Sergio Amaral/STJ

STJ alega ‘segurança’ e ‘privacidade’ ao impor sigilo à lista de ministros que usam imóveis funcionais

12.06.21 16:01

O Superior Tribunal de Justiça impôs sigilo à lista de ministros que utilizam imóveis funcionais da corte. Em uma resposta a um requerimento de Crusoé, com base na Lei de Acesso à Informação, o tribunal afirmou que a informação põe em risco a “segurança dos ministros e seus familiares” e o “direito à privacidade”.

O STJ se restringiu a informar que oito ministros ocupam imóveis cedidos pelo Ministério da Economia e outros dez estão em imóveis do Senado. Em janeiro de 2019, segundo a corte, 508 mil reais foram gastos para reformar a casa ocupada por um dos ministros. Crusoé apurou que se trata do imóvel de Mauro Campbell.

Apesar de não divulgar os nomes dos ministros que ocupam imóveis funcionais, a corte liberou a lista dos beneficiários de auxílio-moradia em 2021. São eles Marcelo Ribeiro Dantas, Joel Paciornik e Regina Helena Costa.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Este país faz "graça" com o dinheiro público porque nós, como cidadãos, somos pacatos e concordamos com tudo o que é feito de errado. Esses indivíduos ganham um salário astronômico para a realidade do país e ainda vivem "graciosamente" às custas do nosso dinheiro, ganho com nosso suor diário! E o pior: quando julgam alguma coisa de grande interesse público, o veredito geralmente é contrário à vontade da imensa maioria da população. Uma nova Constituição se faz extremamente necessária!

    1. E quem vai escrever essa nova constituição? A classe política atual visando a impunidade? Os magistrados visando benefícios, auxílios e nenhum controle? Os grandes empresários buscando isenções? Os sindicalistas buscando uma teta pra se prender? Os militares querendo garantir até os anos de ensino médio/faculdade pro tempo de aposentadoria e pensão vitalícia pras filhas?

    1. Leonardo, serão esses mesmos, ou vc se lembra que estamos falando do bananao?.🐀

  2. 1.324.223 motociclistas seguidores de Bolsonaro, em uma passeata em São Paulo. Não vi nada sobre esse assunto. Os jornalistas da Crusoe moram no Brasil 🇧🇷 é ?

    1. Afrânio, vc. sabia que a Crusoe agora faz parte de um consórcio criado e liderado por globolixo, estadão, folha, uol e mais algumas picaretas? Pois e isso.

  3. Está certo. Ganham pouco e moram longe, necessitam do ap funcional. Mas, como têm requisitos espartanos de vida, torna-se necessário uma reforma de 500 mil pra adequar o ap para vossa excelência. Parece tudo muito justo e correto.

  4. Em Paises de 1o. mundo, ricos, os funcionários públicos, politicos, juizes recebem salário e pagam suas contas e não recebem penduricalhos como aqui no Brasil. Aqui os “funcionários públicos, congressistas, juizes recebem as vezes, mais que funcionários da iniciativa privada e ainda plano de saúde, escola pros filhos, empregados para a residência, carros blindados, motoristas, seguranças, etc etc com isso 90% das receitas de impostos pagos por nós, são consumidos pela folha de pagamento.

    1. Povo pacato? Penso que não. Povo domado e submisso. Aqui cada brasileiro pobre tem o seu político preferido é idolatrado, faça ele o que quiser e contra quem quiser. Cada município tem uma ou duas famílias que dominam e ditam a política. Assim são também os estados e o próprio Brasil. Ninguém se insubordina, justificando-se respeitar uma tal “democracia” e leis, feitas pelos poderosos e para os poderosos. Sempre seremos pacatos e submissos.

    2. Pois é, poder-se-ia acrescentar a dramática crise social brasileira. Aliás, mais que dramática, simplesmente imoral.

    3. Perfeito e não sobra nada pra devolver em beneficio a população, cidades sem saneamento básico, saúde precária, escolas caindo aos pedaços, segurança pública ineficaz, o país é dividido em castas de privilegiados e o povão que se exploda serve pra pagar a conta e eleger figurinhas carimbadas e viciadas as práticas nocivas com dinheiro público.

  5. Corporativismo vergonhoso. Dinheiro público pra bancar mordomia de togado tem que ser de dominio público e obrigatoriamente dar satisfações ao povo que paga esta conta escandalosa. Tem que acabar com estas regalias e aberrações. O poder judiciário deveria servir e dar bons exemplos exatamente o oposto do praticam. "Isto é uma vergonha"

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO