Reprodução

Vacina da Pfizer comprova sua eficácia na prática em Israel

25.01.21 21:01

Uma semana após tomar a segunda dose da vacina da Pfizer contra a Covid (foto), apenas 20 israelenses, de um grupo de 128 mil, contraíram a doença.

O dado representa apenas 0,015% do total. Normalmente, entre toda a população israelense, 0,65% das pessoas se contagiam com o coronavírus em uma semana. A redução indica que, na prática, a vacina da Pfizer alcança uma eficácia levemente superior a 95%, como foi demonstrado nos estudos clínicos.

Entre os 20 israelenses que contraíram a doença, nenhum deles foi internado ou registrou febre acima de 38,5 graus, segundo a organização de plano de saúde Maccabi.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Porque o Brasil não produz a sua vacina? Foram anos de aparelhamento de esquerdopatas na máquina estatal, roubalheira de verbas públicas, etc..., orçamento da educação é de 1° mundo, mas nossos estudantes não conseguem fazer uma regra de três, desempenho deles do exame de Pisa está nas últimas posições dos países participantes, nosso parque tecnológico sucateado. É um paradoxo da educação do Brasil para resolver.

    1. Pra quem não sabe a Pfizer é um laboratorio de ponta.

  2. Está faltando vacina da Prosérpina para a Europa . Doria tem seu valor mas a Oxford não é do Butantã. Nós brasileiros colocamos no Butatan 2 bi , SP 85 milhões

    1. Ahhh entendi, então não precisamos mais do pacto federativo, afinal a cada R$ 10,00 que SP manda pra união, recebemos R$ 2,00! Tudo isso pra bancar essas falácias.

    2. SP não é mais Brasil? Não sabia que o movimento de independência paulista teve sucesso!

  3. A Pfizer bateu na nossa porta oferecendo a sua vacina. Nosso governo federal declinou de todas as propostas. Bolsonaro ainda chegou ao ridículo, de dizer que a vacina da Pfizer, poderia transformar uma pessoa em jacaré. Hoje o que vemos em outros países, e o cenário que temos no Brasil, é o resultado do trabalho dos governos no enfrentamento da pandemia. O nosso governo teve um comportamento negacionista desde o início até hoje. Não trabalhou. Não fez nada. Temos algo graças ao Doria.

    1. Olha o que o sem noção deixou de comprar. O governo cansou, no meio do ano passado, de dar xá de cadeira na turma da Pfizer. É de lascar.

    2. Concordo plenamente. A lem de criticar a Pfizer esse desgoverno não planejou nem a compra de seringas. Sem contar o milhões de teste jogados no lixo com nosso dinheiro!

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO