Governo de SP via FlickrTarcísio, o segundo da esquerda para a direita, em reunião com investidores em Milão

Tarcísio, o caixeiro-viajante, vai à Europa

07.02.24 12:33

Tarcísio de Freitas (foto), o governador de São Paulo, passa a semana na Europa, onde está em uma série de reuniões com investidores interessados em ativos privatizados e em privatização pelo estado. Na segunda, 5, ele esteve em Madri, na Espanha; nesta terça-feira, 6, em Milão; nos próximos três dias, em Paris, a capital francesa.

Os grupos que estão recebendo o governador para reuniões indicam quais as questões que estão sendo tratadas. A venda da Sabespaprovada no ano passado pelo Legislativoagora está na fase de roadshow, onde o ativo é apresentado para venda.

Na segunda-feira, Tarcísio se encontrou com representantes da espanhola Acciona, empresa que desde o início do processo se mostrou como interessada em uma possível privatização. A informação já havia sido adiantada em 2023 pela Crusoé.

Nas outras cidades, o foco são projetos de infraestrutura como túneis e transportes públicos. Vale lembrar que na semana passada e ao lado de Lula, o governador e ex-ministro de Bolsonaro anunciou a construção de um túnel sob o porto de Santos, ligando a cidade ao Guarujá (SP), onde há outros terminais portuários.  Um dos encontros em Paris é justamente com uma empresa que se define como a líder do setor em túneis imersos.

Além deles, há um foco em privatizar as linhas restantes do metrô (quatro linhas das seis que já estão em operação) e de trens (quatro das seis linhas). Há reuniões com empresas do setor de transporte, entre elas da Transdev, que opera concessões de transporte público no continente europeu. Há também reuniões com a Alstom, que produz os veículos que operam parte destes serviços na região metropolitana da capital paulista.

O governo ainda tenta manter atrativa a compradores a proposta de um trem ligando a cidade de Campinas à capital paulista. O governador deve  retornar ai pelo final de semana ao Brasil.

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
Mais notícias
Assine agora
TOPO