Reprodução

Rival de Netanyahu não consegue formar coalizão de governo em Israel

20.11.19 16:04

O líder do Partido Azul e Branco, Benny Gantz (foto), anunciou nesta quarta-feira, 20, que não conseguiu formar uma coalizão de governo em Israel. Seu partido não chegou a um acordo com o partido Likud, de Benjamin Netanyahu, ou com o Israel Beitenu, de Avigdor Lieberman.

Nesta quarta, Gantz telefonou para o presidente de Israel, Reuven Rivlin, para dizer que falhou em sua missão, após seu rival, Netanyahu, também não ter sido bem-sucedido na tarefa.

Uma das possibilidades agora é a de que o presidente Rivlin dê aos deputados o prazo de 21 dias para formar uma coalizão de governo. Como as negociações nesta fase não dependeriam da atuação dos líderes dos partidos, o resultado seria totalmente incerto. “Se isso acontecer, então estará aberto um grande balcão de negócios, o que seria uma situação completamente inusitada para Israel”, diz o historiador Michel Gherman, colaborador do Instituto Brasil Israel (IBI).

O presidente Rivlin também poderá convocar novas eleições para meados de março. Seria a terceira eleição no período de doze meses. Este ano, Israel teve pleitos em abril e setembro.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
    1. Quando os judeus discutem e parece não se entenderem, entre as hipóteses mais plausíveis devemos considerar duas: 1) estão encenando para distrair a platéia; 2) o problema é muito grave e exige o sacrifício (político, entre outros) de um deles. Ou seja, alguém tem que virar boi de piranha. E aí, quem aceita? Você, Jacob? Você, Samuel? Ou, você, Bibi?

    2. enquanto isto Bibi não vai para a cadeia... lá também tem pizza.

    3. Quando 2 judeus discutem ou negociam, dizem eles, aparecem 4 opiniões.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO