistentes, bem fundamentados. Não é o caso deste, cheio de evasivas e sem nenhum fato concreto onde apareçam sem deixar dúvidas as digitais do ex-governador.

  98. Reportagem de mau gosto com objetivo de denegrir um homem público com afirmações sem sustentação. Esse tipo de reportagem em nada esclarece. Sensacionalismo puro. Fala e não fala nada. Meus sentimentos ao Jornalista.

  99. Até tu "Santo"? A sua rejeição vai aumentar mais com este artigo da Crusoué e de tabela respingará na senadora Ana Amélia,que tem o perfil melhor que seu par.

  100. Matéria bem abaixo do padrão que estava sendo criado por Crusoé. Não há qualquer comprovação do que foi escrito. Pobreza total. No cerco feito ontem à noite pela Globo News, Alckmin enfrentou com respostas objetivas e esclarecedoras as questões apontadas por Crusoé. Pena que vocês não tenham esperado a entrevista de ontem. Tenho certeza que o resultado seria outro. ET: não sou e nunca fui tucano, nunca votei em tucano, assim como nunca votarei no ex-capitão e assemelhados.I

  101. Nada de jornalismo investigativo, apenas um amontoado de fofocas antigas! Está muito mais para Datena&Tiririca do que para Woodward&Bernstein, uma pena! Continuo torcendo para que o nível da Crusoé melhore...

  102. Essa politica velha, carcomida pela corrupção e todos os erros que ja conhecemos e odiamos tem que sumir do cenário brasileiro. Fiquei triste de ver que a Ana Amélia, a quem admiro, resolveu ser a vice da chapa. Nem assim dou meu voto para ele...

  103. Não sou eleitor do Alkmin mas do Álvaro Dias, porém acho que o Alkmin não é merecedor das críticas que recebe. Me interessei a ler o artigo na esperança de encontrar fatos relevantes para minha orientação pois se o Álvaro Dias não for para o segundo turno e Alkmin for será minha segunda opção de voto, principalmente agora que a senadora gaúcha a ele se associou como vice. Sobre Alkmin, inclusive no artigo da Crusoé é só "achismo" e informações infundadas. Basta comparar SP com RJ, MG, RS.

    1. concordo com sua opinião. Esta fácil criticar e fazer afirmativas sem comprovar. No momento sou de opinião que o ALKMIN , também por sua vice é o melhor candidato. É só dar uma revisada na politica da Republica, desde Deodoro, para ver que não existem santos e a analise e julgamentos ficam para o futuro e avaliando os resultados!! Vide JK !!

  104. O modelo político esta falido. Tudo no Brasil vira feudo de alguns. Nos sindicatos, nas empresas, no judiciário... enfim, até a merenda escolar vira ilícito. Isso é America "Latrina" e a responsabilidade é do "Povo"!!!

  105. Eu estou sem saber o que pensar. Meu voto até o presente momento é para Alckmin por pensar que ele seja fator de estabilidade. Mas se a estabilidade for dessa forma eu não quero. Eu dou um voto de confiança a Alckmin por enquanto, mas essa reportagem colocou um sinal amarelo em mim no sentido de reflexão...

  106. Muito bom artigo. Somente queria ter visto, ontem, no programa da Globonews, o Alckmin ter respondido esses questionamentos!!!!

    1. Guilherme, você não deve ter assistido entrevista. As respostas estão lá. Veja meu comentário. Paulo

  107. ...Bom trabalho, lamentável que parcialmente se valeu de proposições do PT, PARTIDO DA TRAPAÇA, pra consolidar seus argumentos.....só de citar essa FACÇÃO MALDITA E CRIMINOSA, que ESTUPROU SOCIALMENTE, PELO MENOS TRES GERACÕES DE BRASILEIROS, o sr jornalista jogou por terra todos o seu trabalho.......citar PT, eh citar o CÂNCRO DO ORGANISMO BRAZUCA........

  108. E a senadora Ana Amélia por acaso ignora esses atributos encantadores de Alckmin e a trajetória ilibada e casta que ele construiu?

  109. Com agentes públicos assim o Brasil foi à bancarrota várias vezes e o povo mansamente pagando Chega de assaltantes.Somos assaltados desde que nascemos e pôs mortem.

  110. Com agentes públicos assim o Brasil foi à bancarrota várias vezes e o povo mansamente pagando Chega de assaltantes.Somos assaltados desde que nascemos e pôs mortem.

  111. A senadora Ana Amélia que admiro muito não pode ser Vice nesta chapa em hipotese alguma.... vai ser uma pena se ela insistir...

  112. Os funcionários do Detran também falaram da corrupção que continua e que se a corregedoria quisesse apurar, bastava investigar a ostentação de funcionários, com aquisição de bens de valores incompatíveis aos salários, as que na verdade, ninguém quer investigar nada. Até disseram que o diretor da unidade tem familiares donos de desmanches na cidade de SP. Não deveria existir investigação para saber se tudo isso é verdade ????

  113. Conversando com funcionários do Detran no Shopping Interlagos, me contaram que aquela unidade estava de mudança para o Shopping Fiesta na Av Guarapiranga e questionando as condições tão piores do novo local, me contaram que o Detran de SP está devendo 6 meses de aluguel ao Shopping Interlagos e que o novo local é de propriedade do estado. Se isso for verdade, como justificar 6 meses de atraso de aluguel ??

    1. Boa! O brasileiro merece esse aventureiro.....nao conseguem distinguir e separar o joio do trigo. O verdadeiro do falso.

  114. Puxa! Que bom saber de tudo isso. Penso que podemos confiar nas informações de Crusoé, não é? Do jeito que as coisas estão, está difícil confiar totalmente. Desculpem-me a franqueza. Vão mostrar "a vida" política dos outros candidatos também? Seria bom. Eu, particularmente, gostaria muito disso.

  115. Bela matéria,mas sou consciente,este cidadão é o menos pior,veja nosso estado de São Paulo,seríamos um país de primeiro mundo,recursos e rendas nós temos.

    1. Exatamente! Por que será que o Estado de São Paulo é o melhor é.mais produtivo do país? Sem esse Estado o nosso país não funcionaria nem por 1 semana! Alckimin / Ana Amélia para nos governar.....todo resto é aventura!!!

  116. Nenhum candidato que for eleito para presidente, resolverá os problemas do Brasil. Se ele ficar para o segundo com o Bolsonaro, votarei nele.

  117. Agora todos abem porque é o túmulo do samba. MP de são paulo e judiciário e tão corrupto quanto os demais órgãos públicos. Não esqueçam o Robson Marinho e o Bittencourt do TCE-SP.

  118. Não concordo com a Crusoé de chamar PT de oposição ao PSDB. Acreditei nesta embromação por anos, mas felizmente acordei e temos de desmistificar isto uma vez por todas. Todos os dois partidos são comuhistas/socialistas e sempre trabalharem em comum acordo, utilizando-se da "teoria das tesouras" para enganaram os bobos, como fui por muitos anos. FHC é tão canalha quanto o Luladrāo....

  119. Vocês deviam abrir esta reportagem ao público em geral, ela está bem completa, bem estruturada tem como mostrar ao eleitor quem é o alckmin realmente.

  120. Eu votei em Alckmin em todas as eleições em que foi candidato ao governo de SP e ao Planalto. Infelizmente, decepcionei-me depois de todas as revelações da Lava-Jato sobre os tucanos. Eu tenho uma certeza, não vou votar mais em tucano e isso inclui Doria. Espero que Alckmin não seja eleito, porque acredito que com ele na presidência todas as investigações serão abafadas como estão tentando fazer aqui em SP.

  121. Excelente reportagem. O mais preocupante não é nem o fato de ele ser corrupto, o que todo mundo já sabia, mas sim a total subserviência do Judiciário podre ao executivo. Na verdade, não elegemos um governador, mas um rei ditador do estado que faz o que quer.

  122. É muito esforço da Crusoé para tentar nivelar por baixo a política. É só ver a vida pregressa do Alckmin para ver que ele é diferente na vida pessoal e vida prática como administrador.

    1. Alckmin é o legítimo representante da hipocrisia e do status quo. Seus defensores usam argumentos típicos do estado patrimonialista à semelhança do"rouba mas faz". Se quisermos refundar nosso país e instaurar uma verdadeira democracia, não será com esse candidato produzido por marketeiros que o faremos.

    2. O grande problema é a desinformação. Colocam tudo no mesmo balaio e na vala comum. Os fatos que envolvem o Paulo Preto são de 2007. O Alckmin nada tem a ver com o Paulo Preto, pois ficou fora da política de 2006 a 2010, quando inclusive voltou a trabalhar em hospital e dar aulas em universidade para sustentar-se e explicou isso muito bem na Globo News ontem.

    3. Meu amigo, essa é a função precípua da impressa! Tem mesmo que descer a lenha nesses candidatos fajutos que nós temos, mostrar tudo o quê foram, nos alertando e nos municiando para que façamos a melhor escolha nas eleições.

    4. Infelizmente, ainda vamos ver muita gente procurando desqualificar quem procura informar de maneira isenta para que a população possa escolher conscientemente. Parece que 13 anos de PT e de marqueteiros enganando o povo brasileiro não forma suficientes.

    5. "Ele é diferente na vida pessoal e vida prática..." Eu só li "rouba mas faz". Só mais um brasileiro típico: trouxa.

    6. Francisco pergunte pra ele, se tiver oportunidade, quem é Paulo Preto!!!

  123. Picolé de chuchu! Falso e frio! E a senadora Ana Amélia decepcionando ao se aliar a esse indivíduo! Ela que vai se queimar!

    1. Pelo contrário! A Ana Amélia puxou o tapete do Bolsonaroo qui no Rio Grande ,posto que eleitores da mesma, são potenciais eleitores do Bolsonaro. Portanto, prestou um grande serviço à democracia!!

    1. Sumam com o Min. Beiçola e o Chuchu com PSDB e tudo irá pra o beleléu na língua do operador (ladrão) Paulo Preto!!

  124. Excelente reportagem para desmascarar o senhor de fala mansa e mentirosa que está envolvido até o pescoço nas falcatruas da velha política e fará de tudo para abafar a Lava-jato.

  125. Matéria ruim e tendenciosa. Quanto se faz suposições que o índice de mortes violentas no Estado (um dos menores do país, mas ainda alto) se conseguiu através de acordos com facções criminosas e pela não instalação de bloqueadores de celulares nos presídios (precisa falar como está no restante dos presídios do Brasil), mostra como estão rasteiras as reportagens nesse ano eleitoral. Campo fértil para os candidatos desconhecidos e salvadores da pátria.

    1. Que coisa Arnaldo, você esqueceu de comentar sobre o clipe dele ao lado do deputado do PCC devidamente engajado na campanha!!!

  126. Esta excrecência já negociou até os netos. Se fôssemos mesmo ter "eleições livres e diretas", se elas não tivessem sido negociadas pelo Min. Beiçola com o chefe do quadrilhão, se ele porventura fosse eleito, iria faltar cargos e cofres pra honrar as promessas. Outro vagabundo!!

  127. O nome (lê-se apelido) é o destino. Sendo assim, um homem com apelido de chuchu, diz mais que tudo. Senhor Gustavo, se as matérias aqui veiculadas forem para o público em geral, vocês da redação me avisem pois quero meu dinheiro de volta. R$12,90 por mês. O cara entorna cerveja guela abaixo gastando dez vezes mais. A inteligência é um dom; que cada um, portanto, se esforce para desenvolvê-la.

  128. Parabéns. Deviam esmiuçar mais o fato do Santo ser membro importante da OPUS DEI no Brasil. Ou Pinda é mais importantes que o Brasil?

  129. Muito forte e consistente esse artigo. Crusoé começa a dar as cartas para as eleições e a pautar o tema dos debates pré eleitorais. Muito bom. Parabéns

  130. Não sou eleitor de Alkmin, mas vou dizer: essa matéria vai ficar apenas no âmbito dos assinantes. Igual da matéria do Toffoli, da escada de 100k. Não vai fazer cossegas na mídia. Bem fraco vocês da Crusoé, parece mais a revista Tititi da política. Não passa de fofoca.

    1. Até agora querendo entender porque soou como escândalo a matéria do Toffoli. Não se afirmou que o dinheiro era ilícito, nem qual o crime. Sobre o Banco não se indicaram indícios da pressão do ministro para não informar o COAF. Eu acredito para se veicular ilações graves sobre as pessoas deveriam ter apresentado fatos descrito como crimes, não simplesmente por serem estranhos. Igual do Alckmin, eu vi como elogioso o fato dele não criar vínculos pessoais nem ser de confiança para quem não merece.

    2. Longe de ser tititi da politica. Já é cliche dizer que algo é tititi de algo. Esse teu comentário foi o tititi dos comentários.

    3. Então Chris, torça pra que o Min. Beiçola mantenha o Sr. Paulo Preto bem longe do picadeiro, caso contrário ele jogará merda não só no ventilador como no PSDB, digo, circo inteiro!!!

    4. Engano seu Gustavo, essa matéria vai reverberar diferentemente da matéria do Toffoli pq interessa aos jornalistas da esquerda e aos cegos, surdos e estridentes seguidores do Bolsonaro que sentem-se traídos por Ana Amélia e tb pq Alckmin não faz parte na Suprema Corte onde as grandes mídias tem ações para serem julgadas. Tb não é a Ti-ti-ti pq Eliane Cantanhede e Cristiana Lôbo não fazem reportagem investigativa, elas estão na GloboNews.

    1. Sabe que isso que mais gostei. Porque não sendo de confiança e dissimulado com quem não merece confiança significa que é melhor que eu pensava. Pior é ser de confiança com essa escória que dominam os interesses na política. Gostei quando disse que não faz relações pessoais, ótimo para ter independência e não criar uma máfia a mais...enfim, serve para reflexão e viva dissimulação com os dissimulados...

  131. Por esse tipo de coisa é que o Bolsonaro passa a ser cada dia a minha única opção. Não queria isso, discordo de vários pontos dele, mas vai ser o caminho.

  132. Obrigado pela matéria mostrando os podres do Alckmin. Tô de saco cheio do establishment midiático inteiro puxando o saco do santo e passando pano pra tudo quanto é coisa errada que ele faz

  133. A cada dia que passa fico mais preocupada. Minha clientela é esclarecida e mesmo assim, pelo andar da carruagem votará em Alckmin. Qdo comecei a falar do Novo, ninguém nem sabia que existia. Até uns 40 dias atrás, ninguém sabia quem era João Amoedo é olha que são todos diretores de empresas, alguns do mercado financeiro, outros de multinacionais. Eu me pergunto todos os dias o pq disso, pq continuamos como cães querendo morder o próprio rabo sem desejar visualizar o que está a nossa frente.

    1. Chris, o problema é que o brasileiro continua a acreditar em salvadores da pátria. Querem um iluminado, ou um tipo viril, para fazer as coisas por ele. A pecha de "mito" que colocaram num sujeito falastrão, que nem Tiro de Guerra de interior já administrou, ou essa crença de que, só por falar um desaforos, seja capaz de colocar o país "nos trilhos", mostra bem como o eleitorado é infantil.

    2. Experimentarmos o gosto AMARGO de mais uma aventura nesse nosso Pais! Elejam o tal Bolsonaro e aguentem o que virá. Lastimável país, lamentável ignorância de nosso povo!!!!

    3. Lembro-me de uma frase marcante do Bernie Ecclestone em 2016 que disse "...O Brasil precisa absolutamente de alguém como Putin..." e fico pensando se isso não seria o remédio neste momento para o Brasil.

    4. Chris, na minha opinião o João Amoedo é um ótimo candidato, mas não para o momento, pois o Brasil esta na UTI e necessita de remédio amargo (Bolsonaro) para coloca-lo de volta aos trilhos...termos segurança em nossas fronteiras (armas & drogas), segurança nas ruas, sem ideologias nas escolas, técnicos em cargos e NUNCA politicos, orgulho da bandeira e hino nacional (nos EUA colocam bandeiras em frente as casas!!!), etc....Vamos também RENOVAR TODA A CAMARA E SENADO EM 2018, tenho fé.

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO