Xinhua News

Presidente chinês cumprimenta Biden e fala em ‘cooperação’ e ‘respeito mútuo’

25.11.20 11:08

O presidente chinês, Xi Jinping, enviou uma mensagem ao presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, nesta quarta-feira, 25, para cumprimentá-lo pela vitória. De acordo com informações divulgadas pela imprensa chinesa, Xi declarou que “promover o desenvolvimento sustentável das relações entre China e Estados Unidos serve não apenas aos interesses dos povos dos dois países, mas atende também a expectativas da comunidade internacional”.

O presidente da China afirmou ainda que espera o fortalecimento de um espírito de “não conflito, respeito mútuo e cooperação benéfica para ambos” para que, “de mãos dadas com outros países e com a comunidade internacional, possam promover a causa nobre da paz mundial e do desenvolvimento”.

O vice-presidente chinês, Wang Qishan, também enviou uma mensagem à vice-presidente eleita dos Estados Unidos, Kamala Harris, de acordo com informações divulgadas pela imprensa chinesa.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

Edição nova toda Sexta-Feira. Leia com Exclusividade!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

Deixar para mais tarde

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Acho que Bolsonaro e seus filhotes não estão sendo bem entendidos. Como esperar que um cão de guarda e suas crias traiam o seu dono? por mais estúpido que o dono seja. Mas até o Trump deve estar surpreso com o nível de fidelidade (e de burrice) desse seu cão.

  2. O diálogo deve ter sido assim: "Parabéns, velho caquético! Viu só? O plano funcionou direitinho. Segui as nossas recomendações, a fraude foi um sucesso. Agora está livre o caminho para a socialização da América. Removemos nosso maior obstáculo. Agurade futuras instruções."

  3. Os chineses e americanos acabam se entendendo porque vão prevalecer os interesses comerciais entre os dois países. Enquanto isso o ignorantinho, filho do ignorantão, fica criando problemas ideológicos, para delírio de alguns extremistas burros...

  4. Perfeito. É isso mesmo. Mas é preciso também coerência, que ela ocorra abrangentemente e, que seja real e concreta, a começar pela conduta "interna corporis".

  5. Cooperação e respeito mútuo. Enquanto isso vai comprando tudo que pode por aqui e nos países vizinhos, acaba de sufocar definitivamente a democracia em Hong Kong, suprime as liberdades em seu próprio território, avança no mar territorial dos países vizinhos, etc...etc...etc...

    1. Realmente todos os brasileiros necessitamos de um choque cultural. É muito ingênuo pensar e simplificar o discurso com o "nós contra eles", "esquerda x direita"....

    1. E COM OS AMERICANOS É DIFERENTE? PORQUE OS TERRORISMO E RADICALISMO ISLAMICO É TAO INTENSO HOJE? OS SOLDADINHOS DO MUNDO DESTROEM TUDO POR ONDE PASSAM. SÓ UM IDIOTA PARA ACHAR QUE OS AMERICANOS QUEREM A PAZ MUNDIAL. VÃO QUERER SER SEMPRE A MAIOR POTÊNCIA MUNDIAL.

    2. É um tema para adultos que sabem o valor de um negócio ascendendo à casa das dezenas e mesmo centenas de milhões de dólares. Alguns conseguem se manter respeitosos para explorar as oportunidades que se apresentam.... outros nasceram tão somente para ficar chutando o pau da barraca.....

    1. Sim, ideologia é para consumo doméstico, para iludir a claque e os fanboys. Comércio exterior é pragmatismo e respeito mútuo, coisa a ser tratada por adultos qualificados, coisa que a famiglia bozo nunca foi nem nunca será....estão se desfazendo no ar....são eles próprios os seus maiores inimigos.....não passam de 2022 de jeito nenhum....

  6. Mas aqui o homem que se acha mais importante que os chefes de estado dos USA e da China até agora não reconheceu Joe Biden como o novo presidente americano. É ser muito tosco mesmo.

Mais notícias
Assine
TOPO