Deltan Dallagnol deixa a coordenação da Lava Jato: ele estava sob intensa pressão

Eles conseguiram

Os inimigos da Lava Jato agora têm o troféu que buscavam há tempos: Deltan Dallagnol deixa a força-tarefa no momento mais delicado da operação, com ataques de todos os lados
04.09.20

Que a Lava Jato não seria mais como antes, quando se consagrou como a maior operação de combate à corrupção da história recente do país, já se sabia desde que o ex-ministro da Justiça Sergio Moro foi empurrado para fora do governo – como atestaram as trocas de mensagens entre ele e o presidente Jair Bolsonaro que vieram a público nesta semana. Com Augusto Aras no comando da Procuradoria-Geral da República fazendo de tudo para boicotar a operação, em sintonia fina com Jair Bolsonaro, um presidente cada vez mais obstinado pela reeleição, abraçado com o que de há de pior na política e preocupado em evitar que as investigações alcancem a primeira família, dificilmente as investigações prosperariam da mesma maneira e sob os mesmos valores e princípios.

Ao longo desta semana, no entanto, a Lava Jato sofreu mais um golpe. Na terça-feira, o coordenador da força-tarefa de Curitiba, Deltan Dallagnol, anunciou seu desligamento da operação. “Sonhamos junto o sonho de um país menos corrupto. Serei eternamente grato a vocês por isso”, afirmou em sua despedida. Dallagnol era a alma da Lava Jato. Foi ele o responsável por montar o grupo de procuradores que reuniu a maior coleção de delações e provas documentais de corrupção, e gerou o maior número de condenações da história do país. Graças a esse trabalho, centenas de empresários, políticos, operadores financeiros e criminosos do colarinho branco foram para a cadeia.

A equipe montada por Dallagnol em 2014, quando ele foi escolhido pelo Ministério Público Federal do Paraná para ser o coordenador da Lava Jato, uniu profissionais tarimbados para lidar com casos escabrosos de corrupção e jovens técnicos dedicados, capazes de tocar adiante apurações envolvendo empresários de altíssimo calibre, considerados intocáveis até então, e políticos poderosos, protegidos pela blindagem judicial de sempre. Os desentendimentos no grupo eram raros. Ao primeiro sinal de divergência, Dallagnol agia para garantir a unidade. “Ele era um líder natural”, diz um de seus colegas.

Apesar de alguns percalços naturais como em toda cruzada dessa magnitude, o êxito da força-tarefa, constituída vinte dias depois de o doleiro Alberto Youssef ser preso pela Polícia Federal, foi consistente e duradouro. Os últimos meses, no entanto, haviam sido especialmente pesados e desgastantes para Dallagnol. Não bastassem os recentes problemas de saúde da filha de um ano e dez meses, razão pela qual ele teria de se dedicar mais tempo à família, o procurador estava debaixo de uma pressão inclemente.

Dallagnol assistia entre estupefato e incrédulo ao voluntarismo de um procurador-geral da República obcecado em querer: 1. acessar documentos sigilosos da operação; 2. articular para que ele fosse alvo de sanções disciplinares no Conselho Nacional do Ministério Público, o CNMP; 3. manobrar para que prepostos seus conseguissem levar a julgamento o célebre episódio do PowerPoint, que alçava Lula a líder da organização criminosa que tomou de assalto a Petrobras, apesar de a apresentação de Dallagnol já ter sido considerada legal por quatro instâncias judiciais – além de o caso já restar prescrito.

Pedro França/Agência SenadoPedro França/Agência SenadoAras atuou para que Dallagnol deixasse a força-tarefa: seu alvo é a Lava Jato
O procurador já havia sido alvo de questionamentos em razão de palestras ministradas para empresas. Também enfrentou, em 2019, uma sórdida campanha destinada a colocar em xeque sua credibilidade e a da operação que comandou, com base em um material roubado por hackers estelionatários que incluía trocas de mensagens suas e de algumas das principais autoridades da República. Dallagnol, porém, ainda resistia a abandonar a coordenação da força-tarefa, por temer pelo futuro da operação. Internamente, pessoas próximas a ele reconheciam que alguns erros poderiam ter sido cometidos ao longo de seis anos. Mas, nos últimos tempos, se consolidava a convicção de que as críticas e os ataques não visavam mais a correção dos equívocos e de possíveis excessos que poderiam muito bem ser sanados nas instâncias existentes dentro do MPF. O objetivo era mesmo implodir a operação.

Durante a semana, o procurador se deu conta de que a batalha interna contra um PGR decidido a atuar em várias frentes para asfixiar as investigações e se valer de informações sigilosas para uso político parecia perdida. Na noite de quinta-feira, 27, ele tomou a decisão de deixar a Lava Jato. Em nenhum momento, porém, admitiu que estava saindo em razão dos ataques ou de qualquer pressão. Publicamente e em conversas reservadas, sustentou que tomou a decisão para se dedicar ao tratamento da filha. Mais cedo, Augusto Aras havia estado com o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, um dos maiores críticos da operação na corte.

No dia seguinte ao anúncio, Dallagnol e Alessandro Oliveira, que seria anunciado como seu sucessor, conversaram por telefone. Oliveira, que vinha atuando na assessoria de Lindôra Araújo, se colocou à disposição para uma transição sem sobressaltos. “A Lava Jato vai seguir firme, é composta por 14 procuradores da República que tomam decisão de forma colegiada. O Alessandro é um colega competente, dedicado, tem conhecimento e experiência, é um colaborador e apoiador da Lava Jato”, disse.

Nesta quinta, Dallagnol falou a Crusoé sobre os rumos da operação:

O que fazer para evitar que o que foi feito seja perdido?
Não existe atalho. Procuradores, juízes e parlamentares que são engajados na causa anticorrupção não conseguirão defender os avanços ou barrar retrocessos sozinhos. É preciso apoio e engajamento cívico. As pessoas precisam se envolver nessa causa porque é delas. São elas que sofrem quando o dinheiro é desviado. São elas que sofrerão com filas na saúde, com má qualidade da educação, com falta de segurança pública, com mortes nas estradas, com subdesenvolvimento. É importante que cobrem dos governantes seus compromissos, liguem ou mandem mensagens para os deputados e senadores, participem do debate público e votem bem. O avanço civilizatório na direção de mais integridade na vida pública depende da participação política a título de cidadania.

Pela primeira vez, a Lava Jato encontra oposição até dentro do próprio MPF. Como superar essa situação?
Acreditamos que o caminho sempre é o do diálogo com o procurador-geral, do debate transparente dentro e fora da instituição e do envolvimento da sociedade nisso, assim como em outras matérias de interesse público.

O sr. se arrepende de algo?
Vivemos vinte anos em seis. Foi uma jornada muito intensa de aprendizado e aperfeiçoamento. Com o privilégio da visão retrospectiva, faríamos melhor ou diferente aquilo que deu errado ou gerou polêmica. No caso do acordo com a Petrobras, que permitiu que mais de 2 bilhões de reais ficassem no Brasil, a ideia (de fazer uma fundação) era boa, mas teríamos incluído outros órgãos na negociação, como AGU, CGU e a própria PGR, o que certamente teria permitido seu aperfeiçoamento e a protegido contra críticas. Mas sempre tivemos a intenção de fazer o nosso melhor, de trabalhar com excelência, dentro da lei, de modo dedicado e inovador.

Lhano no trato com os colegas, Dallagnol não quer se indispor com a nova direção da fora-tarefa nem quer ser o responsável por anunciar a débâcle da operação. Embora não admita publicamente, sabe, no entanto, que a Lava Jato está condenada a definhar, diante das ações premeditadas de Aras, da complacência do STF e do silêncio sepulcral de Bolsonaro e do bolsonarismo, que surfou na onda da operação para chegar ao poder, mas preferiu abandonar a bandeira quando percebeu que o Ministério Público poderia alcançar os seus.

Uma das evidências de que o futuro não será mais como era antigamente foi que, na noite de quarta-feira, sete integrantes da força-tarefa da Lava Jato em São Paulo pediram demissão coletiva. Apontaram “incompatibilidades insolúveis” com a procuradora Viviane de Oliveira Martinez, responsável pelas investigações no estado. Nos bastidores, os procuradores reclamam que Viviane não teria capacidade técnica para coordenar a Lava Jato, o que provocaria confusão e atraso nas investigações. Os procuradores da força-tarefa paulista também a acusaram de pedir o adiamento de uma das operações que investigam o senador José Serra, do PSDB, e de trabalhar intramuros para barrar novas negociações para acordos de delação premiada.

DivulgaçãoDivulgaçãoDallagnol e o time da Lava Jato: experiência e juventude contra a corrupção
Viviane de Oliveira assumiu o posto de coordenadora em março. Dois meses depois, enviou um relatório a Aras levantando suspeitas de que não haveria “livre distribuição” de processos na Lava Jato. A denúncia teria motivado o procurador-geral a atacar publicamente o grupo paulista durante a live com a presença de advogados lulistas para a TV do PT, quando Aras fez um ataque frontal à Lava Jato e chegou a dizer que era preciso “corrigir rumos” e acabar com o “lavajatismo”. O palco escolhido não poderia ser mais adequado.

De fato, não se pode perder de vista que foi o PT, desde antes da prisão de Lula, quem iniciou a campanha para demolir a Lava Jato. Mobilizou sua tropa contra o então juiz Sergio Moro, tentou nomear ministros em tribunais superiores compromissados em frear a operação, valeu-se de blogueiros aliados com o intuito de desacreditar o trabalho e até hackers apareceram na trama para desqualificar os investigadores que atuavam na linha de frente da operação – Deltan Dallagnol incluído.

Enquanto bolsonaristas refugiaram-se oportunamente no silêncio, deputados petistas comemoraram, nas redes, a despedida de Dallagnol. O paulista Paulo Teixeira disse que “o procurador Dallagnol prestou grande desserviço ao país”. A atmosfera de festa nos grupos de WhatsApp e em blogs ligados ao PT teve um sabor ainda mais especial: além do desligamento do procurador, a semana ainda os brindou com a absolvição de Lula no TRF-1 no caso das palestras pagas pela Odebrecht. Uniram-se ainda na comemoração figurões do PSDB e advogados criminalistas com clientes enrolados na Lava Jato. Para eles, a troca de comando deve diminuir o ritmo do andamento dos casos. Senão apenas pela ausência de Dallagnol, mas pelo tempo que deve levar o novo coordenador da Lava Jato para se inteirar do trabalho.

Agência BrasilAgência BrasilOfensiva do PT para implodir a Lava Jato teve Sergio Moro como alvo
Guindado à chefia da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, o procurador Alessandro José Fernandes de Oliveira pode até ser considerado entre os colegas como um profissional discreto, sério e dedicado. Mas, internamente no MPF, o clima é de preocupação com o que vem por aí. Oliveira, desde janeiro de 2018, integrava o grupo de trabalho da Lava Jato na PGR. Atuava em ações que correm nas cortes superiores, especialmente em casos de investigados com foro especial. Em junho, ele deu indicações sobre de que lado ele está: resolveu não acompanhar os três colegas que deixaram o núcleo de Brasília, em resposta à tentativa da coordenadora, Lindôra Araújo, braço direito de Aras, de acessar dados sigilosos da força-tarefa em Curitiba.

A próxima batalha a ser travada em nome da sobrevivência do que restou da operação ocorrerá na semana que vem. No dia 10, Aras decidirá se a força-tarefa da Lava Jato será prorrogada e por quanto tempo. Há material para ao menos mais 15 fases da operação para os próximos meses, além de 300 investigações em andamento que poderão resultar em novas denúncias. E ao menos cinco novos acordos de delação estão prontos para homologação ou em fase de negociação. Aras estaria inclinado a prorrogar a força-tarefa em Curitiba por um prazo mais curto, algo em torno de 60 dias, e com número menor de integrantes, o que representaria mais uma derrota para a operação.

Na terça-feira, a subprocuradora-geral da República Maria Caetana Cintra Santos, integrante do Conselho Superior do Ministério Público, assinou um despacho prorrogando a Lava Jato por um ano. Caetana tomou a decisão na condição de relatora de um pedido de prorrogação feito pelos próprios integrantes da operação. A questão é que, além de provisória, a decisão não obriga Aras a segui-la. E é aí que mora o problema: sob a caneta do PGR, nomeado por Jair Bolsonaro e aplaudido de pé pelo PT e pelo PSDB, a Lava Jato nunca esteve tão a perigo. Nunca antes o Brasil viu uma coalizão política tão forte e unida em torno de um mesmo objetivo.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

Edição nova toda Sexta-Feira. Leia com Exclusividade!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. A lava jato foi uma das melhores coisas que aconteceram nesse país. Dallagnol, Moro e toda equipe são heróis por terem aguentado por tanto tempo. A esperança não pode morrer, o bem sempre vencerá o mal. Talvez eu não esteja vivo para ver isso acontecer, mas é esse tipo de pensamento que me faz querer viver.

  2. Muito triste! Parece um pesadelo e, no entanto, é realidade. Todos que são contra a Lava Jato, são portanto a favor da corrupção, dos corruptos. É preciso alguém com culhões para enfrentar essa corja de malfeitores, pessoas sem caráter e sem escrúpulos como Gilmar Mendes, Lewandowski, Aras, Toffoli, Janot, Lula, Dilma, Bolsonaro, Dirceu seus comparsas. Vamos chamar o Super Homem!

  3. GILMAR MENDES, TÓFFOLI, ARAS, PT, PSDB e CENTRÃO, patrocinados e incentivados por BOLSONARO perseveram na perseguição à MORO, DALLANGNOL e às FORÇAS TAREFAS, que, realmente, defendem à lei e a que se faça a coisa certa. VERGONHOSA ESSA PERSEGUIÇÃO. Temos que voltar às marchas nas ruas, em apoio à LAVA JATO, antes que ela seja completamente implodida.

    1. Só isso não resolve. Plagiando um comentarista do ESP, hoje, podemos dizer: "Uma hora isso nos levará às armas"

  4. Não seria melhor os líderes da lava jato reconhecerem que erraramao fazer tantas prisões apenas para forçar delaçoes premiadas? Não será melhor reconhecerem que erraram no Power Pointe é nos vazamentos para ganhar apoio da mídia?

  5. Outra matéria para mandar para o Tio Rey, GG e Johnny Saad Ser crítico é uma coisa, fustigar alvos errados e promover o fim da operação, é bandidagem!!! #ForaAras #ForaBolsonaro

  6. E assim a desesperança volta a tomar conta dos brasileiros de bem. Estamos nas mãos desses crápulas que estão no poder e, pelo poder vendem a própria alma. Lastimável !

  7. SABE AQUELE RECUO DO MAR PRÉ-TSUNAMI????.... É O MESMO RECUO PROVISÓRIO DOS AGENTES PÚBLICOS HONRADOS, INTELIGENTES, COMPETENTES E ESTRATEGISTAS. TODOS ESSES MARGINAIS QUE AGUARDEM: SEM NOSSOS VOTOS, ADEUS """IMUNIDADE PARLAMENTAR OU OUTRA DE QUALQUER GÊNERO"""!!!! NÓS ELEITORES PEGAREMOS - TODOS - VOCÊS, TARAS E A CORVOLÂNDIA INCLUÍDOS, COM A EXEMPLAR FAXINA QUE FAREMOS NO CONGRESSO NACIONAL.

    1. BOA, INSPIRADA E FELIZ SEMANA, ***** PF *****!!!! RÔDO NELES!!!! E QUANTO A NÓS.... °ZERO° VOTO NELES!!!!

  8. Fábio Serapião, atacar o Presidente é mais fácil e menos perigoso pra vocês do Antagonista/ Cruzoé não é? O STF, nas pessoas de Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Alexandre de Moraes, e a PGR lhe mete medo né? Por isso vc não os crítica no artigo que escreveu sobre o Deltam Dalagnol e a Operação Lava Jato tão bem comandada por Deltan e Moro. Agora o Presidente é o culpado de tudo e o STF e o Congresso são os bonzinhos na estória contada por você. Essa narrativa esquerdistas já conhecemos de cor.

    1. Realmente é mais fácil atacar o Governo. Mas uma perguntia só. Quente acabou com a prisão em 2a. instância.? esse foi o tiro mortal na Lava-jato.

  9. Prefiro não comentar sobre quem são os valentes defensores da maior operação contra corrupção no Brasil. Prefiro focar na corja apoiada pelo PR com o pau mandado dele: Aras e Cia. Voto em Bolsonaro e aliados contra a Lava Jato? Nunca mais. O governo do Bolsonaro virou sinônimo de embuste, engodo, avacalhação daquilo por que luta o brasileiro de bem. . Caiu na vala comum. Quem apoia a corja de corruptos a eles se iguala. Ou como diria minha mãe: quem com porcos vive farelo come.

  10. Na verdade o declínio da Lavajato se deu pelo acórdão Bolsonaro, Dias Toffoli, Gilmar, Maia, Alcolumbre etc caterva, não só para salvar seus filhos corruptos como a ele próprio como ficou provado pelos repasses para sua esposa

    1. Tá doido é Ubiratan. E outro furo n'agua. Como político e candidato a Presidência da República o Sr. Moro foi um excelente Juiz. Temos que reconhecer o grande trabalho que fez na Lava Jato, mas na política não deu certo pq não tem cacoetes de político.

  11. Só posso lamentar. Elevar meu pensamentos para uma nova vida, em um outro país, quem sabe, longe deste lixo fétido em que vivemos e não conseguimos mudar.

  12. Bom Dia Fábio Me parece muito lúcida sua narrativa, temo pela simplicidade da mesma, clara e linear, será que não tem nenhum viés, pessoal ou político partidário.Espero que, seguiremos a história para lhe conferir o crédito dessa sua lucidez profética, quase como a história de Chapeuzinho Vermelho.Forte Abraço

  13. Mais uma vez, pelo que tudo indica, o Brasil tinha a oportunidade de mudar. Expelir essas ações hediondas chamadas corrupção. Mais uma vez, tudo previsível. Lamentável... Sem Moro e Dellagnol, é difícil até de imaginar.

    1. Não apenas isso, caro Wladimir. O apoio do Centrão a Bolsonaro não se limitou a votos favoráveis a este último no Congresso e a assunção de cargos na burocracia estatal. O apoio também parece estar condicionado ao fim da Lava Jato. Afinal, o Centrão e muitos deputados e senadores têm o rabo preso. Nesse jogo sujo, q chamam de política, quem se dana somos nós, o povo, e nossa condição de vida. Isso tudo é asqueroso.

  14. Os Bandidos venceram o Xerife .... Isto aqui é ou não é uma República de Bananas ??? Dá para sentir orgulho do país vivendo nesse lamaçal de corrupção ??? Este é o sentimento da maioria dos brasileiros ...

  15. Maior "da história recente" ou de todos os tempos? Alguém tem conhecimento de qualquer operação de combate à corrupção com as dimensões da Lava Jato desde a chegada das caravelas de Cabral?

    1. Maior operação de todos os tempos, Leonardo. Sem dúvida. Nos devolveu a esperança de ver o fim da corrupção no Brasil.

  16. O Brasil dos brasileiros diferenciados. Os corruptos na berlinda. Os profissionais da justiça com imagem denegrida por esses abutres. Esse não é o Brasil que nós, os velhos, queríamos para nossos descendentes.

  17. Revoltante ter um PGR tão medíocre como Aras q se vende aos corruptos. Faz uma boa equipe com Gilmar, Toffoli e Lewandovisk, togados IMORAIS q afrontam a sociedade em suas canetadas censurando p se proteger das investigações. Isto prova que tds tem o que temer. Judiciário podre, Congresso corrupto q nada faz pq a maior parte dos políticos tem telhado de vidro, não passam de bandidos. Deltan merece todo reconhecimento da sociedade pelos serviços prestados a Nação.

  18. Sem o povo nas ruas, nada feito! A pandemia ajuda neste sentido. E o tempo que resta da pandemia é suficiente para que todo esquema orquestrado no judiciário, no congresso e principalmente no executivo tenha êxito . "Bolsopetistas acima de tudo " e quem por nós?

    1. Com certeza a única forma.de.mudar isso que aí está é O POVO NAS RUAS. A outra seria o poder do voto mas em quem votar? Renovamos quase 50% do Congresso e vejam no que deu!!

  19. fim de uma era, sonho acabou, agora temos gilmares, toffolis, aras, calheiros, jaires, maias, alcolubres, lulas, centrão. Pobre povo brasileiro

  20. É revoltante que cães do inferno estejam derrubando a Lava Jato. Um tridente providencial poderia servir de espeto pra fazer cão no rolete.

  21. um final lacônico, que pune os bons e os crédulos, liberando poderosos e corruptos, algo sob medida para esta triste republiqueta em que vivemos.

  22. Aqui pra nós, de forma bem isenta: o primeiro grande responsável pelo enfraquecimento da Lava-Jato foi Sérgio Moro. Ao decidir largar a magistratura para ingressar na carreira política, o "super juiz" deu razão (ainda que de modo involuntário) à narrativa petista de falta de isenção na condenação a Lula; além disso, se tornou um ministro decorativo de um presidente que, inicialmente, se mostrava claudicante e, depois, entregou-se à total inépcia. Daí pra frente, todo o mundo político agiu!

    1. A conduta e atuação de Sergio Moro, seja no judiciário ou no executivo, serão julgadas nas eleições de 2022. Eu o apoio e torço para que ele se torne um representante da parcela da população que sonha com um pais menos corrupto.

    2. Está é a nossa mais trágica verdade. Muito difícil de entender a guinada de Moro!

    3. Infelizmente eu concordo parcialmente. Gosto muito do trabalho e da forma como Sérgio Moro atuou, mas ele acabou baixando a guarda. Não que seja "culpa dele" ou coisa assim, não! É que ele "pulou no vazio" e o JB tirou o paraquedas dele!

  23. Lava jato é um exemplo de parte do civismo brasileiro, para que o Brasil melhore os outros brasileiros deveriam defender este exemplo. Basta votar melhor!

  24. seria bom se a Crusoé esclarecesse o que é a CNMP, sua composição, e dossiê do modus operandi e histórico atuação. também um dossiê dos componentes do STF, em especial os da famigerada 2a turma. Esse tipo de informação falta para informar a população, e seria ideal dos membros do Congresso. talvez houvesse necessidade de uma ONG associada a uma rede de jornalismo independente, com um website onde os cidadãos pudessem se informar. Não há memória registrada.

    1. Verdade, precisamos de algo que informe, mobilize e oriente o povo numa luta contra isso que aí está.

  25. A reportagem está boa, consistente Entretanto a revista, depois daquele baque da censura, esqueceu o STF onde todas as ações pro dignidade, corrupção, prisões de bandidos do PCC ou políticos, são prescritas , abandonadas ou SEMPRE com parecer contra o País.

  26. Resta-nos a força do exemplo! A Dallagnol e aos demais Gigantes que fizeram parte da verdadeira Laja Jato, o nosso muito obrigado. Tenham a certeza que a luta não foi em vão. Estamos de olho. Em frente, Brasil!

  27. Lamentamos, a lava-jato é um movimento raro que alcança os piores poderosos. Porém, também é importante verificar a forma como o procurador se utiliza da justiça quando tem reportagem publicada em crítica ao seu trabalho. No vídeo a seguir temos a declaração de um jornalista que está sendo processado por publicação de opinião. O fato mais interessante é que o processo, segundo alegado, teria sido encaminhado para uma Juíza, esposa de um colega de trabalho: https://youtu.be/7_mHYRAHhpE

  28. Eu sempre tive um grande receio de acabarmos como os Mãos Limpas da Itália. Torcia p esse momento não chegar. Agora chegou. Estou de luto pelo Brasil. Tristes Trópicos :((

  29. O Brasil não tem esquerda,direita,liberal,conservador ou progressista.O Brasil é comandado por um balaio de gatos, todos corruptos e que se protegem. Quem acreditou que o laxante gilmar era a favor da LJ? Podia ser até pegar o psdb. Aí valia até soltar o luladrão.É preço para salvar Temer,Renan,botafogo,Serra,Aécio e o resto da quadrilha.Inclui agora a família presidencial (peculato, milícia e sonegação). A última é o esporte nacional para que possamos sobreviver ao saque que se perpetuará.

  30. Dallagnol merecia a Ordem Nacional do Mérito pelos serviços prestados à nação. Ao invés disso, é rechaçado pelo governo Bolsonaro que se aliou ao que há de pior, tanto no Poder Judiciário quanto no Legislativo! Aras, Gilmar, Toffoli, Levandowski, e a cúpula do PT são o que há de pior no Brasil atual. Nunca fomos tão bem servidos de crápulas!

  31. Meu apoio e minha admiração ao trabalho exemplar realizado pela Lava Jato. Infelizmente, muitas ações que ocorrem em Brasília, independem do apoio popular. Ainda temos muito que aprender em termos de cidadania. Parabéns Deltan e toda equipe da Lava Jato!

  32. A operação deu uma contribuição gigantesca para a moralização e combate à corrupção. Fica também a exposição dos personagens corruptos da vida pública e do empresariado brasileiro além de mostrar claramente quem esta a favor da corrupção e quem luta contra, inclusive entre políticos, integrantes do executivo, legislativo e judiciário .Também desmascarou a grande mídia que era claramente contra a lava jato.Essa memória jamais será apagada.

  33. Embora enfraquecida, por obra do Jair, Tofolli, Levandowisk, Gilmar Mendes, Augusto Aras, Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia, a maior operação anticorrupção e de justiça aplicada no BR, sob o comando de Deltan Dellagnol e o julgamento de Sérgio Moro e do TRF da 4a região, escancarou a realidade corrupta e criminosa da oligarquia político-empresarial e do serviço público desta nação para que os contribuintes saibam daqui pra frente de que lado deverão estar. Em frente Deltan e Moro. Em frente Crusoé

  34. Eterna Gratidão a esse valoroso Brasileiro, só nos resta a Justiça Divina. Temporariamente as trevas sai na frente da luz, mas ainda creio que nosso país , tão promissor , consiga se livrar de tantos BANDIDOS, sempre jogando contra ele.....

  35. Os bandidos de colarinho branco estão abraçados com com a morcegada da corte, que pena que a operação mais atuante que escrachou a bandidada mostrou as maracutaia jogou na cara pra toda nação ver como funciona o sub mundo da roubalheira, agora uma coisa não podemos negar bastou poucas pessoas jovens, inteligente e preparadas isso nos dá esperança e depende da população a mudança, é só votar em candidato desse perfil

  36. Destruiram a maior força-tarefa contra a corrupção que esse país já viu. A atuação de alguns como Aras, Toffoli, Gilmar e Melo foi repugnante!

    1. Jamais se esqueça da peça fundamental: jair messias bolsonaro!

  37. Os fatos mostram que a Operação Lava Jato desceu para o vale e que isto seria apenas motivo de tristeza. Mas, não vejo as coisas apenas por esse lado. O que fechou neste ciclo de seis anos deixou ótimas marcas e feitos e uma trilha que pode ser pavimentada no futuro. Se deu certo uma vez, pode dar de novo. É muito cedo para dizer que as dinastias dos larápios do pão das viúvas e dos velhinhos pobres que morrem nos hospitais venceram a guerra. Uma pausa pode ser útil afiar o machado.

  38. Com base em que Aras propos prorrogar a operação Lava Jato por 60 dias? Quantas investigações serão concluídas nesse prazo? Assuma logo sua posição e acabe logo com a Operação.

  39. Dá náuseas o modo como a Lava Jato está sendo finalizada. Seus atacantes o fazem sem o menor constrangimento. Tudo para a retomada da normalidade corrupta que acompanha a história do Brasil desde sempre. Ficamos cada vez mais longe se ser uma grande nação.

  40. #euapoioalavajato. Nos eleitores devemos responder nas urnas não a reeleição de políticos . Só renovando sempre a classe política que o Brasil mudará

  41. Devemos muito a estes jovens da Lava Jato. A bandidagem é muito forte. Mas agora a gente sabe que dá. Nossos votos tem que derrubar os políticos fichas sujas. Ainda acredito que a história vai ser implacável com estes bandidos destruidores da lava jato e amigos da impunidade. Vocês são um lixo.

  42. A verdade é que os corruptos sempre vencem pois os políticos tem o rabo preso e lutam para que a justiça não chegue perto. Até o presidente que fez todo um discurso de combate à corrupção quando viu a mão da justiça chegar perto dos seus filhos, calou a boca e colocou Aras na PRocuradoria. PT, PSDB e todos os partidos que têm problemas com a justiça vibram com o fim da lava jato. A próxima etapa é anular a lei da ficha limpa e tornar elegível o chefe mor da corrupção! Que Deus nos ajude

  43. O Brasil a deriva com os corruptos e com a impunidade dos três poderes se sobressaia com a inércia do povo brasileiro, mas basta dar pão e circo, digo, bolsa família e futebol dar garantia aos donos do poder da casa grande.

  44. O Sr. da PGR não atua em consonância com os anseios da sociedade honesta e produtiva do país. Assim como vários membros da justiça que solta bandidos ricos e ameaça anular sentenças. Está tudo aparelhado previamente por políticos corruptos: tcu, supremo, pgr. Quem manda é o vil metal e os interesses ocultos. Dane-se a nação, quem trabalha e quem produz. Quem manda são eles. Sem sequer ruborizar. Não há vergonha. É muito poder, dinheiro, vaidade e luxúria envolvido.

  45. Para todos os bandidos, e um presente a saída de homens honestos. Deveriam colocar no comando o Marcola, Beira Mar, Pessoal,do STF, Aras, entre milhões de bandidos que não daria pra citar todos em uma semana. País de merda, povo de merda, justiça bandida. Lamentável, se livraram de um honesto.

  46. Como a lava-Jato vai acabar, sugiro que seja votada pelo congresso uma PEC nos seguintes termos: Ficam isentos de punição os crimes de corrupção ativa e passiva praticadas por empresários e membros dos 3 poderes da República.

  47. Ótimo resumo de nossa triste situação!! Nossas "armas": jornalistas conscenciosos como da Crusoé/ Antagonistas e alguns outos poucos , e o povo na rua!!! VAMOS PRA RUA DIA 6 CARREATA PELA LAVA À JATO!!!

  48. Quando chega aos políticos, a lava Jato tem que acabar. Rsrsrsrs... O pior bandido é o que rouba o dinheiro do povo. Aras bola, tudo foi feito em prol dos Corruptos. Parabéns aos integrantes da Lava Jato do PR, SP, RJ, DF... ao PGR só resta a dúvida “esquerdista corrupto, baba ovo dos Políticos Corruptos ou... só Corrupto!” Será? Nosso PR deve saber, foi quem o colocou!

  49. E o brasileiro idolatrando um presidente que colocou um PGR para agradar aos corruptos. Bolsonaristas gritam que não existe corrupção. Elas não serão divulgadas com um Estado tendo PF e MPF aparelhados. Sinceridade, com essas atitudes talvez o presidente se assuste com o resultado das urnas de 2022. Tenho certeza que ele deu um tiro no pé acabando com todas as suas propostas de campanha. Acho que seus filhos deveriam ter dignidade de assumir os erros. Agora pago para ver. Sou Lavajatista.

    1. José o problema é que o ibope do Bozo esta lá em cima e pelas pesquisas ele ira se reeleger.

    1. infelizmente fomos vítima de um charlatão # Fora bolsonaro e Augusto aras

  50. Já vai tarde! O Intercept mostrou que a Lava- Jato está manchada por ações não republicanas, inclusive do Moro, independentemente de culpabilidades. Moro atuou com a acusação, entre outros muitos erros.

  51. Quando via e lia aquela frase que, o voto é um meio de transformação, acreditei que votando no Bolsonaro, iríamos transforma o país em uma sociedade mais justa, com menos corrupção, com os ladrões de colarinho branco na cadeia, com devoluções de dinheiro roubado por essas quadrilhas aos cofres público, para serem transformados em serviços para a população, o que estamos presenciando, não é nada daquilo que o Bolsonaro prometeu, são tantos os motivos pra não votar mais nesse presidente patético..

  52. Parabens, Deltan! Peço a Deus que me de saude pra ver esses corruptos pagarem por todos os crimes. Do inferno eles não escapam, com certeza. Malditos sejam.

    1. comemora os ganhadores de rachadinha que é dinheiro público ,Brasil país bom para bandidos protegido pelos advogados do STF Lena

  53. Comemoram os defensores do atraso. Que seja. Deltan Dallagnol mostrou que podemos sonhar com o país que quase tivemos à mão: livres da corrupção, com gestao publica comprometido com objetivos dignos. Nos resta desejar que Deltan tenha feito escola.

  54. A foto da equipe Lava Jato pertencerá eternamente às páginas republicanas da história. Obrigada a todos, vocês fizeram muito mais do se poderia esperar de homens de carne e osso.

  55. Obrigada DELTAN e MORO , hoje o SONHO ACABOU , mas a SEMENTE DE UM BRASIL Justo e Melhor ficará ETERNAMENTE ........ MORO 22 DELTAN PGR 22.

  56. Esse subespécie de verme - taras - nasceu com uma asquerosa cara de nojo de sua própria repugnância!!!! É incrível a plasticidade dos seres vivos!!!!

  57. Mesmo que a Lava Jato continue, agora com os novos procuradores vai ser só fachada, as próximas investigações da PF só vão servir para perseguir os inimigos do cavalo de Tróia Bolsonaro: "vou intervir". O PT, as milícias e os corruptos venceram essa batalha. Vai demorar anos para corrigir o que esse governo miliciano, unido ao que há de pior na política, se erga de novo. Mais uma geração perdida.

  58. ( continuação) este dom não será roubado do nosso povo nem apagado do seu imaginário coletivo. Teremos o Brasil que quisermos, se soubermos sonhar e lutar por ele!

  59. Nem a distopia mais sombria consegue desancar a tragédia que está acontecendo com o nosso país. A sangria da Lava Jato, movida pelos arquitetos da corrupção, desgraçadamente aboletados nos tronos mais estratégicos do poder, estão destruindo a esperança do nosso povo numa Brasil mais justo e mais democrático. O sonho acabou! Mad não acabou o direito de sonhar, na contramão de todas as expectativas devastadoras. Esse dom, o de sonhar e trabalhar por um outro Brasil, o Brasil que todos nosmerecemos

  60. Obvio! Como os com culpa no cartorio poderiam agir diferente? Apenas quem age de maneira a temer a operação e contra ela. Os demais( o povo) sao a favor. Mas parece que no Brasil os bandidos sempre vencem.

  61. Os inimigos da Lava Jato são bandidos poderosos ,piores que o PCC. Ela foi cercada pelo que há de pior na bandidagem brasileira. O Povo já estaria nas ruas não fosse a pandemia! Só existe uma saída. Moro 2022. Qto a esse energúmeno semi-analfabeto que ajudei eleger,não tem neurônios para chegar até lá. maria elisa alves de lima

  62. Toda vez que vejo este quadro arrepio. Me desculpem Tarsila do Amaral, Di Cavalcanti, a maior obra de arte brasileira foi feita por Dallagnol. Tal qual Nightingale ele chegou a uma conclusão nefasta para o país: quem rouba milhões, mata milhões. Quando nos livraremos da infecção da corrupção que tomou conta do país? Se depender dia senhores do poder da politica, dos juizes capachos, dos mega empresarios desonestos e dos super advogados, nunca.

  63. Nunca se viu traição tão grande contra o povo brasileiro. O mais lamentável de tudo é ver a participação das Forças Armadas nessa sujeirada toda. Muito triste.

  64. Neste triste e vergonhoso momento da vida Nacional temos que resistir .A luta contra a corrupção generalizada no Brasil levou sim uma queda brutal, mas não mortal.Contra os Toffolis,Ar as,Bolssonaros, Vivianes, Gilmar Mendes, nos levantaremos pelo voto,pelo apoio a estes brasileiros jovens,competentes e corajosos que desnudaram os destruidores de nosso país.Todos que lutam contra a corrupção tem nosso respeito e apoio.Força lava jato..força procuradores da Polícia Federal..estamos juntos..

  65. Em meio a avalanche de indignação, palhaçada, traição, que causam nojo, quero dizer ao Deltan, muito obrigado pelo tempo dedicado ao país e a causa nobre. Você e a equipe Lava Jato, junto com Moro são um dos poucos orgulhos da nação. Nos deu a visão do bom combate. Agora vá cuidar de sua filhinha que clama por você. Vocês estarão em minhas orações. Deus abençoe toda sua família. Até breve.

  66. Há alguns anos sabíamos que existia corrupção (em todos os níveis) em nosso país. Fomos surpreendidos com Juízes e procuradores deflagrando investigação que demonstraram uma corrupção que estava acabando com o Brasil. Apesar de alguns erros da Lava Jato, ela escancarou a corrupção generalizada, contínua e extremamente bem articulada em TODOS os níveis dos poderes. Agora, novamente estamos vendo a força dos corruptos com a comunhão do atual Presidente da República (reeleição e salvar os filhos).

  67. A FOTO DO ***TIME DOS SONHOS DA LAVAJATO*** É ANTOLÓGICA E JÁ PERENEMENTE REGISTRADA PELA HISTÓRIA. NENHUM marginal-zé-ninguém DESMONTARÁ ESTA FOTO, O SEU SIGNIFICADO E MUITO MENOS OS SEUS EDIFICANTES EFEITOS, REPERCUSSÕES E CONSEQUÊNCIAS SOBRE A HISTÓRIA PRESENTE E A HISTÓRIA FUTURA DO BRASIL. ELES SÃO MUITO JOVENS E FORTES, CONTINUAM IRREFREAVELMENTE DE PÉ. VOLTARÃO AOS POSTOS. MUITOS MAIS VIRÃO.

    1. ELES ESTÃO SOBRE O CONJUNTO DE PILARES MAIS FORTE: O POVO BRASILEIRO DECENTE!!!!

  68. Tudo azul na nojenta política brasileira ! Com o desmonte da Lava ato, patrocinada por TODA classe política, poucas esperanças nos restam para vermos um país minimamente decente. Resumindo, repito minha sugestão: Deltan para Senador ! Levaria facilmente por 7 x 1 no Paraná e teríamos mais um para defender o que resta de honestidade e decência este país. Valha-nos Deus !!!

  69. Enquanto as pessoas não puderem se manifestar por causa da pandemia, vão se aproveitar, como disse o "sr." ministro "Vamos aproveitar a pandemia e passar a boiada." O contexto era outro, mas perceberam o que podem fazer.

  70. A Lavajato nos mostrou que ninguém pode estar acima da Lei, acompanhei tudo, agora os bandidos se uniram para acabar com a única chance que teve o Brasil de se tornar um país digno politicamente; e justamente o bandido disfarçado de presidente, e aquele que votamos para tirar o pt, é quem faz a articulação mórbida.

  71. Curvem-se ao meu poder preditivo. Desde fevereiro de 2019, eu avisei que o Bozismo = Petralhismo. Fui massacrado aqui. Agora os fatos mostram que eu estava sempre certo. Nunca mais duvidem de mim!

  72. NÃO PASSARÃO. NÃO PASSARÃO. OS CORRUPTOS PREDADORES DO BRASIL NÃO PASSARÃO POR CIMA DE TODOS NÓS, OS DECENTES. SOMOS MAJORITÁRIOS. SOMOS MILHÕES!!! MILHÕES QUE ***JAMAIS JOGARÃO A TOALHA NEM NO PRIMEIRO TEMPO E NEM EM TEMPO ALGUM***!!! O BEM É TAMBÉM UMA FORÇA DA NATUREZA E NÓS, OS BRASILEIROS DECENTES, SOMOS SEUS INSTRUMENTOS. FORTES!!!! PODEROSOS ATRAVÉS DO PODER DA VONTADE DA LEGALIDADE!!!! RETIRADAS SÃO TAMBÉM OPORTUNIDADES ESTRATÉGICAS. E ESSAS PRESENÇAS PERMANECERÃO, CONTÍNUAS E LATENTES.

    1. VOLTAREMOS AOS POSTOS MUITO MAIS FORTES!!!! POR VIAS LÍCITAS AS MAIS DIVERSAS, RECUPERAREMOS O QUE FOI - APARENTEMENTE - DESTRUÍDO. ENQUANTO ISSO, OUTROS FORTES DA INTEGRIDADE SUCEDERÃO.

  73. É muito triste. Foram 6 anos de esperança num Brasil maduro e com riqueza gerada pelo trabalho honesto. Como a classe política não mudou, pouco mudará, continuaremos sendo governados por canalhas.

  74. Creio que esse tiro sairá pela culatra. A população de bem mostrará nas urnas sua indignação e desaprovação com o projeto maquiavélico de Bolsonaro de acabar com o combate a corrupção, elegendo MORO para presidente e em ato contínuo Dallagnol será o PGR.

  75. Não há mal que perdure para sempre. A cadeia ainda é o local mais adequado para os fora da lei. Nenhuma regra substitui tais preceitos. Ainda bem. Até quando o país aguenta? Boa sorte pra todos nas eleições vindouras.

  76. Sempre serei grato ao empenho do Dallagnol e equipe de provar para nós que é possível mudar para melhor. Ele fez parte do maior fato histórico de amadurecimento civilizatório. Tenho esperança que essa guinada não foi perdida e servirá de fonte de inspiração para as próximas gerações. Reconheço que agora é hora do grande guerreiro cuidar de si e da família. Força! Muito Obrigado!

  77. Deltan Dallagnol não se vergou. É um brasileiro de valor. Fica bem visível a mão do presidente do Bolsonaro, pela indicação de Augusto Aras, no desmantelamento da força-tarefa da Lava Jato.

  78. Ao Dallagnol, Moro, toda a Lava Jato e demais profissionais decentes e combatentes contra a corrupção nosso agradecimento e admiração, aos porcos que dão vazão ao rio de corrupção nosso nojo e desprezo.

    1. Acho melhor que se institua o quarto poder. O de moderação dos que existem, com o MPF todo vinculado a ele. Seria a perenização institucional da Lava Jato, mudando de nome. Com participação voluntária de cidadãos qualificados de todo o país que poderiam ser convocados a decidir pelo voto aberto e corajoso sobre decisões estapafúrdias de líderes do Congresso, do PR e de ministros de segunda e terceira instância.

  79. Realmente quem votou no Bolsonaro para extirpar o PT e apoiando a Lava Jato está de luto! Foi capturado pelo poder e por seus interesses familiares! Tristes fim de um sonho! Mas como dizem os gaúchos “Não tá morto quem peleia” vamos lá Dallanol e Lava jato ! Ainda luto por vocês!

  80. É... o eleito pelo movimento anticorrupção vai ser o cara conhecido como o responsável pelo fim do combate à corrupção.... aonde nos levou uma rachadinha...

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO